segunda-feira, abril 12, 2021

Saab Naval

Terceiro submarino da classe Borei começará provas de mar em Junho

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

borei_class

O presidente da estatal russa United Shipbuilding Corporation, Andrei Dyachkov, declarou ontem (01) que o terceiro submarino estratégico de propulsão nuclear da classe Borei (Projeto 955) começará a fase de provas de mar em junho deste ano, no Mar Branco. O Vladimir Monomakh foi lançado em dezembro do ano passado, e a previsão é de que seja comissionado em 2014.

O primeiro navio do Projeto 955, Yury Dolgoruky, foi comissioado à Frota do Norte em janeiro deste ano, e o segundo, Alexander Nevsky, deve ser entregue até o fim de 2013, segundo informaçõs concedidas pela Marinha russa à RIA Novosti.

O Alexander Nevsky está em fase de provas de mar desde 2012 no estaleiro Sevmash. Os testes deste ano serão combinados com os dos mísseis balísticos Bulava, desenvolvidos para serem o sistema de armas principal da classe Borei. Os quatro primeiros submarinos levarão 16 mísseis cada um.

O estaleiro Sevmash deve começar ainda este ano a construção de dois navios do projeto modernizado (955A), o Alexander Suvorov e o Mikhail Kutuzov, capazes de transportar 20 mísseis Bulava. A previsão é que os oito submarinos nucleares sejam entregues à Marinha russa até 2020.

A classe Borei se tornará a peça-chave da força de submarinos russa, e substituirá as classes Typhoon (Projeto 941), Delta-3 e Delta4 (Projeto 667), já obsoletas.

178692650
FONTE: RIA Novosti (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

5 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
aldoghisolfi

É impressionante a facilidade com que os russos constroem nukes…

daltonl

É que houveram atrasos na construção, principalmente do primeiro da classe o Yuriyi Dolgorukyi que foi “laid down” em novembro de 1996 e
comissionado em janeiro ultimo…quase 17 anos e ainda não está operacional, não saiu em patrulha, assim dá esta impressão de que vários estão saindo ao mesmo tempo.

Os 2 outros levarão menos tempo, cerca de 10 e 8 anos para serem comissionados e mais um ano talvez para estarem operacionais e todos os tres usaram parte dos cascos de 3 submarinos Akula II que foram cancelados.

Marcelo

impressionante a comparação de tamanho com o Lada Laika lá perto da cauda! é enorme…

Frank Costa

Isso mostra que o Brasil deve investir pesadamente em ciências exatas como matemática, física e química etc. Construir misseis, navios, aviões, submarinos, eletrônica, radares e satélites etc. São frutos de anos de dedicação em pesquisa que requerem conhecimento sólido em exatas. Sem isso é muito complicado, pois não há transferência de tecnologia, como imagina a mente preguiçosa brasileira.

- Publicidade -

Guerra Antissubmarino

Doutrina de engajamento da US Navy contra submarinos inimigos

A doutrina de Guerra Antissubmarino (ASW) da US Navy (Marinha dos EUA) prioriza a destruição dos submarinos de um...
- Publicidade -
- Advertisement -