E sta tabela, embora divulgada pela Marinha, baseia-se apenas nos índices anunciados pelo Minsitério da Defesa, não sendo de caráter definitivo. Clique nos quadros abaixo para ver as tabelas em tamanho maior, referentes a oficiais e praças.

remuneracao-pracas1

remuneracao-oficiais1

Tags: , , ,

Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

138 Responses to “Nova tabela de soldos para militares da Marinha” Subscribe

  1. Nimitz 25 de abril de 2008 at 17:11 #

    Ganham uma merreca… mesmo com o reajuste a coisa fica ruim. Comparem com os salários do Judiciário.

  2. Alte. Doenitz 25 de abril de 2008 at 17:34 #

    Um absurdo. Tem fiscal da receita (eu disse fiscal – o cara nem tem curso superior) que está fazendo greve porque recebe 13.000 reais. Uma vergonha.

  3. Ozawa 25 de abril de 2008 at 17:54 #

    Caro Doenitz, a rigor, o termo “fiscal da receita”, refere-se ao atual AFRB – Auditor Fiscal da Receita do Brasil, antigo AFRF, sendo pré-requisito o curso superior em qualquer área. Mesmo os Analistas-Técnicos, antigos TTN’s, à esta época com escolaridade secundária, hoje nivelam-se ao nível superior sendo-lhes exigido este requisito. Inobstante quaisquer conflitos de terminologia e requisitos de escolaridade, é fato que diante de algumas carreiras de outros poderes do Estado, a militar encontra-se defasada, não lhes sendo moralmente defeso, ao contrário de outras, a busca de maior dignidade remuneratória. Neste aspecto, torna-se, sim, incompreensível a retórica dos fiscais, AFRB’s, o que seja, paralisarem o país diante de sua atual remuneração. Que defendam seu pleito, ainda que legítimo (?), por outros meios menos ofensivos.

  4. Raphael Souza 25 de abril de 2008 at 21:04 #

    Caro Alm.Doeniz,
    Corrigindo o seu comentário rude, o vencimento de um Auditor Fiscal da Receita Federal(carreira que exige curso superior completo e aprovação em concurso público de provas e títulos) é de 10.600 reais. Graças ao nosso trabalho (que não é pouco), conseguimos aumentar a arrecadação em 13,2%, no último calendário fiscal. Ademais, em conjunto com a Polícia Federal, realizamos inúmeras operações bem-sucedidas de combate a evasão fiscal e fraude à Previdência Social. Portanto, após esta pequena exposição, espero que o senhor não ache vergonhoso que os responsáveis pela arrecadação de todo o país tenham vencimentos dignos com a responsabilidade de suas funções. Lembro que é a receita federal que transforma em realidade o orçamento da União.

  5. Robson 25 de abril de 2008 at 22:29 #

    Merreca?!?!?!?
    Vcs vivem em que país?

  6. Baschera 25 de abril de 2008 at 22:37 #

    Não são os militares que ganham mal, são os outros (PF, receita, congresso, etc) que ganham demais, levando-se em conta a renda dos outros (nós) pobres mortais.
    Sds.

  7. igor 25 de abril de 2008 at 23:01 #

    Merreca sim. Poderia ser muito mais. Almirante de esquadra ganhando 6, 7 mil é pouqúissimo. O Judiciário, legislatico, tribunal de contas, mnistério público ganham bem até demais. O executivo paga muito mal.
    Os únicos que ganham bem são os auditores fiscais da receita, trabalho e ainda assim reclamam do salário.

  8. Raphael 26 de abril de 2008 at 1:21 #

    Tenho um parente proximo que eh desembargador que pelo visto vale ums 5 Almirantes-de-Esquadra! Nao que eu esteja reclamando…

  9. GustavoB 26 de abril de 2008 at 9:44 #

    Ora, todos sabemos porque estão retraídos os vencimentos dos militares da ativa e porque faltam investimentos, é só olhar para o orçamento da Defesa.

  10. Vagner 26 de abril de 2008 at 11:17 #

    Não tenho intenção em polemizar, mas concordo ser questionável o atual pleito dos auditores da Receita.
    Nos países da União Européia, um auditor com as mesmas atribuições ganha o equivalente a cerca de R$ 11000,00.
    Assim, perceber o salário atual e parar o comércio exterior do país pressionando por um aumento de 44%, é moralmente questionável sim.
    O que se viu nos últimos anos foram categorias com enorme poder de pressão utizando esta prerrogativa para obter aumentos muito acima da realidade inflacionária do país e criando, a meu ver, bolsões salariais em algumas categorias que geram distorções como estas que vemos diariamente.
    O argumento do vencimento proporcional a “responsabilidade” é falacioso, afinal, numa sociedade evoluída, todos tem a sua imporância.
    Abs

  11. Alte. Doenitz 26 de abril de 2008 at 13:32 #

    100% apoiado Vagner. Não esqueça também que para ser almirante precisa de 30 anos de serviço. O auditor fiscal, assim que passa no concurso, já sai ganhando um salário muito alto.

  12. AJS 26 de abril de 2008 at 18:40 #

    Alguém sabe a quanto monta a retirada mensal?
    Com todas as vantagens de cada carreira?
    Não estou me referindo ao básico, mas ao bruto total, cheio, do contra-cheque.

  13. Vagner 26 de abril de 2008 at 22:13 #

    Posso te falar, com certeza, de um major:
    20 anos de serviço, R$ 7.500,00 brutos e R$ 5.500,00 líquidos, neste mês.
    Um coronel…30 anos de serviço e, no máximo, R$ 1.000,00 a mais que isso.

    Abs.

  14. AJS 27 de abril de 2008 at 10:45 #

    Obrigado Vagner, o negócio, é continuar roendo o osso e lutando para melhorar, como ocorre em diversas situações e carreiras, ou então, se não for o caso de ideal, buscar outra carreira enquanto houver tempo, pois ele avança, a idade chega e os entraves à mudança são cada vez maiores.
    Muitos apontam o fato de sair do orçamento o valor para aposentadorias e pensões, sugerindo que tal encargo ficasse com o INSS, porém nesse caso, o teto da aposentadoria seria de 3.038,99, o que reduziria em muito os valores recebiveis em comparação com a situação atual, seria necessário um plano de previdência suplementar, e muita reza, para que ao tempo de usufruir do mesmo, ele estivesse ativo, pois muitos fundos estão hoje dando os últimos suspiros.

  15. SOU O CAPETA 28 de abril de 2008 at 13:38 #

    ”COMPANHEIROS” isso é mais um golpe, um tapa na cara dos militares, que perderem a dignidade, já não tem moral nem pra brigar por salarios, são omissos, colocam as pobres mulheres no sol quente e chuva pra brigar por aumento, ” ISSO É UMA VERGONHA”.

  16. Nelson de Souza(sg-refor)nelsonbite@ 5 de maio de 2008 at 14:10 #

    Que saudade do Gen. Castelo Branco e Oficiais Generais
    daquela época

  17. Alte SEMSTM 15 de maio de 2008 at 10:27 #

    Merreca sim. Poderia ser muito mais. Almirante de esquadra ganhando 6, 7 mil é pouqúissimo. O Judiciário, legislatico, tribunal de contas, mnistério público ganham bem até demais. O executivo paga muito mal.MAS LES SONHAM EM IR PARA O SUP TRIB MIL E AIIIIIIII SUAS VIDAS MUDAM: ASSIM FICAM CALAOS A CARREIRA TODA PARA GANHAR(SO ELES O TORRAO FINAL).

  18. paulo 30 de maio de 2008 at 14:02 #

    Uma vergonha este aumento dos militares, comparando com os salarios existentes no executivo, onde um Auditor Fiscal e remunerado em 12 a 13 mil reais, enquanto um oficila general com todo o tempo de quartel e conhecomento que adquiriu em cursos recebe uma migalha. Ao meu ponto de vista os militares deveriam se impor diante de um governo sem moral, e colocar ordem na casa.

  19. rogerio 16 de junho de 2008 at 20:51 #

    Caros colegas militares, li muitos comentários acima citando a Policia Federal, pois saibam a realidade. A PF já teve um ótimo salário no ano de 2000, onde agentes, papiloscopistas e escrivães ganhavam mais que auditor. Hoje o salario inicial da pf é 7500,00, contra 14000,00 da Receita Federal. Temos que lutar pelos nossos salarios, ano a ano, assim faz a receita. E sempre ganham bem.

  20. PEDRO LUIZ 16 de julho de 2008 at 0:14 #

    Esses generais,almirantes e brigadeiros com sua arrogância estão reclamando de barriga cheia.por que eles não falam em nome da tropa, ficam só olhando o próprio umbigo. E daqueles coitadinhos das praças que moram ¨lá na casa do chapéu¨ e ganham realmente uma merreca, eles tem o que merecem,pois, não brigam pela sua classe (militares) e sim por outros oficiais, ficam só falando em disciplina enquanto as famílias das praças ficam entregues ao descaso.antes de pedirem aumento senhores revejam seus conceitos, pois os senhores não tem idéia do que é ganhar pouco,olhem de vez em quando para baixo,se for difícil um pouco ao horizonte. Obrigado

  21. junior 7 de agosto de 2008 at 19:06 #

    nossa achei um absurdo o que os nossos militares recebem!!!
    é muito pouco para o que eles sofrem no quartel e não penso só nos oficiais, penso nos praças que ganham um salario que não vale o que eles passam no quartel!!
    queria que essas pessoas que ganham soldos em valores altissimos fossem passar uma temporada no quartel como recruta para sentirem na pele o que é trabalhar muito e ganhar isso como agradecimento do governo…UM PÉSSIMO SALÁRIO!!!.
    obrigado pela oportunidade

  22. Cap Pqdt 9 de agosto de 2008 at 13:46 #

    O navio está afundando. Estou estudando para prestar concurso público depois de 16 anos de serviços prestados a Força. Penso eu que o grande entrave existente são os Oficias generais, Almirantes e Brigadeiros que passaram a ser meros politicos e esqueceram que são militares.

  23. Silas 9 de outubro de 2008 at 14:22 #

    Ei, ja fui sargento da FAB. Hoje sou Analista Judiciário-Justiça Federal. Meu salário, com 6 anos de judiciário, é bem melhor que o de um almirante. Falta dizer que as regalias de um almirante não são extendidas às outras carreiras. As outras carreiras tb não fazem patrimônio com dinheiro de transferência entre estados. Um terceiro sargento custa 50 mil reais de dois em dois anos com a sua transferência. Não sei quanto custa um almirante. Sabe qual é a boa??? Saí da vida militar tendo esposa e filho. Paguei o preço e hoje sou Analista. Em breve serei Auditor da Receita, sabe por que??? Eu faço a minha vida. A maioria dos militares espera alguém fazer por eles, salvo as exceções. Tá ruim? Procura melhora fora da força. Não há com quem se possa contar nela. Militar não elege militar, nunca vai ter representatividade para mudar as leis. Os comandos são indicados pelo presidente, logo não querem perdem o prestígio pessoal com o governo reivindicando melhorias à tropa. Restou você mesmo! Ajude-se! A tropa acomodou voce??? Fica esperando a transferência então… na ponta do lápis sai caríssimo pra vc. Meus amigos, deixa a ficha cair… Eu acho que Auditor deve ganhar mais; acho que o Judiciário deve ganhar mais; acho que militar deve ganhar mais; acho que salário mínimo deveria ser maior, mas a vida é curta. Não posso esperar o mundo mudar por minha causa. Lute por seus ideais. Quer um milagre? Seja o milagre. Quer colher frutos doces? Plante um pomar. Os militares que acham que auditor ganha muito e judiciário ganha demais estudou bem menos que esse pessoal (desculpem a franqueza). Estudem mais e façam o que precisa ser feito, ou será que pra você só existe a comodidade do “faz nada” da tropa? pensem nisso…

  24. Ex- 2. Sgt do EB 17 de outubro de 2008 at 15:29 #

    Concordo totalmente com o raciocínio do Silas. Não dá prá ficar esperando que os outros façam algo por nós. Ainda mais se esse “outros” for um oficial das forças armadas, que salvo honrosas excessões, está mais preocupado em impor a superioridade que acha que tem em cima das praças, parecendo até ser,algumas vezes, um ser mais evoluido não só profissionalmente, como também geneticamente que os demais militares que realmente “carregam o piano”. Graças a Deus esse ano consegui ser nomeado para um cargo da carreira fiscal e hoje percebo um salário 4 vezes melhor do que quando era militar e sem ser tratado como uma espécie de “sub-raça” pelos ditos “superiores”. Mas para isso foi preciso muita força de vontade e disciplina. Em vez de ficar só esperando ajuda, procure mudar seu destino. Hoje tenho honra de ter sido um militar do exército brasileiro e certeza que se estou onde estou, uma boa parte devo ao próprio convivio na “caserna”. Mas saudades e ou arrependimentos, nem pensar…

  25. tenente Azevedo 3 de novembro de 2008 at 17:12 #

    Pessoal sou 1º Tenente engenheiro, o meu maior sonhos desde a minha infância foi ser um oficial da Marinha. Estudei muito, fiz o meu curso de engenharia e fiz a rpva para o Quadro de Engenheiros Navais. É uma vergonha o que pagam para os militares, me refiro tb aos praças que ganham menos ainda, hoje quem fica nas forças armadas é porque ama e vibra nessa carreira. Ainda acredito nas forças (especialmente na marinha). Quero enfatizar o meu apoio e dizer que não podemos desistir , porque a Marinha do Brasil é uma Força que aprendi a respeitar.

  26. Adsumus 9 de novembro de 2008 at 9:57 #

    Adsumus!
    Viva a Marinha, “quem não quer pode pedir baixa”. Foi com esta frase que eu convivi durante toda a minha carreira na Briosa, (25 anos). Verdadeiramente os que não pedem baixa, é porque necessitam dos soldos para sobreviver, até devido ao fato das poucas oportunidades que tiveram na vida, pois a maioria esmagadora dos que abraçam esta carreira é oriunda das classes menos favorecidas. Não obstante, eu, hoje agradeço a Deus por ter sido membro da briosa, pois foi ela que me acolheu aos 16 anos de idade, me deu a formação que eu nunca iria conseguir na roça, abriu meus horizontes, hoje tenho minha pós graduação, almejo um doutorado, meus filhos estão na universidade, em grande parte, graças às bases filosóficas e disciplinares da minha vida militar.
    Em suma “A CARREIRA MILITAR” requer, antes de tudo amor ao militarismo e que se tenha o dom para tal, pois ninguém, repito, NINGUÉM deve achar que irá enriquecer financeiramente seguindo esta carreira. Então eu sempre oriento àqueles que me questionam sobre os benefícios de seguir ao militarismo. “SE QUISER APRENDER E VIVER A HIERARQUIA, DISCIPLINA E PATRIOTISMO” siga o caminho militar, mas não sonhe em salários poupudos, pois irá viver modestamente durante toda sua carreira. Se tiver condições de estudar um pouco mais, escolha outra carreira de estado, pode ser a PRF, PF, RECEITA ou até mesmo a Polícia Militar do Distrito Federal. Quem sabe você possa ser piloto de elevador no senado? Qualquer destas carreiras irá lhe render um salário bem maior que o das FFAA. Então eu repito, “SÓ O AMOR À FARDA É CAPAZ DE MANTER UM CHEFE DE FAMÍLIA VIBRAR E SER FELIZ COM A CARREIRA QUE ABRAÇAR”.
    OBRIGADO PELO ESPAÇO E

    ADSUMUS!!!!

    ass.: Um combatente anfíbio que estudou um pouco mais e passou a ser agente em Brasilia DF.

  27. AECIO 11 de novembro de 2008 at 11:04 #

    SALÁRIO !!! Que coisa difícil de discutir !!! Ninguém tá satisfeito… Vcs acham que o auditor, o judiciário ou qualquer outro lugar as pessoas estão satisfeitas ??? Vc acha que uma pessoa que trabalha na PETROBRAS com 15 salários está satisfeita ? A pouco tempo auditores fiscais da Receita Federal estavam em greve. Gente, é muito simples resolver este problema: Não está satisfeito, samba fora!!!! Ficar reclamando não adianta nada. 90 % das pessoas não recebem o que queria receber, porém recebe muito mais que merece. Detesto quando uma pessoa reclama no meu ouvido de salário… Estamos em um país livre… Vc não está satisfeito, acha que tem condições de receber mais pelo seu trabalho !!! Procure um lugar que reconheça essa sua capacidade e pare de reclamar no ouvido dos outros… Gente, existem cargos que não precisam de salário. Ex.: Presidente, Governador, Deputado, Ministro, Prefeito, Desembargador, Juiz, Almirante etc. Eles tem tanta regalia, mordomia, auxilio, empregado a disposição, carro, casa, comida, secretaria, tem até cartão de crédito. Eu tb sei reclamar, só estou tentando mostrar que não adianta nada… O certo é estudar e sair a procura de algo melhor… Não fique parado, pq se vacilar eu piso na sua cabeça e continuo na caminhada… Agora se eu vacilar, que vai pisar na minha cabeça vai ser o Silas, que hoje é Analista Judiciário-Justiça Federal… Vlw Silas, é assim que se faz.

