FONTE: ochevidets.ru

Tags: , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

13 Responses to “Vídeo: Marinha russa em operação contra piratas somalis” Subscribe

  1. aldoghisolfi 15 de abril de 2013 at 14:40 #

    1 X 0 !

  2. joseboscojr 16 de abril de 2013 at 1:06 #

    E os americanos com aquele sofrível Mk-38B com 200 t/min e sem munição ABM.

  3. Santana Denis 16 de abril de 2013 at 12:02 #

    Russos são práticos, kkk pelo menos poderiam ter deixado um vivo para contar a história, dai iriam pensar 2 vezes antes de escolherem esse caminho, agora manda o pessoal dos “direituzumanu” ir reclamar la na Russia.

  4. Requena 16 de abril de 2013 at 12:08 #

    Os russos adoram fazer isso. Prendem os piratas e depois afundam os barcos deles. Sempre filmando e colocando no youtube.

    Para nossa alegria!

  5. joseboscojr 16 de abril de 2013 at 14:56 #

    Requena,
    A diferença dos russos pro resto do mundo é que eles filmam.

  6. joseboscojr 16 de abril de 2013 at 15:09 #

    Vendo a grande dispersão dos projéteis e a dificuldade em se atingir esse alvo “gigante”, próximo e imóvel, eu fico pensando se canhões são realmente eficientes para a defesa antimíssil.
    Não é atoa que estão sendo substituídos por mísseis e os canhões de pequeno calibre assumindo um papel menos crítico.

  7. daltonl 16 de abril de 2013 at 15:21 #

    Bosco…

    arrisco a dizer que “todos” filmam. Há um video do USS Farragut em uma comissão em 2010 como parte do grupo do USS Eisenhower quando ele afundou justamente com seu MK-38 um dos tais barcos piratas.

    abraços

  8. joseboscojr 16 de abril de 2013 at 16:15 #

    Dalton,
    Vou tentar ver se acho no YT.

    Quanto ao Mk-38 ele é completamente inadequado a um ataque de saturação de pequenos barcos.
    Não é atoa que outros navios já contam com alternativas mais letais, tais como o canhão Mk-46 e o Mk-110 e já se cogita seriamente no uso de mísseis de modo a diluir o enxame e facilitar as coisas pro canhão.
    Não duvido que o novo Mk-38 Mod 3 (de 30 mm), bem mais capaz, não venha a substituir no futuro o já “velho” Mk-38 Mod 2 (e não “B” como havia dito).
    Os russos optaram por um sistema de alta cadência de tiro, como o AK-306 mostrado no vídeo (5000 t/min), já no ocidente optou-se por canhões de cadência muito pequena (200 t/min) que para se tornar mais letal tem que contar com projéteis de explosão aérea, tipo KETF ou HETF, ou com projéteis guiados (altamente improvável nos próximos 15 anos).
    O pior é que o Mk-38 não tem ainda disponível munição de explosão aérea (ABM) e sua precisão é sofrível no limite do alcance, além de não conseguir trocar de alvo rapidamente.
    Para quem conta também com o Phalanx Block IB ele é uma opção bem mais capaz em mãos., mas nem todos o tem.
    Um abraço.

  9. Vader 16 de abril de 2013 at 17:30 #

    Pombas, como erra o alvo hein? Que coisa, 3 min pra detonar um barquinho de pesca?

  10. MO 16 de abril de 2013 at 17:50 #

    com a palavra os que vivem dizendo que navio de patrulha tem que ter ICBM vls …

    Felipe isso foi convertido em execicio de tiro, virou um sinkex mesmo, acho que aproveitaram tbm, de uma certa forma em atirar e avaliar

  11. daltonl 16 de abril de 2013 at 19:20 #

    Boscão…

    a US Navy apesar dos problemas com orçamento não está de braços cruzados como vc mesmo sabe e novidades irão surgir para combater
    os tais speedboats, se é que algum dia tal cenário ocorrerá, mas, por
    enquanto a supremacia militar americana é muito grande sem falar que
    os EUA também contarão com um guarda-chuvas aéreo onde quer que
    eles tenham que ir.

    O ideal seria que cada AB tivesse 4 CIWS, 2 RAM, 8 harpoons e todos os silos do MK 41 estivessem cheios, mas não irá acontecer e os EUA
    irão para a guerra como já foram tantas vezes antes com o que eles tem e não com o que eles gostariam de ter.

    abraços

  12. aldoghisolfi 17 de abril de 2013 at 9:46 #

    Acho que o MO tem razão… os russos ficaram brincando com o barco/alvo dos piratas, fazendo exercício de tiro e analisando cada um dos disparos, pois existe bons espaços de tempo entre um disparo e outro. Não posso acreditar que o canhão deles seja tão difícil de operar, em nível tal que não pudesse afundar o barco nos primeiros disparos.

  13. Wagner 17 de abril de 2013 at 19:48 #

    This is the NCC1701-A

    ENTERPRISE IS BACK ! ( Startrek IV)

    Saudações a todos !

    Bom, vejam, na falta de guerras tradicionais, as marinhas tem que fazer propaganda, os piratas somalis vem bem a calhar.

    Naturalmente so estava brincando com o barquinho…

    :)

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Navios-patrulha do Brasil e da França em operação contra pesca ilegal

Segundo nota divulgada pelo Ministério da Defesa da França nesta segunda-feira, 20 de outubro, o navio-patrulha La Capricieuse da Marinha Francesa […]

Rússia diz que submarino ‘misterioso’ na Suécia é da Holanda, mas holandeses negam

A Rússia foi acusada de ter enviado o submarino ao local, mas negou. Porém, segundo jornal sueco, a Holanda também […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]

Suecos investigam presença de submarino estrangeiro perto de sua capital

Submarino estrangeiro estaria operando no Arquipélago de Estocolmo, do qual faz parte a capital da Suécia, o que levou ao […]

Mora em Brasília ou está na cidade? Então experimente um simulador da Marinha

Simulador de Aviso de Instrução, utilizado pelos aspirantes da Escola Naval no Rio de Janeiro (RJ), além de maquete da […]

Baixe 7 edições da revista Forças de Defesa e doe quanto quiser

Agora você poderá baixar para o seu computador, tablet ou smartphone as melhores reportagens da nossa revista impressa Forças de […]