Home Inteligência Reservas de pré-sal estão na mira dos americanos

Reservas de pré-sal estão na mira dos americanos

1838
25

26-10-2010-fpso-cidade-de-angra-dos-reis

Estatal brasileira é a líder mundial na exploração de petróleo em águas ultraprofundas

 

RAMONA ORDOÑEZ E BRUNO ROSA

vinheta-clipping-navalRIO — A espionagem dos Estados Unidos na Petrobras coloca em risco segredos tecnológicos estratégicos da companhia na exploração do pré-sal. De acordo com especialistas, um dos interesses do governo americano decorre do fato de a Petrobras ser líder mundial na exploração e produção de petróleo em águas ultraprofundas. Além disso, os EUA estariam interessados em saber o real potencial das reservas de petróleo no pré-sal existentes tanto no Brasil comoo na costa oeste da África, já que isso pode trazer mudanças na geopolítica mundial do petróleo. Os países do Oriente Médio, envolvidos em constantes conflitos, poderiam deixar de ser os principais produtores.

Atuando no setor de petróleo há 50 anos, o engenheiro Armando Guedes Coelho, que presidiu a Petrobras entre 1988 e 1989, destacou que um dos pontos que podem trazer grande interesse aos Estados Unidos é de fato a tecnologia de exploração e produção da Petrobras em águas ultraprofundas.

— A Petrobras é líder mundial nesta tecnologia, que interessa para a exploração do Golfo do México, no lado americano. A Petrobras sozinha perfura muito mais poços em águas ultraprofundas do que a Shell, a Exxon e a BP (antes British Petroleum) juntas — disse Guedes.

O executivo afirmou também que o interesse pode estar associado à possibilidade de as reservas de petróleo existentes no pré-sal tanto no Brasil como na costa oeste da África alterarem a atual geopolítica do petróleo. Para Armando Guedes, os Estados Unidos estariam interessados em saber o real potencial do pré-sal no Atlântico Sul (Brasil e oeste da África). Isso porque, diz ele, o aumento na oferta de petróleo poderia vir de uma região de fora do Oriente Médio.
— Eles (os Estados Unidos) podem estar querendo saber o real potencial de reservas de petróleo no pré-sal do Atlântico Sul, o que pode mudar a geografia política do petróleo, já que ele passaria a vir de uma área sem conflitos políticos — disse.

O especialista Adriano Pires, diretor do Centro Brasileiro de Infra Estrutura (CBIE), também acredita que o interesse da espionagem é obter detalhes da tecnologia da Petrobras na exploração de petróleo no mar.
— O principal ponto é espionar a tecnologia. Se houve (espionagem), o objetivo era roubar estes segredos tecnológicos. Assim, as empresas americanas podem explorar em qualquer local do mundo, como no Alasca, por exemplo. O Brasil deveria prestar atenção nisso, pois é preciso mais rapidez na exploração do pré-sal — disse Pires, lembrando que há ainda interesse em buscar mais conhecimento da bacia sedimentar brasileira.

David Zylbersztajn, ex-diretor da Agência Nacional do Petróleo (ANP), considera ainda outras hipóteses. Uma delas é reunir, para as companhias americanas, mais informações sobre as reservas brasileiras:
— Com isso, as companhias dos Estados Unidos conseguem avaliar se participam ou não de eventuais leilões. Uma outra hipótese é descobrir qual a estratégia da Petrobras em um leilão, por exemplo. Mas é importante saber quando foi feita a espionagem e que tipo de informações foram retiradas.

Porém, especialistas acreditam que o episódio de espionagem não vai afetar o leilão da área de Libra, marcado para ocorrer no fim de outubro. A área, no pré-sal da Bacia de Santos, tem reservas estimadas entre oito e 12 bilhões de barris de petróleo. Quem vencer o leilão, no qual a Petrobras terá participação mínima obrigatória de 30% e ainda será a operadora, terá de pagar bônus de R$ 15 bilhões.
— A espionagem não compromete o leilão, pois não se sabe quando essas informações foram acessadas — afirmou Zylbersztajn.

Tecnologia reduz custos

Os analistas destacam também os investimentos pesados da Petrobras em tecnologia. Somente no ano passado, a estatal destinou R$ 2,2 bilhões a pesquisa e desenvolvimento (P&D), valor cerca de 30% maior que os R$ 1,7 bilhão de 2010. O estatuto social da estatal exige que pelo menos 0,5% do capital social seja investido em P&D. Somente entre 2010, 2011 e 2012, a companhia teve concedidas 75 patentes no Brasil e 147 no exterior.

