Home Noticiário Internacional Dixmude versus Vladivostok: descubra as diferenças

Dixmude versus Vladivostok: descubra as diferenças

471
6

Você é bom em “jogo dos sete erros”? Não sabemos se são exatamente sete, ou menos, ou mais. Mas que há diferenças entre os detalhes da versão russa da classe “Mistral” e o mais recente desses navios em serviço na Marinha Francesa, o Dixmude, certamente há.

Compare as ilustrações computadorizadas do primeiro BPC versão russa, o Vladivostok,  com as fotos do Poder Naval do BPC Dixmude, e descubra. Procuramos colocar imagens em ângulos parecidos para facilitar. Clique para ampliar as imagens e boa diversão!

 

 

IMAGENS COMPUTADORIZADAS: DCNS

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo
Marcelo
7 anos atrás

o russo só tem uma ponte, a estrutura à frente da ilha é maior e tem um domo de uma antena, os domos de antenas são diferentes (sistemas russos) e possui sistemas CIWS instalados, no francês só tem os espaços para instalação futura. Mas ficou show! Será que a MB terá um (ou 2) também?

daltonl
daltonl
7 anos atrás

Nos atuais NAes da US Navy, há 3 niveis, ou “pontes” na ilha, o primeiro de baixo para cima, destina-se ao Almirante que comanda todo o grupo de ataque, “Flag Bridge”. O segundo, que é o do meio, é onde encontra-se o capitão do NAe, de onde o navio é dirigido, e o terceiro basicamente responde pelas operações de voo. No Mistral, claramente se ve, que as operações de voo são controladas da parte de trás da ilha, então, é possivel que o nivel mais alto seja uma especie de “Flag Bridge” enquanto que a de baixo seria a ponte… Read more »

Observador
Observador
7 anos atrás

Deixa ver…

Humm, o primeiro é real; o segundo é computação gráfica.

Acertei?

GUPPY
GUPPY
7 anos atrás

E quanto a propulsão? Os russos vão manter os mesmos propulsores usados pelos franceses ou vão substituir por nativos?

Observador
Observador
7 anos atrás

Rsrsrs.

Poxa, estava sendo engraçadinho…

O que “observei” é a quantidade de cúpulas de radar (ou de antenas) no navio russo. Será por causa do frio no ártico, onde o navio será com certeza muito utilizado?

Ou o navio russo terá funcionalidades que não tem o navio francês?

Afora a roda de proa, feita à facão. Precisa de um motivo para lá BOM para aquela coisa horrorosa.