Renata Giraldi – Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Brasil e a Argentina firmarão amanhã (14) um acordo na área de defesa estratégica. Os ministros da Defesa da Argentina, Arturo Puricelli, e do Brasil, Nelson Jobim, assinarão, em Buenos Aires, uma declaração conjunta na qual vão reafirmar a importância da relação estratégica entre os dois países. As informações são do Ministério da Defesa da Argentina (Nota do Poder Naval – para ler a nota original em espanhol, clique aqui)

Na passagem amanhã por Buenos Aires, Jobim visitará o Complexo Industrial Naval Argentino, onde vai conhecer de perto o Tandanor, considerado um dos maiores estaleiros de reparação naval da América do Sul, e a oficina de construção da Marinha.

A visita de Jobim ao país vizinho estava marcada para o mês passado. Mas, segundo a Embaixada da Argentina no Brasil, foi adiada a pedido do ministro em decorrência das enchentes e deslizamentos na região serrana do Rio de Janeiro. Na ocasião, o Ministério da Defesa foi um dos órgãos federais que deu apoio ao estado.

A declaração que será assinada por Jobim e Puricelli foi negociada pelas presidentas brasileira, Dilma Rousseff, e argentina, Cristina Kirchner, no último dia 31. Na primeira viagem de Dilma ao exterior, ela assinou 14 protocolos em diversas áreas – comercial, tecnologia, ciência, entre outras.

Segundo Dilma, a parceria com a Argentina é fundamental para o fortalecimento da América Latina. De acordo com a presidenta, o objetivo da sua gestão é reforçar os vínculos já existentes com o país vizinho para beneficiar o Brasil e a Argentina.

FONTE: Agência Brasil

FOTOS: Tandanor e JC Cicalesi/S Rivas

Tags: , , ,

QUEM É Fernando "Nunão" De Martini

Veja todos os posts de Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

2 Comentários para “Brasil e Argentina firmam nesta segunda-feira acordo na área de defesa estratégica”

  1. Mauricio R. 13 de fevereiro de 2011 at 18:27 #

    O synchrolift que os argentinos tem em Tandanor, é mais capaz daquele que a MB tem em Aratú????

  2. MO 14 de fevereiro de 2011 at 13:59 #

    o do Tanador é mais capas do que de Aratu, ele eh maior e mais capacitado

    A proposito, oia dois navios brasucas nerle, o Intrépido e o Angemim (In memorium)

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

França confirma: em 2017 sai o projeto de sua ‘fragata de tamanho intermediário’ – FTI

Fregate de Taille Intermediaire

  O Ministério da Defesa francês confirmou oficialmente, na segunda semana de abril, que sua Marinha terá, dentro de dois […]

Siroco volta à França para aguardar seu próximo destino, sob outra bandeira

06TLN0176i0228

  O navio de desembarque-doca Siroco (L 9012), da Marine Nationale, ingressou, no início da tarde deste domingo (26.04), no […]

Compre e baixe agora a versão digital da revista Forças de Defesa 13ª edição

Anúncio Forças de Defesa Digital

Agora ficou mais fácil ler a melhor revista de Defesa do Brasil de qualquer lugar do mundo, no computador, no […]

Maquete na web pode indicar que China terá navio de assalto anfíbio de 40 mil toneladas

LHD chinês

Imagens da maquete 3D de um porta-helicópteros de assalto anfíbio postadas, na quarta-feira 22 de abril, em páginas da web […]

Colômbia adia por seis anos a entrada em operação de sua nova fragata

F125

  A Marinha da Colômbia adiou por seis anos – de 2019 para 2025 – a entrada em operação da […]