Escola Naval abre inscrições e admite primeira turma de Aspirantes femininas

Escola Naval abre inscrições e admite primeira turma de Aspirantes femininas

1513
4
SHARE

predio Escola Naval

MBA Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM) publicou Edital para o ingresso de alunos nos Cursos de Graduação da Escola Naval (EN), destinados à formação de Oficiais para o Corpo da Armada (CA), Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) e para o Corpo de Intendentes da Marinha (CIM). A grande novidade para este ano, é a admissão da primeira turma de Aspirantes femininas no 1º ano da Escola Naval, no Corpo de Intendentes.

Estão previstas 41 vagas para candidatos do sexo masculino e 12 vagas para o sexo feminino (especificamente para o Corpo de Intendentes). Todos os interessados devem preencher requisitos tais como ter 18 anos completos e menos de 23 (nos termos da Lei nº. 12.704, de 08 de agosto de 2012), ter concluído o Ensino Médio ou estar em fase de conclusão, ser brasileiro, solteiro, dentre outros requisitos.

Os interessados poderão se inscrever no período de 19 de agosto a 19 de setembro de 2013, preferencialmente na página da DEnsM (www.ingressonamarinha.mar.mil.br) ou em um dos Postos de Inscrição da Marinha. Os endereços podem ser consultados no Edital. A taxa é de R$ 20,00.

Os concorrentes serão avaliados por meio de prova escrita objetiva de Matemática, Física, Inglês, Português e Redação (as candidatas para o Corpo de Intendência não realizarão prova de Física). Ainda como parte do Concurso Público, os candidatos passarão por inspeção de saúde, teste de aptidão física, avaliação psicológica, verificação de documentos e de dados biográficos.
Os aprovados em todas as etapas do processo estudarão sob regime de internato. O curso é totalmente gratuito além de ser proporcionado ao aluno alimentação, uniforme, vencimentos e assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa.

Ciclo escolar:
O Ciclo Escolar realizado pelo aluno na graduação de Aspirante terá a duração de quatro anos letivos, sob regime de internato, para todos os cursos.

EN 2013

4 COMMENTS

  1. Além da explícita política de cotas (na admissão e na garantia da opção de Corpo), as candidatas não realizam a prova de física… Será que o primeiro candidato eventualmente “degolado” em física não pode achar injusto?

  2. E os homossexuais já não podem participar de concursos públicos de qualquer tipo? Ou já não existem homens e mulheres homossexuais nas FAs? Em qualquer quartel, todo mundo sabe quem é quem. Só não podem explicitar.

  3. No clipping sobre o resultado do concurso, fechado a comentários, parece que o portal ClicFolha se enrolou.
    Não há candidata com o nome citado na relação dos candidatos aprovados nas Provas Escritas da Diretoria de Ensino da Marinha.
    Mesmo que fosse aprovada, ela não cursaria a EN em 2014, pois, de acordo com a própria matéria, não concluiu o ensino médio, condição necessária à inscrição do concurso de acordo com o edital.

Deixe uma resposta