078-NEW-BRAZILIAN-NAVY-SHIP-BEGINS-OCEAN-CROSSING-2

Após um mês e meio de trânsito para o Brasil, o Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) Araguari, a mais nova aquisição da Marinha do Brasil, atracou no dia 18 de setembro na Base Naval do Rio de Janeiro.

A aquisição do Araguari faz parte do Programa de Reaparelhamento da Marinha, ele é o último dos três Navios-Patrulha Oceânicos de 1.800 toneladas, construídos pela “BAE Systems”. Sua chegada ao País marca um importante incremento para a segurança e proteção das riquezas da “Amazônia Azul”. O primeiro, NPaOc Amazonas, foi entregue à Marinha no dia 29 de junho de 2012 e o segundo, o NPaOc Apa, foi incorporado em 30 de novembro do mesmo ano.

O NPaOc Araguari foi incorporado à Força, no dia 21 de junho, em Portsmouth, no Reino Unido, e suspendeu, no dia 3 de agosto, em direção ao Brasil, fazendo escala nos portos de Lisboa (Portugal), de Mindelo (Cabo Verde), de Lagos (Nigéria), de Douala (Camarões) e de Malabo (Guiné Equatorial), além de ter fundeado nas proximidades do porto de São Tomé (São Tomé e Príncipe). Durante a sua comissão, participou de eventos protocolares e pôde interagir com as Marinhas dos países africanos visitados, realizando exercícios conjuntos, como por exemplo, treinamento de ações antipirataria.

A principal característica desses meios é a flexibilidade, o que torna possível serem utilizados em diversas tarefas, tais como: patrulha naval, assistência humanitária, busca e salvamento, fiscalização, repressão às atividades ilícitas e prevenção contra a poluição hídrica.

O Araguari é o quarto navio a ostentar esse nome na Marinha e é uma homenagem a um rio de Minas Gerais que atravessa a região do Triângulo Mineiro. O meio naval ficará subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, sob a jurisdição do Comando do 3° Distrito Naval.

Principais características:

  • Comprimento Total: 90,5 metros
  • Comprimento entre Perpendiculares: 83 metros
  • Boca Máxima: 13,5 metros
  • Calado: 4,5 metros
  • Deslocamento Carregado: 2.170 toneladas
  • Velocidade Máxima com 2 MCP: 25 nós
  • Raio de Ação a 12 Nós: 5.500 milhas náuticas
  • Autonomia: 35 dias
  • Capacidade de Tropa Embarcada: 51 militares
  • Capacidade de Transporte de Carga: 06 Conteineres de 15 toneladas
  • Armamento: 01 canhão de 30mm e 02 metralhadoras de 25mm
  • Sistema de Propulsão: 2 Motores MAN 16V28/33D 7.350 HP
  • Geração de Energia: 3 Geradores CATERPILLAR de 550 kW
  • 1 Gerador CATERPILLAR de 200kW
  • Tripulação: 11 Oficiais, 21 SO/SG e 48 CB/MN

FONTE: Nomar

Tags: , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

3 Responses to “O mais novo navio da Marinha do Brasil chega ao País” Subscribe

  1. nunes neto 20 de setembro de 2013 at 3:27 #

    Que bom que acertei, vai para o Nordeste

  2. Fabio ASC 20 de setembro de 2013 at 12:49 #

    Chorões de plantão devido ao “fraco” armamento em 3, 2, 1…

  3. MO 20 de setembro de 2013 at 13:05 #

    devia ter torre de 16´e ICBM vls 300 celulas !!!! ah e rampa angulada com 4 catapultas tbm … acomadações para um divisao e doca para um LSD inteiro (de lado)

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Marinha do Brasil realiza lançamento de torpedo MK46 durante Operação ADEREX-I/2014

No dia 26 de agosto, a Marinha do Brasil, sob a coordenação do Comando da 2ª Divisão da Esquadra, realizou […]

Presença da Marinha na III Mostra BID Brasil

Luiz Medeiros – Enviado Especial para Forças de Defesa A Marinha do Brasil trouxe para a Mostra BID Brasil em […]

Corveta Frontin irá para a reserva

Abaixo, portaria de 28 de agosto que foi publicada em 1º de setembro no Diário Oficial da União, com entrada […]

Mais um passo rumo às novas corvetas: contrato com Emgepron

Abaixo, extrato de dispensa de licitação contratando a Emgepron para serviços no projeto de obtenção da nova classe de corvetas […]

Outra notícia de corveta: Ares fará reparos gerais nos lançadores de torpedos da Barroso

Abaixo, extrato de contrato publicado na edição de hoje (3 de setembro de 2014) no Diário Oficial da União, sobre […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]