Segundo portais de notícias e blogs gregos, a Marinha Grega comissionará seu primeiro submarino classe Type 214, HS Papanikolis, em 15 outubro de 2010, após dez anos da assinatura do seu contrato. Os outros submarinos irmãos do Papanikolis serão entregues em intervalos de 18, 28 e 38 meses.

Submarino
Data de Comissionamento
Papanikolis
Outubro 2010
Pipinos
Março 2012
Matrozos
Janeiro 2013
Katsonis
Novembro 2013
5º Submarino
Junho 2018
6ºSubmarino
Julho 2018

Em 30 de setembro, a fabricante do submarino TKMS, a Abu Dhabi Mar, proprietária do maior estaleiro naval na Grécia e o Governo Grego, ratificaram um acordo para resolver todas as disputas restantes dos Programas Arquimedes e Netuno.

O Programa Arquimedes cobre a construção de quatro submarinos AIP Type 214 e o Programa Netuno 2 abrange a conversão de três submarinos da classe 209 com AIP.

Com o novo contrato, o Governo Grego prometeu pagar €1.321.000  para a TKMS e Abu Dhabi Mar pra cobrir os débitos e encomendou mais 2 submarinos classe Type 214.

O preço unitário do 5º e 6º submarino Type 214 é de €500 milhões cada. A média de custo dos primeiros 4 submarinos foi de €375 milhões.

Ano
Montante a ser pago
(milhões de €)
2010
300
2011
200
2012
171
2013
150
2014
150
2015
150
2016
150
2017
50
2018
50
Total
1.321

FONTE: Bosphorus Naval News

VEJA TAMBÉM:

Tags: , , , , , , ,

Jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

22 Responses to “Submarino ‘Papanikolis’ deve ser incorporado finalmente em 15 de outubro” Subscribe

  1. Marcos Andrey 13 de outubro de 2010 at 18:00 #

    Se o Papanikolis ja deu muito o que falar, fico imaginado como vai ser com o Pipinos!!!!

  2. Tiririca 13 de outubro de 2010 at 19:09 #

    Desse jeito a nossa “fantastica” base de submarinos, a nossa “maravilhosa” fabrica de submarinos e o nosso submarino classe “wopolosnoseopoppolos” deve sair em 50 anos também…

    Moral da historia: quem não sumarino atomico caça com Macaés…

  3. Colt 13 de outubro de 2010 at 19:25 #

    Seu IKL 214 financiado no cartão de crédito: 1.3 bilhões de euros.

    Saber projetar seu próprio sub nuclear: não tem preço. ;-)

  4. Latino 13 de outubro de 2010 at 19:30 #

    Po o nome já diz tudo ( Pipinos)

    Não sei se ela tera dinheiro pra bancar os proximos subs …

    Pra mim a crise da Grécia é teste para a zona do euro,

    aguardemos

  5. Galileu 13 de outubro de 2010 at 20:08 #

    ahhahahaha
    Queria estar na crise deles também, estamos no espetáculo do crescimento e NADA…..ahahaha

    Esse mundo é muito doido, cada dia que passa acho que vivemos no mundo do filme MiB, ahhahahaah

  6. Endel 13 de outubro de 2010 at 20:12 #

    E Nóis só olhando :(…..
    mudando de assunto….;)
    Como anda o Barão de Teffé???

  7. Igo 13 de outubro de 2010 at 20:54 #

    Tiririca ,

    Você só pode estar de brincadeira. As obras, o corde da chapas, o curso de eng de submarinos, etc.. Nada disso te mostra que a coisa tá andando?! Gente, não gostar da opção é uma coisa, fechar os olhos e fingir que não tá acontecendo é o pior dos caminhos…

    Sds,

  8. Crusader 13 de outubro de 2010 at 21:01 #

    Tiririca disse:
    13 de outubro de 2010 às 19:09

    Cara, teve uma reportagem aqui no PN sobre a construção do Estaleiro de Submarino no RJ. Se você acha que as obras estão atrasadas ou paradas, é so conferir esse vídeo e depois me dizer se tem a mesma opinião.

  9. marujo 13 de outubro de 2010 at 23:58 #

    Essa é boa: submarino cartão de crédito! A crise eopéia deve ter facilitado muito o negócio.

  10. Natan 14 de outubro de 2010 at 7:19 #

    Hummmm…. nome de exame médico… Ainda bem que não se chama Prostatikus…

  11. Fabio ASC 14 de outubro de 2010 at 8:32 #

    “O Programa Arquimedes cobre a construção de quatro submarinos AIP Type 214 e o Programa Netuno 2 abrange a conversão de três submarinos da classe 209 com AIP.”

