sexta-feira, março 5, 2021

Saab Naval

Porta-aviões Charles De Gaulle próximo à costa da Síria

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Autoridades franceas confirmaram ontem (11) que o navio-aeródromo Charles De Gaulle se encontra no Mar Mediterrâneo, próximo à costa da Síria.

O ministro da defesa francês, Jean-Yves Le Drian, declarou à emissora BFMTV que, apesar de soldados da Troupe de Marines estarem à bordo do navio, não significa que a França esteja se preparando para uma intervenção militar em território sírio.

Porém, Le Diran justificou a presença do porta-aviões como parte da política de Paris para manter a prontidão contra qualquer ameaça. O ministro declarou também que a embarcação não está conduzindo nenhum exercício militar na área. O porta-aviões americano USS Dwight D. Eisenhower e pelo menos cinco navios da Marinha Real britânica também estão no Mar Mediterrâneo. Em 20 de março de 2011, o Charles de Gaulle foi enviado à região para reforçar o bloqueio do espaço aéreo sobre a Líbia.

O povo sírio deve decidir seu próprio futuro, segundo o ministro. No entanto, avisa que a França tomaria uma postura severa caso o governo em Damasco usasse armas químicas – cruzando uma “linha vermelha” de acordo com Le Drian.

No último dia 3, o presidente dos Estados unidos, Barak Obama denunciou que a Síria pretendia utilizar armas químicas contra os rebeldes e alertou para as consequências dessa medida.

O secretário geral da OTAN, Anders Fogh Rasmussen, avisou também ontem que o uso dessas armas na Síria resultaria em resposta militar imediata. Ao mesmo tempo, Damasco nega as alegações.

FONTE: PRESS TV via Naval Open Source Intelligence (Tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

- Advertisement -

2 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
daltonl

Não é uma foto recente do CDG, mas provavelmente uma das melhores
quando se trata de convoo cheio. Outros angulos desta mesma foto
mostraram um total de 12 Rafales M, 14 SEM, 2 E-2C e 2 helicopteros,
totalizando 30 aeronaves no convoo, provavelmente toda a ala aerea com exceção de outros 2 helicopteros.

TCovatti

RT @podernaval: Porta-aviões Charles De Gaulle próximo à costa da Síria: Autoridades franceas confirmaram ontem (11) que o n… http:// …

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Relembre a entrevista com um comandante de submarino da Marinha do Brasil

Há cerca de 20 anos o Poder Naval Online entrevistou, por meio do colaborador Bruno Fagundes, um comandante de...
- Advertisement -
- Advertisement -