Amanhã (06) acontecerá a cerimônia de comissionamento do contratorpedeiro USS ‘Michael Murphy’ (DDG 112) da Marinha americana. O evento será sediado em Manhattan.

O navio foi nomeado em homenagem ao Navy SEAL, Tenente Michael Murphy, que recebeu postumamente a Medalha de Honra, por sua atuação na Operação Red Wings, no Afeganistão, em 28 de junho de 2005.

Murphy comandava uma equipe com mais quatro homens, com a missão de encontrar um líder do Talibã no terreno montanhoso próximo a Asadabad, quando foram emboscados por uma força maior e em posição de vantagem tática. Ferido mortalmente, Murphy propositalmente deixou sua posição protegida em busca de sinal que lhe permitisse se comunicar com o centro de comando da operação.

Enquanto era atingido repetidas vezes, o tenente informou a localização de sua equipe e pediu apoio imediato. Em seguida, retornou à posição para continuar o combate, até que não resistiu aos ferimentos.

O secretário da Marinha, Ray Mabus, conduzirá a cerimônia de entrega, e Maureen Murphy será a madrinha do navio que leva o nome de seu filho.

“Este navio honra o serviço, a coragem e o sacrifício do tenente Michael Murphy, assim como seus irmãos da Operação Red Wings, seus companheiros SEALs, operadores especiais e pessoal em serviço, que respondem ao chamado do dever todos os dias”, declarou Mabus. “É absolutamente apropriado que o USS Michael Murphy carregue o tridente símbolo dos SEALs em seu brasão pois, assim como Michael e cada Navy SEAL que conquistou a honra de usar esse tridente, este navio é feito para combater às ameaças na superfície e abaixo dos oceanos, e também no ar e na terra”.

O Ct Michael Murphy é o 62º contratorpedeiro da classe Arleigh Burke, capacitado para operações de presença marítima em tempos de paz, gerenciamento de crise e controle do mar, e projeção de poder. O navio é capaz de combater alvos na superfície, submersos e no ar simultaneamente, e será armado com um arsenal de defesa variado.

“O USS Michael Murphy é o navio mais flexível, letal e versátil de sua classe. E representa a espinha dorsal da nossa frota de superfície”, declarou o Almirante Jonathan Greenert, chefe de operações navais. “É um dos melhores contratorpedeiros do mundo, e navegará ao redor do globo conquistando aliados, projetando poder e defendendo nossa nação. Assim como o tenente Michael Murphy, que lhe dá o nome, este navio servirá para proteger e vencer nessa era de incertezas”.

O Capitão-de-Fragata Thomas E. Shultz será o comandante à frente do contratorpedeiro e sua tripulação de 279 oficiais e praças. O USS Michael Murphy desloca 9.200 toneladas, com 155 metros de comprimento, 20m de boca,  9,30m de calado. O navio é movido por quatro turbinas a gás que lhe conferem velocidade de até 30 nós.

FONTE: Naval Today

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

19 Responses to “Marinha americana comissiona o contratorpedeiro USS ‘Michael Murphy’ (DDG 112)” Subscribe

  1. MO 5 de outubro de 2012 at 15:30 #

    Zé me corrije ai se eu estiver errado, o bandeirão não é usado ao termino de uma comissão ? se ele será comissionado pq deste bandeirão ao entrar em NYC ?

  2. Nicholle Murmel 5 de outubro de 2012 at 15:40 #

    MO,

    No texto do Naval Today, a data do comissionamento constava como 6 de outubro. Em outras fontes que eu pesquisei a data também é essa. Então talvez as fotos sejam do lançamento, que aconteceu em maio. Segue um dos links que eu achei confirmando o comissionamento pra amanhã.

    http://www.ussmichaelmurphy.org/

  3. Ricardo Cascaldi 5 de outubro de 2012 at 15:53 #

    Pessoal! Um OFF pra vocês:

    A.R.A. Libertad está parado em um porto de Ghana, governo argentino tá precisando pagar contas atrasadas.

