161784624

Alexander Nevsky, segundo submarino nuclear da classe Borey (Projeto 955) da Marinha Russa, acaba de completar a etapa de provas de mar. As informações são do estaleiro Sevmash, e porta-vozes da empresa acrescentaram que os trabalhos no Projeto Borey estão “dentro do cronograma”. Porém, não foi dada nenhuma indicação de quando o Alexander Nevsky seria comissionado.

Ainda em setembro deste ano, o governo russo suspendeu as provas do Alexander Nevsky e do Vladimir Monomakh após o o fracasso no lançamento de um míssil Bulava – armamento principal da classe.  O ministro da defesa, Sergei Shoigu também ordenou que os dois submarinos realizem mais cinco testes de fogo com os mísseis balísticos.

De acordo com declaração feita um julho passado pelo diretor do estaleiro Sevmash,  Mikhail Budnichenko, a previsão inicial era de que o Alexander Nevsky fosse comissionado no dia 15 de novembro deste ano, enquanto o Vladimir Monomak entraria em serviço na metade de dezembro. Mas agora, a adoção efetiva dos submarinos depende do sucesso dos próximos testes com o Bulava.

Incluindo o último lançamento, ao todo oito de 20 testes de fogo com o míssil foram declarados oficialmente malsucedidos. Porém, as Forças Armadas russas continuam afirmando que não há outra alternativa ao Bulava. O míssil a ser lançado a partir dos submarinos Borey é composto de três módulos, tem alcance de 8 mil quilômetros, e pode transportar até 10 ogivas MIRV.

O estaleiro Sevmash informa ainda que o primeiro submarino de ataque da classe Yasen (Projeto 885) – o Severodvinsk – iniciará no mês que vem o ciclo final de provas na região do Mar Branco.

FONTE: RIA Novosti (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

Tags: , , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

3 Comentários para “Submarino nuclear ‘Alexander Nevsky’ completa provas de mar”

  1. Luiz Trindade 29 de outubro de 2013 at 20:09 #

    Pelo menos eles estão construindo o submarino e tentando colocar em serviço e nós, Brasil?!?

  2. Aurelio 30 de outubro de 2013 at 18:25 #

    Pois é Luiz, e o nosso hem ? Será que já saiu da prancheta ? Pela demora parece que o projeto está sendo feito em prancheta e com tecnígrafos .

  3. Bravoone 30 de outubro de 2013 at 21:16 #

    Vai com calma pessoal, antes do SN10 ainda tem quatro Scorpènes para serem entregues, o Álvaro Alberto deve entrar em operação só em 2023 ou 2025, é o maior passo já dado por nós, tenham calma…

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Brasil oferece simulador naval à Marinha de Moçambique

simulador naval LAAD 2013

O Brasil ofereceu à Marinha de Moçambique um Simulador de Manobras Navais, através da embaixadora brasileira no país, Lígia Maria […]

Gigantes ficam de fora de licitação da Marinha

SisGAAz

Sergio Barreto Motta Todos os dias, os jornais mostram denúncias, acordos, vetos e muito mais, em meio à Operação Lava […]

Flotilha Guarda-Costas cubana aceita cooperar com Guarda Costeira dos EUA

Cuba

Mais de 55 anos depois de as suas Marinhas terem feito seu último contato, os governos de Washington e de […]

Navantia espanhola cria filial no Brasil visando contratos de renovação da MB

Fragata Cristobal Colon - classe F-100 - em dique - foto Navantia

A empresa espanhola Navantia da área naval divulgou nota da Europapress na segunda-feira, 26 de janeiro, informando que iniciou processo de […]

Argentina escolhe a China como parceira para seus OPV

CSIC_P18N_Nigeria_AAD_2014_2

O Ministério da Defesa argentino escolheu a indústria naval da China como sua parceira no programa de construção de navios-patrulha […]