Akula

Índia e Rússia devem começar em breve as negociações sobre a concessão de um segundo submarino nuclear de ataque para a Marinha Indiana. A segunda unidade pode ser o Iribis, que foi 60% construída, mas foi abandonada como resultado da escassez de recursos.

O submarino INS Chakra II da classe ‘Akula’ recentemente arrendado, está atualmente em serviço com frota leste da Marinha Indiana e tem sido empregado em patrulha constante desde sua entrada em serviço em abril do ano passado. A Marinha relatou que está muito satisfeita com as suas capacidades e desempenho.

Provisoriamente batizado como INS Chakra III, o novo submarino será outra variante avançada dos submarinos da classe ‘Akula’, que são capazes de passar meses submersos. É provável que seja equipado com armamento mais letal, incluindo o míssil Brahmos lançado verticalmente.

O submarino deverá ser reconstruído em torno do casco do Iribis, um submarino russo classe “Akula” cuja construção parou no final dos anos noventa. Vladimir Dorofeev, chefe do Bureau de Design Malaquita, disse que o novo submarino também poderá se beneficiar dos avanços de design que a Rússia emprega na nova classe “Yasen” de submarinos de ataque de propulsão nuclear.

Tags: , , , , ,

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

3 Comentários para “Marinha Indiana deve arrendar segundo submarino nuclear russo da classe ‘Akula’”

  1. Wagner 30 de julho de 2013 at 17:14 #

    Perfeito ! Um casco largado a menos para atazanar nos estaleiros, e uma nova fonte de renda para a Marinha Russa.

    E para a Índia é uma experiência muito importante.

    E a China só observando…

  2. CorsarioDF 30 de julho de 2013 at 18:27 #

    Enorme vantagem operacional para a Índia que está montando uma doutrina correta de uso dos Subs Nucleares.

    Enquanto isso na GRANDE e ENORME POTÊNCIA DO SUL…

    Deixa-se de trabalhar um dia por não ter dinheiro nem para comprar comida…

  3. João Filho 31 de julho de 2013 at 11:54 #

    Acho que a coise esta um pouquinho pior. (E possivel?)
    Deixa-se de trabalhar um dia por não ter dinheiro nem para comprar comida… Comida? Ta achando que isso e o que, hotel 5 estrelas? Se quiser comer traz marmita de casa, marinheiro…

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Testes de mar com Sonar Nacional Passivo são finalizados pelo Instituto de Pesquisas da Marinha

sonar-underwater_view

Com o objetivo de possibilitar o monitoramento acústico do tráfego das barcas Rio-Niterói e dos navios que demandam o Porto […]

Veja como será o cockpit do avião KC-2 Turbo Trader da Marinha do Brasil

KC-2 Cockpit

A imagem mostra como deve ficar o novo “glass cockpit” dos futuros KC-2 da Aviação Naval da Marinha do Brasil. […]

Modelo campeão do Contratorpedeiro ‘Santa Catarina’ (D32)

3

Por Marcus Silva, em 29 de agosto de 2015 Modelo Contratorpedeiro “Santa Catarina” D32 Escala : 1/144 Caro Galante: Conforme […]

Porta-aviões USS Ronald Reagan segue para o Japão, depois da troca de tripulação com o USS George Washington

USS George Washington (CVN-73) e USS Ronald Reagan (CVN-76) em 2 de agosto, pouco antes da troca de tripulações

  O navio-aeródromo da classe “Nimitz” USS Ronald Reagan (CVN-76) deixou ontem a base de San Diego na Califórnia para o […]

Navios que fizeram História

PRESIDENTE DUTRA1949

SINDMAR realiza Mostra de fotos e Semana de palestras O Sindicato Nacional dos Oficiais da Marinha Mercante – SINDMAR e […]