Além disso, a companhia investe pesado em tecnologia da informação (TI), para proteger seus dados. De acordo com analistas, foram R$ 3,6 bilhões ao longo de 2011.

Hoje, o principal desafio da empresa é desenvolver as reservas do pré-sal, dizem analistas. Somente nos campos já descobertos da Bacia de Santos, a Petrobras estima reservas recuperáveis de 15,4 bilhões de barris de petróleo. Isso significa praticamente dobrar as reservas existentes atualmente no país, que são de 15,3 bilhões de barris.

A primeira descoberta no pré-sal ocorreu em 2006 com a perfuração do poço Parati, na Bacia de Santos, no qual a companhia e seus parceiros gastaram US$ 240 milhões. Atualmente, com os avanços tecnológicos desenvolvidos pela Petrobras, os custos de perfuração já caíram para US$ 70 milhões por poço.

Hoje, segundo a ANP, a produção do pré-sal, embora envolva poucos campos, já responde por 296 mil barris de petróleo por dia, de um total de 1,974 milhão diários.
Procurada, a Petrobras não quis se pronunciar.

FONTE: O Globo

25
Deixe um comentário

avatar
23 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
22 Comment authors
MahanPaulo ItamonteMagnusR.SilvestroRivaldo Zumbaio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guilherme Poggio
Editor
Noble Member

Esse “navio” da foto é o FPSO Cidade de Angra dos Reis MV22 que extrai e processa o óleo do campo de Tupi (pré-sal).

O nome é bonito e parece bem nacional. Ma na verdade o navio foi convertido em um estaleiro chinês e pertence à uma empresa japonesa.

Está arrendado para a Petrobras por um período de 15 anos (o navio além de ser da empresa japonesa também é operado por funcionários dela).

Celso
Visitante
Celso

Mais uma baboseira ……descobriram o Brasil……..putz……estas coisas dao nojo ………propaganda enganosa afirmar q a Petrossauro eh quem mais perfura poços em aguas profundas. A melhor tecnologia hoje disponivel neste campo pertence aos Noruegueses e empresas q operam no golfo do Mexico. Roubar o q e de quem ??? morro de rir …..a Petrossauro eh um poço sem fundo q drena divisas preciosas conseguidas pelo agronegocio, enfurna milhares de vagabundos e apaniguados, paga alugueis carissimos pra todos por utilizar equipamentos e tecnologia…ufaaa……afinal, qdo teremos petroleo ??? estes campos ja levaram mais de 200 bi de nossos bolsos, propaganda enganosa, destes vendilhoes,… Read more »

Bravoone
Visitante
Bravoone

Brasileiros são realmente um povo incrível, pra eles nada presta, os outros sempre serão os melhores.

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Que bom, quem sabe assim o GF se mexe e anuncia as compras do FX2 e ProSuper…. para defender a soberania nacional contra os “americanu malvadu”…

Jorge Tadeu
Visitante
Jorge Tadeu

Não consigo imaginar qual a razão para surpresa… Todos os povos em todos os tempos, usaram, em algum momento, na guerra ou na paz, da espionagem para saber informações acerca da economia; forças armadas; capacidades; vulnerabilidade, etc. de seus adversários e aliados…

Isso porque, a diferença entre adversário e aliado, pode mudar ao longo do tempo…

Só o Brasil, eternamente deitado em berço esplendido, tem um serviço de inteligência e contra-inteligência inoperantes e incompetentes, aparelhados por diversos apaniguados e, que não sabem o caminho do banheiro…

Simples assim.

Rpiletti
Visitante
Rpiletti

Petrossauro?
Tu já fornecestes algum tipo de serviço p/ essa empresa, tem ideia do nível de exigência deles?
Acredito que tuas críticas estejam bem exageradas.

Cabo Velho
Visitante

Grande novidade……..

marc
Visitante

Quando um (des) Governo de um país, descobre que esta sendo espionado e ( fica sabendo) por um programa de TV …

Parece que precisamos chamar um Navegador portugues para descobrir este país e começar tudo de novo…

Desta vez não deu nada certo; é melhor “fechar este BAR”, e despedir todo mundo.

robert
Visitante
robert

A única coisa que eu não entendo é:

Se o Pré-Sal é o ` Ó do Borogodó travestido de ouro em noite de lua cheia` , pq diabos nosso combustível é tão caro?