  28. Gabriel 15 de dezembro de 2008 at 12:04 #

    Sou Gabriel, aprendiz-de-marinheiro e quero deixar minha opinião pública…
    “…Concordo plenamente com todas as opiniões que dizem respeito aos baixos soldos relativos aos militares. Os soldos atuais, mesmo com aumento, ainda não condizem com a dedicação do militar a pátria… Não concordo com os soldo dos militares que trabalham no sol, até mesmo com um fuzil na mão, garantindo a lei e a ordem (praças), ou até mesmo com responsabilidades de organizar o setor de serviço e garantir o cumprimento do mesmo (oficias); trabalhos dígnos que devem ser observado com mais exatidão. Sei que são atos da profissão, até concordo com eles, o que não concordo é como eles são tratados; recebendo salários indígnos sua profissão.
    O pessoal civil também tem suas importancias e as suas finalidades, mas não entregam suas vidas à pátria e juram fidelidade a ela… portanto todos deveriam ser realmente privilegiados com suas obrigações , de acordo com seu real envolvimento…”

  29. JORGE 24 de dezembro de 2008 at 11:07 #

    Realmente existem muitas distorções salarias entre os 3 poderes.
    A tão falada isonomia nos 3 poderes que a nossa Constitiuição de 1988 previa foi para o ralo.
    Sou Engenheiro civil da marinha e o nosso salário em final de carreira com todas as gratificações, tempo de serviço, insalubridade etc… a que temos direito é de apenas R$ 6.000,OO.
    Devo lembrar que os navios da nossa gloriosa Marinha dependem em muito do esforço dos servidores civis que reparam os meios navais nas bases.
    Deixo aqui também o meu protesto por melhoria salarial e um plano de carreira digno.

  30. pablo 11 de janeiro de 2009 at 20:33 #

    Olha o salario pode ser ate uma m_____, mas os benifecios que vc ganha e muito melhor. So uma coisa, um gerente de supermecado pode ganhar o dobro to topo dessa lista ae massssssssssss, esses cargos dae da liste tem salario todo dia sem precucação de q amanha pode ser demitido pq eles so saim da li c matar roubar ou c demitirem ja um gerente de supermecado todo dia esta resando para não ser demitido e ficar indifidado. Pense nisso

  31. Paulo Steffano 11 de janeiro de 2009 at 21:45 #

    A verdade é o seguinte falem oque quiserem mas o legislativo, o judiciário e o executivo estão uma porcaria e deveriam receber bem pouco pois a maioria dos problemas parte dos caras como vocês ” Raphael Souza” que ganha uma grana gigantesca e na verdade só ficam sentados em uma sala em um escritório, na minha opinião tinha é que cortar os gastos com vocês, o legislativo, é o congresso, que nos rouba, o executivo e a policia corrupta, e o judiciário é a impunidade uma vergonha então não de uma de João sem braço, os trez poderes só fazem gastar nosso dinheiro e não fazem o serviço do mudo que deveriam fazer com eficiência que deviam ter.

  32. Paulo Steffano 11 de janeiro de 2009 at 21:46 #

    os militares é um dos poucos do que merece congratulações

  33. Hugo 18 de janeiro de 2009 at 19:15 #

    Acho que os salários não são ruins para quem vive em nosso país, cheio de miséria e com muitas pessoas ganhando pouco mais de um salário mínimo. Quem fala que é pouco, é ganancioso e não entrou para as forças armadas por amor e sim por dinheiro. Contento-me com o que ganho.

  34. operacional 22 de janeiro de 2009 at 20:56 #

    os praças poderiam ser mais reconhecidos
    nós praças temos grande importancia na marinha.
    não apenas por dinheiro e sim por satisfação
    temos que ter mais estabilidade oferecida pela
    marinha!

  35. Joana Shönes 23 de janeiro de 2009 at 19:50 #

    Amigos concordo com tudo que cada um de vcs relataram, eu estou me desligando da Marinha e servi por lá durante 13 anos. O mais interessante é que quando entrei para o sistema, um militar que fora meu instrutor na escola há 13 anos disse para a turma em formação:”utilizem a Força Armada como trampolim de tempe em tempo nosso salário só está piorando tendo em vista que um sargento novinho admitido no sisema há 20 anos recebia o equivalente a 10 salarios minimos”. Acreditem ou não fiquei com aquela informação na minha mente durante anos e realmente constatei na carne que aquele instrutor tinha razão nas suas palavras. Resolvi então já no meu 1º ano na Marinha, estudar para ser engenheira industrial e recentemente graças à Deus passei e fui convocada para assumir cargo de Engenheira em uma Empresa Pública.Iniciei ganhando o dobro do que ganhava como militar durante uma vida de 13 anos de serviço militar estou satisfeita, mas acho que ainda posso ir além.Pessoal, as dificuldades são muitas e devemos acreditar no potencial que cada um tem dentro de si. Niguém acreditava que eu teria coragem de sair do sistema depois de considerável tempo servindo. Mas cada um tem seu cada um e deve ser respeitado o que não pode é ficar de braços cruzados acreditando que amanhã vai melhorar sem nada fazer. Pantem hoje e certamente colheram amanhã. Obrigado pelo espaço desculpem o desabafo!

  36. DP 31 de janeiro de 2009 at 0:55 #

    É incrível o descaso com as forças Armadas no nosso país,além de sermos utilizados de forma desprestigiosa,como projetos socias em favelas na vigília de sacos de cimento,sem o devido “Poder de polícia” pra coibir abusos, quiçá garantir a legítima defesa diante de provocações e até mesmo tiros alvejados contra nós,recebemos uma salário extremamente inferior as nossas atribuições constitucionais e despropocional as restrições que vivemos ao longo de toda carreira,como por exemplo:impossibilidade de paralisação por greve e qualquer outra espécie; impossibilidade de sindicato;Falta FGTS;plano de saúde e alimentação compulsórios;impossibilidade de acumulação de cargo entre outras coisas…O que não se percebe é que uma nova guerra vem se delineando em torno da água que será um instrumento valioso daqui algumas décadas e as nossas Forças Armadas sucateadas e a mercê de questões políticas graças ao generalato ocioso,apático e corrompido.

  37. Rabibi 17 de fevereiro de 2009 at 22:33 #

    Senhores Militares, antes de mais nada,gostaria elogiar todos os integrantes das forças armadas, principalmente os da Marinha,a qual acho uma atividade fascinante em exercer,nessa força eu pretendi entrar em 1984, mas fui reprovado na prova do Colégio Naval.
    O que é difícil entender no caso da Marinha, em seu departamento de portos e costas,sendo este responsável em autorizar e realizar o Concurso para profissão de praticos que chegam a ganhar R$130.000,00 por mês,essas autoridades maritimas ganham quanto? Seria aquela tabela de soldos dos militares?!

  38. carlos ogmes de oiveira 20 de fevereiro de 2009 at 13:40 #

    la meu nome é caros ,gostaria de saber qual é osalario de um tenente, capitao,major,coronel,e general,e almirante no brasil pois na net achei varias respsotas diferente.
    e gostaria de saber quantos estes ofiais ganham ,comparando com o brasil ,nos estados unidos da america,ingaterra, frança. japao.china e russia
    espero a sua resposta.
    obrigado

  39. Almir 20 de fevereiro de 2009 at 23:52 #

    Realmente o salário do militar é muito baixo, não há o que discutir um almirante ganhando 7 mil por mês??? Agora, com todo respeito, gostaria de saber o quanto efetivamente as forças armadas contribuem para o Brasil.É certo que tem que cuidar de proteger contra a guerra porem, os traficantes estão dominando o Rio de Janeiro e explodindo Banco Central do Brasil,PCC dominando SPaulo, fazem e desfazem e não se ve preocupação dos militares das forças armadas com o Brasil.!!??Se isso não for guerra então o que é guerra?? Deveriam pelo menos defender as fronteiras e combater o narcotrafico e agir com firmeza. A guerra está aí e eles não fazem nada????Parece que a situação é tranquilissima. O Pais esta um barril de polvoras, é traficante com metralhadoras de exercito entrando e saindo a bel prazer do país. Se analisarmos bem , vemos que as forças armadas com todo respeito pelos militares, que compõem a corporação , mas primeiro é preciso mostrar serviço, para depois pedir aumentos. Embora seja muita injustiça os salários dos militares, mesmo pouco entendendo sobre a função correta de onde e quando devem agir.acho que deveriam participar mais ativamente da segurança nacional. Por outro lado, é um abuso do dinheiro publico e muito, o salario pago aos servidores do Poder Judiciario que é muito lento e ficam cem anos para julgar um caso. Acho que o certo seria diminuir o exigir mais servico do judiciario e aumentar os salários efunções dos militares. Se formos pensar bem, um militar pode ter que dar a vida pelo país. Já o poder judiciario só se ve enrolação, salvo uns poucos e bons profissionais boa parte não faz quase nada , é so enrolação e absolvição de politicos desonestos e corruptos : é o que se ve as claras no noticiário. A verdade seja dita, os militares ganham muito pouco, porem deveriam fazer mais pelo país.. O judiciario ganha um absurdo e não fazem quase nada,e só se ve pedir aumento e leis e mais aumento e ferias é só direito para eles mesmos, e trabalho que é bom nada, então acho que deveria haver um aumento para os militares e que todos mostrem mais contribuição para o País. Quanto a receita federal e policia federal estes fazem por merecer.Acho que primeiro devemos pensar e ver tudo aquilo que podemos contribuir para o Brasil e depois pedir aumentos. Com respeito a todos, mas a politica esta errada,sei que a maioria dos militares só recebem ordens e muitos soldados, tenentes e oficiais gostariam até de fazer mais pelo Brasil, porém as autoridades é que tem que mudar o Brasil.e quem os elege são o povo. Acho que os militares devem sim protestar,e exigir mudanças na politica de remuneração . Porem, acho que também deveriam se preocupar mais com a segurança interna do país. Afinal se os traficantes dominarem , estamos todos perdidos, isso vai virar um inferno, ai só uma revolução para colocar o Brasil nos eixos.E isso é o que ninguem deseja.!!! É minha opinião, posso estar errado mas é o que penso.Acho que deve-se refletir muito antes de somente reclamar!!! Além do mais, vejam só quanto ganha um médico no inicio de carreira, talvez ganhe menos que um cabo da das forças armadas, embora estudando muito durante anos a fio. Porem só são reconhecidos apos chegarem a certa altura de suas carreiras. Acho que todos somos Brasileiros, mas devemos ver exatamente o quanto cada um contribui para o Brasil para depois exigir aumentos. E se a politica esta errada , acho que os militares tem parentes e tem muita influencia sobre o povo para eleger politicos que lutem por eles, essa historia de que militar não vota não é desculpa para dizer que não podem eleger ninguem ,Podem sim fazer campanha para mudar os politicos.Acho que o povo tem o governo que merece, devemos protestar contra tudo que esta errado, pois isso tudo é fruto de maus politicos que elegemos. e também é fruto da nossa omissão em relação a politica, devemos todos ser mais participativos e exigir direitos. Há um ditado muito certo que diz cada um tem o governo que merece. Portando cada um fizer a sua parte e protestar todo abuso, e toda omissão politica, com certeza o pais pode mudar. E temos que acreditar que isso é possivel , e sendo esta a unica saida o jeito ´´e mudar a cabeça do povo para que a justiça prevaleca sempre. O direito e o dever de cada um tem que ser protegido desde o mais humilde até o mais alto escalao. E so se faz isso com muita forca e coragem para mudar o País.É minha opinião.

  40. Silas 24 de fevereiro de 2009 at 16:57 #

    Que discussão mais doida… gente, salário é assim: Satisfeito? Continue produzindo. Tá p___? SIM? Dá pra fazer greve? não? Demita-se ou fique quieto. A melhor opção é procurar melhorias pessoais!!! Evoluir faz parte!!! Os melhores salários são para os que escolheram as carreiras certas e estudaram o suficiente para estar nela. Não acredito que o salário de militar venha a ser uma maravilha, sabe por que??? Militar não sabe se ajudar. Realmente como disse no comentário anterior. Militar não tem representatividade no congresso e as leis precisam mudar para que salários subam na carreira dos milicos. Os oficiais generais babaram ovo uma vida inteira para serem comandantes de uma força. Quem deles vai pedir esse tipo de coisa ao presidente? E se o presidente quiser precisa convencer o congresso. Quais são os militares que são deputados? e senadores? Tá vendo como a coisa é complicada? Salário é uma questão de atitude pessoal. Às vezes é melhor pedir demissão e tentar outra coisa. Reclamar parado é difícil, ainda mais no caso dos militares. Os regulamentos da caserna ainda são do tempo da ditadura militar, década de 70. Agora me digam uma coisa. Militar trabalha? (jogue limpo!!!) No quartel existe muita brincadeira e conversa fiada. Isso é uma grande verdade. Estuda Militar!!! ESTUDA!!! Não tou querendo esculachar não… Tô só te dando um bizu!!! Sai dessa guerra interna entre oficiais e praças onde um time so se f___e o outro só se dá bem. Ninguém merece isso. Ainda mais pra ganhar pouco e comer mal no rancho. Parece que aquela imagem institucional de que militar é o cara só convence vocês. Militar acabou… Vai esperar a próxima promoção? É uma escolha pessoal. Vai estudar para uma carreira melhor? É uma escolha pessoal… Diante da falta de opções acho que continuar estudando, mesmo na força. Onde foi parar aquele moleque que era o fera da rua, que passou no concurso de uma escola militar e que era exemplo de obstinação???? Ressuscite-o!!! ele está aí dentro de você em algum lugar no seu passado. Bata um papo com ele amigo. Se você conseguiu isso quando era moleque imagina agora!!!! Pense nisso… Eu acredito muito na sua capacidade e disciplina nos estudos, mas você também precisa acreditar em você. Eu já estive aí e vou te contar um segredo. É muito mais fácil do que você pensa…
    Boa sorte Guerreiro!!!!!!!!

  41. Luiz 5 de março de 2009 at 14:34 #

    Alguns comentários acima merecem esclarecimentos. Explico.Soldo ou salário não são vencimentos.Sendo assim, quase ninguém recebe o que consta nas diversas tabelas. Exceto no caso de iniciante. Isto vale para militares e civis.
    Quanto a parte da vida funcional dos militares o problema é que ninguém é convidado para “conversar”, tudo é uma ordem. O não cumprimento implica necessáriamente em “cadeia”. Isso mesmo!!! c a d e i a. O maior dos problemas são as interpretações dadas pelos “julgadores”, na hora da condenação. Decisões das quais não cabem recurso. Transita em julgado na hora em que é prolatada.
    Claro que tem alguns oficiais que não sentem nenhum prazer em punir um subalterno. Felizes são aqueles(praças) que trabalham com oficiais que sentem prazer em punir. Todos, todos, sem excessão, estudam e procuram refúgio no Executivo, Legislativo, Judiciário ou outra atividade da vida civil.
    Quanto aos vencimentos auferidos por cada militar/servidor, por ser uma contraprestação pelo serviço desenvolvido, entendo que se não procuramos um valor melhor é porque o que estamos recebendo esta condizente com o trabalho realizado.

  42. MFO 7 de março de 2009 at 22:25 #

    A coisa pode ficar pior se Dilma Rousselfe ganhar as eleições para presidente da Republica. Olhando essa conjuntura dos salarios dos militares, acupa de toda defasagem salarial é dos proprio militares que não se unem, assim como outras categoria se unem para “brigar” por melhoria em todos os aspectos, os militares simplesmente dizem que tem que ficar parados esperando a “morte” chegar por conta de leis e regulamentos que o proprio sistema não obedecem. Um grande exemplo disso é quantos golpe já foram dado na constituição para favorecer alguns cadidatos á releição presidencial.

    Sem mais,
    MFO
    desculpem alguns erro (foi a pressa)

  43. Silva 13 de março de 2009 at 6:26 #

    Atualmente, quanto ganha um almirante da marinha norte-americana?

    Silva

  44. pedro 24 de março de 2009 at 18:52 #

    esse quadro de soldo , é para os que estão se formando ou para quem ja se formou na carreira ?

  45. Carlos Roberto de Paiva Estrella 18 de abril de 2009 at 9:41 #

    O princípio da ISONOMIA, cláusula pétrea da Constituição Federal é a base do sitema democrático.

    O desrespeito ao princípio da ISONOMIA é a causa das distorções saláriais entre os poderes da república. Assim, esta deformação ética e legal só será resolvida só será resolvida com:

    A PARIDADE SALARIAL ENTRE OS TRÊS PODERES DA REPÚBICA.

    Como nas Ditaduras, o Poder Judiciário, feriu à ética e chamou para sí o direito imoral de decidir em “causa própria”, chamou isto de direito à “auto-regulação”. É o único poder da República, entre as nações civilizadas, que legalizou o “corporativismo” e que imoralmente se locupleta com os maiores salários da nação. Urge necessária uma grande CAMPANHA NACIONAL que tire a PIRÂMIDE HIERARQUICA SALARIAL HOJE DE CABEÇA PARA BAIXO. Vejamos:

    1-O Presidente da República deveria ter o maior salário do país;

    2-Governadores Senadores, Munistros, Generais, Catedráticos e Desembargadores o segundo salário;

    3 – Prefeitos, Deputados Estaduais, Superintendentes de Serviço Público Federal, etc.

