cv thumb1

Em novembro de 2012 foram realizadas simulações de escoamento no IAE (Instituto de Aeronáutica e Espaço) sobre a corveta da classe “Inhaúma”, da Marinha do Brasil.

Estas análises fazem parte de um projeto em que o IAE participa como parceiro do CASNAV – Centro de Análises de Sistemas Navais, um órgão do Primeiro Distrito Naval no Rio de Janeiro. Este projeto contempla o estudo das condições de escoamento sobre o convés de voo, uma vez que esta embarcação está apta a receber pousos e decolagens de helicópteros.

O estudo determinará as condições em que o pouso poderá ser feito com maior segurança. Juntamente com os estudos de Dinâmica dos Fluidos Computacional foram realizados ensaios no túnel de vento TA-2 da ALA, para uma completa caracterização do escoamento aerodinâmico nesta parte da embarcação.

cv thumb 2

Nas figuras anexas, a velocidade simulada do navio foi de 10m/s, para malha computacional de 8 milhões de elementos. Esta simulação exigiu sete dias de trabalho para a geração da malha e mais de 16 horas de processamento de oito computadores da Divisão, trabalhando em paralelo.

As figuras mostram a distribuição de pressão do ar sobre a superestrutura, e magnitudes da velocidade do escoamento ao redor do navio. Estão previstas mais simulações e ensaios em diferentes condições de velocidade e direção do vento, para que no final possam ser determinadas condições seguras de operações de pouso de aeronaves sobre o convés deste tipo de navio.

cv thumb 3

FONTE: www.iae.cta.br

Tags: , , , , ,

Jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

One Response to “IAE realiza trabalho em conjunto com a Marinha do Brasil” Subscribe

  1. giltiger 25 de abril de 2013 at 23:34 #

    Além de melhor entender e aumentar a segurança das operações aéreas nas corvetas da classe Inhaúma, este trabalho pode e deveria gerar dados para aprimorar o reprojeto da Classe Barroso aprovado em 2012 visando a construção de 4 novas unidades da classe irmã e sucessora das corvetas classe Inhaúma…

    Muito interessante exemplo da nova sinergia entre MB e FAB MOSTRANDO que o discurso do Ministério da Defesa que as decisões de aquisições de meios e da pesquisa tecnológica nas forças armadas serão cada vez daqui em diante integradas através do MD.

    O tempo das forças totalmente independentes e com programas múltiplos em paralelo tendem senão a desaparecer a diminuir muito em prol de sistemas integráveis e compatíveis entre as três forças.

    Vários exemplos emergiram desta LAAD como carros Guarani e Astros que tem como requisito serem transportáveis no KC-390.

    Igualmente a busca de adaptar o radar Saber 200 tanto ao sistema Paraná a ser desenvolvido com os russos como a futuros sistemas navais da MB e a previsão de adoção do Astros 2020 nas três forças.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Lançamento do livro ‘Monitor Parnaíba – 75 anos’, no dia 19 de dezembro, em São Paulo

Livro Monitor Parnaíba - 75 anos -  Capas - WEB

A editora Aeronaval Comunicação, que produz a revista Forças de Defesa, está lançando a primeira edição do livro “Monitor Parnaíba […]

Amazul assina contrato com a Mectron para projeto do IPMS do submarino de propulsão nuclear

Submarino com propulsão nuclear Álvaro Alberto

No mês de dezembro, a Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. (Amazul) assinou um contrato com a Mectron para o […]

Poder Naval visita navios da MB em Santos-SP, no Dia do Marinheiro

PN no Dia do Marinheiro - Aderex II-2014 - 2

Para comemorar o Dia do Marinheiro no sábado (13 de Dezembro), o Poder Naval visitou os navios que compõem a […]

Inaugurado o prédio principal do Estaleiro de Construção de Submarinos em Itaguaí

Inauguração prédio principal estaleiro submarinos - foto via Blog do Planalto

Nesta sexta-feira, 12 de dezembro, foi inaugurado pela presidente da República, Dilma Rousseff, o prédio principal do Estaleiro de Construção […]

Futura bateria de Pantsir da Marinha deverá proteger a nova base de submarinos

Pantsir S1 - imagem 2 KBP

A informação é de reportagem do G1. As outras duas baterias de Pantsir-S1, de três a serem compradas em contrato […]