Na terça-feira passada, 12 de julho, a família de aviões de combate F/A-18 atingiu o marco de 8 milhões de horas de voo acumuladas desde que entrou em serviço na Marinha dos EUA (USN), há aproximadamente 35 anos. O marco foi noticiado no site da Marinha dos EUA, a maior operadora desses aviões, mas o número inclui as horas voadas não só pela USN e USMC (Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA) e o esquadrão de demonstração Blue Angels, mas de todos os sete países que empregam as aeronaves da família.

Representantes tanto dos F/A-18 Hornet quanto do F/A-18 Super Hornet e do mais novo membro, o EA-18G Growler, estavam voando missões de combate quando o marco foi atingido. O capitão Mark Darrah, que é gerente de programa do escritório responsável pelos programas F/A-18 e EA-18G, disse que “estamos orgulhosos em comemorar esse marco no ano do centenário da aviação naval (norte-americana).”

Atualmente, há 1.478 aviões da família (entre Hornet, Super Hornet e Growler) que fazem parte de 63 esquadrões da ativa, da reserva, de treinamento e pesquisa, desenvolvimento, teste e avaliação da USN e do USMC (Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA). Como reconhecimento pela contribuição para atingir o marco, todas as tripulações voando F/A-18 e EA-18G às 9horas da manhã (em seus horários locais) de 12 de julho de 2011 receberão uma bolacha comemorativa e um certificado.

FONTE / FOTOS: Marinha dos EUA (USN)

Tags: , , ,

QUEM É Fernando "Nunão" De Martini

Veja todos os posts de Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

2 Comentários para “Família F/A-18 chega à marca de 8 milhões de horas de voo”

  1. Vader 18 de julho de 2011 at 21:04 #

    Belas fotos.

  2. Mauricio R. 19 de julho de 2011 at 19:59 #

    Para uma aronave tão criticada e “cheia” de “defeitos”, um tremendo sucesso!!!
    Será que sobrou algum “Tomcat” inteiro, prá miar de raiva???

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Lançado o destróier Hobart da Marinha Real Australiana, primeiro de uma nova classe de três

lançamento Hobart da RAN - foto Marinha Australiana

  Navio de 7000 toneladas e 146,7 metros de comprimento é desenvolvimento do tipo F100 espanhol, e conta com sistema […]

Helicópteros de vigilância e controle Merlin Mk2 da RN utilizarão radar e sistema de missão da Thales

Helicóptero Merlin - seleção radar Thales Searchwater e sistema Cerberus - imagem Thales via MD UK

Sistema de missão Cerberus e radar Searchwater de nova geração da Thales equiparão as aeronaves, após seleção realizada pela Lockheed Martin, principal […]

Compre e baixe agora a versão digital da revista Forças de Defesa 13ª edição

Anúncio Forças de Defesa Digital

Agora ficou mais fácil ler a melhor revista de Defesa do Brasil de qualquer lugar do mundo, no computador, no […]

Os novos ventos do Oriente: ideia de ‘navios asiáticos’ é levada ao Comandante da Marinha

A Type 054A "Liu Zhou" esteve no Rio de Janeiro em 2013

  Roberto Lopes Enviado Especial ao Rio Há cerca de duas semanas, um grupo empresarial integrante da BID (Base Industrial […]

Cortes adiam término do Estaleiro de Construção de submarinos e a reforma do A12

O primeiro submarino S-BR em construção em Itaguaí-RJ - Foto Ricardo Pereira

  Roberto Lopes Enviado Especial ao Rio A eliminação de 24,8% do orçamento do Ministério da Defesa previsto para o […]