Vikramaditya_1655072f

A Rússia entregou o navio-aeródromo INS Vikramaditya à Índia no último sábado (16) após uma reforma cheia de atrasos e escaladas nos custos. A cerimônia de entrega do antigo Admiral Gorshkov  modificado aconteceu nas instalações do estaleiro russo Sevmash, na cidade de Severodvinsk, no nordeste do país. A previsão inicial era de passar o porta-aviões à Marinha indiana há cinco anos, em 2008.

Compareceram à cerimônia de entrega e comissionamento do Vikramaditya o vice-primeiro ministro russo, Dmitry Rogozin, e o ministro da defesa indiano, almirante AK Antony, que faz visita diplomática de quatro dias à Rússia. Os documentos que oficializaram a entrada do navio em serviço foram assinados pelo vice-diretor da Rosoboronexport, estatal russa responsável pela venda de armamentos a mercados externos, e pelo comandante do porta-aviões, Capitão-de-Mar-e-Guerra Suraj Berry.

INS_Vikramaditya_in_Baltic_Sea

Segundo o portal indiano de notícias Zee News, o navio-aeródromo será escoltado para a Índia por rota secreta até a base em Karwar, no sul do país, uma vez que o navio ainda não está armado com sistemas de defesa antiaérea – a previsão é de chegada é para fevereiro de 2014. Após a aquisição em 2004, a reforma da embarcação se arrastou por seguidas crises que elevaram o custo original de 947 milhões de dólares para 2,3 bilhões, causando desentendimentos entre Rússia e Índia sobre os termos do contrato entre os dois países.

Batizado em homenagem a um lendário rei indiano do século I a.C, o INS Vikramaditya era originalmente uma unidade do Projeto 1143.4 – um porta-aviões da classe Kiev modificado, comissionado pela Marinha da União Soviética em 1987 e descomissionado pela Marinha russa em 1996 por conta de cortes orçamentários.

INS_Vikramaditya_during_trials

FONTE: RIA Novosti (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

Tags: , , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

4 Responses to “INS ‘Vikramaditya’ é comissionado à Marinha indiana com 5 anos de atraso” Subscribe

  1. Mauricio R. 18 de novembro de 2013 at 23:38 #

    Bicão na festa!!!

    P-3 xeretando os testes de mar, de mais uma enrolação russa:

    (http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2013/11/ins-vikramaditya-was-spied-upon-by-nato.html)

  2. João Filho 19 de novembro de 2013 at 13:06 #

    E o Brasil vai comissionar o Sao Paulo com quanto atraso, 50 anos???

  3. juarezmartinez 20 de novembro de 2013 at 6:27 #

    A contar pelo “tranco da reforma” vaimais que 50 ……

    Grande abraço

  4. Almeida 20 de novembro de 2013 at 13:34 #

    A-12 São Paulo, o único navio que sai de uma reforma de 10 anos direto para uma manutenção de 5 anos…

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Ministro da Defesa visita a Embraer para conhecer o trabalho de modernização dos jatos AF-1/1A da Marinha

No dia 21 de outubro de 2014, o Ministro da Defesa, Embaixador Celso Amorim, visitou às instalações da Embraer, em […]

Programa ‘Artémis’: início das entregas de torpedos F21 em 2016

Programa contratado à DCNS deverá equipar 10 submarinos da Marinha Francesa com o torpedo de nova geração F21, substituto do […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]

Quiz Naval: identifique as classes dos navios que aparecem na foto, se for capaz…

Essa é para os bons de História Naval. Clique na foto para ampliar e identifique as classes dos navios que […]

Euronaval 2014: informe da DCNS sobre a entrega do navio da classe ‘Mistral’ à Rússia

Em resposta à informação publicada anteriormente sobre a entrega potencial do primeiro navio porta-helicópteros de desembarque (BPC) para a Federação […]

Euronaval 2014: características das corvetas ‘Tamandaré’ e do NPaOc-BR

Seguem as informações divulgadas sobre as corvetas da classe “Tamandaré” e sobre o NPaOc-BR: Corvetas Tamandaré: Deslocamento: aproximadamente 2.700 toneladas […]