zopacas01

O ministro da Defesa, Celso Amorim, esteve na terça-feira na capital baiana para a abertura do “I Seminário Zopacas – Segurança e Vigilância do Tráfego Marítimo, Busca e Salvamento”.

Em seu discurso, o ministro salientou que o evento tem, entre outras, a finalidade de “fortalecer as capacidades conjuntas” dos países participantes, que sejam também amplamente difundidas para o benefício das Forças Armadas e segurança do Atlântico Sul.

“O Atlântico Sul é um oceano pacífico é deve continuar a ser assim. Há mais de 25 anos, as Nações Unidas declararam a área como uma zona de paz e cooperação. Essa foi uma decisão sábia e que tem sido apoiada por quase a totalidade dos países da ONU”, complementou o ministro.

Amorim declarou ainda que cabe aos países da Zopacas concretizar essa ação. “Os conflitos que caracterizaram outros oceanos não devem ter lugar no Atlântico Sul. Desejamos o Atlântico Sul livre de armas nucleares e de outras armas de destruição em massa”, disse.

De acordo com o ministro da Defesa, o foco está voltado para o uso pacífico do mar. “Quanto mais cooperarmos, menos espaços teremos para interferências externas”, explicou.

Mas disse também que a cooperação não se esgota num único aspecto. “Além da segurança e da navegação, há muitas outras preocupações como combate à pirataria, narcotráfico e outras atividades ilícitas”, finalizou.

Ao longo do Seminário, representantes de 23 países discutirão, a situação marítima do Atlântico Sul, promovendo o intercâmbio de experiências. O evento, sob a coordenação do Ministério da Defesa, acontece até amanhã (17) e conta com o apoio do Ministério das Relações Exteriores e da Agência Brasileira de Cooperação.

FONTE: Ministério da Defesa

Tags: , , , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

3 Responses to “Amorim reforça compromisso do Brasil de manter o Atlântico Sul como zona de paz” Subscribe

  1. Mayuan 16 de outubro de 2013 at 21:45 #

    Será que o sorridente e cordial comandante da MB poderia explicar ao Amorim o significado da frase “Se vis pacem para bellum”?

  2. Antonio M 17 de outubro de 2013 at 7:28 #

    Se o nosso governo conseguirá manter uma zona de paz eu não sei, mas com certeza manter uma “zona” está mantendo sim ….

  3. Antonio M 17 de outubro de 2013 at 7:33 #

    Fico pensando se ele fosse ministro de alguma coisa correlata durante a 2WW, se ele conseguiria manter a tal zona de paz no atlântico …..

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Em fórum na Fiesp, Estado-Maior da Armada destaca a importância da indústria em projetos da Marinha

Por Dulce Moraes e Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp Representantes do órgão apresentam projetos em desenvolvimento e formas de financiamento. […]

Navios-patrulha do Brasil e da França em operação contra pesca ilegal

Segundo nota divulgada pelo Ministério da Defesa da França nesta segunda-feira, 20 de outubro, o navio-patrulha La Capricieuse da Marinha Francesa […]

Rússia diz que submarino ‘misterioso’ na Suécia é da Holanda, mas holandeses negam

A Rússia foi acusada de ter enviado o submarino ao local, mas negou. Porém, segundo jornal sueco, a Holanda também […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]

Suecos investigam presença de submarino estrangeiro perto de sua capital

Submarino estrangeiro estaria operando no Arquipélago de Estocolmo, do qual faz parte a capital da Suécia, o que levou ao […]

Mora em Brasília ou está na cidade? Então experimente um simulador da Marinha

Simulador de Aviso de Instrução, utilizado pelos aspirantes da Escola Naval no Rio de Janeiro (RJ), além de maquete da […]