    http://m.apnews.com/ap/db_268743/contentdetail.htm?contentguid=A8PQaCB6

  4. MO 5 de outubro de 2012 at 16:58 #

    Blz Nicholle, mas não são não, nenhum navio é lançado e sai navegando, estas fotos são recentes, não duvido a data da incorporação e sim o pq do bandeirão sem o navio ter sido comissionado e não estar em comissão

  5. MO 5 de outubro de 2012 at 17:00 #

    Vivendo e aprendendo, juro que não sabia que um navio oficial poderia ser arrestado

  6. AlexJ 5 de outubro de 2012 at 20:44 #

    MO e Ricardo,

    O arresto do navio-escola argentino em Gana se deu por um pedido de uma corte de Nova Iorque. O objetivo da medida é forçar o pagamento aos fundos de risco que ainda possuem títulos da dívida soberana dos “hermanos”, e que agora estão cobrando judicialmente os borrachudos.
    Esses fundos, chamados de “abutres”, adquirem papéis de altíssimo risco financeiro para depois especularem com eles. Os títulos em questão são da época da moratória argentina de 2001. Em 2005, Nestór Kirchner realizou uma esterilização forçada da dívida que consistia em aceitar pagá-la desde que com um escorchante desconto de 75%. Resumindo, quem tinha, por exemplo, um título de valor de 1000 recebeu 250. Os fundos abutres não aceitaram essa reestruturação forçada e disputam nas justiças dos EUA e da Europa o pagamento correspondente ao valor de face dos papéis.
    Como a ré na ação é a República Argentina, a justiça manda bloquear qualquer bem em nome dela que estija ao alcance. Faz alguns meses que os salários do pessoal diplomático argentino também foi bloqueado para o pagamento desses fundos. Os hermanos conseguiram provar que o dinheiro pertencia aos funcionários e a justiça mandou liberá-lo.

  7. daltonl 5 de outubro de 2012 at 22:01 #

    Até porque Nicholle o lançamento foi em maio, mas do ano passado.

    A foto mostra o futuro USS Michael Murphy chegando em Nova York dia primeiro deste mês e não querendo ser preciosista, ele ainda é um
    PCU , unidade pré-comissionada e somente após a cerimonia de comissionamento amanhã, que sempre ocorre aos sabados ele será um USS, United States Ship.

    O destino do futuro USS Michael Murphy será Pearl Harbor onde fará parte do DESRON 31.

  8. MO 5 de outubro de 2012 at 22:41 #

    tks Alex, trabalhei com agenciamento maritimo sempre achei que navios oficiais eram isentos disto … como falei vivendo e aprendendo e totalmente surpreso com isso, se eu fosse seu agente em Tema tava phod…o pra resolver esta nem imagino (se bem que quem cuida disto eh o P&I e os advogados da agencia …

  9. gferreira 5 de outubro de 2012 at 23:35 #

    MO e Nicholle – Na Marinha de Guerra, esta matperia está em http://www.mar.mil.br/menu_v/cerimonial_mb/cerimonial.pdf

    Na Marinha Mercante (ainda na nacional brasileira) na NORMAN 22, item 4.

    O hasteamento do “bandeirão”, parece, está certo. Franco Ferreira

  10. daltonl 6 de outubro de 2012 at 0:26 #

    MO…

    não sei se ajuda, mas navios passam a fazer parte da “battle force” quando são aceitos pela US Navy, vários meses antes do comissionamento, no caso especifico do DDG 112, ele foi aceito em
    maio deste ano então outra razão para o “bandeirão” antes do comissionamento.

    abs

  11. Requena 6 de outubro de 2012 at 8:02 #

    “O Ct Michael Murphy é o 62º contratorpedeiro da classe Arleigh Burke”

    Putz. Foi ler isso ai e já entrei em depressão… :(

  12. daltonl 6 de outubro de 2012 at 9:56 #

    E ainda assim são poucos ! A meta da US Navy é possuir no minimo 90 grandes combatentes de superficie, hoje, são 84, isto se, de fato não forem descomissionados 4 cruzadores no próximo ano.

    O 63º Arleigh Burke teve sua cosntrução iniciada recentemente e será o futuro USS John Finn e a construção de outros 3 já está sob contrato.