    Essa conversão dos 209 para mim é nova…. Será que é simples?

  12. luiz otavio 14 de outubro de 2010 at 10:23 #

    os subs Brasil/França terão AIP? ou conversão para tal? obrigado

  13. luiz otavio 14 de outubro de 2010 at 10:57 #

    minha pergunta foi respondida no post “clube do AIP”, obrigado

  14. Tiririca 14 de outubro de 2010 at 12:15 #

    Caro Igo, as obras só estão começando…

    Como tudo neste pais, tudo tem um começo mas muito pouco tem fim…

    Se entrar um tal de Cranicola na presidencia ja sabemos que ele manda parar tudo lá mesmo…

    Se aparecer no ano que vem que o DEFICIT do governo federal é muito grande, tambem mandam para tudo.

    Acompanha pelos jornais, não sou astrologo…

  15. Marcelo 14 de outubro de 2010 at 13:35 #

    “catzo”nis ? hehehehe

    com essa crise toda, como vão pagar por 6 subs? nem sonhando…vão ficar com o Papanicolau e com o Pepino só…acho que o Catzo não vem naum…

  16. marujo 14 de outubro de 2010 at 15:16 #

    Tiririca, você está coberto de razão. Se o _____________, acabaram-se o submarino nuclear, as escolas de seis mil toneladas, a nova base de submarinos, o FX quaquer número e tudo o mais. Para quê isso, se o projeto de país vai ser outro. Ao invés de postularmos o papel de protagonista no cenário mundial, vamos ser dóceis, subordinados aos interesses de países decadentes, como os Estadis Unidos e grande parte da Europa. Para quê proteger o pré-sal e outras riquezas marítimas, se estas não serão nossas. Se o conceito de soberania nacional não terá importância.

    EDITADO: COMENTÁRIO POLÍTICO-PARTIDÁRIO

  17. Galante 14 de outubro de 2010 at 17:38 #

    Fabio ASC, sua resposta aqui:

    http://www.naval.com.br/blog/2009/03/02/o-super-209/

  18. Fabio ASC 14 de outubro de 2010 at 18:24 #

    Vlw Galante.

    Li lá todos os post tbem, mas, hoje, seria interessante atualizarmos os nossos 209?

    Eles ainda têm vida útil que compense o investimento?

    Pois, todo lugar que leio citam que os SUBBR substituirão todos os atuais.

  19. Igo 14 de outubro de 2010 at 20:12 #

    Tiririca,

    Descosdo em um ponto, os subs não tem mais volta, pois é um compromisso de Estado, não requer aprovação de verbas anuais e envolve multas altíssimas. Agora as escoltas….niteroi foreverrrrr

  20. Galante 16 de outubro de 2010 at 11:48 #

    Fabio, a Marinha do Brasil não quer saber de AIP, somente de propulsão nuclear, por isso os Scorpène também não terão AIP.

    Então, não vale a pena dotar nossos U209 com tal propulsão.

  21. andre de POA 18 de outubro de 2010 at 19:37 #

    A Grécia tá tendo uma baita dor de cabeça por conta dos recursos( ou falta deles) para operar o “papanicolau”.

  22. Fabio ASC 19 de outubro de 2010 at 10:18 #

    Obrigado Galante.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Marinha do Brasil realiza lançamento de torpedo MK46 durante Operação ADEREX-I/2014

No dia 26 de agosto, a Marinha do Brasil, sob a coordenação do Comando da 2ª Divisão da Esquadra, realizou […]

Presença da Marinha na III Mostra BID Brasil

Luiz Medeiros – Enviado Especial para Forças de Defesa A Marinha do Brasil trouxe para a Mostra BID Brasil em […]

Corveta Frontin irá para a reserva

Abaixo, portaria de 28 de agosto que foi publicada em 1º de setembro no Diário Oficial da União, com entrada […]

Mais um passo rumo às novas corvetas: contrato com Emgepron

Abaixo, extrato de dispensa de licitação contratando a Emgepron para serviços no projeto de obtenção da nova classe de corvetas […]

Outra notícia de corveta: Ares fará reparos gerais nos lançadores de torpedos da Barroso

Abaixo, extrato de contrato publicado na edição de hoje (3 de setembro de 2014) no Diário Oficial da União, sobre […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]