CTMSP - Aramar

CTMSP – Aramar

 

CENTRO TECNOLÓGICO DA MARINHA EM SÃO PAULO

Assunto: Aniversário do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo

Comemoramos hoje (17 de outubro) o 27º aniversário de criação do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo. Ao longo desses anos podemos nos orgulhar das grandes conquistas alcançadas e de cada momento da intensa jornada vivida até aqui.

Maquete de reator nuclear no Centro Cultural da Marinha em São Paulo - foto Nunão - Poder Naval

Maquete de reator nuclear no Centro Cultural da Marinha em São Paulo – foto Nunão – Poder Naval

Nesta data especial reverenciamos todos aqueles que, com perseverança e espírito empreendedor, conceberam e construíram o Programa Nuclear da Marinha (PNM), motivo de orgulho de todos os brasileiros. O esforço dessa gente abnegada, movida por um extraordinário sentimento de amor ao país, rendeu importantes conquistas tecnológicas, que elevaram a Marinha e o Brasil a um patamar que nos enche de orgulho e patriotismo.

Esse trabalho pioneiro, iniciado por aqueles que nos antecederam, levou à conclusão de várias realizações neste ano, dentre as quais, destacam-se:

  • a revitalização do laboratório de termohidráulica, importante para realização de testes necessários ao LABGENE e para o Submarino Nuclear brasileiro, de acordo com requisitos da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN);
  • a entrada em operação do segundo módulo da USEXA, e o progresso da montagem eletromecânica dos dois módulos restantes;
  • a continuação das obras no LABGENE, que abrigará o protótipo em terra da propulsão do SN-BR, que compreende a construção civil dos prédios além da infra-estrutura viária e da montagem eletromecânica do compartimento das turbinas;
  • a fabricação das máquinas da 5ª cascata de enriquecimento de urânio a ser instalada na INB (Indústrias Nucleares do Brasil);
  • a certificação ISO 9000 da Oficina Mecânica de Precisão e início do processo de mais duas oficinas; e
  • as atividades do Centro de Instrução e Adestramento Nuclear de Aramar, CIANA, o qual contribui para vencer o desafio de formar e licenciar, junto à CNEN, – os futuros operadores do LABGENE.
LABGENE

LABGENE – Primeiro reator nuclear de potência projetado e construído por brasileiros

 

Cabe ressaltar, ainda, a valiosa e continuada contribuição de parceiros como universidades, institutos de pesquisa, fundações e empresas afins, possibilitando a obtenção e absorção de conhecimentos, fundamentais para o cumprimento das metas do PNM.

Tripulação do CTMSP! Repousa em nossos ombros a responsabilidade de prover à Marinha com a propulsão nuclear naval, de vital importância para proteção das riquezas da nossa Amazônia Azul, patrimônio de todo o povo brasileiro. Honramos a tradição de superar obstáculos e desafios, por mais instransponíveis que pareçam ser, pois herdamos daqueles que nos antecederam o gosto pelo trabalho árduo e a vontade inabalável de superar óbices de qualquer espécie.

Àqueles que estão transformando um sonho em realidade e para os que hoje sustentam o fogo, estejam certos que a Vitória será Nossa.
BRAVO ZULU a todos os senhores e senhoras que fizeram e fazem a história deste Centro.
Tecnologia Própria é Independência.

CARLOS PASSOS BEZERRIL
Vice-Almirante (EN)
Diretor

Tags: , , ,

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

2 Comentários para “Aniversário do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo”

  1. Marcelo 19 de outubro de 2013 at 17:20 #

    Parabéns à Marinha do Brasil e a todos os engenheiros e técnicos deste Centro. Rumo ao SNBR. Gostei da frase de fechamento :
    Tecnologia própria é Independência.

  2. giltiger 21 de outubro de 2013 at 11:32 #

    Não me cabe o orgulho deste centro de excelência tecnológica da Marinha. Uma odisseia que atravessa décadas vencendo limitações econômicas e políticos desinteressados…

    Tomara que consigam manter este momentum até alcançar com sucesso o SNBR…

    Tecnologia própria, independÊncia e ORGULHO CTM-SP.

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Marinha peruana estuda três opções para renovar sua força de superfície

DE_LA_PENNE__5____a

  Não é só a Esquadra brasileira que necessita equacionar a renovação de sua força de superfície em um cenário […]

Cerimônia de incorporação do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ à Marinha do Brasil

Vital de Oliveira - 1

  Em uma cerimônia de batismo, mostra de armamento e transferência para o setor operativo, o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico […]

Ministério da Defesa menos otimista com as chances do Prosuper em 2015

FREMM 523b

Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa e autor do livro “As Garras do Cisne” Passam os […]

Grã-Bretanha vai investir mais de R$ 1 bilhão na defesa das Ilhas Malvinas

Falkland_islands_250m

A Grã-Bretanha vai gastar £ 280 milhões (R$ 1,3 bilhão) nos próximos dez anos para reforçar a defesa das Ilhas […]

Parceria BAE Systems/Ares fornecerá canhões Mk.4, de 40 mm, à Marinha

Bofors MK4

Dentro de mais três semanas o grupo BAE Systems Bofors AB assina com a Marinha do Brasil, no Rio de […]