Rússia terá novos porta-aviões e submarinos não-tripulados, diz comandante da Marinha

Rússia terá novos porta-aviões e submarinos não-tripulados, diz comandante da Marinha

139
2
SHARE

Segundo o comandante da Marinha russa, Almirante Viktor Chirkov, a construção de porta-aviões e de uma nova geração de submarinos nucleares estratégicos deve começar entre o período de 2021 até 2030.

“A capacidade geral das forças navais será potencializada com navios-aeródromos, submarinos nucleares de ataque e navios multimissão e de atuação litorânea”, comunicou o almirante, segundo a agência de notícias RIA Novosti. Atualmente, o único navio-aeródromo em operação na Rússia é o Admiral Kuznetsov.

O comandante Chirkov salientou que que a produção em larga escala de uma nova geração de submarinos atômicos de ataque só deve começar depois: .“No período entre 2021 e 2030, além de substituir submarinos lançadores de míssies balísticos obsoletos, também é necessário iniciar a concepção de uma quinta geração de submarinos estratégicos, para que a produção em larga escala comece depois de 2030”.

Junto com esses projetos, o almirante apontou ainda que o comando da Marinha Russa planeja iniciar a construção de submarinos não-tripulados e drones marítimos após 2020: “nós esperamos a produção em quantidade de submarinos não-tripulados e autossuficientes, sistemas de robôs baseados no mar, bem como o desenvolvimento de vários equipamentos para uso no assoalho marinho, e que devem ser lançados a partir de plataformas submersas”, explicou.

FONTES: Naval Today e Voz da Rússia (Compilação, tradução de original em inglês e edição do Poder Naval)

VEJA TAMBÉM:

2 COMMENTS

Deixe uma resposta