No Credit Check Payday Loans

090508-N-2821G-146

From U.S. 4th Fleet Public Affairs

A Marinha dos EUA informou que, no dia 3 de abril, um VTUAV MQ-8B Fire Scout apoiou uma apreensão de drogas realizada pela USS McInerney (FFG 8). VTUAV é a sigla para Vertical Take-off and Landing Unmanned Aerial Vehicle (veículo aéreo não tripulado de decolagem e pouso verticais).

A USS McInerney havia lançado um de seus dois MQ-8B Fire Scout para um voo de testes, quando o radar detectou uma embarcação suspeita, podendo ser um barco rápido de transporte de drogas. O operador da aeronave recebeu permissão para persegui-la, iniciando uma monitoração discreta de três horas da embarcação, enviando vídeo em tempo real para a FFG 8.

Segundo o informe da USN (Marinha dos EUA), quando o vídeo do Fire Scout começou a mostrar um encontro do barco rápido com um barco de pesca, possivelmente para uma transferência de combustível, o time embarcado da USCG (United States Coast Guard – Guarda Costeira dos Estados Unidos) se aproximou e conseguiu apreender aproximadamente 60 quilos de cocaína. Os suspeitos de tráfico que estavam no barco também acabaram jogando fora aproximadamente 200 quilos de drogas.

Desde outubro de 2009 o Fire Scout vem fazendo testes a bordo da FFG 8, em que os VTUAVs são operados por pessoal do Esquadrão de Helicópteros Antisubmarino 42, destacamento 7 (HSL Det 7). Apoiam os testes o escritório do programa Fire Scout da Marinha e a Northrop Grumman Corporation.

FONTE / FOTO: USN

VEJA TAMBÉM:

Tags: ,

About Fernando "Nunão" De Martini

View all posts by Fernando "Nunão" De Martini

6 Responses to “Durante voo de teste, MQ-8B Fire Scout apoia apreensão de drogas” Subscribe

  1. EAFAL 8 de abril de 2010 at 20:39 #

    Até agora estes traficantes não devem saber o que aconteceu. Vai ter gente fechada assim lá longe kakaka.

  2. Vader 9 de abril de 2010 at 12:42 #

    Off-topic: a musa do Naval é a melhor das três. Fantástica! :)

  3. fsinzato 9 de abril de 2010 at 13:31 #

    Lembrem-se, que uma das exigências do programa de aquisição de helicópteros (EC-725) era a transferência de tecnologia de VANTs de asas rotativas por parte da Eurocopter.

    Alguém tem alguma notícia sobre a questão?

    Abs.

  4. marujo 9 de abril de 2010 at 14:26 #

    Se a aquisição e a manutenção de um Vant como este for mais barata do que o de um helicótero tripulado, seria uma boa opção para nossos futuros OPVs.

  5. Radical Nato 9 de abril de 2010 at 15:23 #

    Vader disse:
    “Off-topic: a musa do Naval é a melhor das três. Fantástica!”

    Concordo com você.
    Este blog está ficando melhor a cada dia que passa.

    Sds.

  6. fsinzato 12 de abril de 2010 at 2:07 #

    Meio off.

    Alguém sabe me informar se já houveram estudos de se colocar o sensores em Parafoil’s (asa inflável) rebocados, ou até tracionando (dependendo do tamanho).

    Por exemplo: uma torreta eletroótica em uma pararafoil ou até um kite.

    A versão pobre do VTUAV.

    Abs.

    Parafoil: Parafoil

    Kite: http://en.wikipedia.org/wiki/File:Powerkite.ogg

    MS BelugaSkysails:
    http://en.wikipedia.org/wiki/File:MV_Beluga_Skysails.jpg

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

A participação da Marinha do Brasil na I Guerra Mundial

A segunda-feira, dia 28, marca os 100 anos da I Guerra Mundial. Você sabia que o Brasil enviou oito navios […]

Submarino que jogou Brasil na I Guerra Mundial pode ter sido encontrado

Responsável pelo afundamento do navio brasileiro Macau e pelo sumiço de dois tripulantes brasileiros, o U-93 estaria a uma milha […]

Pesquisadores encontram submarino nazista naufragado com 17 esqueletos dentro

No litoral da ilha de Java, na Indonésia, pesquisadores do Centro Nacional de Arqueologia do local encontraram um submarino nazista […]

Um dia a bordo do submarino ‘Tapajó’ – última parte

A atracação na Base Almirante Castro e Silva e a despedida A manobra de atracação do submarino Tapajó na Base […]

Entrevista com o comandante do submarino ‘Tapajó’, capitão-de-fragata Horácio Cartier

Um dia a bordo do submarino ‘Tapajó’ – parte 3 PODER NAVAL: Comandante Cartier, o senhor poderia falar um pouco […]

Um dia a bordo do submarino ‘Tapajó’ – parte 2

Um submarino de propulsão convencional como o Tapajó tem um funcionamento parecido com um telefone celular: de tempos em tempos […]