    4- Secretários de Estado, Conselheiros dos Tribunais de Contas,

    5- Seguidos de Vereadores, Diretores do Serviço Público, Juizes titulares, Promotores e Delegados, oficiais de Carreira;

    6- Promotores e Delegados, oficiais de Carreira e demais servidores, obedecida uma tabela descendente por nível de graduação acadêmica, exigido para o cargo; seguida da secundária, e primária, esta só admitida para trabalhadores braçais, profissões para as quais estariam vedados os mais graduados, evitando a fraude que lhes veda o acesso para benefício de protegidos que admitidos nesses concursos, são elevados imoralmente para o exercício de cargos superiores. UMA INDIGNIDADE.

    UMA CAMPANHA DESTA DIMENSÃO COM UM GRANDE ABAIXO-ASSINADO PARA LEI DE INICIATIVA POPULAR, ENCONTRARÁ ABSOLUTO APOIO DA POPULAÇÃO E ASSRGURANDO GRANDE CREDIBILIDADE AS ENTIDADES PROPONENTES.

    É INADMISSÍVEL MANTER-SE O ESTADO DE HOJE, ONDE UM MENINO JUÍZ, DELEGADO OU PROMOTOR, AINDA SUBSTITUTO E EM ESTÁGIO PROBATÓRIO ENTRE PARA O SERVIÇO PÚBLICO GANHENHANDO SALÁRIOS QUE SÃO O DOBRO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA, SENADOR OU OFICIAL GENERAL.

    TÊM ELES O MESMO NÍVEL DE UM ASPIRANTE A OFICIAL, MÉDICO, ENGENHEIRO E DE OUTRAS PROFISSOES DE NÍVEL SUPERIOR.

    VERGONHA MAIOR É O PODER JUDICIÁRIO, NUM PAÍS POBRE PAGAR PARA ESTES MOÇOS IMBERBES E ESTÁGIO PROBATÓRIO, QUE PARA O CONCURSO NÃO SE EXIGE NEM PÓS-GRADUAÇÃO CINCO VEZES O QUE GANHAM OS NOSSOS CATEDRÁTICOS DAS UNIVERSIDADES EM FIM DE CARREIRA, COM MESTRADO, DOUTORADO E PÓS-DOUTORADO, CIENTÍSTAS DE RECONHECIDO SABER PELA COMUNIDADE CIENTÍFICA INTERNACIONAL.

    O RESULTADO DISTO É QUE A JUSTIÇA BRASILEIRA, AUTO REGULADA, É A QUE MAIS GANHA, MENOS PRODUZ E QUE “MENOS TRABALHA EM TODO O MUNDO”. ESTABELECEU PARA ELA DOIS MESES DE FÉRIAS POR ANO E AINDA AS AUMENTA COM MAIS DOIS RECESSOS POR ANO E SÓ TRABALHA MEIO EXPEDIENTE.

    O QUE GANHA CADA JUIZ DARIA PARA PAGAR QUATRO, MUITO EMBORA TENHAMOS UMA MÉDIA DE JUÍZE/HABITANTE, NOS NÍVEIS DO PRIMEIRO MUNDO, SÓ MENOR QUE A ALEMANHA, QUE TEM NÚMERO EXTRAVAGANTE E SUPERIOR A TODOS OS DEMAIS.

    ESTAMOS ESPERANDO QUE AS ASSOCIAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO, DOS MAGISTRADOS E DA POLÍCIA FEDERAL RESPONDAM AS SUAS PRÓPRIAS CAMPANHAS:

    “O QUE TEMOS A VER COM A CORRUPÇÃO”, EMBORA JÁ SAIBAMOS!

  46. Carlos Roberto de Paiva Estrella 18 de abril de 2009 at 11:23 #

    CORREÇÕES NO ARTIGO REMETIDO HOJE ÀS 9 HORAS:

    “MORALIDADE PÚBLICA JÁ”:
    COM A “PARIDADE SALARIAL ENTRE OS TRÊS PODERES”.

    As entidades de Servidores Públicos têm o dever de defender as suas categorias e não atentaram ainda para as causas da sua defasagem salarial:
    É cláusula pétrea da Constituição Federal, base do sistema democrático ferido pelo Poder Judiciário, que prolata em causa própria, decisões que afrontam a moralidade pública..
    O desrespeito ao princípio da ISONOMIA é a causa das distorções salariais entre os poderes da república. Assim, esta deformação ética e legal só será resolvida só será resolvida com: A PARIDADE SALARIAL ENTRE OS TRÊS PODERES DA REPÚBICA.
    Como nas Ditaduras, o Poder Judiciário, feriu à ética e chamou para sí o direito imoral de decidir em “causa própria”, chamou isto de direito à “auto-regulação”. É o único poder da República, entre as nações civilizadas, que legalizou o “corporativismo” e que imoralmente se locupleta com os maiores salários da nação. Urge necessária uma grande CAMPANHA NACIONAL que tire a PIRÂMIDE HIERARQUICA SALARIAL HOJE DE CABEÇA PARA BAIXO. Vejamos:
    1-O Presidente da República, (Primeiro Mandatário) tem que ganhar o maior salário do país;
    2- Vice- Presidente (segundo Mandatário), Senadores (Terceiro Mandatário), Ministros (Quarto Mandatário), Generais, Catedráticos e Desembargadores o segundo salário;
    3 – Prefeitos, Deputados Estaduais, Secretários de Estado, etc.
    4- Secretários Municipais, Superintendentes de Serviço Público Federal, Conselheiros T.Contas,
    5- Seguidos de Vereadores, Diretores do Serviço Público;
    6- Promotores Juízes titulares e Delegados, oficiais de Carreira e demais servidores, obedecida uma tabela descendente por nível de graduação acadêmica, exigido para o cargo; seguida da secundária, e primária, esta só admitida para trabalhadores braçais, profissões para as quais estariam vedados os mais graduados, impedindo a fraude do acesso de protegidos, que admitidos em concursos de nível primário, hoje elevados a cargos superiores.
    É inadmissível manter-se o estado de hoje, onde um menino juiz, delegado ou promotor, ainda substituto e em estágio probatório entre para o serviço público ganhando salários que são o dobro do presidente da república, senador ou oficial general.
    Têm eles o mesmo nível de um aspirante a oficial, médico, engenheiro e de outras profissões de nível superior.
    Vergonha maior é o poder judiciário, num país pobre pagar para estes moços imberbes e estágio probatório, que para o concurso não se exige nem pós-graduação cinco vezes o que ganham os nossos catedráticos das universidades em fim de carreira, com mestrado, doutorado e pós-doutorado, cientistas de reconhecido saber pela comunidade científica internacional.
    O resultado disto é que a justiça brasileira, única auto regulada, é a que mais ganha, menos produz e “menos trabalha em todo o mundo”. Estabeleceu para ela mesma: férias de dois meses, aumentados por dois recessos anuais e só trabalha meio expediente.
    O que ganha cada juiz substituto, daria para pagar a quatro, muito embora o Brasil já tenha uma média de juiz/habitante, nos níveis das nações primeiro mundo, só menor que a Alemanha, que tem número extravagante, quatro vezes superior a Inglaterra, USA e Brasil.
    Estamos esperando que as associações do ministério público, dos magistrados e da polícia federal respondam as suas próprias campanhas: “O QUE TEMOS A VER COM A CORRUPÇÃO”, embora já saibamos!

    PROPONHO: Uma campanha com abaixo-assinado de Emenda Constitucional de Iniciativa Popular, do interesse de todos os SERVIDORES. Deveremos também revogar os institutos da VITALICIDADE E INAMOVIBILIDADE, equivoco que cometemos, criando castas incompatíveis com o regime democrático, de julgadores que vivem em outra realidade, desconhecendo corporativamente a vida real da plebe que julgam diferentemente dos direitos deles, BARÕES DA REPÚBLICA. (Carlos Estrella – RG nº 264.430/SSI-SC).

  47. Fernanda Bittencourt 28 de abril de 2009 at 21:53 #

    Olá! Estou no 4º período de Biologia e gostaria de saber se na Marina do Brasil tem algum concurso pra Biólogo, ou para professor de Biologia. Algo na área da Biologia!.
    Alguém sabe me informar?
    Desde já obrigada!

  48. Jose 29 de abril de 2009 at 13:19 #

    Não tem ninguem para lutar pelo militares (federais), é so comparar o salário da PM do DF com o dos militares um Soldado da PM – DF com inicio de carreira ganha mais que um Tenente das Forças Armadas, isso é uma vergonha e como nenhum militar pode fazer greve (é anticonstitucional) ninguém faz nada

  49. Fernanda Bittencourt 29 de abril de 2009 at 21:19 #

    Olá! Estou no 4º período de Biologia e gostaria de saber se na Marina do Brasil tem algum concurso pra Biólogo, ou para professor de Biologia. Algo na área da Biologia!.
    Alguém sabe me informar?
    Desde já obrigada!

  50. anonimo 1 de maio de 2009 at 11:42 #

    o salario da marinha e muito baixo principalmente do aprendiz marinheiro tem que melhora isso ae

  51. Marcello 1 de maio de 2009 at 16:12 #

    Curioso que alguns companheiros, como Silas e o ex-sg do EB citarem os concursos públicos para que a tropa busque melhorar de vida. Ficam julgando as alternativas alheias sem conhecerem as realidades dos outros, gostaria de saber se todos que estudaram com eles conseguiram passar no mesmo concurso e qual seria a proporção de candidato por vaga.
    Pois é amigos, saibam que não se pode avaliar as opções e oportunidades dos outros por nossas próprias experiências. pois conheço muita gente que se esforça, mas quer seja por suas próprias limitações ou por questões alheias às suas vontades, como fatores familiares ou outras urgências lhes toma muita energia, que poderia ser empregada em busca de melhores alernativas.
    Portanto amigos, apelo para o seu bom senso e sua inteligência, que acredito tenha sido critério para galgarem o tão almejado cargo, ou será que tanto estudo tirou dos amigos a capacidade de avaliar que a solução de um, não necessariamente é a de todos?
    A tropa precisa sim, buscar melhores condições, pois eles também, assim como toda classe trabalhadora do país, precisa ser respeitada e valorizada, cobrando não apenas por salários mais diginos, mas também por melhores recursos e condições de trabalho.
    E enquanto isso amigos, aqueles que deveriam implementar recursos em benefício de todas as classes, ficam ocupados apenas em financiar seu caríssimos planos de saúde, viagens e infinitas vantagens, bancadas com os recursos de nossos impostos, portanto, que seja feita pressão sobre nossa classe política, que além de não nos favorecer, buscam apenas angariar cada vez mais benefícios para eles.

  52. jackson 14 de maio de 2009 at 22:00 #

    - Parabéns aos companheiros da Receita Federal que tiveram coragem de brigar pelos seus vencimentos. Se nós militares tivessemos essa coragem, não estariamos agora mendingando esmola ao governo. Se Deus quiser logo estarei desse lado, vendo os militares que tanto reclamam, agora que estão na reserva, porque na ativa não tiveram coragem nem atitude para resolver este problema, ficar se humilhando a políticos que um dia chamavam de inimigos e agora se confraternizam em almoços e jantares. Novamente parabéns aos trabalhadores (fiscais da receita, policiais federias, policiais militares do DF, etc) pela vitória alcançada.

  53. jackson 14 de maio de 2009 at 22:11 #

    - Ai Silas, boa a sua colocação sobre estudo e procurar novos horizontes. Estou com quase vinte anos de caserna e se passar esse ano no concurso que vou prestar, não pensarei duas vezes em sair da força. O seu exemplo é um ótimo modelo para os companheiros que ainda não acordaram ou como eu, demoraram para ter coragem e perceber a atual realidade. Boa sorte para nós este ano.

  54. Gray_Fox 24 de maio de 2009 at 20:26 #

    Senhores

    Vendo as opiniões acima citadas, alías, todas muito bem colocadas e explicitadas, chego a conclusão do seguinte:

    - MILITARES

    Vantagens:

    - Previdencia ( Aposentam-se recebendo o mesmo valor de salario que recebiam na ativa)
    - Estabilidade (após 10 anos so podem ser desligados (Demitidos) por vontade própria ou por muitas trangressões as regras)
    - 13º Salário e férias sem desconto ao mes seguinte (ou seja no mês seguinte das férias o unico desconto que cabe é o de Vale-Transporte se o militar assim o tiver)
    - Tempo de serviço : 30 anos não importando a idade em que se aposentam
    - Assistencia Médico-Hospitalar

    Desvantagens

    - baixos salarios
    - Não tem direito a greve
    - Não podem erxecer outra função senão a militar (exeção no caso do pessoal da saúde)
    - Não tem FGTS
    - Rígido regulamento
    - Rigido treinamento físico
    - Não tem estabilidade de moradia ( podem ser movimentados para qualquer lugar mesmo os inóspitos)
    - Grandes períodos distante dos familiares (missões ou viagens a bordo de navios da MB)
    - Não percebem horas extras
    - Escalas de serviço que podem ser de 24 por 48 sem descanso para o militar
    - Longos interticios de carreira ( podem ser até de 8 anos numa mesma graduação ou posto)
    - Não tem direito a licença-prêmio ( nas outras classes da autarquia federal esta se baseia em cada periodo de 5 anos 3 meses de licença)

    Bem, so quis elucidar mais ainda o problema… isso pq não falei dos militares que vivem em locais de alta periculosidade (favelas e afins) e que são normalmente seduzidos pelo crime ou por outros meios ilicitos para aumentar o ordenado….

    Sem falar na falta de verbas , quando o governo fala em cortar, os primeiros a sofrer são as forças armadas

    Falta acresentar que mesmo assim com todas estas condições, temos uma missão de paz no haiti, estamos ajudando a marinha namibiana, os soldados e os Fuzileiros Navais brasileiros são considerados os melhores em treinamento no mundo, ajudamos nos desbrigados de Santa Catarina, no Nordeste e Norte, o exercito foi chamado para segurança no RJ sem ser sua função, estamos fazendo levantamentos na Plataforma continetal par o pre-sal e outros coisas mais que aqui não me recordo…. Amigos podemos não ter a vantagens, não sermos reispeitados por nossos pares do Governo Federal… Mas com certeza temos as honra de sermos verdeiros cidadões brasileiros e podemos sempre dormir com o sentimento do dever cumprido!!

    Longa Vida aos Militares do Brasil1!!!

  55. wilson 29 de maio de 2009 at 10:02 #

    ESTE ALMIRANTE QUE RECLAMOU DEVERIA REVER EM SEU TEMPO DE SERVIÇO O
    QUE PODERIA TER FEITO PARA MELHORAR O SALÁRIO DE MILITARES.NO MEU TEMPO DE SERVIÇO OS OFICIAIS SÓ PRESTAVAM PARA VER SE O SAPATO ESTAVA ENGRAXADO,O CABELO CORTADO,A FARDA SUPER LIMPA COMO SE OS MILITARES FOSSEM PARA UMA PASSARELA ALÉM DE TRAVAREM ÀQUELES QUE QUERIAM ESTUDAR!ELE ESTÁ COLHENDO O QUE NÃO PLANTOU POIS VIVIAM EM UM MUNDO DE FANTASIAS COM MUITAS MORDOMIAS E COQUETÉIS SEMANAIS!OS PRAÇAS ERAM RIDICULARIZADOS E AFRONTADOS QUASE DIARIAMENTE PRINCIPALMENTE NO PORTA AVIÕES MINAS GERAIS ONDE SE ENCONTRAVAM OS PIORES E MAIS DESPREPARADOS OFICIAIS DA MARINHA DO BRASIL!

  56. Davi 27 de junho de 2009 at 17:16 #

    Sabe o que é engraçado? esse tal Silas e alguns outros que reclamam das forças Armadas hoje, foram os mesmos que mamaram nas tetas delas e ganahram dineiros e terminaram seus estudos com dindin das forças armadas, agora querem cuspir no prato que comeram? HOPÍCRITAS! Conheço muitos de vocês que entram como Mareinheiros, termunam faculdades e usam as forças armadas como tanpolin, depois que estão fora querem falar mal e manchar as imagens dessas forças, nãi deveríamaos nem deixá-los entrar, talvez estivessem tentando ser alguém hoje. Sou dsa ATIVA, 21 anos de caserna e se Deus quiser suboficial daqui à 3 anos, com casa própria, filhos em colégios particulares e levando uma vida digna e sem dever a ninguém, graças à Deus e a MARINHA DE GUERRA DO BRASIL.
    Dou a maior força para quem quer entrar, pois até para ser gari(uma profissão honrada também, pois se não fossem eles sua casa seria uma lixo, ito se já não o é), é a maior opção hoje em dia para quem quer e ama sua NAÇÃO BRASILEIRA.
    ADSUMUS!!!!!!
    OBS: SOU DA GOLA E ENFERMEIRO COM MUITO ORGULHO.

  57. Davi 27 de junho de 2009 at 17:28 #

    Perdoem-me pelos erros ortográficos, pois escreví rápido e com raiva desses que já mamaram nas tetas das forças armadas e hoje querem manchar suas imagens inabaladas, é uma pena que eu tenha feito inspeção de saúde de muitos deles para deixar O SAM ou para entrar, não deveríamos deixá-los entrar, nunca mesmo!!!!!

  58. silas 30 de junho de 2009 at 15:48 #

    Para Davi.

