quarta-feira, fevereiro 24, 2021

Saab Naval

Estrutura do USS ‘Gerald R. Ford’ está 90% concluída, segundo estaleiro

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Segundo informações da Huntington Ingalls, os trabalhos na estrutura do futuro navio-aeródromo da classe Ford, USS ‘Gerald R. Ford’, já estão 90% concluídos. A construção do navio está dentro das previsões, que apontam o lançamento do porta-aviões para 2013, e a entrega à Marinha americana para 2015.

O Gerald R. Ford está em construção no estaleiro da Newport News Shipbuilding, divisão da Huntington Ingalls no estado da Virginia, desde novembro de 2009, e segundo dados da empresa, cerca de 3.500 trabalhadores estão envolvidos no projeto. O porta-aviões está sendo montado usando método modular, em que partes menores são soldadas para compor as unidades principais da estrutura.

Os navios-aeródromos da classe Ford apresentarão uma nova planta nuclear, catapultas eletromagnéticas, e aprimoramento na movimentação dos sistemas de armas e no convoo.

FONTE: The Republic via Naval Open Source Intelligence (tradução e adaptação do Poder Naval)

- Advertisement -

5 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
ernaniborges

Parece uma colcha de retalhos.
Eles reaproveitam chapas de aço de outros navios desativados ?

GUPPY

Se não fosse pelo dique, a primeira vista, está parecendo Aliaga, Alang,…

daltonl

Ernani…

apesar deles não reaproveitarem chapas de aço, como curiosidade, os
4 últimos NAes, CVNs 74, 75, 76 e 77 receberam ancoras e correntes
dos CVs da classe Forrestal, 59, 60, 61 e 62, apesar de que no caso
do último apenas uma ancora e ambas correntes foram aproveitadas.

Guppy…

também como curiosidade, o “dique” que vc mencionou é a maior doca seca do chamado hemisfério ocidental, trata-se da doca seca nr 12 com mais de 660 metros de comprimento, que pode ser dividida em duas partes quando necessário.

abraços

GUPPY

OK, Dalton. Obrigado pela info. Poor Almirante Régis (o dique) que só recebe o A12 com muita manobra.

Abraços

Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto, afinal tem a ver c/ “flattops”, porta-aviões e anfíbios, em Norfolk, p/ o Natal!!!

(http://blogs.defensenews.com/intercepts/2012/12/home-for-christmas-9-flattops-at-norfolk-dec-20-2012/)

- Advertisement -

Posts mais comentados

EXCLUSIVO: Marinha estuda compra de caças F/A-18 Hornet ‘por oportunidade’

Por Roberto Lopes* O assunto emergiu na manhã da sexta-feira, 10, durante a cerimônia de troca de comando na Diretoria...
- Advertisement -
- Advertisement -