Home Noticiário Internacional Suecos testam versão de ataque terrestre do míssil antinavio RBS 15 Mk3

Suecos testam versão de ataque terrestre do míssil antinavio RBS 15 Mk3

1004
8

míssil antinavio

Numa campanha de testes realizada em 15 de março de 2008, o míssil antinavio pesado RBS15 Mk3, de fabricação sueca, desenvolvido em conjunto pela Saab e pela Diehl, demonstrou sua habilidade em engajar alvos terrestres com sucesso.

O míssil foi lançado na área de testes Vidsel ao norte da Suécia, a pedido da agência FMV e contou com a presença de delegações da Alemanha, Polônia, e de outros países.
O RBS15 foi lançado de um veículo terrestre e automaticamente seguiu uma trajetória pré-programada através de vários tipos de terreno. O míssil foi guiado pelo seu próprio sistema de navegação onboard ao longo da trajetória e seguiu vários waypoints até atingir o alvo.
Tendo demonstrado sua capacidade antinavio no passado, o RBS15 Mk3 agora também passa a ser capaz de usar guiagem por GPS para atingir alvos em terra firme. Esta última versão do míssil tem alcance de 200Km.
Em 2003, a Saab Bofors Dynamics e a Diehl BGT Defence assinaram acordo para o desenvolvimento, produção e vendas dos novos mísseis RBS15. Dois anos depois, a Marinha Alemã decidiu comprar o RBS15 Mk3 para equipar suas corvetas classe K130. Subsequentemente a Marinha da Polônia também adquiriu o míssil para equipar seus navios patrulha classe “Orkan”.

8 COMMENTS

  1. Será que tem tecnologia americana nesse míssil? Se não, poderia ser uma boa alternativa para a MB. Os suecos não teriam motivos pra nos boicotar em caso de necessidade…

  2. Tb acho que seria uma uma boa opção para a MB, a Suecos tem tradição neste tipo de armamento.
    Comcordo com vc jonas Rafael os Suecos não teriam motivos mas o proprio Brasil boicota o Brasil

  3. Não comparando, mas não termos tido a competência de desenvolver o AV/MT 300 da Avibrás é o fim…..
    Sds.

  4. Gostaria de apresentar a idéia de que tal sistema concretiza a capacidade DUAL (terra-terra ou terra-mar) de um sistema de armas de médio alcande.

    Uma unidade (bateria) desse sistema em plataformas ASTROS poderia, de terra, bater além das plataformas de Campos ou, ainda, interditar a foz do Amazonas.

    Devemos reativar a nossa Artilharia de Costa!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here