No Credit Check Payday Loans

Segundo o comandante da Marinha russa, Almirante Viktor Chirkov, a construção de porta-aviões e de uma nova geração de submarinos nucleares estratégicos deve começar entre o período de 2021 até 2030.

“A capacidade geral das forças navais será potencializada com navios-aeródromos, submarinos nucleares de ataque e navios multimissão e de atuação litorânea”, comunicou o almirante, segundo a agência de notícias RIA Novosti. Atualmente, o único navio-aeródromo em operação na Rússia é o Admiral Kuznetsov.

O comandante Chirkov salientou que que a produção em larga escala de uma nova geração de submarinos atômicos de ataque só deve começar depois: .“No período entre 2021 e 2030, além de substituir submarinos lançadores de míssies balísticos obsoletos, também é necessário iniciar a concepção de uma quinta geração de submarinos estratégicos, para que a produção em larga escala comece depois de 2030”.

Junto com esses projetos, o almirante apontou ainda que o comando da Marinha Russa planeja iniciar a construção de submarinos não-tripulados e drones marítimos após 2020: “nós esperamos a produção em quantidade de submarinos não-tripulados e autossuficientes, sistemas de robôs baseados no mar, bem como o desenvolvimento de vários equipamentos para uso no assoalho marinho, e que devem ser lançados a partir de plataformas submersas”, explicou.

FONTES: Naval Today e Voz da Rússia (Compilação, tradução de original em inglês e edição do Poder Naval)

VEJA TAMBÉM:

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

2 Responses to “Rússia terá novos porta-aviões e submarinos não-tripulados, diz comandante da Marinha” Subscribe

  1. Mauricio R. 23 de dezembro de 2012 at 21:36 #

    Venderam 4 submarinos classe “Amur”, p/ os chineses.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Rússia planeja construir maior contratorpedeiro desde 1989 | Poder Naval - Marinha de Guerra, Tecnologia Militar Naval e Marinha Mercante - 18 de fevereiro de 2013

    [...] Rússia terá novos porta-aviões e submarinos não-tripulados, diz comandante da Marinha [...]

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

A participação da Marinha do Brasil na I Guerra Mundial

A segunda-feira, dia 28, marca os 100 anos da I Guerra Mundial. Você sabia que o Brasil enviou oito navios […]

Submarino que jogou Brasil na I Guerra Mundial pode ter sido encontrado

Responsável pelo afundamento do navio brasileiro Macau e pelo sumiço de dois tripulantes brasileiros, o U-93 estaria a uma milha […]

Pesquisadores encontram submarino nazista naufragado com 17 esqueletos dentro

No litoral da ilha de Java, na Indonésia, pesquisadores do Centro Nacional de Arqueologia do local encontraram um submarino nazista […]

Um dia a bordo do submarino ‘Tapajó’ – última parte

A atracação na Base Almirante Castro e Silva e a despedida A manobra de atracação do submarino Tapajó na Base […]

Entrevista com o comandante do submarino ‘Tapajó’, capitão-de-fragata Horácio Cartier

Um dia a bordo do submarino ‘Tapajó’ – parte 3 PODER NAVAL: Comandante Cartier, o senhor poderia falar um pouco […]

Um dia a bordo do submarino ‘Tapajó’ – parte 2

Um submarino de propulsão convencional como o Tapajó tem um funcionamento parecido com um telefone celular: de tempos em tempos […]