Home Reportagem Pré-Sal, V32 Júlio de Noronha e P45 Guaporé em revista

Pré-Sal, V32 Júlio de Noronha e P45 Guaporé em revista

253
4

revista-brasileiros-n14-set-2008.jpg 

A revista Brasileiros, em sua 14ª edição (setembro de 2008) traz uma matéria de capa sobre as últimas descobertas do Pré-Sal e, acompanhando, uma reportagem especial sobre o embarque em dois navios da MB: a Corveta Júlio de Noronha (V32) e o Navio Patrulha Guaporé (P45), durante comissões na área onde se localizam as plataformas de petróleo. Para uma revista não especializada em Defesa, a reportagem sobre a Marinha do Brasil, seus problemas, seus planos de reequipamento e, principalmente, sobre os brasileiros que nela servem com orgulho por anos e décadas, está acima da média.

Uma prévia do número 14 pode ser acessada clicando aqui. Há também um vídeo com operações de helicóptero na V32 e uma animação sobre o pré-sal. 

4 COMMENTS

  1. Reportagem de muita qualidade.
    Vale a pena clicar, assistir o video e ler a matéria.
    Para mim, que ainda sou muito leigo em assuntos como estes, valeu como uma grande fonte de conhecimento.

  2. É muito importante a grande mídia levar este assunto para a população, para que ela veja que para isso se tornar realidade, antes precisamos investir numa infraestrutura fantástica, inclusive quanto à segurança da área.

  3. Eu tenho lido essa revista de quando em quando, é uma excelente revista. Também gostei muito da reportagem e do vídeo. Aliás, além da matéria sobre o pré-sal, tem outras matérias bem legais neste número da revista. Foi uma boa dica do Blog.

    João-Curitiba,

    só não sei se a “Revista Brasileiros” pode ser vista como “grande imprensa”, acho que está mais para imprensa “alternativa”, que geralmente é muito melhor que a “grande imprensa”. Pelo formato, pelo conteúdo, pela qualidade (intelectual) das notícias e pelos temas abordados, acho que a Brasileiros se encaixa mais no terreno do que eu chamo de “imprensa livre”, nada que ver com as Vejas, Épocas e coisas do tipo (imprensa PIG). Mas isso não rebate o que vc falou, ao contrário. Concordo plenamente com suas colocações.

    um forte abraço

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here