167347161

O presidente russo, Vladimir Putin, mandou na última quinta-feira que os militares reforçassem a presença do país na região do Ártico, e completassem no ano que vem o desenvolvimento da infraestrutura necessária para a instalação permanente dos contingentes. “Peço que prestem especial atenção ao envio de unidades militares e infraestrutura ao Ártico”, declarou o presidente em reunião com membros do Ministério da Defesa.

Putin disse ainda que a Rússia está ativamente desenvolvendo a região, e precisa de todos os recursos possíveis para a manutenção da segurança e proteção dos interesses nacionais. Especula-se que o território ártico tenha reservas inexploradas de petróleo e gás, que tornaram a área alvo de disputa entre os Estados Unidos, Rússia, Canada, Noruega e Dinamarca após o degelo causado pelo aumento global da temperatura. Moscou já reivindicou diversos recifes no Ártico, e pretende defender suas pretensões junto às Nações Unidas.

Também na última quinta-feira, o ministro da defesa russo, Sergei Shoigu, declarou que uma força-tarefa combinada será enviada à região em 2014 para proteger interesses nacionais. Como parte de um programa ambicioso, as Forças Armadas russas planejam reativar pistas de voo e portos nas ilhas da Nova Sibéria e no arquipélago de Franz Josef Land. As instalações haviam sido desativadas em 1993. Shoigu disse ainda que pelo menos mais sete campos de voo na área continental do Círculo Ártico também serão reativadas.

FONTE: RIA Novosti (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

Tags: , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

4 Comentários para “Putin quer presença militar forte no Ártico”

  1. Oganza 10 de dezembro de 2013 at 21:57 #

    Pra mim isso não tem nada com petróleo e se tiver é muito pouco. Isso é um movimento para controle das rotas no artico e os russos estão apostando que os EUA vão ter focar seus esforços no Pacífico.

    A rota de Suez vai ficar “largada” junto com o OM para se engalfinharem por lá e o Ártico será a bola da vez para as próximas décadas.

    A Rússia vai aumentar a presença no Mediterrâneo também aumentando a pressão na US NAVY, que já vai estar bastante ocupada no Pacífico.

    Ocupar espaços “vazios” será o norte dos movimentos na próxima década… hihihihi e ainda vamos perder (nunca tivemos né?) a zona de influência no Atlântico Sul.

    Sds.

  2. Blind Man's Bluff 10 de dezembro de 2013 at 22:23 #

    Se tem pré-sal lá ou não eu não sei. Sei que esses candidatos não farão nada contra o degelo do Ártico. Por eles, o urso polar já estaria extinto.

  3. Oganza 11 de dezembro de 2013 at 0:11 #

    Blind, será que picanha de urso é bom? Filé de foca é gostoso.

    O degelo vai acontecer e isso é irreverssível, mesmo que colocássemos todos os carros na garagem e fechácemos todas as fábricas e térmo-elétricas pelos próximos 500 anos.

    Infelizmente quem manda no clima do mundo é o Sol e os oceanos, nessa ordem. O ser humano contribui com menos de 5% das emissões de carbono na atmosfera.

    Nosso aquecimento são espasmos naturais do planeta, na verdade estamos mais próximos de uma era glacial do que um forno de microndas.

    Sds.

  4. Wagner 11 de dezembro de 2013 at 11:08 #

    Mas a carne de urso polar tem um bicho nela, nao tem ?? Li que houveram exploradores que comeram urso polar e morreram.

    Isso aí, a Rússia volta a cena !

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Precisamos, para já, de 4 (bons) navios usados

maestrale

  Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa e autor do livro “As Garras do Cisne” Parece […]

Navio-veleiro Cisne Branco aberto à visitação em Santos neste final de semana

Cisne Branco (2)

A Capitania dos Portos de São Paulo informou em nota à imprensa que o navio-veleiro Cisne Branco da Marinha do […]

Marinha peruana estuda três opções para renovar sua força de superfície

DE_LA_PENNE__5____a

  Não é só a Esquadra brasileira que necessita equacionar a renovação de sua força de superfície em um cenário […]

Cerimônia de incorporação do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ à Marinha do Brasil

Vital de Oliveira - 1

  Em uma cerimônia de batismo, mostra de armamento e transferência para o setor operativo, o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico […]

Ministério da Defesa menos otimista com as chances do Prosuper em 2015

FREMM 523b

Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa e autor do livro “As Garras do Cisne” Passam os […]