    Mamar nas tetas é tirar vantagem de algo (cuspir no prato), não é mesmo??? Qual a vantagem que a FAB me deixou??? Você é capaz de me dizer??? Trabalhei em retribuição cada dia em que estive na ativa e fui aprovado em concurso antes disso. Fiquei dois anos preso em uma escola militar com uma rotina pior que a de qualquer criminoso em cadeia pública(isso vale quanto?), parei a 2500Km de casa pra ganhar essa micharia (perto do que os militares merecem) que as forças pagam. Outra pergunta: Você está mamando em alguma teta? Pergunto isso porque você está na ativa. Um esclarecimento:
    Cursei uma Universidade Federal, não paguei por ela (como você imagina), minha vida sempre foi pautada na competência e no compromisso.
    Acho que você está satisfeito com sua vida. Parabéns!
    Há quem esteja realmente conformado na tropa. Admiro essas pessoas! Só estou me dando ao trabalho de responder a você porque acho que nunca mamei em teta nenhuma. Pelo fato de você ter me chamado de hipócrita eu talvez pudesse dirigir-me a você como Medíocre, pequeno, conformado, mas talvez os outros militares pudessem me interpretar mal. O meu objetivo aqui é só colocar um ponto de vista para mostrar aos companheiros (que reconheço como de grande capacidade e que são um desperdício de potencial) que aqui fora é bem mais fácil do que parece. Por isso, acho que não era dirigido ao amigo, ok? Felicidades na carreira.
    A propósito, se eu pudesse ter escolhido você para fazer minha inspeção de saúde eu preferiria. Eu não teria entrado (o que teria sido bom pra mim) e você não teria sido um profissional sério (como você mesmo disse acima, talvez tivesse sido bom pra você) Parece que como profissional de enfermagem você usa outros parâmetros para avaliar candidatos à força. Reveja seus conceitos camarada. Não prejudique a Marinha.

  59. Futuro Ex-militar 5 de julho de 2009 at 15:23 #

    Interessante o ponto de vista colocado por alguns amigos aqui. Acho que entendi bem. Há gente que está feliz com a rotina que leva na caserna, mas pensa que ganha pouco. Existe gente que deu a volta por cima e que tenta externar isso. Tenho visto gente aqui que realmente parou de acreditar em si mesmo. Quando as pessoas tem convicção do que realmente são elas se colocam sempre em seu lugar (quem lê entenda). Estou aguardando nomeação do Ministério Publico federal. Para ser bem franco acho que estou saindo tarde e com a consciência limpa de dever cumprido. Alguns amigos podem achar que estou “cuspindo no prato” e coisa e tal, mas tenho consciência de que foi bom (bom, bom não… mas foi bom…) enquanto durou. A Gloriosa Marinha passou em minha vida. Fico com a impressão de que ela acabou foi me devendo algo. Perdi muito tempo lá e fui muito mal remunerado também. Há quem ame tudo isso, mas reclamando sempre… Acho que o camarada Silas está certo. A vida a gente faz. Tomara que minha nomeação saia logo. É mais fácil do que parece.
    Sucesso a todos em suas carreiras. Sorte aos que procuram melhoras.
    ADSUMUS!!!

  60. DE jame 9 de julho de 2009 at 0:06 #

    Afinal, o que se está discutindo? perdeu-se o sentido? falta espaço…em que democracia vivemos? A ditadura acabou? interessante parece um bocado de lavadeiras a murmurarem… a qualidade do sabão…a quantidade da água…o preço da peça lavada.
    Deviamos era nós unir. E escrever coisas positivas, comparações superiores. Nada disso trará a nossa dignidade. A luta deve ser pela verdadeira democracia, governo onde o sentimento é o maior valor e a manipulação é a vergonha.
    Ganhar pouco…o que é ganhar pouco? num País de miseráveis e analfabetos. O populismo se alvoraça, ameaça o País, a America Latina. E esse o sentimento que fica, de que falta qualidade de todos nós. Mas o que esperar de uma sociedade de pouca cultura e castas instaladas, que não privilegia a educaçao. Faça uma reflexão e veja em que pode colaborar para o equilibrio da nação. Não puxe a brasa para a sua sardinha, puxe-a no sendido do bem maior e seremos recompensados pela prosperidade, pela saúde e por tudo de bom que sairá desse esforço,por uma nação desenvolvida. Obrigado!

  61. Militar 17 de julho de 2009 at 9:59 #

    Nossa, que merreca! E eu ainda pensando em fazer curso para primeiro tenente! Esses salarios sao uma vergonha! Nao adianta, nesse pais so quem ganha dinheiro sao politicos, jogadores de futebol, juizes e empresarios.

  62. futuro(e arrependido) marinheiro 23 de julho de 2009 at 2:55 #

    Na marinha(e nas outras forças tbm)só rala até cabo
    depois disso a vida é “um mar de rosas”
    pow quando estive no quartel são poucos os sargentos que tinham superior(3),e apenas 1 exercia a função(os outro só tinham para serem promovidos)…
    ou seja, a evolução não vem só .se realmente tivessem um pessoal querendo mudanças e respeito mas todo são complacentes com a situação…!

  63. Editora D $ F Juridica 26 de julho de 2009 at 16:20 #

    Boa tarde,
    os militares poderão acessar a seguinte página para visualizarem o MANUAL PRÁTICO DO MILITAR: http://www.diogenesadvogado.com

  64. ex-marinheiro 5 de agosto de 2009 at 16:42 #

    Os comentários acima nos dá uma noção do que é uma Instituição grande. Tem os chefes, subordinados, os que chegam, os que saem, os satisfeitos e os insatisfeitos…etc. É verdade que R$6000,00 para viver em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e etc. é muito pouco. É verdade também, que o mesmo valor em cidades menores proporciona um padrão de vida bem melhor. Acontece que o ítem moradia, alimentação e educação pesam de forma desigual nas grandes e pequenas cidades do nosso imenso país. Nesse passo encontramos quem não veja nos valores da tabela de vencimentos uma merreca e aqueles que têem certeza que é. Há certas categorias do serviço público que não tem sede em cidades pequenas (interior) talvez, por este motivo nunca haja uma solução para o “salário ideal” em uma instituição.
    Sabemos que uma casa/apartamento em condomínio de classe média gira em torno de R$300.000,00 a R$1.000.000,00 podendo haver uma variação pra mais ou menos. Faço duas perguntas: Quem com esse salário adquire um imóvel desses? Quantas pessoas ganham esse salário e moram nesses imóveis? Claro que existe financiamento e a renda do cônjuge. A insatisfação deve ser o início de uma mudança. Abraços.

  65. alex 11 de agosto de 2009 at 16:03 #

    eu queria saber se vai ser aprovado o novo soldo do militar federal, q esta pra ser aprovado em brasilia alguem sabe me enformar.

  66. Léo 12 de agosto de 2009 at 11:42 #

    Caramba, a galera perdeu completamente a noção. Dignos servidores públicos, se querem saber o que é trabalhar duro e ganhar pouco convido V.Sas para passarem uma temporada como empregados na iniciativa privada. A maioria dos trabalhadores brasileiros trabalham muito, muito mesmo, e não ganham nem perto dos “miseros” R$ 5.000,00 que ganham um tenente, como disse alguém aí para cima. Sem falar que suportam um chefe, ou muitos, que em sua maioria são piores do que o seu oficial, vai por mim.
    E mais, todo o dia correm o risco de serem chutado pela porta de saída. Quem dos dignos servidores ficou com medo por causa da crise? Por favor, podem não aceitar o que
    ganham, mas dizer que é uma vergonha, que o Brasil isso, o Brasil aquilo, vocês vivem em que mundo?
    É o Brasil de verdade que sustenta esse Brasil de sonho, e tem gente que ainda quer mais…

  67. Sargento do EB 14 de agosto de 2009 at 12:40 #

    Amigos, sou 2º Sgt do EB, tenho 36 anos e estou fazendo faculdade. Sabe pq??? Porque minha formação e especialização nas FFAA me capacitaram a trabalhar com um material que custa milhões de dólares e tenho uma responsabilidade enorme sobre o produto que é gerado nesses equipamentos. O trabalho que executo tem reconhecimento internacional pela sua importãncia. Agora perguntem-me quanto eu recebo no fim do mês?? É por isso que faço faculdade e com certeza não chegarei a SubTenente. FORÇAS ARMADAS: Só os piores ficarão! (infelizmente).

  68. True 28 de agosto de 2009 at 18:18 #

    Concordo com tudo que o Leo disse.
    Acho que vcs estao vivendo num mundo de fantasia. Todos sabem das dificuldades encontradas no setor privado. existem pessoas em altos cargos que ganham 20, 30 mil por mes, mas por outro lado a grande maioria vive com salarios bem menores do que o pessoal da marinha. Sem contar que trabalham muito, vivendo numa pressão enorme e nao sabem se estarão em seus empregos no dia seguinte.
    É de conhecimento geral que isso nao acontece na marinha, aeronautica, tcu, receita federal, PF entre outros. se liga galera.
    abraços

  69. Mauro 3 de setembro de 2009 at 14:59 #

    Sou capitão da Aeronáutica, força na qual servi 31 anos e ainda saí beneficiado pela lei que me amparava em um posto acima na reserva. Quando era suboficial achava que ganhava pouco.Esforcei-me e ainda passei no concurso para oficial, condição que me paga uma remuneração de R$11.470,00 bruta, isso sem ter especialidade de voo. Eu acho que quem não está satisfeito com o salário que tem deve procurar melhorar e não ficar reclamando ou comparando com outras profissões melhores remuneradas.

  70. 2SG-MB 19 de setembro de 2009 at 21:26 #

    Comentários interessantes…
    Estou na Marinha há 16 anos e não me arrependo, mais tenho intenção de desenvolver outra atividade, no meu Estado de origem “PR”, pra mim o problema de servir as FFAA, esta no afastamento da família, que atividade militar exige, a grande maioria dos militares da MB são do RJ, não tem este problema, só mesmo o da carga excessiva de trabalho, sem contar as manobras operativas, passa fácil de 60 hora/semana. A minha intenção é um cargo publico na cidade de Foz do Iguaçu, sendo de nível superior, com salário acima de R$ 2000,00 (60% do que ganho hoje), já saio da Instituição.

  71. Dardengo 26 de setembro de 2009 at 17:33 #

    Acredito que tais valores não representão de fato seus salarios, é pouco ? é.. mas esses são os soldos, ou seja acresentasse a esses valores varias porcentagens dele.. como tempo de carreira, graduação, entre outros.. aumentando, não muito, mas o suficiente para se viver bem na atual conjuntura de nosso pais..

  72. Está Predito 30 de setembro de 2009 at 14:17 #

    QUANDO QUE OS MILITARES TERÃO VALOR NUM GOVERNO SUBVERSIVO COMO ESTE? OS BENEFÍCIOS QUE OS MILITARES PROMOVERAM A ESTE PAÍS, AO IMPEDIR QUE ELE SE TRANSFORMASSE EM UMA CUBA E PROMOVENDO UMA POLÍTICA DE INVESTIMENTO SEM PRECEDENTES DA HISTÓRIA. E HOJE, SE VÊ COMANDADO NAS ÚLTIMAS DÉCADAS, POR AQUELES REVOLUCIONÁRIOS INCONSEQUENTES QUE ACHAVAM QUE O COMUNISMO ERA A SOLUÇÃO PARA OS PROBLEMAS DO MUNDO. É EVIDENTE QUE ESTA CASTA FOI REPRIMIDA PELO GOVERNO MILITAR, O QUAL ELES TENTAM TRANSFORMAR EM NAZISTAS SEM ALMA E CORAÇÃO. COMO NÃO PODERIA SER? ESTES SUBVERSIVOS NÃO QUERIAM CONVERSA, MAS DESESTABILIZAR O GOVERNO PARA TENTAR MOSTRAR QUE ESTAVAM CERTOS. HOJE, GOVERNO APÓS OUTRO, ESTÃO PROCURANDO NOS ASFIXIAR. ENQUANTO ELES NADAM DE BRAÇADA NA COISA PÚBLICA, COM UM ESCÂNDALOS ATRÁS DO OUTRO E O MAIOR ÍNDICE DE CORRUPÇÃO DA HISTÓRIA. MAS UM DIA A CASA CAI NOVAMENTE! PODEM ESPERAR A HISTÓRIA VAI SE REPETIR! UM DIA HOMENS DE VERDADE ESTARÃO FARTOS DE VER ESTA VERGONHA DE GOVERNO!

  73. Eng Nav 11 de outubro de 2009 at 19:08 #

    Passei para o concurso do Corpo de Engenheiros da Marinha e estava bastante empolgado com a mudança para o RJ, ingresso na vida militar, o trabalho deve ser muito legal e desafiador, mas quando vi o salário de primeiro-tenente, desanimei na hora. Morar no Rio de Janeiro com um salário desses, tem que ser gerreiro mesmo.

  74. alvaro 14 de outubro de 2009 at 7:32 #

    Com esta gente governando? Esses revoltados e frustrados?
    Salário digno para os militares nunca mais. A não ser que voltemos a governar!!!!!

  75. Analista de Sistemas - Ex 3o Sgt 31 de dezembro de 2009 at 0:16 #

    Gostaria de falar aqui que fui 3 sargento por aproximadamente 5 anos, depois me formei em informática e dei baixa do quartel.
    Hoje sou Analista de Sistemas, tenho uma empresa no ramo onde vendo sistemas de informação e sou bem sucedido profissionalmente, provando que eu não sou um m____ como era tratado dentro do quartel.
    Então estou melhor financeiramente que muitos oficiais no quartel (ganho mais que general) , que lá dentro se acham os “reis da cocada preta”.
    Quando era militar muito jovem ainda não fui respeitado no quartel e nem encaminhado a um ambiente de desenvolvimento pessoal onde poderia ajudar de maneira melhor a força, pelo contrário, os oficiais tratavam os praças como espécie de sub-raça e seres inferiores. A filosofia dos oficiais no quartel é a seguinte : “Quanto mais burros os praças melhor, porque são mais facilmente comandados”.
    Os Oficiais em sua maioria (não todos) são prepotentes demais e não respeitam os colegas de trabalho (praças) como profissionais ou seres humanos , mas sim colocam a prepotencia no lugar do profissionalismo, acho que deve existir hierarquia no quartel e respeito, mas o que acontece na prática é que o militar de “patente mais baixa” tem que engolir muitos sapos e acabar virando puxa-saco para poder conviver na caserna, e ninguém aguenta isso , pois a auto-estima acaba.
    Um caso que aconteceu só para exemplificar foi o seguinte e eu já estava com 5 anos de quartel:
    Um major pediu pra eu ligar um aparelho pra ele e com certeza não havia pressa no momento para aquilo, fui atender prontamente, mas ele pra se sentir poderoso mandou que eu fosse correndo, e deu um grito “correndo sargento correndo” na frente de todos os outros.
    Tive que correr e fazer aquele papel ridículo sem necessidade, para sustentar o ego daquele cidadão que queria se sentir superior, se eu não fosse correndo ele iria querer me punir, se não conseguisse de imediato , ía começar a me colocar em todas as missões furadas , pra me punir de outra maneira, e começaria uma perseguição até conseguir me punir, pois na cabeça dele se eu não corresse para ligar o aparelho estaria fazendo uma afronta a sua autoridade.
    Então você é obrigado a fazer as coisas absurdas só porque seu superior quer, pra evitar ser punido.
    Os oficiais em sua maioria são cheios de manias e vivem nesse mundinho de que “eu mando e você me obedece”
    Os militares não fazem nada no quartel , vivem nesse mundo aí, então não vejo porque ter aumento nenhum
    O que ganham já está muito bom para o que produzem de útil ao país, ou seja nada. O que um militar fez de útil a um cidadão brasileiro a não ser em situações fora do comum , que como sabemos não acontecem toda hora ?
    R : nada

  76. Angelo 10 de janeiro de 2010 at 0:26 #

    Ser militar é amar a farda e o país acima de tudo, é chegar às 05 da manhã para preparar um vôo, não ter hora pra sair, e não reclamar. É ter a certeza que o seu companheiro de farda não é corrupto como muitos por aí. É estar presente na assistência de todas as catástrofes naturais que têm assolado o nosso país! É participar da formação moral de milhões de jovens que se alistam anualmente. 11 anos na caserna e não me arrependo absolutamente de nada. Aos que acham que não fazemos nada nos quartés, ou não tem a menor idéia do que abnegação, patriotismo e civismo ou estão preocupados demais com quanto dinheiro entra no bolso no final do mês, seja dinheiro limpo ou não. Acho sim que a nossa dedicação deveria ser melhor recompensada, mas vamos parar de olhar para os outros e continuar a colocar um pingo de decência no país. Senta à púa!

  77. Elcio felix de Magalhães 19 de janeiro de 2010 at 10:19 #

    Apesar de ser uma carreira difícil, é muito bom ser militar.

  78. valmyr corredor 26 de janeiro de 2010 at 19:52 #

    Tenho muito orgulho de ser militar. Não comparo minha carreira com nenhuma outra, haja vista que o militarismo não é nem melhor nem pior que qualquer outra carreira, só é incomparável.

    Os salários na caserna sempre foram menores que o de outras carreiras do serviço público (comparando-se as que têm as mesmas exigências de ingresso ou formação acadêmica), mas isso não deve servir de motivo de queixas inúteis.

