Type-52D-destroyer

O mais recente dos contratorpedeiros da classe 052-D da Marinha chinesa foi fotografado nesta semana durante um ciclo de provas na foz do rio Huangpu. O navio havia sido oficialmente lançado no ano passado.

O porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Yang Yujun, declarou que “comissionar navios e porta-aviões é comum no meio militar. Não há necessidade de interpretações extremas”.

O contratorpedeiro é o primeiro da nova classe, e vem equipado com um sistema de combate avançado, apelidado de “Aegis chinês”. Dados da imprensa americana apontariam que a classe 052-D seria equipada inclusive com mísseis de cruzeiro Donghai-10, tornando os novos contratorpedeiros os únicos navios de superfície na Marinha do Exército de Libertação Popular com esse tipo de armamento – até então usado apenas pelos submarinos nucleares de ataque da classe 093. Os mísseis teriam alcance entre 1.500 e 2.000 quilômetros, e seriam mais potentes que os Tomahawk usados pela US Navy.

De acordo com a agência canadense Kanwa, especializada em defesa e geopolítica na Ásia, os navios da classe 052-D teriam sido modificados a partir da classe 052-C, lançada em 2003. Atualmente, três dos contratorpedeiros novos já foram lançados pela Jiangnan Shipyard.  A nova classe teria sido desenvolvida para combater porta-aviões, submarinos, forças de superfície e abater alvos em terra. As capacidades se assemelhariam às dos cruzadores classe Ticonderoga e dos contratorpedeiros  classe Arleigh Burke da Marinha dos Estados Unidos.

É provável que os navios 052-D venham a compor um escudo de cerca de 200 km de alcance para proteger de ataques aéreos o futuro grupo de ataque que acompanhará o navio-aeródromo Liaoning.

052d

FONTE: China.org.cn via Naval Open Source Intelligence (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

Tags: , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

8 Responses to “Novo contratorpedeiro da Marinha chinesa completa ciclo de provas de mar” Subscribe

  1. ci_pin_ha 12 de setembro de 2013 at 17:46 #

    Como gosto dessa classe, bem que poderiam ser observados por nossa MB.

  2. MO 12 de setembro de 2013 at 17:56 #

    Po esta classe de CT é bem bacana, nao tem cara de ser UQTR, apenas um QTR, mas eh bem diferente, eh tipo a De 7 Provincien holandelica que nao eh tao feia assim, apesar de ser QTR tbm. Repararam no indicativo visual pintado fora do padrao chinelico, ou no padroa Lyaoning … ?

  3. Guizmo 12 de setembro de 2013 at 18:11 #

    Alguém sabe qual seria o custo de uma nave dessas, em comparação com os Ticonderoga ou A. Burke?

  4. Fernando "Nunão" De Martini 12 de setembro de 2013 at 18:15 #

    MO,

    As Zeven Provincien continuam lindas!!!

    E essa classe chinesa de fato não é feia não. Gostei!

  5. MO 12 de setembro de 2013 at 18:44 #

    Chinelico, se for adquirido na 25th March deve ser 1,99 miliion yuans …

  6. nunes neto 12 de setembro de 2013 at 21:14 #

    Construído com minérios saídos do Pará ;)

  7. Guizmo 13 de setembro de 2013 at 13:09 #

    Fazer o que né? Competitividade é implacável. Uns vendem borracha, outros pneus

  8. nunes neto 13 de setembro de 2013 at 18:49 #

    Estamos perdendo vários “trens” do desenvolvimento, então estamos fadados a vender sempre a borracha, seremos a fazenda do mundo! Destinados a vender produtos primários para os outros transformares, leiam qualquer artigo , estamos em desindustrialização no Brasil,a exportação de produtos industrializados está caindo muitos, e o número de industria está caindo, as industrias estão indo para a Ásia, a Europa e EUA, estão ficando com os setores de serviços e industria de”alta tecnologia” (informática, nanotecnologia, biotecnologia….) e nós? Vendendo carne, minérios …..

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Navantia começa quarta grande revisão do submarino espanhol Tramontana

Submarino é quarto e último da classe ‘Galerna’ (S 70), baseada na francesa ‘Agosta’, havendo ainda três em serviço na […]

Marinha do Brasil realiza Operação ‘NINFA XXV’ com a Armada Paraguaia

A Marinha do Brasil, por meio de navios subordinados ao Comando da Flotilha de Mato Grosso (ComFlotMT), realizou a Operação […]

Demonstrador laser da Boeing destrói alvos em condições de ambiente marítimo

Vários alvos aéreos foram destruídos em situações de vento e neblina, condições climáticas típicas do ambiente marinho, em demonstrações realizadas […]

Navios-patrulha que Brasil fornecerá a Angola serão de 500 toneladas

Brasil vai apoiar desenvolvimento do Poder Naval de Angola   Brasília, 05/09/2014 – Os ministros da Defesa do Brasil, Celso […]

Conheça a história e o futuro da Força de Submarinos da Marinha do Brasil

Nunca antes neste país publicaram uma série de matérias sobre o tema nesta profundidade! A Força de Submarinos da Marinha […]

‘Modelo exportação’: Brasil deverá construir navios-patrulha para Angola

O ministro Celso Amorim (Defesa) assina hoje com o angolano João Manuel Lourenço termo de cooperação para construção de 7 […]