campo-de-libra_586x422
ANTONIO PITA – Agencia Estado

Para garantir a realização do leilão da área de Libra, na segunda-feira, 21, o governo federal encaminhará ao Rio tropas da Força Nacional de Segurança. Militares do Exército também estão sendo convocados. O Ministério da Defesa realiza, na tarde desta quinta-feira, 17, reunião para definir o efetivo das forças e a estratégia adotada para a segurança do leilão, o primeiro de uma área na região do pré-sal.

A licitação irá ocorrer em um hotel na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Há no governo uma preocupação quanto à “exacerbação” das manifestações populares que questionam a realização do leilão. O pedido de reforço na segurança foi feito pelo governo do Rio à Presidência da República no último dia 11 de outubro.

A operação das forças federais será coordenada pelos Ministérios da Defesa e da Justiça, a quem está subordinada a Força Nacional de Segurança. A previsão inicial é que as tropas atuem por um período de 24 horas, no dia da realização do leilão. Não está descartada a possibilidade de reforço da Marinha e até da Aeronáutica.

O pedido do governo do Rio foi analisado e aprovado pelo Gabinete de Segurança Institucional que avaliou o risco de que as manifestações atrapalhem a realização do leilão, o primeiro da área do pré-sal. Na avaliação das autoridades de segurança em Brasília, segundo fontes do governo, o risco decorre da intensidade da violência dos protestos populares no Rio, em parte devido à participação de ativistas de grupos Black Blocs.

Já há manifestações previstas para a segunda-feira, dia do leilão. Os trabalhadores da Petrobras estão em greve desde o início da madrugada desta quinta-feira e realizam atos em diversas cidades do País contra o leilão. Sindicatos e movimentos sociais planejam um “grande ato” na próxima semana, mas ainda não detalharam as ações previstas.

A reserva de Libra é a maior descoberta de petróleo do País, estimada entre 8 e 12 bilhões de barris. Inicialmente com participação prevista no leilão, a presidente Dilma Roussef desmarcou a viagem ao Rio. A presidente da Petrobras, Graça Foster, também não participará da operação, sendo representada pelo diretor de Exploração e Produção. Normalmente, o presidente da Petrobras não comparece ao leilão de áreas exploratórias.

FONTEO Estado de S. Paulo

Tags: , , , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

15 Responses to “Governo encaminhará tropas para garantir leilão de Libra” Subscribe

  1. Marcos 17 de outubro de 2013 at 18:03 #

    Não tem preço ver a cumpanherada convocando os milicos reacionários, de direita, espancadores de defensores da democracia para eventualmente descer a borracha na população em geral e trabalhadores da indústria petroleira, que irão protestar contra a entrega do nosso petróleo para países estrangeiros.

  2. Guilherme Poggio 18 de outubro de 2013 at 14:54 #

    Entrega para países estrangeiros?

    Mas esse modelo obriga a participação da Petrobras com não menos de 30%, sendo sempre a operadora do Bloco.

    A Petrobras está quebrada. Seu nível de endividamento é elevadíssimo e, portanto, não tem caixa nem crédito na praça.

    Qual outra operadora nacional poderia assumir o bloco? A OGX?

    Ou seria melhor deixar o petróleo lá, guardadinho para daqui uns 30 anos?

  3. MO 18 de outubro de 2013 at 15:33 #

    eh o tal negocio, esta ai a nossa parte naquela frase da Petrobras “A maior exploradora de petróleo em aguas profundas do mundo” e a nossa contribuição nisso tudo = as aguas profundas apenas, o resto é com os cara …

  4. Marcos 18 de outubro de 2013 at 16:45 #

    Poggio

    Estava no modo irônico!!!

    De qualquer modo, é o que muita gente do governo, de partidos de esquerda, petroleiros e “especialistas” querem, que a Petrobras seja a única operadora desse bloco.

  5. Marcos 18 de outubro de 2013 at 16:47 #

    MO

    Desvendou tudo! De fato a a PetroBó e maior EXPLORADORA (nossa), que opera em águas profundas.

  6. José da Silva 19 de outubro de 2013 at 9:51 #

    MO quero os meus direitos autorais…..rs

  7. GUPPY 19 de outubro de 2013 at 23:01 #

    Off-Topic

    Gostaria de aproveitar a presença do amigo José da Silva neste post para solicitar, se possível, a relação dos submarinos americanos que participaram das operações UNITAS realizadas nos anos de 1972,1973, 1974,1975 e 1976.
    Agradeço, antecipadamente.

    Abraços

  8. Colombelli 20 de outubro de 2013 at 2:13 #

    Como é típico dos se caráter e se moral, os elementos que hoje titulam o poder no GF tem sempre dois pesos e duas medidas, variando o seu caráter e a frmeza de suas oíniões ao sabor de suas conveniências.

    A dez anos atras, toda vez que se chamada a polícia para reprimir qualuer protesto, eram os primeiros a fazer gritaria, falar contra os reacionários e toda aquela cantilena que nos conhecemos.

    Quando as FA era chamadas, ai era motivo de chilique.

    Pois vejam agora quem covoca as forças armadas para reprimir protestos de trabalhadores. Mas ai não é rpepressão, ai é garantia da ordem, Quando eles fazem é legal quando os outros fazem é crime.