    Ingressei na FAB em 1979 como soldado, cursei a Escola de Sargentos Especialistas em 81/82 e hoje sou 2° Tenente, aos 49 anos. Criei meus filhos(uma é bióloga e o outro também optou pela carreira militar e é cadete dos bombeiros – sabe que é dureza (em todos os sentidos!);

    tenho uma boa casa, um bom automóvel e nos últimos 07 anos viajo de férias com minha esposa. Talvez tenha dado sorte, mas também consegui administrar minha vida e feito as coisas nos momentos certos.
    Mas que é duro ver um motorista do Congresso ganhando mais que um oficial das FFAA, com inúmeros cursos, lá isso é!!!

  79. ROBERTO 28 de janeiro de 2010 at 14:56 #

    GOSTARIA DE SALIENTAR QUE A CARREIRA MILITAR,NÃO É FOCADA NO SALÁRIO PRINCIPALMENTE A DA MARINHA, FUI DA MB E SEI QUE PARA ESTAR LA TEM-SE QUE AMAR A FARDA BRANCA SE O MILITAR MARINHA ESTA PENSANDO NO SOLDO,É MELHOR PEDIR BAIXA.
    É UMA VIDA FASCINANTE,NO MAR EMBARCADO,DURA MUITO DURA,MÁS A GLÓRIA VEM DEPOIS COM O PASSAR DOS ANOS E AS PROMOÇÕES SINTO ORGULHO DE TER FEITO PARTE DA FAMILIA MB.
    AGORA NÃO SE COMPARA NEM UM APRENDIZ MARINHEIRO COM UM DESSES TANTOS COMENTADOS,JUIZES,DEPUTADOS,E A CORJA TODA.
    UM MN E MUITO MELHOR!!!!!!!MUITO MAIS HONESTO E DIGNO
    VIVAS A MARINHA DO BRASIL

  80. cesar 29 de janeiro de 2010 at 9:58 #

    Estou indignado com esses RM2,a marinha vai de mal prá pior com eles,é o fim das tradiçoes navais. são paisano fardados,não querem nada,ainda ficam defamando a marinha,principalmente no hospital naval de salvador.

  81. Marcelo 30 de janeiro de 2010 at 21:23 #

    Sr Alte. Doenitz.
    Sobre o seu comentário em 25 abr, 2008 às 17:34 Venho lhe dizer que o sr, como almirante , ou tá brincando ou tá mal informado!!!
    Primeiro: o seu soldo é de 6700, mas a sua remuneração total é de 18000;
    Segundo: um fiscal da receita(remuneração total inicial de 13067 e final 18260, igual a sua) na verdade tem dois níveis superiores (Um o exigido para fazer a prova, o outro em estudo para passar na prova de altíssimo nível a qual aposto que o senhor hoje não passaria (a julgar pelo teor de seu comentário denota que o sr tem pouco conhecimento de Administração Pública – inacreditável para um comandante militar) a menos que o sr faça um curso de nível superior ( pois o seu curso na EN de sua época não é reconhecido pelo MEC), e estude mais uns 3 ou 4 anos para passar na prova ( quantidade de matérias e o nível das provas equipara-se a um novo curso superior ou cerca de umas 15 pós graduações para cobrir todo o programa exigido nas provas. Baixe o edital e veja por seus próprios olhos. Somado a isso considere que um Auditor Fiscal da Receita Federal não tem direito a PNR suntuoso, partes das contas pagas pela OM, dois taifeiros (pagos pela União, pois são militares) e transferència de cerca de 100.000, a cada dois anos (tempo médio de comndo de um OF Gen) e nem tão pouco vive cercado de “puxa sacos” . Já servi e vi que quando um oficial general chega no quartel só falta ser levado no colo até o seu gabinete (a monarquia acabou em 1889/1891 e brasileiro não tem a vocação de castas dos indianos!!!)
    O dia-a-dia de um AFRF é mais periculoso e difícil do que de qualquer oficial. Um auditor não tem a proteção de sentinelas de fuzil. O Sr ficaria tranquilo após aplicar uma multa de 600.000 em um empresário poderoso! sabemdo que hoje se mata por um celular!
    Reflita!!!

  82. CADETE 2 de fevereiro de 2010 at 9:07 #

    eu sou cadete da policia militar se vcs acham pouco oque ganham e nós que trabalhamos com o que há de pior na sociedade

  83. ADRIANO 3 de fevereiro de 2010 at 20:10 #

    Alguém sabe se essa tabela mostrada acima representa o soldo bruto ou o liquido? Tenho duas tabelas aqui, uma com esses valores e outr com os valores brutos, qeuria tirar a dúvida apenas.

  84. Carlos 5 de fevereiro de 2010 at 19:41 #

    EU CONCORDO COM TODOS, SÓ GOSTARIA DE ENFATIZAR QUE OS MILITARES SENDO ESSES OS CHEFES DE NOSSAS FORÇAS NÃO SÃO NEM UM POUCO CORPORATIVISTA,POIS SE O GOVERNO NÃO QUER DAR AUMENTO – MOVIMENTA/PROMOVE/DAR PRÊMIOS ETC. POIS AS FORÇAS TEM LIVRE ARBÍTRIO PARA ISTO. AGORA O QUE NÃO PODE E FICAR ASSIM PUXANDO PRA TRÁS COM OS PRÓPRIOS IRMÃOS DE FARDA, E TEM QUE ACABAR COM ESSA MENTALIDADE DE LORDE INGLÊS QUE TEM OS NOSSOS OFICIAIS E SEREM MAIS PRAGMÁTICOS COMO POR EXEMPLO OS NORTE-AMERICANOS(EUA). PRAÇA TBM É MILITAR!!!

  85. Rondel 10 de fevereiro de 2010 at 14:41 #

    É verdade que os militares deveriam ser melhor remunerados.Mas quando escrevo isso me refiro principalmente as praças. Porque são elas que “levam nas costas” os quartéis, sem dispor de pessoal e material suficientes, aturando a arrogância dos oficiais (supracitada pelo ex-sargento) e a rotina desgastante que lhes tiram muito do melhor da vida, que é o convívio com seus familiares.
    Agora, a verdade seja dita… Minha experiencia na MB me mostrou que muitos ali(principalmente sargentos e cabos-velhos) não têm mesmo o que reclamar em termos salariais, pois se ingressassem no mercado de trabalho seriam empregados como auxiliar de serviços gerais,ganhando no máximo R$ 800,00, “ralando” de 8 às 17, sem aquele futebolzinho,aquela soneca depois do almoço, tendo que cumprir metas e tendo que matar um leão a cada dia,tendo o risco de ser mandado embora se não correspondessem 100%…
    Para esses,tá de bom tamanho este aumento…

  86. tejo 20 de fevereiro de 2010 at 0:15 #

    Li todos os comentarios; o que sinto, e que o Brasil ja vem
    estrabelhado desde a sediçao aplicada a Pedro 2 por Deodoro e
    Floriano. Vivi 31 de março de 64; formei para Joao Goulart,quase
    perdi a vida pela Contra-Revoluçao, perdi promoçoes,nao sou anis-
    tiado,nao fui subversivo,nao fui guerrilheiro,nem sequestrador.
    Se estivesse algumas dessas qualidades encimadas hoje pode-
    ser um deputado, senador. ja dizia Deodoro: No Brasil, a Repu-
    blica, e disgraça completa e amesma coisa.

    Tudo pela Patria.

  87. anonimo 22 de fevereiro de 2010 at 10:43 #

    isso e mentira pq um general do exercito vai passar a ganha 18.000 em julho de 2010

  88. anonimo 22 de fevereiro de 2010 at 10:44 #

    um almirante de esquadra tbm

  89. Elias vinicios Santos Nascimento 24 de fevereiro de 2010 at 13:30 #

    Salário merreca esse da Marinha do Brasil!
    Tinha até vontade de ser um Militar da Marinha, mas depois que olhei o salário dos Militares, “Deus mim Livre”.
    Tô fora, vou estuda para concurso da receita federal, sabe por quê, são valorizados.

    Vlw

  90. Anonimo 27 de fevereiro de 2010 at 10:30 #

    Caramba, eu nunca imaginei que os militares ganhassem tão mal! Perto da minha casa tem uma vila militar e eu só vejo os sargentos com carro novo, como pode? Eu achava que eles ganhassem bem! Mas pelo jeito eles estão bem mal!

  91. André 2 de março de 2010 at 1:38 #

    Sobre a questao do salario baixo da Marinha, posso dizer ao menos duas coisas:
    1°) as praças deveriam ser mais bem remuneradas assim como os oficiais, porem, acredito que a diferença entre soldos deveria ser minimizada (suave escalonamento). Comparativamente ao salario medio brasileiro (considerando tempo de estudo e idade), algumas classes de militares (oficiais, por exemplo) ganham ate bem. Temos que ressaltar aqui alguns pontos: os militares, na sua maioria, tem alguns dos beneficios ja conhecidos e outros que devemos considerar como o PNR, a movimentaçao (de forma geral entendida como “beneficio”); oficias de maior patente tem carro, motorista, casa e empregados militares e nao pagam por isso. Neste ultimo caso, parece-me justo, pois prestam um serviço a patria a muito tempo. Pra finalizar este item, diria que os salarios das praças deveriam aumentar mais que proporcionalmente aos dos oficiais. Se tomado esta medida, acredito que as coisas se tornariam mais justas. Se voce ver um militar em uma situaçao financeira boa, pergunte-se se ele nao comprometeu a renda dele futura (emprestimos em folha – muito comum)?
    2°) ja nao encontramos oficiais lideres como antigamente e principalmente na Marinha. Encontramos o oficial “carreirista” que tem medo de dizer que os meios sao insufucientes e o pessoal esta desmotivado. Temos oficias medrosos que se preocupam com coqueteis e coisas futeis. Temos que gastar com qualidade. Precisamos de uma Marinha forte para um Brasil Grande e isso so sera possivel quando houver lideres de verdade em nossos navios e fileiras.
    Temos muitos marajas no Brasil. Sou funcionario publico e sei o quando os candidatos estudam e abdicam pra fazer concurso, como, por exemplo, para o cargo de Auditor Fiscal da Receita Federal. Acho justo o atual salario para o cargo de Auditor, sob o ponto de vista exclusivamente dele. Por outro lado, o salario é muito alto se comparado com a maioria da populaçao (acredito que mais de 80% da populaçao receba menos, vou pesquisar ainda) brasileira. Pra finalizar este item, diria que ha pessoas que querem ganhar acima de uma realidade economica nacional. Arrecadar mais, julgar mais etc nao justifica gastar tão mais como vemos nas mais diversas esferas dos tres poderes.
    Viva o Brasil e aos Economistas que defem o Patriotismo e as Forças Armadas armadas.

  92. FUZ naval 13 de março de 2010 at 14:24 #

    Os generais nao estao nem ai pq eles ganhao bos comiçoes,
    muitos adicionais, pensao que só pq o soldo é baixo
    que ganhao pouco?! estao errados!
    Aki em brasilia a casa dos almirantes fica na beira do
    lago no lugar mais caro de brasilia!
    eles nao sao reis nem ricos mais tem vida de reis ricos.
    tem um soldado pra passar, um pra lavar, um pra fazer
    a comida, um pra servir de animal de estimação, etc…
    por isso que ficam caqueticos mais nao vao pra reserva!!

  93. evelyn 14 de março de 2010 at 17:48 #

    eu gostaria de servi a marinha meu nome é evelyn e eu queria se medica eu quero trabalhar na area de saude eu faço curso de ingles pq para ser servii a marinha tem que falar outros idiomas pq os marinheiros viajam e precisa se comunicar com outros servidores no começo que vc se ingressa é isso mesmo as pessoas recebem um salario minimo mais depois quandoo vc se torna profissinal seu salario melhora bastante o meu sonho é servii a marinha e eu vou servii pq estudoo pra isso xauu bjs amo vcs xau marinha

  94. maria 22 de março de 2010 at 15:33 #

    Gostaria de saber se haverá aumento pro militares da Marinha agora em abril 2010, pq surge comentário? Se alguém puder responder agradeço.

  95. RMA 30 de março de 2010 at 14:51 #

    NOTA DO COMANDANTE DA MARINHA -
    Remuneração e Previdência dos Militares – No intuito de esclarecer o pessoal da MB, acerca de textos que circulam, especialmente por meio eletrônico, no âmbito das Forças Armadas, o Ministério da Defesa informa que são inverídicas as notícias que versam sobre a concessão de reajuste salarial que equipararia a remuneração dos militares às demais carreiras de Estado. Destaca, também, que, em julho de 2010, será concedida a última parcela do reajuste aprovado em 2008 e não existe nenhuma proposta, ostensiva ou reservada, a fim de alterar o Sistema de Previdência Militar, bem como, a de desvincular os militares da ativa dos inativos e pensionistas.

  96. Jo Mendes 8 de abril de 2010 at 13:45 #

    Como Militar, posso dizer que esse problema dos baixos salários é infelizmente culpa dos nossos “líderes” pois, esses só estão interessados em exercer sua autoridade para os subordinados. Na verdade eles só pensam em conseguir benefícios e, um lugarzinho ao Sol depois que se aposentam tipo: Petrobás, Furnas, Abin entre outros. Recentemente alguns companheiros tentarão se candidatar a cargos eletivos e, esses miseráveis e Burros Generais de imediato os punirão com transferências para locais indesejados e outras humilhações que os civis nem imaginam. Enquanto esses Imbecis não consegirem entender que somente chegando ao congresso nacional por via democrática é que conseguiremos ter um ganho melhor vamos ficar nessa penumbra cinzenta “não conhecendo vitória e só derrota”.

  97. felipe 9 de abril de 2010 at 14:45 #

    oque eu tenho que fazer para entar na marinha e conseguir um cargo alto ??

  98. felipe 9 de abril de 2010 at 14:46 #

    as pessoas tem ki fazer augum curso pra entrar na marinha ?

  99. felipe 9 de abril de 2010 at 14:53 #

    na marinha também fazer sacanagem com as pessoas igual no exercito ?

  100. cleyde 9 de abril de 2010 at 22:05 #

    gostaria de saber se vamos ter algum aumento agora em abril só tó ouvindo comentarios quem pode me fornecer esta informação eu sei que em jolho vamos ter aumento não é esse

  101. perere 10 de abril de 2010 at 12:26 #

    Não chega a ser novidade esse ridiculo aumento que estamos recebendo, há muito tempo já deveriamos ter tomado uma atitude,porem ,nossos superiores são coniventes com isso tudo,pois sempre recebem algo em troca ,seja um aumento maior ,uma comissão no exterior,um comando etc..

  102. Iracy da Silva Barboza 16 de abril de 2010 at 17:28 #

    Em janeiro de 1956, quando ingressei na EsPPA, com dezoito anos de idade, as opções para os jovens de familias pobres, como foi o meu caso eram mínimas e somente os jovens de familias abastadas, conseguiam ingressar na Universidades Federais, porque tinham tempo integral para se prepararem e um pai que custeava sua estadia na capital, único lugar que tinha Universidade Federal.

    Durante minha permanência no Exército Brasileiro, ao qual pertenci por trinta anos, cursei a Faculdade de Direito de São Paulo (USP), tendo me formado em 1985. Atualmente, após ter sido transferido para a Reserva Remunerada em 1984, no posto de Tenente Coronel, passei a exercer advocacia, na qual estou trabalhando 25 anos.

    Atualmente estou com setenta e três anos de idade. São outros tempos. Abraçei a Carreira Militar por amor á Carreira. Respeito as opiniões que foram emitadas até a presente data. Apenas temos que levar em consideração, que hoje as nossas Universidades jogam a cada semestre milhares de Bacharéis das mais diversas atividades e afirmo, sem medo de errar que não existe campo de trabalho a ser preenchido por todos os formandos, basta citar que existem Bacharéis de Direito que hoje em dia trabalham como Secretários em Bancas de Advogados bem sucedidos.

    Em 1956, as opções eram mínimas, hoje há um campo vastissimo de atividades, principalmente em Carreiras Públicas onde um jovem com 24 anos formado por uma Universidade de Direito pode ingressar após um concurso para o qual tem que ter respaldo financeiro para frequentar, caso contrário terá que se manter na vala comum. Ingressar na Magistratura Federal, é preciso freqüentar curos preparatórios de alto custo.

    O ingresso na AGU, onde um Bacharél de Direito inicia ganhando mais de R$ 15.000,00, não está ao alcance de todos, pois enquanto se prepara precisa sobreviver. Ou seus pais garantem seu sustento, ou tem que ter um emprego que garanta pagar um curso preparatório. Quanto as remunerações dos militares, entendo que são aviltantes, mesmo para os de menor graduação e realmente os culpados são os nossos superiores (Generais, Almirantes e Brigadeiros) que não se impõem, permitindo que seja edita uma Lei que inverte totalmente o Escalonamento Vertical, virando a pirâmide hierarquica de cabeça para baixo, com um aumento escalonado cuja exposição de motivos do Ministro do Planejamento tem cunho elleitoreiro e inveridico, pois os soldos dos Marinheiros-Recrutas, Recrutas, Soldados, Soldados-Recrutas, Soldados de 2a Classe (não engajados) e Soldados-Clarim ou Corneteiros de 3a Classe se comparados com o salário mínimo nacional é imoral e se comparado com o salário mínimo regional (de alguns Estados) é constrangedor.

