Montevidéu – O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Uruguai defendeu a presença, no Porto de Montevidéu, de uma embarcação científica da Marinha britânica que partiu na quarta-feira com destino às Ilhas Malvinas, território sobre o qual a Argentina reclama soberania.

O vice-ministro do Uruguai, Roberto Conde, disse ao jornal uruguaio El Observador que “não podem entrar barcos com bandeira das Malvinas ou barcos de guerra” no país, mas que “este é científico, e por isso pode ingressar”.

Trata-se do HMS Protector, um navio quebra-gelo que desde o ano passado realiza tarefas de patrulhamento e exploração científica no Atlântico Sul, no entorno das Malvinas e da Antártida.

O governo de José Mujica anunciou, em Dezembro do ano passado, a proibição da entrada de embarcações com bandeira inglesa. A medida teve fins pacíficos e foi realizada em apoio à Argentina, mas provocou mal-estar com o governo britânico.

As Ilhas Malvinas estão sob controlo da Grã-Bretanha desde 1833.

Buenos Aires travou com um conflito armado com Londres, em 1982, mas não conseguiu conquistar o arquipélago.

FONTE: Angolapress

Tags: , , , , ,

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

5 Comentários para “País defende presença de navio britânico em Montevidéu”

  1. Corsario137 5 de janeiro de 2012 at 16:35 #

    Roeram a corda =(

  2. Luiz Padilha 5 de janeiro de 2012 at 19:03 #

    Então roemos tb. Este navio estava aqui na BNRJ a coisa de 1 mes atrás.

  3. MO 5 de janeiro de 2012 at 21:45 #

    oia, nosotros tambiem sauemos monos

    quer dizer que nao pude entrar “barcos de guerra” (SIC) ahora navios, o tal buque de guerrra pude, pero que si pero que no

    Tem mais naciones que no son muy seria tambiem

    ou seja o H do aga eme esse, a funçion de nAVIO DE PATRULHA POLAR E A GUARNIÇÃO DOS rm AS BORDO SO DE ENFIEITE SENHOR MINISTRO RIDICULON Y BURRON

    (não que seja contra a atracação de embarcações dos inglesicos la, eh pela imbessilidade falada pelo senõrd miniestro Sieverieno …

  4. Antonio M 6 de janeiro de 2012 at 8:10 #

    Normal a atitude, partindo da esquerdalha latino americana, que a todo momento tenta ser anti-imperialista mas ao mesmo tempo tem de admitir que a queda dos “imperialistas” significa a queda, crise na AL também …..

  5. GUPPY 8 de janeiro de 2012 at 0:46 #

    O Poder Naval tem mais fotos do HMS Protector? Gostaria de vê-lo de proa. E alguém tem os dados dele tipo ano de batimento de quilha, construtor, velocidade máxima, crew, deslocamento?

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Prosuper receberá propostas da China e dos EUA

Type 052B Guangzhou class Wuhan (170) guided missile destroyer

  O PROSUPER, programa da Marinha do Brasil (MB) que visa obter 5 navios escoltas, cinco navios-patrulha oceânicos (NPaOc) e […]

Duas boas notícias da MB: assinados novos contratos do MANSUP e revogada a suspensão do contrato do NHoFlu

NHoFlu Rio Branco - foto INACE

Contrato relacionado ao NHoFlu Rio Branco, já entregue, é com o estaleiro Inace. Para o MANSUP,  foram assinados contratos com Avibras e Mectron, marcando […]

Marinha dos EUA gasta US$ 9,1 milhões para manter Windows XP em PCs

usnavy_625

Ainda em processo de transição, marinha americana possui cerca de 100 mil computadores com o sistema operacional já obsoleto da […]

Marinha do Brasil promove estágio a militares bolivianos

bolivianosolda

A Base Fluvial de Ladário (BFLa) realizou, no período de 04 de maio a 19 de junho, Estágio Técnico em […]

Os 150 anos de Riachuelo e suas lições, parte 2:

corveta encouraçada Brasil - maquete Museu Naval RJ - foto A Galante

Quando o inimigo está à vista, o embargo ataca além do horizonte – Fernando De Martini – Nesta segunda parte […]