  13. shipbuildingbr 6 de outubro de 2012 at 11:38 #

    MO sem prolongar muito, o que aconteceu, e ja faz um tempo, é que o bandeirão foi banalizado.

    A USN foi abra$@#$@#da e dai aconteceu isso. O resto o Dalton já completou no padrão.

    Foi efeito de um Boatswain Mate chamado Severinsky, que na 13ª dimensão teve uma luz e uma crise de inferioridade quando um belo dia viu uma daquelas fotos do Gloria com a bandeira maior que o proprio.

    Antes do fim dos tempos você ainda vai ouvir falar do USS Destroyer (separa) Fulano de tal.

  14. daltonl 6 de outubro de 2012 at 12:21 #

    Zé…

    na minha opinião deveriam ter “banalizado” muito antes, já que é bom para instigar o espirito patriota, orgulho do navio, não apenas da tripulação mas dos que assistem de terra, além de favorecer um “fotex”.

    No mais, como vc sabe, o “bandeirão” é usado em ocasiões importantes, sendo a bandeira de tamanho regular utilizada a maior parte do tempo.

    abs

  15. MO 7 de outubro de 2012 at 1:16 #

    ou seja estamos exportandoSecretários da Navy Celsos, Capt Ferreirões, CB Severinos … daquiapouco começam entao as “paradas navais” em New Shit Done, Idaho, Ohio, Massachussets/RI, aomde todo mundo “se liga nisto” igulzinho a certos locais de torcedores do Bomsucesso localmente …

  16. MO 7 de outubro de 2012 at 1:23 #

    é no caso alem de tudo fica com mais sentido

    PS acho horrivel isso … nao curto bandeira nacional na lateral do mastro principal …

  17. MO 7 de outubro de 2012 at 1:25 #

    Tks Franco

  18. shipbuildingbr 7 de outubro de 2012 at 11:52 #

    Exato Dalton esqueci de comentar isso com o MO. A grandona é fim de comissão e também para datas importantes e festivas, do Pais, da Marinha e mesmo da propria unidade.

  19. Ozawa 8 de outubro de 2012 at 21:52 #

    Isso sim, numa Marinha de Guerra, com sua chegada, merece todas as vivas, os pífaros, as trombetas, o rufar dos tambores, as palmas, os fogos, e tudo mais que haja fôlego ou ruído de que se possa extrair, para que se saiba: chegou um navio de guerra !

    E com as vênias de opiniões contrárias, mas só mesmo numa ‘guarda costeira’, um naviozinho patrulha sub-armado de m@#da, tem recepção equivalente…

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

NDCC ‘Mattoso Maia’ pode ser o próximo navio da MB a dar baixa

G28

Segundo uma fonte, o Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) Mattoso Maia (G28) pode ser o próximo navio da […]

Navio de Desembarque Doca ‘Ceará’ finaliza PMG com êxito

NDD Ceará

  O Navio de Desembarque-Doca (NDD) “Ceará” finalizou com êxito o seu Período de Manutenção Geral (PMG) em novembro de […]

92º Aniversário da Diretoria de Aeronáutica da Marinha

NA FOTO, POR OCASIÃO DA COMEMORAÇÃO DO 92º ANIVERSÁRIO DA DAerM, VÊ-SE REUNIDOS COM O ATUAL DAerM, EM PÉ À ESQUERDA, CA PRIMO, MAIS SETE OFICIAIS-GENERAIS, TODOS EX-DIRETORES DE AERONÁUTICA DA MARINHA.

Apenas dezesseis anos após o primeiro voo do “mais pesado do que o ar”, os olhos atentos do então Ministro […]

Veja no ForTe: Exército Brasileiro vai escolher seu blindado 4×4

Avibras Tupi

O Projeto Estratégico Guarani, do Exército Brasileiro, deve selecionar em breve o vencedor do Programa VBMT-LR (Viatura Blindada Multitarefa, Leve de […]

Temas ausentes

Esquadra-Brasileira

Mario Cesar Flores Dois temas que frequentam o cotidiano da mídia mundial estiveram ausentes das campanhas eleitorais de 2014: relações […]