Eu só entendo como `nosso` algo que todos usufruem, se é só pra meia dúzia ganhar em cima, pode ser de americano, japonês, francês, alemão, mexicano, russo, chinês ou qualquer outro.

Ricardo Lima
Visitante
Ricardo Lima

O Brasil tem q desenvolver tecnologia nao adianta ficar chorando e esperneando esta M…. de GF tem q aprender ser um pais serio e investir numa educação boa para depois investir em tecnologia p daqui uns 20anos começar a colher alguma coisa.

Petroleiro
Visitante
Petroleiro

Celso disse: 9 de setembro de 2013 às 16:24 Celso, com todo respeito,sou leitor diário dos blogs Forças de Defesa e me considero um entusiasta dos assuntos militares . Como não detenho amplos conhecimentos da área militar , lendo os comentários aprendi muito e também já li muitas opiniões que, além de não acrescentar nada, não tem o mínimo de fundamento técnico , o que leva crer que o emitente do mesmo nem se preparou para fazê-lo. Entretanto você acerta em parte, existe sim pessoas do GF e empresários ligados aos mesmos que drenam divisas forçando estratégias que não são… Read more »

Sayd_Jarrad
Visitante
Sayd_Jarrad

Como disse o Vader em outro post:

“Ai que preguiça”

Blind Mans Bluff
Visitante
Blind Mans Bluff

Que piada. O pré-sal se é que ele existe, ja foi todo vendido para os EUA.
Quem se deu bem foi o Molusco, que tirou o “caixinha” gordo dele. Mas isso todo mundo já sabe, menos…

Raul
Visitante
Raul

Como é o PT que está no governo agora, a Petrobras não presta… As pessoas confundem Estado com governo e tem sujeito que é tão vira-lata que só pelo fato da empresa ser brasileira automaticamente não presta…

MO
Membro
Member

Ow Raul, vc poderia explicar isso ai ao contrario, te explico o que quero saber = Como uma empresa petelizada and brasileira eh boa … por favor, se puder expandir o vosso raciocinio, agradeceria

Observador
Visitante

Duas palavras. Shale gas. O gás natural encontrado nas rochas de xisto. Esta é a matriz energética que vai substituir o petróleo em duas ou três décadas nos EUA e que vai torná-los autossuficientes em energia. Ou melhor, nem apenas o petróleo: o gás encontrado é economicamente competitivo com o carvão mineral, maior fonte energética (e de poluição) dos EUA. Para piorar, outro grande consumidor (China) também tem grandes reservas de gás natural em formações de xisto. E vão explorá-las, lógico. E assim que os fanáticos e histéricos ambientalistas se calarem, quem tiver este gás vai explorá-lo (o Brasil tem… Read more »

rommelqe
Visitante
rommelqe

Prezado Observador:

Ainda acrescento: cada barril equivalente do shale gas custa nos EUA, hoje, algo em torno de US$8,00. O pré-sal do campo de Lulla não sairá por menos de US$100,00 o barril.

A previsão é de que em não mais do que cinco anos os EUA sejam autosuficientes em hidrocarbonetos.

Aqui “fumo otosufientes” por “uns cinco meses”.

A única coisa que a PETROBRAS domina são os mapas das regiões produtivas; não fabrica nada, não projeta nada de excepcional.

Qq família de apaniguados sabem detalhes das províncias produtoras. Quero só ver quem vai absorver os “roialties” negativos.

Zorann
Visitante

Desmestificando: 1 – O combustível no Brasil não é caro. Muito pelo contrário. O preço dos derivados de petróleo vem sendo subsidiados pelo governo a anos. Isto tem inviabilizado o aumento da produção de etanol, visto que o alcool deixou de ter um preço competitivo. O preço correto da gasolina era para ser por volta de R$4,00 no estado de SP e RJ (onde a gasolina mais barata custa por volta de R$2,70 na bomba). Hoje a Petrobras toma prejuizo (boa parte por ser uma empresa “publica” cheia de currupção) devido ao preço que é obrigada a vender o combustível… Read more »

