Home Marinha do Brasil Visita de nova embarcação da Marinha a portos africanos evidencia importância estratégica...

Visita de nova embarcação da Marinha a portos africanos evidencia importância estratégica do Atlântico Sul

657
1

O navio-patrulha oceânico “Amazonas”, adquirido pela Marinha do Brasil junto à multinacional BAE Systems, ancorou nesta quinta-feira no porto africano de Mindelo, em Cabo Verde. Trata-se da primeira parada da embarcação no continente africano desde que partiu do porto de Plymouth, na Inglaterra, no dia 8 de agosto.

O “Amazonas” é o primeiro dos três novos navios de 2 mil toneladas comprados pela Marinha do Brasil, em dezembro do ano passado. O destino final é o Rio de Janeiro, onde a embarcação integrará oficialmente a frota da Marinha.

A visita do navio-patrulha a portos africanos atende a interesses estratégicos do Brasil no Atlântico Sul. Segundo o ministro da Defesa, Celso Amorim, a orla atlântica da África é espaço prioritário de cooperação. A parceria na região envolve tanto projetos ligados ao desenvolvimento, como o levantamento de plataformas continentais, quanto atividades de repressão da criminalidade e da pirataria em áreas relativamente próximas de águas jurisdicionais brasileiras.

Na avaliação de Celso Amorim, uma maior aproximação do Brasil permitirá a intensificação da cooperação bilateral com os países daquele continente, em especial na África Ocidental, aumentando o potencial de ganhos conjuntos com os países vizinhos do Atlântico.

Questões de segurança também tornam a área importante do ponto de vista estratégico. Entre elas, o interesse brasileiro em tornar o Atlântico Sul livre de armas nucleares e de rivalidades militares. O uso pacífico do oceano, associado à ampliação estratégica do tráfego marítimo, poderão fazer da cooperação entre o Brasil e seus parceiros africanos uma ferramenta para garantir que o Atlântico Sul siga como uma via segura de comércio.

O trajeto do navio-patrulha “Amazonas” até o Rio de Janeiro deve ser concluído na primeira semana de outubro. No continente africano, a embarcação passará, além de Mindelo, pelos portos de Cotonou, em Benim, e Lagos, na Nigéria, além de São Tomé, em São Tomé e Príncipe, país insular localizado a cerca de 300 km da costa Ocidental da África.

Segundo a Marinha, o “Amazonas” entra em operação imediata após seu recebimento. Outras duas embarcações adquiridas junto à BAE Systems – os navios-patrulha “Apa” e “Araguari”, que também receberam nomes de importantes rios brasileiros – serão incorporadas à força naval brasileira até o final de 2013.

FONTE: Ministério da Defesa

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Ozawa Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ozawa
Visitante
Member
Ozawa

Típica matéria extraída das fontes oficiais. Que título mais sofismático. Como se essa “nova embarcação” fosse um cruzador AEGIS, uma Fragata FREMM ! Mas não, essa “nova embarcação” da MB é um patrulheirinho sub-armado, apenas cheirando à tinta, com uma vida útil de pelo menos 70 anos até o próximo programa de reaparelhamento… Não prova nada, não traz segurança alguma, não interfere na geo- estrátégia do Atlântico Sul em nada ! Um ponto medíocre no oceano ! E, é claro, com a bandeira do Brasil em seu mastro… Ora, vão às favas com essa matéria Ministério da Defesa ! Defesa… Read more »