A Marinha do Brasil, representada pela Força Naval Componente Solimões (FNC 100), tem utilizado o Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) durante a Operação “Amazônia 2011”, exercício conjunto entre a Marinha, o Exército e a Aeronáutica, que acontece até o dia 3 de junho.

O emprego do VANT, denominado “Carcará”, tem o propósito de aprimorar o adestramento das tropas na Operação “Amazônia”, auxiliando no reconhecimento de áreas de difícil acesso, compilação do quadro tático e indicação de possíveis alvos de forma silenciosa e sutil.

Dentre outros recursos, o aparelho é equipado com uma câmera de 360º, que permite acompanhar o movimento de alvos. O modelo utilizado pode voar durante uma hora e meia, num raio de, aproximadamente, oito quilômetros. Chega a 3 mil metros de altura e tem velocidade máxima de 75 quilômetros por hora.

A utilização desse modelo, fabricado por uma empresa nacional, com a mais moderna tecnologia conhecida, permite incursões de tropas de maneira segura e eficaz, poupando custos relativos a material, bem como vidas humanas.

A Operação “Amazônia” é o nono exercício desse porte realizado na Região Amazônica desde 2002, envolvendo, este ano, aproximadamente 4.500 militares, e tendo o propósito de aprimorar o adestramento das três Forças para atuar, de forma coordenada e eficaz, em conflitos convencionais no ambiente de selva.

Tags: , , , ,

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

Um comentário para “Marinha do Brasil utiliza VANT na Operação ‘Amazônia 2011′”

  1. thally 5 de março de 2013 at 20:16 #

    Muito bom, esta de parabéns esse site .. Deu para entender perfeitamente o que é VANT e aprender um pouco mais !! 3 bjs (:

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Segundo Mistral russo pronto para as provas de mar

Os dois navios da classe Mistral destinados à Rússia

  O porta-helicópteros Sebastopol, segundo navio de assalto anfíbio classe Mistral construído pelo estaleiro DCNS para a Marinha da Rússia, […]

Navantia oferece renovar esquadra peruana com fragata de porte médio

Navantia_F-538_Frigate_Peru_Avante_NAVDEX_2015_2

No momento de seu maior investimento na renovação das forças navais sul-americanas, o grupo espanhol Navantia – que acaba de […]

Ante a resistência dos peruanos, Bolívia acerta com Uruguai saída para o mar

MINOLTA DIGITAL CAMERA

As chancelarias da Bolívia e do Uruguai começaram a discutir os termos de um convênio que dê sentido prático ao […]

Nascido para dominar

USS Vincennes

A história da primeira expedição científica de circum-navegação dos Estados Unidos mostra que a jovem nação buscava um lugar no […]

O site histórico NGB – Navios de Guerra Brasileiros está de volta à ativa

ngbcapa2

O site NGB – Navios de Guerra Brasileiros, o maior registro histórico online de navios brasileiros, está de volta. O […]