Rivaldo Zumbaio
Visitante
Rivaldo Zumbaio

É interessante observar, sob a luz dessas revelações sobre a espionagem na Petrobras, a reativação da Quarta Frota americana que aponta para a presença militar a dos EUA no Atlântico Sul.
Li sobre isso aqui no Poder Naval e naquele momento não me pareceu nada demais (como se um ato militar não representasse nada). Porém, associado a essas revelações, aquela decisão americana ganha uma nova dimensão.
Gostaria que os senhores analistas do site abordassem essa conjuntura de fatores e fizessem observações a respeito, pois, em minha humilde opinião, esses fatos estão relacionados. Obrigado

R.Silvestro
Visitante
R.Silvestro

É dessa parte que eu falo:

5 – Os impostos no Brasil são um absurdo. Boa parte do preço dos combustíveis são impostos. Cerca de 48% do preço final dos combustíveis, são impostos. Ao abastecer R$100,00, o idiota está pagando R$48,00 em impostos.

Ora bolas, se o pré-sal é nosso, cancela esse imposto e cobre da empresa que for explorá-lo.
Mas sonhar com cancelar imposto é a mesma coisa que sonhar com o fim do FX, com as compras do Prosuper, 2º frota …….

Magnus
Visitante
Magnus

Bom dia a todos! Sempre acompanho as paginas da triade e aprendo muito com os comentarios de todos os participantes daqui. A unica ressalva que faço é que o espaço esta sendo desvirtuado justamente por aquilo que se pede para nao postar nos comentarios, ou seja: “Não usar o espaço para propaganda politica”. O que vemos aqui é sempre um embate PSDB versus PT. Mas pessoal, estes são sites de conjuntura estrategica e militar e estamos esquecendo o que é mais importante: o BRASIL. Também é impressão minha ou eu não vejo aqui critica alguma aos U.S.A.? Nós somos espionados… Read more »

Paulo Itamonte
Visitante
Paulo Itamonte

Vou aproveitar o espaço aberto para tirar algumas dúvidas e tenho certeza que tem muita gente boa aqui que poderá me esclarecer: A Petrobrás tem navios ( petroleiros, etc. ) próprios dela mesmo ou são todos arrendados? Hoje em dia arrendar é mais do que comum para diminuir custos. Ou são um misto dos dois, arrendados e próprios? Quantos navios e plataformas ela usa hoje? Muito obrigado.

MO
Membro
Member

Tem Proprios = Dela mesmo, band e tripulação nacional = exemplo = http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2013/08/nt-itamonte-ppsu-classe-49-transpetro.html

Afretados a casco nu = Estrangeiros, bandeira estrangeira e tripulação nacional
exemplo = http://shipssantos.blogspot.com.br/2010/08/st-nordic-rio.html

afretados = Estrangeiros de tripulação estrangeria = exemplo = http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2013/09/mt-aegeas-a8xi6-imagens.html

Dentre os quais os mais modernos os afretados e afretados a casco nu (Estrangeiros e de propriedade estrangeira), os mais tranqueiras = os nossos mesmos, incluindo os novinhos, mas meio que versão 1.0 dos projetos estrangeiros que os derivaram

Vc REALMENTE deseja saber ? te listo eles todos, mas sera um powta trabalho pra tipo Ah tah ou nem isso ….

Mahan
Visitante
Mahan

Pois é…e a Marinha sucateada, a FAB voando cacarecos, esperando o lendário FX, o gigantesco EB disperso nas fronteiras e com a arcaica preocupação de ocupar todos os Estados da Federação, sem falar na extinção do SNI e do programa espacial Brasileiro. Triste.

Celso
Visitante
Celso

Em tempo, eu particularmente nao tenho ideologia alguma, pra mim eh tudo farinha do mesmo saco (politicos). Infelizmente temos aqui em nosso pais verdadeiras castas de poder e so os cegos realmente nao percebem. Ta tudo errado sob todos os angulos possiveis. Leio aqui excelentes opinioes e as respeito, porem leio tbm outras embasadas em interesses q nao ficam bem claras (tvz daqueles q usufruem destas castas). Enfim, a Petrossauro eh uma tremenda caixa preta q devolve muito pouco aos seus donos (nos mesmos). Aproveitem e procurem balanços das gdes petroleiras mundo afora e verao do q estou comentando. Repito… Read more »