Ícaro Luiz Gomes

Nosso colaborador Ícaro Luiz “Joker” Gomes esteve ontem (28.01) na cerimônia de passagem de comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste (ComGptPatNavNE), em Natal-RN.

No evento, o Capitão-de-Corveta Ricardo Alexandre Fernando Chaves passou o comando ao Capitão-de-Fragata Guilherme Wagner de Azevedo Cordeiro (em destaque, na foto abaixo). A cerimônia foi presidida pelo Vice-Almirante Airton Teixeira Pinho Filho, Comandante do 3° Distrito Naval.

Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste

“Daqui Patrulhamos a maior parcela da nossa Amazônia Azul e guarnecemos as águas jurisdicionais Brasileiras no Nordeste”

Histórico

A origem deste grupamento remota a década de 40, quando da criação do Esquadrão de caça Submarino, que depois da Segunda Guerra Mundial foi transformado em Força-Patrulha Costeira do Nordeste (FORPACONE) e , posteriormente, no Grupamento Naval do Nordeste (GNNe), por meio do Aviso Reservado do Ministro da Marinha n° 2106 de 08/09/1967, que adotou a nova Organização Administrativa para as Forças Navais.

Na ocasião, o Grupamento Naval do Nordeste era composto pelos seguintes navios:

  • Corveta “IPIRANGA”
  • Corveta “FORTE DE COIMBRA”
  • Corveta “PURUS”
  • Corveta “CABOCLO”; e
  • Navio-Patrulha “PIRAJÚ”.

Em 10/07/1981, o GNNE deixou de ser subordinado ao Comando da Base Naval Ary parreiras (atual Base Naval de Natal), e passou a constituir um Comando de Força independente, sob a denominação de Comando do Grupamento Naval do Nordeste (ComGrupNNE), com a nomeação para Comandante de um Capitão-de-Mar-e-Guerra de Corpo da Armada. A partir de 26/01/1996 o Comando passou  a ser exercido por um Capitão-de-Fragata. Em cumprimento a Portaria n° 192/MB/2006, o Comando do Grupamento Naval do Nordeste (ComGrupNNE) teve sua denominação alterada para Comando do Grupamento de Patrulhamento Naval do Nordeste (ComGptPatNavNE).

 

A Missão

O ComGptPatNavNE tem como missão, na área do jurisdição do 3° Distrito Naval, realizar socorro e salvamento marítimo, patrulha costeira e inspeção naval, a fim de contribuir para a salvaguarda da  vida humana e para a segurança e controle dos interesses do Brasil no mar.

Constituem atividades do ComGptPatNavNE:

  • Executar o serviço de busca e salvamento marítimo, apara ao qual são mantidos 2 navios de prontidão, designados “Navio de Serviço Distrital e Navio de Salvamento”, e cuja finalidade é a salvaguarda da vida humana no mar e o salvamento de material que ofereça perigo à navegação. Nossa área de atuação abrange 1553500 milhas náuticas quadradas e estende se além da ilha de Ascensão, no meio do Oceano Atlântico. Tal área corresponde à cerca de 63% do território nacional ou 50% do continente europeu, incluindo a região ocidental da Rússia; Para que se tenha uma melhor idéia das distâncias envolvidas, a distância em linha náutica corresponde à distância terrestre entre o Rio de Janeiro e a cidade de Maceió.
  • {A área marítima, sob jurisdição do 3º Distrito Naval, é compreendida entre as linhas de marcação de 019º e 115º, com origem, respectivamente, nos pontos do litoral brasileiro das dividas entre os Estados de Piauí-Ceará e Alagoas-Sergipe, bem como a área marítima correspondente às ilhas de Fernando de Noronha, Arquipélago de São Pedro e São Paulo e Atol das Rocas.(https://www.mar.mil.br/com3dn/paginas/fotosar1.html);( https://www.mar.mil.br/com3dn/paginas/fotosar2.html) }*[ retirado do link https://www.mar.mil.br/com3dn/paginas/salvamarne.html]
  • Efetuar a patrulha costeira, realizada permanentemente até os limites da ZEE, para fiscalizar e proteger os interesses nacionais oriundos da Convenção das Nações Unidas para o Direito do Mar;
  • Efetuar a inspeção naval, eventualmente em conjunto com o IBAMA, para garantir o cumprimento da legislação e regulamentação relativas a seguranças de navegação e a preservação das espécies marinhas;
  • Participar das operações navais e exercícios determinados pelo 3° Distrito Naval, como as operações de defesa de porto e de reboque, entre outras; e
  • Presta apoio eventual a manutenção da Estação Cientifica do Arquipélago de São Pedro e São Paulo, bem como as atividades náuticas da sociedade local ou atividades de defesa civil.

O ComGptPatNavNE também contribui, em apoio ao Hospital Naval de Natal (HNNa), para o tratamento das doenças descompressivas resultantes de acidente de mergulho, por meio de sua Câmara de Recompressão.

Navios Subordinados/Meios Operativos:

  • RbAM “TRIUNFO”
  • P-40 “GRAJAÚ”
  • P-41 “GUAÍBA”
  • P-42 “GRAÚNA”
  • P-43 “GOIANA”
  • AviPa “BARRACUDA”

Veja outras fotos da passagem de comando, clicando aqui.

Tags: , , ,

Jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

5 Responses to “Poder Naval na cerimônia de passagem de comando do ComGptPatNavNE” Subscribe

  1. Jaguar 29 de janeiro de 2011 at 18:07 #

    Ta de Parabens Joker Excelente Materia

  2. Luiz Padilha 29 de janeiro de 2011 at 18:34 #

    Meus parabéns pelo seu trabalho. Excelente meu amigo!
    Bravo Zulu!

  3. azvdo.mar 29 de janeiro de 2011 at 18:49 #

    Agradeço a gentileza do blog, especialmente ao Galante e ao Ícaro.

  4. Joker 29 de janeiro de 2011 at 18:59 #

    Obrigado Primo e Padilhão

  5. Joker 29 de janeiro de 2011 at 19:33 #

    A disposição Comandante Azevedo

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Fornecedores nacionais do Prosub

Scorpène - Tunku Abdul Rahman

Respondendo à questão do leitor Oganza, segue anexa a lista de itens que a Marinha do Brasil pretende nacionalizar no […]

Mensagem do Comandante da Marinha insiste no Prosuper mas é discreta sobre meios navais

Esquadra A12

Roberto Lopes Autor do livro “As Garras do Cisne” Exclusivo para o Poder Naval Os 38 minutos da Mensagem de […]

Lançamento do livro ‘Monitor Parnaíba – 75 anos’, no dia 19 de dezembro, em São Paulo

Livro Monitor Parnaíba - 75 anos -  Capas - WEB

A editora Aeronaval Comunicação, que produz a revista Forças de Defesa, está lançando a primeira edição do livro “Monitor Parnaíba […]

Amazul assina contrato com a Mectron para projeto do IPMS do submarino de propulsão nuclear

Submarino com propulsão nuclear Álvaro Alberto

No mês de dezembro, a Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. (Amazul) assinou um contrato com a Mectron para o […]

Compre sua revista Forças de Defesa 12ª edição

Forças de Defesa 12 - capa e miolo 2 - destaque

Saiu a Revista Forças de Defesa 12ª edição, com 120 páginas! a versão impressa está disponível para compra pela Internet e […]