    Não sou contra o aumento que foi concedido em percentual maior aos os Marinheiros-Recrutas, Recrutas, Soldados, Soldados-Recrutas, Soldados de 2a Classe (não engajados) e Soldados-Clarim ou Corneteiros de 3a Classe, sou contra a inversão do Escalonamento Vertical. As portas do Poder Judiciário estão abertas para que os militares que se sentiram prejudicados reivindiquem seus direitos. Onde ficou a isonomia de tratamento? Quando deram aos Generais-de-Exército 28,86% em janeiro de 1993, o Supremo Tribunal Federal foi o primeiro a se pronunciar estendendo ao Judiciário tal índice de aumento. A situação agora é a mesma. Concederam mais de 100% aos os Marinheiros-Recrutas, Recrutas, Soldados, Soldados-Recrutas, Soldados de 2a Classe (não engajados) e Soldados-Clarim ou Corneteiros de 3a Classe, o que significa muito pouco, pois nossos soldados arriscam a vida no Haiti e recebem uma remuneração aviltante.

    Os militares tem que aprender a defender seus interesses, colocando representantes no Congresso, elegendo militares que se candidatam. O que ocorre é que os nossos Generais, somente estão pensando nos Cargos Públicos que prescindem apenas de QI (quem indique) que os espera após serem transferidos para a Reserva ou Reformados, tais como Adidos Militares, Gabinete da Presidência da República, Superior Tribunal Militar, etc…As Forças Armadas são no mínimo omissas com a situação atual de corrupção existente no Governo. E o que fazem a não ser dizer amém ao que está ocorrendo. Aonde estão os Generais do timbre de Castelo Branco, Geisel, Mourão e outros?

  103. Márcio Machado da Silva 17 de abril de 2010 at 14:20 #

    Auditor-Fiscal da Receita Federal tem que ganhar bem mesmo. A responsabilidade deles é altíssima e para ingressar nessa carreira é preciso vencer, na minha opinião, o processo seletivo mais difícil do Brasil. Acho pouco eles ganharem em início de carreira apenas R$ 13.600,00.

  104. Fernada 19 de abril de 2010 at 20:20 #

    Qual o sálario de um terceiro Sarg com 12 NOS DE SERVIÇO?

  105. RODRIGO FN 25 de abril de 2010 at 16:20 #

    QUESTIONAR …

    (Nota dos Editores – MO) Comentário deletado por estar escrito em caixa alta

  106. 1o.Ten.Exército Freitas 29 de abril de 2010 at 16:55 #

    Prezados,

    Realmente concordo com os colegas militares, os salários da Marinha realmente estão baixos, isso é o que dá ter um civil no comando das forças armadas.

    Abs a todos !

  107. thyago 30 de abril de 2010 at 13:29 #

    Tá bom até demais, afinal as forças armadas não fazem nada de construtivo pro país, além de ficar coçando o ovo treinando um bocado caras por ano que depois são postos pra fora caso não engajem, e concordo com o márcio lá em cima a responsabilidade de um auditor fiscal é altíssima…sem desprezar a “responsabilidade” das forças armadas é claro.

  108. Montserrat 30 de abril de 2010 at 19:25 #

    Se prestarmos bem atenção, vamos notar, que as Forças Armadas e Auxiliares, só é bom para os Oficiais Subalternos até no máximo ao Oficial Intermediario, então o negócio e a grande dica ou bizú, é estudar e ir embora. Uma hora, vão ter que se coçar os Oficiais Generais e dar um jeito, pois não terão mais tropa para comandar.

  109. Gomes 12 de maio de 2010 at 15:20 #

    Boa tarde!!

    Sou funcinário público municipal, e agora surgiu a oportunidade de fazer o concurso para o quadro técnico da marinha na área de Educação Física. Gostaria de saber de vocês que tem mais experiência que eu, se vale a pena deixar algo certo (estou quase efetivo), para tentar uma vaga sendo que daqui a 5 anos posso virar licenciado ex officio. Aliás, é mais fácil virar licenciado ou efetivar? Como é essa avaliação? Existem critérios? Depois de efetivar pode ser exonerado?

    Obrigado pelas respostas

  110. shark 20 de maio de 2010 at 22:48 #

    Ridículo os Senhores! Por isso que os militares só se lascam no Brasil. Ao invés de tentarmos trocar insultos deveriamos arrumar uma maneira de nos juntarmos e lutarmos contra essa m… soldo. Incrivél isso um almirante de esquadra reclamando do seu soldo (quantas gratificaçoes ele tira? Tem carro e tudo mais bancado pela instituiçao). Agora olha quanto ganha um cabo, cabo esse que na maioria das vezes mora fora do seu estado de origem paga aluguel e ainda sustenta a sua familia. Não vou nem comentar o soldo dos marinheiros.Uma obra forte se constroi por seus alicerces.

  111. RICARDO 23 de maio de 2010 at 14:08 #

    BOM DIA, SOU SERVIDOR DO JUDICIARIO. FUI EX-MILITAR DO EXERCITO. CURSEI A ESA EM TRÊS CORAÇÕES, ME FORMEI SARGENTO, AMAVA A MINHA PROFISSÃO. SAÍ DO EXÉRCITO PARA GANHAR MAIS. CONTUDO, ANTES, ME FORMEI EM DIREITO, FIZ CONCURSO PÚBLICO PARA NÍVEL SUPERIOR, PARA CARREIRA DE ANALISTA JUDICIÁRIO.

    OBSERVO QUE AS PESSOAS CONFUNDEM AS COISAS E ACHAM QUE OS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO SÃO OS QUE GANHAM MAIS, NÃO É VERDADE, INFELIZMENTE.

    CREIO QUE TODOS DESEJAMGANHAR BEM, ÓBVIO, MAS, OS MILITARES FAZEM CONCURSO A NÍVEL DE 1º E 2º GRAU. (PRAÇAS E OFICIAIS) ESTUDAM MUITO DENTRO DA CARREIRA, BEM SEI DISSO, MAS, NÃO SE EQUIPARAM AOS DEMAIS SERVIDORES DE NÍVEL SUPERIOR, E NÍVEL MÉDIO QUE ENFRENTAM GRANDE DIFICULDADE PARA INGRESSAR NAS CARREIRAS COM SALÁRIOS MAIORES POR CONTA DA CONCORRÊNCIA NOS CONCURSOS PÚBLICOS.

    OUTRO ASPECTO, A TABELA ACIMA NÃO DIZ A VERDADE SOBRE O VALOR BRUTO RECEBIDO PELOS MILITARES. APRESENTA SÓ O SOLDO, O BÁSICO. A NOVA LEI DE REMUNERAÇÃO DOS MILITARES PREVÊ AUMENTO ATÉ O MÊS DE JULHO/10.

    VEJAM O VALOR REAL BRUTO NO SITE:

    http://www.reservaer.com.br/introducao/avisos/reajuste.html

    EX.: GAL. EXERCITO……..R$ 18.853,27 (INICIOU COM 2º GRAU)
    CEL……………………..R$ 13.714,10 ”
    CAP……………………. R$ 8.434,11 ”
    SUB. TEN……………..R$ 5.863,07 (INICIOU COM 1º GRAU)
    3º SGT………………….R$ 3.259,72 ”

    TABELA NO JUDICIÁRIO HOJE – LEI Nº 11.416, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2006.

    ANALISTA JUDICIÁRIO INÍCIO CARREIRA….R$ 8.322,61 (+ AUX. ALIM. 550,00-NÍVEL SUP.) BRUTO
    ANALISTA JUDICIÁRIO FIM CARREIRA……..R$ 12.871,20 (+ AUX. ALIM. 550,00-NÍVEL SUP.) BRUTO

    TÉC. JUDICIARIO INÍCIO CARREIRA…………R$ 4.924,41 (+ AUX. ALIM. 550,00-NÍVEL MÉDIO – 2º GRAU) BRUTO
    TÉC. JUDICIARIO INÍCIO CARREIRA…………R$ 7.844,41 (+ AUX. ALIM. 550,00-NÍVEL MÉDIO – 2º GRAU) BRUTO

    LEMBRANDO QUE AS GRATIFICAÇÕES (FC’s e CJ’s NÃO ESTÃO INCLUÍDAS, SENDO QUE A MINORIA DOS SERVIDORES AS RECEBEM.

    COMO ACIMA DEMONSTRADO, CREIO QUE AINDA VALE A PENAR O INGRESSO NA CARREIRA MILITAR, COMO PRIMEIRO EMPREGO NO SERVIÇO PÚBLICO. COMPARANDO O NÍVEL DE 1º E 2º GRAU, NECESSÁRIO AO INGRESSO NA CARREIRA, NÃO VEJO DISCREPÂNCIA EM RELAÇÃO AOS DEMAIS SERVIDORES DA UNIÃO, AINDA MAIS, COMPARANDO COM O RESTO DA POPULAÇÃO.

    MESMO QUE O MILITAR OU SERVIDOR CIVIL, INGRESSE EM UM DETERMINADO NÍVEL (1º, 2º 3º GRAU) E FAÇA VÁRIOS CURSOS, FACULDADES, ETC, O QUE VALE NA FORMA DA CONSTITUIÇÃO É O CONCURSO DE INGRESSO NA CARRREIRA ESCOLHIDA. POR EXEMPLO, VÁRIOS TÉCNICOS JUDICIÁRIOS SÃO FORMADOS EM DIREITO MAS FIZERAM O CONCURSO PAR NIVEL MÉDIO, E POR ISSO NÃO PODEM DEPOIS PLEITEAR A IGUALDADE DE VENCIMENTOS, LÓGICO, SERIA O CAMINHO MAIS FÁCIL.

    OUTRA CONSIDERAÇÃO IMPORTANTE:

    A maioria da população não sabe, mas, em ordem, os servidores que ganham mais são: 1º LUGAR: TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO-TCU, 2º LUGAR: SENADO, 3º LUGAR: CAMARA FEDERAL, AINDA TEMOS O TRIBUNAL DE CONTAS DO DF, CAMARA LEGISLATIVA DO DF, DEPOIS, É QUE VEM OS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL (JUSTIÇA FEDERAL, JUSTIÇA ELEITORAL, JUSTIÇA MILITAR, JUSTIÇA DO TRABALHO, TRIB. JUSTIÇA DO DF) e MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. Isso, sem contar, servidores de algumas das Câmaras Legislativas Estaduais(Deputados Estaduais e Vereadores), que, só DEUS sabe o quanto ganham, pois, os salários não são informados na mídia; depois vem os servidores do Poder Executivo (que, aliás, tem várias carreiras que o salário ultrapassa aos do PODER JUDICiÁRIO/MPF). Tem ainda, AS CARREIRAS TÍPICAS DE ESTADO (DELEGADOS FEDERAIS, DELEGADOS DO DF, POLICIAIS DO DF, PRF, PF, JUÍZES, PROCURADORES, PROC. RECEITA FEDERAL, ETC) INFELIZMENTE, o Jornal Nacional, o Boris Casoy e outros tantos jornalistas renomados não sabem disso, ou não querem saber, dessa hierarquia salarial dentro do Serviço Público (pois todos os citados recebem seus salários, vencimentos, subsídios, soldos, da União, do memso cofre), parecem muito desinformados ou tendenciosos natos, para tentar denigrir a imagem de determinadas carreiras de servidores públicos como por exemplo a do JUDICIÁRIO, sempre citados “como os servidores mais bem pagos no serviço público, MENTIRA! O povo não sabe disso, se parar para pensar vai observar que os servidores que ganham mais, são os que menos tem contato com a população. Pergunte-se: quantas vezes você precisou dos serviços desses servidores, quantas vezes ele já lhe atendeu? E porque eles tem que ganhar mais se não prestam serviços relevantes à população? Você já precisou do TCU, Câmara, Senado? Mas, certamente você já precisou da JUSTIÇA (FEDERAL ou ESTADUAL) MIN. PÚBLICO, DOS POLICIAIS, que arrisscam a vida, DOS SERVIDORES DA SAÚDE, DOS MILITARES que em momentos criticos auxiliam a população, levam a cidadania os brasileiros nos extremos do país, como saúde por exemplo, esses com certeza você vê a cara e o que fazem. Já os outros?

    Existe, na política salarial do serviço público, uma inversão de valores, um protecionismo extremado, pois, quem sempre ganhou mais, nunca deixou de ganhar mais que o outro, ASSIM: Os servidores do Legislativo (Câmara, Senado, inclua-seTCU) não aceitariam ganhar menos que os do Judiciário, Min. Público Federal e do Executivo, e, da mesma forma, os do Judiciário, Min. Publico Federal, ganhar menos que os do Executivo. Deveriam sim, todos receber o mesmo salário observadas as respectivas correlações funcionais. Mas, para o GOVERNO existe um porém: a “QUANTIDADE DE SERVIDORES dentro de cada Poder da União” de cada carreira. Pura matemática, sem nenhuma justiça (ISONOMIA- PERGUNTO: EXISTE? – SÓ NA CONSTITUIÇÃO – É PURA BALELA). Assim, os salários do Legislativo são maiores, não porque trabalhem mais, sejam melhores preparados, etc, etc, mas, por conta do NÚMERO REDUZIDO DE SERVIDORES. Logo depois, o Judiciário e o Min. Publico Federal com um NÚMERO UM POUCO MAIOR, e por fim, os SERIVODRES DO EXECUTIVO, BEM MAIOR ( QUE DIGA-SE DE PASSAGEM CRESCE A CADA GOVERNO COM A CRIAÇÃO DE NOVOS MINISTÉRIOS – BASTA). Assim, na hora de aprovar um aumento salarial no funcionalismo público o MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO OBSERVA PRIMEIRAMENTE O “IMPACTO NA FOLHA ” ou seja, depende da quantidade de servidores a serem alcançados pelo aumento X o quanto vão receber a mais. Assim, antes de fazer um CONCURSO PÚBLICO, analise se a sua CARREIRA é ou não volumosa, pois certamente você estará optando em ganhar menos em uma carreira que em outra.

    ASSIM, APROVEITO PARA ESCLARECER A REALIDADE. NÃO SE ILUDA. SE EU PUDESSE, TIVESSE MAIS ÂNIMO PARA ESTUDAR, ESTARIA FAZENDO CONCURSO PARA O TCU, CAMARA, SENADO. O JUDICIÁRIO NÃO É RUIM NÃO, MAS TEM GENTE BEM MELHOR QUE, AINDA FORA OS SALÁRIOS RECEBEM HORAS EXTRAS, GETOM, ETC. NOS DO JUDICIÁRIO NÃO RECEBEMOS (SÓ OS DA JUSTIÇA ELEITORAL EM ANO DE ELEIÇÃO).

    O IMPORTANTE É TENTAR PROGREDIR, NÃO FICAR PARADO OLHANDO “A GALINHA GORDA” DO VIZINHO. AS OPORTUNIDADES ESTÃO AÍ PARA TODOS BASTA SE DEDICAR E CRESCER.

    ADMIRO MUITO O TRABALHO DAS FORÇAS ARMADAS, PEÇO DESCULPAS SE OFENDI ALGUÉM, A INTENÇÃO NÃO ERA ESSA, MAS EXPOR A REALIDADE.

    GDE. ABRAÇO A TODOS.

    RICARDO.

  112. SGT Marinha 26 de maio de 2010 at 0:38 #

    Despois que li este comentarios e fiquei analizando a minha situação, estou na força a 15 anos, e fico a madrugada estudando numa escala apertada de 3 x 1, cumprindo expediente, e ainda por cima navegando, deixando minha filha e esposa em casa, so de pensar que em horas trabalhadas sao 40 anos, dentro do navio temos munição e liquidos inflamaveis, representamos o nosso Pais mundo a fora, e somos tratados como ninguem, pois so cumprimos nossa missão.
    Hoje eu sou formado em analise de sistemas e enfrento garotos de 20 a 25 anos, meu campo de batalha sao os concursos, minha ferramenta sao os livros, minha força de vontade e determinação pois a luta e grande, muitos sao os desafios, a minha força vem da minha filha e esposa pois elas merecem o melhor que eu posso dar, por isso a vitoria e certa mesmo que isso a minha carreira toda.

  113. josé aparecido 30 de maio de 2010 at 13:16 #

    Gostei do comentário do Silas, ex-militar. Sou SO da reserva da aeronáutica e dó começei a melhorar minha vida financeira depois que sai da força, não esperem que melhorem seu salário, corra atrás, faça da serviço militar um bico e vá ganhar dinheiro em um EMPREGO.

  114. MARLLON 30 de maio de 2010 at 18:52 #

    A MARINHA É PARA MIM UMA OTIMA CASA. NELA CONQUISTEI MEUS OBJETIVOS E BENS DOS QUAIS A MARINHA ME PROPORCIONOU. POR QUE O MELHOR EMPREGO É O SEU EMPREGO, SEMPRE ESCUTEI ESSA FRASE DE MEU PAI E ACHO TOTALMENTE CERTA. MELHOR GANHANDO POUCO DO QUE NAO GANHAR NADA. É FACIL FALAR MAL MAIS NINGUEM LARGA O OSSO RSSS. MAIS ESPERO COM PACIENCIA ESSA TAL MELHORIA DA QUAL NAO ME QUEIXO.

