Home Noticiário Internacional Argentina estuda recuperar ARA San Luis

Argentina estuda recuperar ARA San Luis

613
20

ara_san_luis.jpg

Durante a “Exponaval 2008”, no Chile, o Almirante Jorge Omar Godoy, CEMA da Armada Argentina, confirmou que os estudos para recuperar o casco do submarino ARA San Luis (S-32) e colocá-lo em atividade estão em andamento.

Atualmente os estudos estão concentrados no seu estado geral, seleção dos componentes a serem reparados e eventuais atualizações tecnológicas necessárias. O casco receberá uma inspeção detalhada, pois o mesmo foi afetado após um derrame de ácido proveniente das baterias.

Todo o processo está a cargo do “Astillero Ministro Domeq García”, rebatizado “Almirante Segundo Storni”.

O ARA San Luis é uma unidade da classe IKL 209. Seu desempenho durante a Guerra das Falklands/Malvinas mostrou toda a importância deste tipo de nave.

Foto: Juan Carlos Cicalesi/Santiago Rivas.

20 COMMENTS

  1. A Argentina bem que poderia atualizar seus submarinos.
    esse aí da foto está muito velho, um veterano de guerra.
    poderia transformar num museu e partir pra uma nova iniciativa…

  2. Pois é, a Argentina dispõe de submarinos em operação?

    Existe algum quadro dos submarinos existentes na América do Sul?

  3. Invincible,
    A Argentina tem dois(2) submarinos TR-1700 de projeto Alemão, os planos eram adquirir um da Alemanha e construir os outros, se não me engano quatro, na Argentina, como o Brasil fez com os IKL. Porém o TR 1700 era um projeto novo e mais complexo que os IKL e os Argentinos tiveram problemas para construi-los localmente e no final ficaram apenas com dois que foram construidos na Alemanha. Na Argentina existem cascos inacabados de mais dois. Além dos TR-1700 a Argentina alinha ainda um IKL, 1200 eu acho.
    Na época que a Argentina optou pelos TR-1700 o Brasil preferiu a classe IKL-1400 que já era testada e aprovada com muitas unidades construidas, opção esta que se mostrou muitissimo acertada.
    Existe uma edição revista Segurança & Defesa que faz um estudo dos submarinos em atividade na América do Sul, agora não lembro qual a edição, vou procurar entre minhas revistas se achar lhe informo.
    Um abraço.

  4. Senhores,
    Na América do Sul, se não me engano, apenas o Uruguai, as Guianas e Suriname não tem submarinos. Todos os outros paises tem submarinos e a grande maioria é IKL.
    Invincible, não lembro se a revista, que fala dos subs na América do Sul, é Segurança&Defesa ou Tecnologia&Defesa vou ter que procurar.
    Um abraço.

  5. É nem conservando direito eles estão… Mas taí mais um “incidente” não amplamente divulgado, pois vazou os ácidos da bateria e “contaminou” o casco, pode ser que ele nunca mais volte a navegar, ou tenha que trocar a seção do casco inteira para corrigir o problema, só que aí surge outro, a questão do preço.

  6. ate as FARC tem submarinos…
    na Colombia ha varios “estaleiros” de mini subs para o transporte do “fermento Royal”…

    ha muito tempo(uns 2 anos no maximo) li num site(nao lembro qual) que a Venezuela e Argentina estavam pensando em adquirir submarinos brasileiros… alguem chegou a ler esse noticia tb ???

    e outra, a Venezuela nao mandou os seus IKL 209 para um upgrade no Chile ???

  7. O problema dos Argentinos na construção dos TR foi a falta de um componente muito importante que ficou em falta: grana!

    O apoio dos alemaes na construcao deles deve ter sido no mesmo nivel que recebemos, senao maior. Esse Estaleiro Domecq Garcia é uma senhora instalacao. Notem que o charutinho esta guardadinho longe das interperies.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here