    Cada dia meu ódio a isso so aumenta e penso e Harvey Lee Oswald e no manlicher carcano.

  9. Colombelli 20 de outubro de 2013 at 2:17 #

    Aliás, vejam so as palavras da então candidata Dilma:

    “Desde já eu afirmo a minha posição: é um crime privatizar a Petrobrás ou o pré-sal. Falo isto porque a poucos dias o principal assessor do candidato Serra para a área de energia e ex-presidente da ANP durante o governo FHC defendeu a privatização do pré-sal. Isto seria um crime contra o Brasil porque o pré-sal é o nosso grande passaporte para o futuro, e com ele o Brasil vai arrecadar bilhões de dólares.”

    E agora ela…….faz o contrário e convoca tropas para reprimir o povo.

    Sem caráter e sem moral. Que se podia esperar de um capacho de lula? Que fosse no mínimo tão sem caráter como ele é.

  10. MO 20 de outubro de 2013 at 14:04 #

    QUASE CERTESA QIquase certesa ele tem, apenas aguarde ele ver and ter tempo pra responder

  11. MO 20 de outubro de 2013 at 16:34 #

    e ja que o assunto eh petroleo – gas and afins =
    http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2013/10/mt-lpgc-alessandro-volta-icqi-imagens.html

  12. Marcos 20 de outubro de 2013 at 19:30 #

    “Mantida fora das manchetes dos jornais brasileiros, a China busca o objetivo de ter o controle de boa parte do petróleo brasileiro.

    “Suas atividades de espionagem, conhecidas, e não relatadas pelo governo brasileiro, tem o apoio de empresas como a HUAWEI.

    “Estranho o silêncio brasileiro com referência aos acordos com a China, em especial no governo Luiz Inácio.”

    Defesanet

  13. Marcos 20 de outubro de 2013 at 21:34 #

    “Entrega para países estrangeiros?

    Mas esse modelo obriga a participação da Petrobras com não menos de 30%, sendo sempre a operadora do Bloco.”

    Pois é! A Petrobras fica com 30% e os outros 70% ficam com os chineses. Vão entregar todo nosso petróleo para eles.

  14. daltonl 20 de outubro de 2013 at 23:45 #

    Guppy…

    não sei se o Zé tem uma lista dos “barcos” da US Navy
    que participaram das UNITAS nos anos que você mencionou mas por um acaso descobri 2 em anotações minhas, ambos SSNs e descobri um convencional, espero que ajude.

    UNITAS XV 1974 USS TANG SS 563
    UNITAS XVI 1975 USS SKATE SSN 578
    UNITAS XVII 1976 USS GATO SSN 615

    abraços

  15. GUPPY 21 de outubro de 2013 at 13:19 #

    MO,

    Grato pelas animadoras palavras.

    Dalton,

    Obrigado também pelas informações. A info do Tang SS 563 por aqui em 1974 foi muito boa para as minhas pesquisas.

    Na verdade eu já fiz essa mesma pergunta ao José da Silva em 23/03/210, às 19h 51min, no post ” ‘Desafio Naval’ 2 “, by Alexandre Galante, em 22/03/10.
    Ele respondeu mas faltou justamente os submarinos que participaram das UNITAS de 1973, 1974 e 1976.
    Em 1972, o José da Silva informa da presença do “Remora” mas deixa em aberto a possibilidade de outro também ter participado, ou pelo menos, assim eu entendi. Claro que ele enriquece com outras informações sobre participações de submarinos em UNITAS anteriores e posteriores ao período que solicitei.

    http://www.naval.com.br/blog/2010/03/22/desafio-naval-2/#comments

    Abraços aos dois.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Submarino ‘stealth’ russo da classe ‘Kilo’ aperfeiçoada junta-se à Frota do Mar Negro

O primeiro submarino da classe “Varshavyanka”, o Novorossiisk, entrou em serviço na frota do Mar Negro, informou o o serviço de imprensa […]

Dois destróieres da Marinha Real vendidos para comerciante de sucata turco

Dois navios da classe de contratorpedeiros Type 42 da Marinha Real foram vendidos para a sucata. O Ministério da Defesa (MoD) […]

Marinha Indiana recebe quarto e último OPV da classe ‘Saryu’

A Marinha Indiana comissionou o INS Sumitra (P59), quarto e último OPV (Offshore Patrol Vessel) da classe “Saryu”, no dia 4 […]

Marinha Russa recebe seu primeiro helicóptero Ka-52KM de ataque naval

Nikolai Novichkov, Moscou Foi anunciado que a Marinha Russa recebeu seu primeiro helicóptero de série Ka-52KM da Russian Helicopters. O helicóptero […]

Marinha Russa receberá novo míssil de cruzeiro ‘secreto’

Aleksêi Ramm, especial para Gazeta Russa O míssil de cruzeiro, cujas especificações técnicas estão sendo mantidas em segredo, passou nos […]

Saab fará revisão no submarino HMS ‘Halland’ da Marinha Sueca

Nesta segunda-feira, 29 de setembro, a empresa sueca Saab divulgou nota sobre informando que fará a revisão do submarino HMS […]