zopacas01

O ministro da Defesa, Celso Amorim, esteve na terça-feira na capital baiana para a abertura do “I Seminário Zopacas – Segurança e Vigilância do Tráfego Marítimo, Busca e Salvamento”.

Em seu discurso, o ministro salientou que o evento tem, entre outras, a finalidade de “fortalecer as capacidades conjuntas” dos países participantes, que sejam também amplamente difundidas para o benefício das Forças Armadas e segurança do Atlântico Sul.

“O Atlântico Sul é um oceano pacífico é deve continuar a ser assim. Há mais de 25 anos, as Nações Unidas declararam a área como uma zona de paz e cooperação. Essa foi uma decisão sábia e que tem sido apoiada por quase a totalidade dos países da ONU”, complementou o ministro.

Amorim declarou ainda que cabe aos países da Zopacas concretizar essa ação. “Os conflitos que caracterizaram outros oceanos não devem ter lugar no Atlântico Sul. Desejamos o Atlântico Sul livre de armas nucleares e de outras armas de destruição em massa”, disse.

De acordo com o ministro da Defesa, o foco está voltado para o uso pacífico do mar. “Quanto mais cooperarmos, menos espaços teremos para interferências externas”, explicou.

Mas disse também que a cooperação não se esgota num único aspecto. “Além da segurança e da navegação, há muitas outras preocupações como combate à pirataria, narcotráfico e outras atividades ilícitas”, finalizou.

Ao longo do Seminário, representantes de 23 países discutirão, a situação marítima do Atlântico Sul, promovendo o intercâmbio de experiências. O evento, sob a coordenação do Ministério da Defesa, acontece até amanhã (17) e conta com o apoio do Ministério das Relações Exteriores e da Agência Brasileira de Cooperação.

FONTE: Ministério da Defesa

Tags: , , , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

3 Responses to “Amorim reforça compromisso do Brasil de manter o Atlântico Sul como zona de paz” Subscribe

  1. Mayuan 16 de outubro de 2013 at 21:45 #

    Será que o sorridente e cordial comandante da MB poderia explicar ao Amorim o significado da frase “Se vis pacem para bellum”?

  2. Antonio M 17 de outubro de 2013 at 7:28 #

    Se o nosso governo conseguirá manter uma zona de paz eu não sei, mas com certeza manter uma “zona” está mantendo sim ….

  3. Antonio M 17 de outubro de 2013 at 7:33 #

    Fico pensando se ele fosse ministro de alguma coisa correlata durante a 2WW, se ele conseguiria manter a tal zona de paz no atlântico …..

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Fase de testes avança no Prosub

Odebrecht - Prosub, fase de testes - 1

Seção de Qualificação é transportada para Prédio Principal do Estaleiro de Construção Rio de Janeiro, 25 de novembro de 2014 […]

Brasil cria núcleo de missão naval em São Tomé e Príncipe

NPa Grauna

Objetivo é levantar necessidades da guarda costeira do local e elaborar proposta de acordo de cooperação entre os dois países […]

China planeja construir 18 bases navais no exterior, inclusive na Namíbia

PLA Navy

Segundo o jornal The Namibian, estão em curso discussões nos “mais altos níveis” os planos da Marinha do Exército de Libertação […]

Taiwan inicia provas de mar do seu novo navio de apoio logístico

AOE532_Panshi_01

A Marinha da República da China (Taiwan), ROC Navy, iniciou os testes de mar do navio de apoio logístico de […]

Mísseis JL-2 lançados de submarinos chineses poderão alcançar os EUA

JL-2

Os mísseis intercontinentais de segunda geração JL-2, lançados de submarinos, que têm a capacidade de atingir os EUA, já se […]