  115. Bruno - capitão do exercito 30 de maio de 2010 at 19:54 #

    Olá pessoal,

    Andei lendo alguns comentários anteriores até a data presente e decidi comentar alguns pontos relevantes também.
    Ingressei no exercito através do ESAEX como primeiro tenente logistico em 2002 após ter concluido o meu curso superior pela universidade civil.
    Respeito as opiniões postadas até agora, mas como tinha dito o Sr.SIlas devemos correr atrás das oportunidades porque elas não as veem facilmente.
    Não entrei no exercito simplesmente pelo teto salarial, haja vista que o nosso teto não é tão ruim assim como alguns comentam ( R$ 7.000 ) mas sabemos também que alguma instituições civis e outros orgãos publicos pagam bem mais, enfim, decidi ingressar por amor à profissão e pelo fato de colaborar com a sociedade e claro pelo aperfeiçoamento profissional também.
    Vou comentar um fato que é pertinente ao assunto que vivenciei não uma vez e sim varias vezes mas que me chamou muito atenção pelo prazer de servir a humanidade que é o bem mais valioso que ganhamos nessa empreeitada militar.
    Servi durante um tempo na 12ª brigada de infantara leve em Taubaté/Caçapava e faziamos mensalmente por conta própria a entrega de variás cestas para as comunidades carentes da região e certa vez vi uma criança de apenas 05 anos desnutrida e muito debilitada e tive o prazer de acompanhar toda evolução dessa criança e num determinado dia a criança veio em minha direção como sempre fazia, me deu um bejo e disse que havia sonhado no dia anterior com um anjo e ele havia dito que havia mandado um representante vestido de verde para ajudá-la.
    Como minha filha na epoca tinha dois anos isso me emocionou muito, essa é sem duvida a minha razão de servir no exercito acima dos interesses pessoais.
    Abraço a todos!!

  116. wagno lima 1 de junho de 2010 at 8:14 #

    Realmente os comentários falam tudo, Sabemos que as forças armadas de hoje em dia se torna, uma repartição publica.. Isto é o que eles querem fazer.. Vejam um exemplo “( A força Nacional do Brasil) estão treinando militares das forças auxiliares para pilotar caças, helicóptero, tanques até treinamentos de selva e sobrevivência no mar. O que eles estão querendo?

    É o que esta acontecendo. Acabar com as forças armadas e ficar só a força nacional vejam um exemplo! Um policial de Brasília que é um soldado ganha em torno de 4, 500 reais, eu que sou um Sg. ganho em torno de 3.896 é justo isto? O mas revoltante que não podemos fazer greve,, Eles podem.

    É uma VERGONHA.. No tempo que entrei na marinha um CB ganhava 17 salários mínimos.. Hoje não ganha 3 salários..
    Ainda vem neguinho aqui dizer VIVA A MARINHA….

    Não saio porque já tenho 22 anos de MARA.. Vou fazer o que ai fora? Pouco ou muito estou recebendo e sobrevivendo..

  117. aparecidosja 17 de junho de 2010 at 17:45 #

    Boa tarde!
    Se é para falar com o emocional, falaremos, servi 05 anos na amazonia e não voava para a grande fronteira levando ou distribuindo cestas basicas, a coisa é bem maior. Somente melhorei de vida depois que fui para a reserva, trabalhar, correr atras, por isso eu confirmo, não se iludam por mordomias na ativa, isso passa, salario é tudo, ser patriota acima de tudo? e ou demais. A vida é curta, faça da força um bico e vá ganhar dinheiro, veja os comentarios de algumas pessoas, você acha que esses camaradas vão brigar pelo seu bem estar? Já era, acabou aquilo de “entrei na força por um ideal. Servir a pátria”, e a fome de seus filhos, o bem estar da família, ninguém vive de brisa. Nós temos mais é que obedecer os superiores hierárquicos, não está contente então saia, saia depois de 30 anos e se tiver oportunidade trabalhe num outro emprego e faça da força um BICO.

  118. ricardo 14 de julho de 2010 at 21:24 #

    em julho de 2010, o soldo de 3º sg das FFAA será de 2266 reais. O líquido será de mais ou menos 2700. Nada justifica uma remuneração tão baixa pra quem tem mais de 10 anos de serviço. Se ao menos dobrasse, ou seja, fosse em torno de 4500 reais, não discutiria nada, antes agradeceria ainda mais a Deus e com certeza seria mais feliz.

  119. Anonimo 21 de julho de 2010 at 12:11 #

    isso ae é só o soldo…. falta os adicionais!!!!
    oficiais reclamando de barriga cheia… vejam o soldo do praça!!!!
    principalmente o marinheiro!!

  120. neto 28 de julho de 2010 at 14:31 #

    As Forças Armadas não foi criada para combater narcotrafico, os militares, sao preparados para outros fins, e com esse salário seria muito facila de ser corrompido pelos traficantes, assim como muitos policiais.

  121. mário rodrigues 31 de julho de 2010 at 21:59 #

    LI TUDO ATENTAMENTE E CONCORDO COM ALGUNS COMENTÁRIOS NO SENTIDO DE QUE EXISTEM DOIS BRASÍS DIFERENTES. UM VERDADEIRO APARTHEID SOCIAL. HÁ O BRASIL DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS E O BRASIL DOS OUTROS. A CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 88 BLINDOU TANTO A CASTA DE SERVENTUÁRIOS PÚBLICOS NO PAÍS, QUE VIVEM CHORANDO COMO BBZINHOS SEMPRE EM BUSCA DE AUMENTOS SALARIAS, IGNORANDO COMPLETAMENTE A REALIDADE DOS TRABALHADORES COMUNS DE EMPRESAS PRIVADAS, PROFISSIONAIS AUTÔNOMOS, LIBERAIS, PEQUENOS E MÉDIOS EMPRESÁRIOS, ENFIM, A TURMA QUE PRECISA TRABALHAR PARA GANHAR DINHEIRO.

  122. José Patriota de Araújo 3 de agosto de 2010 at 12:02 #

    Patriota/ex-militar da FAB:

    Entrei na FAB nos anos 60, como voluntário por 2 anos, cheguei à 1ª classe depois de jurar bandeira, terminado tempo, enganjei por mais 2 anos, depois fui excluido e licenciado do serviço ativo compulsóriamente.
    Naquele tempo os miitares já ganhavam muito mal, na unidade onde eu servia era muito raro um praça ou oficial ter um carro. Lembro-me, que alguns oficiais e sargentos tinham carro, tê-lo era motivo que chamava muito atenção dentro da unidade. Hoje os tempos são outros, coisa melhorou muito, nas unidades das Forças Armadas quase todo mundo tem carro. Isso quer dizer o quê? Que o soldo dos militares de hoje está dando para comprar e escolher até o modelo. Agora, se hoje os militares reclamam do soldo porque está muito defasado e não consegue melhora, é só estudar e buscar em outra carreira o sucesso financeiro, que certamente encontraram. Ex.: Eu tenho um filho que não quis ser militar, para seguir a carreira jurídica, hoje é Promotor de Justiça titular, tem 33 anos e ganha quase R$ 29.000,00(bruto), englobando vencimentos de promotor, Promotor Eleitoral e acumulação de função. Antes de ser Promotor de Justiça, foi: Oficial de Justiça, Defensor Público e Juiz de Direito. Toda vida foi muito estudioso, nunca teve preguiça e nem teve soneira de quartel, que é muito peculiar na vida dos militares.

  123. Garibaldi Maia de Araujo 12 de agosto de 2010 at 0:58 #

    Sou da Turma Delta-II do ano de 1985. Hoje estou afastado
    Recebo meu soldo atravéz de minha Mãe que passou a ser minha Administradora no Quadro de inativos e penssionista da Marinha do Brasil
    Bom…Não estou satisfeito com o meu Soldo!
    O meu Soldo Atual Bruto é de R$ 4.000,00 recebo o liquido de
    R$ 3.400,00. Sou Arrimo de Familia e pago todas as depesas do lar onde moro com minha Mãe, Pago todas as despesas do que recebo só me resta a quantia todos os meses as vezes de R$ l.000.00
    -Até quando isto vai Acabar?

  124. binno 18 de agosto de 2010 at 20:19 #

    Até quando vamos ficar esperando?
    deveríamos seguir o exemplo dos nossos amigos policiais e bombeiros, que foram ao congresso e estão brigando de verdade pela pec 300 (emenda que cria um piso nacional para a categoria). braços cruzados e abobrinhas? vamos agir, pesquisem quais candidatos estão apoiando essa causa e comprometam-se.

  125. SO RMM1 DA MB 21 de agosto de 2010 at 14:12 #

    Sou de acordo que todos os servidores militares e civis ganhem um sálario digno. Não concordo que uns ganhem muito bem e outros ganhem muito mal. E tambem não concordo a disparidade de salarios
    entre duas intituições. (Exemplo a policia militar do DF em relação as forças armadas). Atenção Não é que a PM do DF estejam ganhando muito. Aliás é um salário merecedor por uma das suas atribuições de proteger a sociedade.O problema é que os militares das forças armadas estão com o salário muito defasado mesmo com o aumento dado pelo governo atual, cujo a última parcela foi implantado no pg do mês de jul/2010. A peculiaridade que os militares das forças armadas tem em relação as outra intituições é que vivemos 24 horas a disposição nosso País , sem poder exercer outras funções remuneratórias.

  126. Estéfane 8 de setembro de 2010 at 11:17 #

    Não é o caso de largar a profissão, todos que reclamam do salário de militar é porque gostam de sua profissão, do mesmo jeito que um veterinário gosta de cuidar de animais, um professor gosta de ensinar. O governo tem medo que aconteça a mesma coisa que aconteceu tempos passados com a diatadura militar por isso não ligam para melhorar os salários. Todo mundo fala que não militar não faz nada, mas é muita humilhação em certos casos, aquele campo esgota todas as suas forças, mas quem já passou pela carreira militar até mesmo como recruta saiu de cabeça erguida sendo homem o suficiente para lutar por um salário melhor, ou então uma mulher capaz de amar seus filhos mais ainda.
    Então vamos parar de criticar os militares e falar que o militarismo não acrescentou nada na sua vida. Imagina se não tivesse participado da vida militar? concerteza teria aprendido várias coisas ruins lá fora, coisas que ai dentro você não aprende NUNCA.
    o militarismo é uma profissão linda, pena que algumas pessoas não conseguem enxergar o que se tornarão após serem militares.
    trabalho no judiciário, acho muito ruim passar o dia sentada na frente de um computador. se você por mim voltaria sim a ser militar, mas infelizmente enquanto mais você recebe mais você quer gastar, e um militar que ama a sua profissão de verdade se contenta com o que ganha e consegue ser muito feliz.
    Sai porque tive filhos me casei e queria me dedicar a eles e enquanto você está nas forças armadas você tem que amar a sua profissão em primeiro lugar.
    Pessoal agradeçam a oportunidade de serem pessoas melhores hoje. o militar aprende a ser gente!

  127. Pedro 2 de outubro de 2010 at 12:34 #

    Comparem com o salário de professores. Professor do estado do Rio 760 +/-

  128. Silas 19 de outubro de 2010 at 17:14 #

    A questão de aumento salarial e de salários é um pouco complicada. A administração de recursos humanos, no tocante a salários comporta-se da seguinte forma: Quanto mais especializado se é e quanto mais raro o profissional, maior o salário pago. No serviço público as carreiras que apresentam contingente pequeno na maioria das vezes detêm os maiores salários. Como as vagas em concursos são poucas acabam sendo destinadas aos que mais estudaram.

    É compreensível que as pessoas amem aquilo que fazem. Há pessoas que não conseguem largar a Força Aérea, por exemplo, por que teriam que deixar de conviver com as aeronaves. Em todo caso a vida se vive um dia de cada vez. Se a questão salarial está acima das vontades pessoais, ou não, é hora de parar e refletir um pouco.

    Em todos os quadros das forças armadas há muitos militares. Há muitos infantes, intendentes, médicos, aviadores, fuzileiros… enfim. O efetivo das forças armadas é imenso. Talvez, olhando por essa ótica, fique mais fácil compreender o impacto orçamentário que representa um aumento de 30% ou mais para os militares. No caso em tela funciona a lei de oferta e procura. Muitos disponíveis à carreira militar e muitas vagas significa salários menores. Poucos disponíveis para um determinado cargo e poucas vagas, salários melhores.

    Avaliando-se a perspectiva política e supondo eleição de Dilma Roussef (que foi guerrilheira no passado) a possibilidade de valorização da tropa tende a minorar.

    Considerando-se que a maior parte dos militares de carreira foram capazes de obter aprovação em concurso de nível respeitável para trabalharem em instituições que possivelmente não atenderão aos anseios pessoais em relação a salário e considerando-se uma leve tendência a sentir-se ganhando menos do que o que realmente se vale, é bom considerar a hipótese de realizar outro concurso para uma carreira que valorize melhor o militar como agente público. Não se deixará de servir à patria, não se produzirá pouco, haverá uma chance de ser melhor remunerado.

    Viver de sonhos é uma utopia. Temos anseios e vontades. Na carreira militar as oportunidades dos praças virem a tornar-se graduados é pequena. As oportunidades de graduados galgarem o oficialato é para poucos e com limitações. Se ainda é necessário fazer determinado esforço para obter isso, não seria mais adequado servir ao país ou ao estado sendo melhor reconhecido??? Sem necessidades de engolir um “sapo” por dia e sem “tirar serviço” em carreira diferente???

    As forças armadas em verdade são compostas de homens de grande valor e capacidade. Há um certo ócio em todos os setores. Eu sei porque já estive na Força Aérea. Acabamos sendo subutilizados e mal pagos.

    Eu sei como a rotina nos acomoda no quartel, eu sei como os superiores olham os que estudam durante o expediente, eu sei como rotulam aqueles que procuram melhoras pessoais, Sei também que nossa família merece sempre o melhor de nós. Fica a minha opinião.

    Desejo muito sucesso a todos na carreira ou fora dela. Deus abençoe a cada um.

  129. avnes 28 de outubro de 2010 at 22:10 #

    é vergonhoso os militares ganham uma merreca,é por isso que muitos sõa corrupto e partem p/ banda podre. se fossem bem remunerados fariam +++ e deixariam de serem corruptos. digo tds as forças armadas são mal remunerados.

  130. Raphael 14 de novembro de 2010 at 14:23 #

    O negócio é sair saindo e o último que apague a luz.

