800px-thumbnail

A revista semanal alemão Bild Sonntag divulgou no último sábado que a Arábia Saudita tinha planos de adquirir cinco unidades do submarino Tipo 209 por um total de 12 bilhões de euros – cerca de 16,5 bilhões de dólares. O periódico afirma ainda que, a longo prazo, o reino estava interessado em comprar 25 unidades ao todo.

A revista afirmou ter informações da que a chancelaria alemã teria demonstrado disposição para examinar o pedido árabe, e considerá-lo “favorável” assim que um novo governo saudita se instaure. Os submarinos seriam construídos pela Howaldtswerke-Deutsche Werft  (HDW) e pela Nordseewerke Emden, ambos estaleiros no norte da Alemanha.

Alvo de controvérsia

As informações divulgadas pelo periódico podem alimentar tensões durante negociações para uma possível coalizão entre o partido consevador  CDU/CSU, da primeira-ministra Angela Merkel, e o partido Social Democrata, por conta das divergências na questão da exportação de armamentos para regiões em crise ou com governos autoritários.

Os sociais democratas buscam regulamentações mais rígidas para a venda de armas, enquanto o partido conservador considera a legislação atual suficiente. Atualmente, o Conselho de Segurança Federal, composto por Merkel e mais oito ministros, precisa aprovar quaisquer contratos de exportação de armamentos.

Alguns legisladores alemães enxergam a Arábia Saudita como um mercado inapropriado para esses produtos bélicos, alegando que o reino ainda enfrenta obstáculos no exercício pleno dos direitos humanos. O país inclusive enviou blindados e tropas para ajudar a aplacar os protestos contra o governo do Bahrein em 2011.

O Bild Sonntag afirma ainda que a porta-voz da chancelaria alemã se recusou a comentar acerca do que ela definiu como “um possível caso individual de exportação de armamentos”.

A empresa ThyssenKrupp, dona da HDW e da Nordseewerke Emden, divulgou informações de que “não há projetos envolvendo a fabricação de submarinos para a Arábia Saudita”, porém, não esclareceu se já houve conversas preliminares para possíveis contratos.

FONTE: Deutsche Welle (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

Tags: , , , , , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

8 Responses to “Arábia Saudita planeja comprar submarinos alemães, afirma revista” Subscribe

  1. andreas 3 de dezembro de 2013 at 17:16 #

    Esses números estão esquisitos… 5 Tipe 209, por 12 bilhões?!?!? O Prosub, se não me engano são 6.7 bilhões de euros, por 4 SSK + 1 SSN. Esses valores aí estão quase o de um Vírgínia!!!!

  2. Guizmo 3 de dezembro de 2013 at 17:27 #

    Essa quantidade de 25 unidades no longo prazo também soa muito estranha. Não tem sentido para um país cujos maiores elementos de dissuasão e defesa, em face de seus potenciais inimigos, está concentrado na Força Aérea.

  3. daltonl 3 de dezembro de 2013 at 17:58 #

    Um erro nessa matéria do original em inglês. A maioria de outras noticias cita o valor para os primeiros 5 SSKs de
    2,5 bilhões de Euros ou 3,4 bilhões de dólares, enquanto
    que o valor de 12 bilhões de Euros seria o valor total envolvendo 25 unidades.

    Evidentemente, sonhar é de graça !

  4. Mauricio R. 4 de dezembro de 2013 at 10:43 #

    25 submarinos!!!

    Haja mercenário p/ tripulá-los.

  5. Ivan 4 de dezembro de 2013 at 11:47 #

    “BERLIN — Saudi Arabia wants to buy five German submarines for around €2.5 billion ($3.4 billion) and more than two dozen more in the future, a newspaper reported Sunday.”

    “Citing unidentified government sources, Sunday’s Bild newspaper said Riyadh had its eye initially on buying the five Type 209 submarines, followed long-term by up to 25 submarines in a €12 billion deal.”

    Link:
    http://www.defensenews.com/article/20131103/DEFREG04/311030007/

    Conta de padaria: cada Type 209 (que devem ser como os portugueses um Type 212 para exportação) sai por cerca de meio bilhão de Euros, ou US$680,000,000.00.

    Mas certamente a conta não é assim, deve incluir montagem de infra-estrutura para os subs, serviço de treinamento e capacitação de mão-de-obra e por aí vai.

    A grosso modo um sub alemão Type 212 ou 214 com AIP deve ficar entre 300 (trezentos) e 500 (quinhentos) milhões de dólares.

    Sds.,
    Ivan, an oldinfantryman.

  6. Ivan 4 de dezembro de 2013 at 11:52 #

    Mas o erro dos valores vem do original DW:

    “The German weekly Bild am Sonntag said on Sunday that Saudi Arabia wanted to purchase five German Type 209 submarines for 12 billion euros ($16.5 billion). The paper said that in the long term, the kingdom was interested in buying altogether 25 of the vessels.”

    http://www.dw.de/saudi-arabia-plans-to-buy-german-submarines/a-17201201

    Aparentemente é coisa de jornalista NÃO especializado, onde a principal notícia é a questão dos direitos humanos, sem importar a correção dos dados.

    Doze BI de Euros?
    Nem os PetroXeikes árabes pagam tudo isso em 5 (cinco) subs com AIP.

    Sds.,

    Ivan, o financeiro.

  7. Almeida 4 de dezembro de 2013 at 15:40 #

    Brasil: 6,7 bilhões de euros por 4 SSK mais o CASCO de um SSN.

    Sauditas: 2,5 bilhões de euros por 5 SSK.

    E ainda tem gente defendendo o PROSUB…

  8. Almeida 4 de dezembro de 2013 at 15:41 #

    OFF TOPIC: Cidade flutuante!

    http://www.businessinsider.com/theres-a-10-billion-plan-to-house-40000-people-on-a-huge-boat-2013-11

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

NDCC ‘Mattoso Maia’ pode ser o próximo navio da MB a dar baixa

G28

Segundo uma fonte, o Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) Mattoso Maia (G28) pode ser o próximo navio da […]

Navio de Desembarque Doca ‘Ceará’ finaliza PMG com êxito

NDD Ceará

  O Navio de Desembarque-Doca (NDD) “Ceará” finalizou com êxito o seu Período de Manutenção Geral (PMG) em novembro de […]

92º Aniversário da Diretoria de Aeronáutica da Marinha

NA FOTO, POR OCASIÃO DA COMEMORAÇÃO DO 92º ANIVERSÁRIO DA DAerM, VÊ-SE REUNIDOS COM O ATUAL DAerM, EM PÉ À ESQUERDA, CA PRIMO, MAIS SETE OFICIAIS-GENERAIS, TODOS EX-DIRETORES DE AERONÁUTICA DA MARINHA.

Apenas dezesseis anos após o primeiro voo do “mais pesado do que o ar”, os olhos atentos do então Ministro […]

Veja no ForTe: Exército Brasileiro vai escolher seu blindado 4×4

Avibras Tupi

O Projeto Estratégico Guarani, do Exército Brasileiro, deve selecionar em breve o vencedor do Programa VBMT-LR (Viatura Blindada Multitarefa, Leve de […]

Temas ausentes

Esquadra-Brasileira

Mario Cesar Flores Dois temas que frequentam o cotidiano da mídia mundial estiveram ausentes das campanhas eleitorais de 2014: relações […]