  131. Ermírio 16 de novembro de 2010 at 4:17 #

    Senhor Silas e Senhor Ex- 2. Sgt do EB

    Como empresário recebo muito mais por mês do que todo o seu pagamento em dez anos ou mais de trabalho (não vim aqui para aparecer e ao lerem essa minha exposição os bons brasileiros irão entender). Ganho com dignidade e tenho muito orgulho disso. Se você acha que ganha muito, você não é nada perto de muitos bons empresários brasileiros que pagam o seu salário, que pelo visto você não é digno dele.
    Você não passa de uma parasita, que só é bom (se é que é tudo isso) para fazer provas e concursos públicos.
    Com essa má educação que você apresenta, você é um completo incompetente e jamais se sairia bem na iniciativa privada, da qual você é um completo dependente e não honra essa dependência, pois nós da iniciativa privada não aprovamos esse seu comportamento abjeto, dirigido à classe militar. Não interessa se é aos oficiais ou aos graduados, que suas falácias descabidas são dirigidas, pois ofender a um, implica ofender ao outro, bem como à classe militar como um todo.
    Nós, que não trabalhamos para o governo, é que pagamos seu salário e ficamos muito decepcionados em ver que remuneramos gente igual a você, que usa a inteligência para insultar as pessoas, mais especificamente, os militares, que não se vendem por dinheiro como você, que só está em busca de boa remuneração e não em busca de trabalho sério pelo nosso país.
    Você aparenta dar conselhos em seu texto, mas na realidade o que você escreveu é um insulto um acinte aos militares.
    Nota-se pela sua fala mal-educada, que se caso aparecer qualquer outro concurso público, que você possa fazer, cuja remuneração seja maior do que a que você está recebendo agora, você será o primeiro a sair de onde está agora para prestar esse novo concurso e depois passar a insultar os colegas de onde você trabalha agora.
    E não me venha com a conversa furada, dizendo que está satisfeito onde está agora. Gente como você nunca está satisfeita, pois é esse o perfil negativo apresentado por você ao analisarmos o seu comportamento abjeto, inferido de seu texto mal-educado.
    Cada vez que o país investe em sua formação gasta muito do nosso dinheiro público, para logo em seguida, você jogar tudo fora, em busca de novo concurso público para trabalhar em outro lugar em busca de gordos salários.
    Você não passa de um mercenário em busca de dinheiro, não está em busca de uma profissão digna, nem de um trabalho sério em proveito de seu país.
    Você não é um profissional, pois é na realidade um cancro, que infelizmente foi beneficiado pela natureza para ter capacidade de fazer provas, nada mais do que isso. Não confunda inteligência com a capacidade mental de reter conhecimentos para se fazer concursos públicos.
    Quando você diz para os militares estudarem para poder fazer outro concurso público, para poderem ganhar melhor, fica evidente que você acha que essa inteligência que você acha que tem, juntamente com essa quantidade de conhecimento que você acumulou, deve ser a coisa mais importante do mundo.
    Se essa sua tese fosse verdadeira, todos os que passam nos concursos mais difíceis, como por exmplo, das universidade federais e estaduais mais concorridas do país, seriam todos ricos no futuro. Mas essa premissa não é verdadeira, pois para ser rico e bem sucedido é necessário ter muito mais que inteligência, muito mais que conhecimentos, é preciso, antes de mais nada, possuir uma característica muito importante, que é a humildade, que você não tem nem um pouco.
    E não venha com a desculpa de que não deseja, ou nunca desejou ser rico. Mas em verdade você nunca será rico, pois é totalmente incompetente para tal, pois não possui as qualidades necessarias e além de não possuir a humildade, possui duas das mais desprezíveis características: a cobiça e a soberba.
    Humildade esta que você não demonstrada ao não reconhecer que a FAB (Exército para o outro revoltado), onde você foi Sargento, essa mesmo que você insulta os seus componentes, foi a instituição que lhe proporcionou o trampolim para você estar onde você está agora. Sua ingratidão é digna do pulha que você é. Ainda bem que você saiu do meio militar, pois você não é digno de conviver no meio de homens de valor. Por outro lado, infelizmente, nós civis temos de continuar pagando a remuneração de seres abjetos como você.
    Você também não tem capacidade de entender que os Oficiais Generais não são líderes sindicais e sofrem do mesmo problema salarial, pois os mesmo têm limites e não podem ser contundentes nas reivindicações como uma liderança sindical e muito menos podem fazer greves, nem ninguém da tropa, nem muito menos incitar a realização de uma greve, não é tão simples quanto você sugere ser. Um General também é um soldado e recebe e deve cumprir ordens, estando sob o regime da hieraquia e da disciplina, coisa que uma liderança sindical nunca esteve submetida e nem deve, pois é civil.
    Você não percebe que se todos os militares deixarem de ser militares em busca de concursos públicos com melhores remunerações, ninguém vai defender o nosso país. Os militares com muito orgulho defendem o nosso país, defendem as nossas instituições, inclusive essa em que você trabalha, não nos traem, não nos abandonam nunca, são fiéis à sua missão, e têm coragem de se expor para pedir melhor remuneração, e eles merecem remuneração digna e você como mercenário covarde, desertou das fileiras militares e usando sua inteligência foi vampirizar o dinheiro público em busca, não de uma profissão, não de um trabalho digno, e, sim, de dinheiro.
    Não é com esses seus pseudoconselhos que vamos resolver o problema salarial dos militares, o Brasil precisa dos militares e não vai ser esvaziando a caserna, que é o que o seu péssimo conselho tem potencial de fazer, que vamos alcançar uma solução. Quem tem vocação verdadeira para ser militar nunca seguirá seu conselho abjeto, nunca deixará de ser militar e sempre terão orgulho de serem militares, sempre serão profissionais. Os verdadeiros militares não são oportunistas como você. Os verdadeiros homens de valor das Forças Armadas não têm vocação para mercenário, vampirizador do erário público.
    Você não percebe a dimensão das impropriedades que fala. Essas suas idéias levianas e impensadas também servem para todos aqueles que ganham mal, insulta não somente os militares, mas também todo funcionário público que está sendo mal remunerado, além de insultar todo trabalhar da iniciativa privada que trabalha duro para receber pouco e ainda paga o seu gordo salário de funcionário público. Insulta todos eles ao mandá-los, direta, ou indiretamente, fazerem concursos públicos para ganhar melhor. Todos esses trabalhadores mal remunerados, que reivindicam e merecem melhores salários, têm vocação pelas suas profissões, se dedicam e têm orgulho de exercê-las e lutam por elas, não intencionam abandoná-las nunca, pois eles exercem suas profissões por vocação e amam o que fazem, ao contrário de você que tem vocação pelo dinheiro, ama o dinheiro.
    Como um mercenário que vai para onde paga melhor, você não é digno de confiança, pois você tem aptidão para a traição.
    É plenamente justo fazer comparações de remunerações entre categorias equivalentes, é justo pleitear isonomia salarial e não vai ser desistindo da profissão que se chegará à uma solução. Você se esquece de uma das coisas mais belas da vida no trabalho que é trabalhar pelo amor à camisa, pelo amor à profissão que exerce. Quem ama o que faz jamais abandonará o que faz por vocação, jamais deixará a sua profissão, para fazer concurso público para ganhar melhor, desempenhando algo para o qual não nasceu. Somente quem tem esse sentimento digno entende o que é uma reivindicação salarial justa. Quem ama o dinheiro é incapaz e totalmente incompetente para possuir essa qualidade sublime que é o amor à profissão que exerce por vocação nata. Você não sabe o que é isso, jamais saberá, sua profissão é receber gordos salário, sua vocação é o dinheiro.
    Lembre-se, nós, os civis da iniciativa privada, pagamos o seu salário e recebemos um péssimo serviço, devido a porcarias como você que existem aos montes no serviço público. Existem montes de pragas, como você, que estão somente em busca de dinheiro e não em busca de fornecer um serviço público de qualidade que o usuário merece. Bons funcionários públicos são minoria, infelizmente.
    Tenho minhas dúvidas se esse Senhor (os dois que faço referência e outros mais aqui) é realmente funcionário público e ex-militar, pois não se espera de um funcionário público se expressar com tamanha impropriedade.
    Você pode estar ganhando melhor que um Almirante, mas falta em você algo que você NUNCA terá: “Sabedoria” e “Honra”.

    PS: Peço desculpas, aos bons brasileiros, pelo meu texto em tom coloquial, pois não tive tempo de corrigi-lo e nem de colocá-lo na forma gramatical correta.

    Gostaria de me desculpar, também, ao pessoal sério do funcionalismo público, os bons funcionários, pois o que escrevi pode parecer um tanto rude, mas foi para uns maus brasileiros, vampirizadores do dinheiro público.

    Não me refiro àqueles que descobriram, durante a estadia na caserna, que possuíam outra vocação, que saíram, não pelo dinheiro, mas partiram para outras funções, para exercer outra profissão honrada, fora do militarismo, para servir ao nosso país como cidadão civil digno e a remuneração melhor foi apenas uma conseqüência de sua vocação e não a escolha principal, tal qual um mercenário. Cidadãos dignos não insultam os componentes de nenhuma instituição digna, muito menos os componentes de nossa Forças Armadas, nem fornecem conselhos abjetos.

    Sds.

  132. Rodrigo 16 de novembro de 2010 at 9:17 #

    Ermírio disse:
    16 de novembro de 2010 às 4:17

    Concordo com tudo o que você disse, sobre a pessoa “cuspir no prato que comeu”.

    Mas o cerne da questão do soldo é outro.

    Também sou da iniciativa privada, nunca fui militar e me revolta o quanto pagam para eles.

    Se esta tabela não teve reajuste mesmo para o Cmt. da Esquadra o soldo é muito baixo.

    Não precisa muito em um grande centro, dependendo do cargo, para ganhar mais que isto.

    Vocação e amor a pátria, são importantes e fundamentais, mas para quem vive em um grande centro e tem filhos, convenhamos que este não é um valor que trás sossego financeiro.

    Não digo nem um soldo para ficar rico e sim manter um padrão de vida confortável e digno para quem dá tanto de si e inclusive da família para servir a pátria.

    Concorda ?

  133. Ermírio 16 de novembro de 2010 at 15:39 #

    Caro Rodrigo,

    O que você escreveu está perfeito, concordo plenamente com você. Sua exposição é clara e foi direto ao assunto cerne da questão.
    Meu texto foi principalmente dirigido àqueles que não sabem o que fazem, que, ao invés de contribuírem com uma solução, ou se solidarizarem, vêm destruir e insultar, demonstrando que fazem parte do problema e não da solução.
    Pelo que li, muitos vêm aqui para tumultuar, destilando suas frustrações e outros mais posam como paladinos da salvação, sendo que na realidade, instigam o desmantelamento da classe militar, de suma importância para o nosso país.
    Devido ao fato de minha missiva ter sido dirigida mais aos baderneiros, não fiz nenhuma referência com relação ao assunto principal em pauta, que você muito apropriadamente identificou. Todavia, disse que era a favor de uma remuneração digna a toda classe trabalhadora, incluindo aí os militares.
    A remuneração atual dos militares é baixa e muito destoante de várias categorias do governo nas três esferas da administração federal: Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como com relação ao Ministério Público.
    Os profissionais devem lutar pelos seus direitos trabalhistas para perceberem remuneração que fazem jus à altura de suas responsabilidades.
    É importante observar que não será reduzindo o valor da remuneração de outras classes que se fará justiça, tais reivindicações são absurdas. Não será negando direitos que se conseguirá o exercício pleno de seus direitos. Para se compreender melhor o que digo, vou escrever em outros termos: “Não é reclamando que um juiz ganha muito, dando a idéia de que deveria ganhar menos que se chega à solução, pois os juízes recebem o que merecem, quiçá até eles estão com suas remunerações defasadas. Não se é atacando o quanto ganha um auditor fiscal que se resolve o problema. O que se deve pleitear é ter os mesmo direitos remuneratórios que os juízes, que os auditores fiscais, recebendo os mesmo valores que eles. É necessária uma isonomia para se fazer justiça.”.
    Os militares como um todo desde o Soldado de Segunda Classe até os Oficiais Generais são mal remunerados.
    Sugerir a um profissional, que escolheu a sua profissão por vocação, para desistir de sua profissão e ir fazer um concurso público para ganhar melhor, é um acinte, é um total desprezo para com toda uma categoria profissional. Os que fazem tais sugestões absurdas sãos seres abjetos.
    Não será desistindo de suas profissões, que se chegará a uma solução digna, não será fazendo concurso público que se resolverá essa questão tão importante, no que tange a remuneração dos militares.

    Os militares são profissionais e têm um trabalho e recebem remuneração, ao contrário de muitos que querem um emprego e não um trabalho, bem como querem dinheiro e não uma remuneração.
    Atualmente a remuneração dos militares é muito baixa e eles merecem um pagamento bem melhor. E essa situação se agrava, nas graduações mais basilares da carreira.
    É muito crítica a situação de um Cabo, de um Soldado especializado, de um Terceiro Sargento, que ganham migalhas para desempenharem uma das missões mais dignas, que é servir à pátria.
    A reivindicação salarial da caserna para receber um soldo digno é justa e deve ser atendida à altura de seu merecimento, na mesma medida que se atendem os Juízes, os Auditores Fiscais, os Promotores, etc.

    Sds.

  134. Antares 16 de novembro de 2010 at 16:00 #

    Senhor Ermírio,

    Aplaudo de pé as suas colocações, simplesmente, perfeito!

  135. XXX 17 de novembro de 2010 at 13:49 #

    Favor todos leiam com atenção os comentários do Sr. Ermírio antes de continuar vomitando abobrinhas.

  136. ana 19 de novembro de 2010 at 16:07 #

    tá, bonitas palavras, mas…e daí? Vou dar minha opiniao da VIDA REAL. Sou funcionaria administrativa da Polícia Federal -PF. Mesmo possuindo nível superior, acabei me acomodando no cargo, mas sempre me dediquei e sou um funcionário exemplar, assíduo. Nunca faltei e nunca entrei com atestado médico. Jà fui disputado por setores e elogiado por muitos. Ocorre que em 2006 tinha um colega que estudava durante o expediente e “vazava” todos os dias às 12 horas para estudar para outro concurso. Eu ficava para fechar o setor às 18 horas. O tempo passou e o meu colega passou para outro cargo. E eu continuo como um funcionário da vala comum. Hoje o “esperto” ganha 4 vezes mais que eu. Agora, pergunto, Sr Ermírio: qual o meu é mérito? Nem vou me estender, porque sei que eu dormi no ponto, fui ingênuo, perdi tempo,

  137. Ermírio 20 de novembro de 2010 at 2:55 #

    Ana,

    Tudo que escrevi não é empecilho para você fazer o que você julga melhor para você.
    Seu colega “vazava” e ninguém via. De quem é a responsabilidade de controlar esse comportamento irregular de seu colega? Contudo, agora é tarde para fazer algo. Ele se aproveitou de uma falha no controle de presença de funcionários, ele é um tipo de pessoa que não merece confiança, pois precisa de gente vigiando-o para que ele não saia do lugar onde deve estar durante o trabalho. Não tem moral. Deveria estudar fora do horário de expediente. Contou com a incompetência, ou com a conivência, ou, ainda, com a omissão de seus superiores.
    Seu colega que “vazava” é mais um exemplo da imoralidade que impera no nosso país, é a famosa “lei de Gerson”. Infelizmente, os canalhas é que se dão bem.
    Ana, seu mérito é medido pela sua moral e não pela sua remuneração.
    “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa”.
    Ana, seu questionamento é bem diferente, e bem pertinente e não é um conselho de mercenário.
    Se você deseja partir par uma nova função, vá e seja profissional e a remuneração “x vezes” melhor que você merece, que será paga nesse novo cargo, será devido à sua competência, será uma conseqüência de sua dedicação profissional.
    Se você permanecer no mesmo cargo, seja lá qual for o motivo de sua permanência, você merece uma remuneração digna e somos a favor disso.
    Infelizmente ver esse seu antigo colega desonesto se dar bem, acredito ser um grande desestímulo, uma grande frustração, pois você que fez a coisa certa, de certo modo está sendo punida por ter sido honesta.
    Essa sua dedicação profissional ao seu trabalho deveria ser reconhecida, não só com elogios, mas com outros prêmios, como promoção e/ou com melhor remuneração.
    Deveria haver acesso a cargos melhores não apenas através de concurso, mas través, também, de reconhecimento pelos bons serviços prestados.
    Tem muita gente que é boa pra fazer concurso, mas é péssima para exercer o cargo, não conseguindo administrar a coisa pública com eficiência. Essa coisa totalmente centrada em concurso tem algo de errado. Se concurso fosse sinônimo de competência profissional, todas as empresas privadas fariam concursos para admitir seus funcionários.
    Infelizmente a incompetência na admisntração pública é enorme, e essa incompetência vem de cima e não de baixo e gera muitos descontentamentos e naturalmente a tendência é decair a qualidade da prestação do serviço público, sendo que a causa disso não é do funcionário subalterno e sim da alta administração, que está mais interessada em ganhos políticos do que interessada em promover um serviço público adequado, ou de prover promoção a um cargo superior a seus funcionários, reconhecendo os serviços prestados, dando remuneração à altura do merecimento de seus funcionários, principalmente com relação àqueles que têm dedicação exclusiva.
    A sociedade depende do serviço público para coordenar o interesse público e privado, se não houvesse o funcionalismo público a sociedade seria um caos e, para que exista um bom serviço prestado, os funcionários públicos devem estar satisfeitos com a profissão e com a remuneração.
    Seu questionamento é bem diferente do fato que critiquei, onde o foco era abandonar o que se gosta em busca de dinheiro.
    Se você quer se dedicar a uma nova profissão, que é melhor remunerada, mesmo que seja dentro do funcionalismo público, você tem todo o direito de ir em busca dessa nova profissão.
    Parabéns pela sua profissão na Polícia Federal, sabemos que não é fácil conseguir estar onde você está e sabemos que tudo que você enfrentou, tudo que você vale como profissional, tudo o quanto você estudou, na realidade nenhum dinheiro do mundo paga isso tudo, e depois de toda a sua esforçada dedicação, ser remunerada da forma como é, sabemos que não é justo e que a sua indignação é compreendida e apoiada por nós.
    Acredito que você tem capacidade que conseguir um cargo melhor, sem se comportar da maneira desonesta como seu colega se comportou.
    Acredite em você, você pode!
    Faça o que você julga mais adequado para você e faço votos de que você seja feliz.

    Cordiais saudações.

Trackbacks/Pingbacks

  1. PEC 245: dê sua contribuição cidadã para o aumento dos militares - 2 de agosto de 2009

    [...] NOTA 2: Comparar os valores da tabela proposta pela PEC 245 com a atual tabela de soldos, clicando aqui. [...]

China pretende estreitar laços militares com Irã, diz mídia chinesa

PEQUIM (Reuters) – A China quer ter laços militares mais estreitos com o Irã, disse o ministro da Defesa chinês […]

Submarino alemão é encontrado afundado na costa dos EUA

  Pesquisadores informaram nesta terça-feira (21) a descoberta de um submarino alemão e de um cargueiro nicaraguense que afundaram na […]

Fotos do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ em construção na China

Confira as fotos do lançamento ao mar do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico “Vital de Oliveira” em Xinhui, na China. O […]

Baixe 7 edições da revista Forças de Defesa e doe quanto quiser

Agora você poderá baixar para o seu computador, tablet ou smartphone as melhores reportagens da nossa revista impressa Forças de […]

Em fórum na Fiesp, Estado-Maior da Armada destaca a importância da indústria em projetos da Marinha

Por Dulce Moraes e Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp Representantes do órgão apresentam projetos em desenvolvimento e formas de financiamento. […]

Navios-patrulha do Brasil e da França em operação contra pesca ilegal

Segundo nota divulgada pelo Ministério da Defesa da França nesta segunda-feira, 20 de outubro, o navio-patrulha La Capricieuse da Marinha Francesa […]