sem-titulo-1

Um submarino da Armada argentina invadiu uma competição de iatismo entre meninos de 12 a 15 anos no litoral atlântico, embora não tenha causado vítimas e nem maiores danos, confirmou nesta segunda-feira o Ministério de Defesa do país.

O incidente ocorreu na última quinta-feira, quando um submarino da Armada navegava próximo ao litoral de Mar del Plata, situado a cerca de 400 quilômetros ao sul de Buenos Aires, onde ocorria uma competição de iatismo. Por conta da surpreendente presença do submarino, a prova foi suspensa para evitar possíveis incidentes.

“Ao se aproximar da zona do canal navegável, para entrar no porto de Mar del Plata, foram avistadas pequenas embarcações pertencentes a uma regata esportiva. A passagem do submarino foi suspensa imediatamente por precaução”, explicou o Ministério da Defesa em comunicado.

Após obter autorização, o submarino pode seguir em direção à doca correspondente. Apesar de nenhum dos 150 competidores ter se machucado, os organizadores suspenderam a prova e, posteriormente, exigiram explicações à Armada.

“Cabe destacar que o submarino sempre navegou em superfície e a velocidade de manobra (nunca aconteceu a imersão). Além disso, em nenhum momento existiu risco de colisão, tendo em vista que não foram registrados danos pessoais e nem materiais na tal manobra”, concluiu o ministério da Defesa.

FONTE: G1

Tags: ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

11 Responses to “Submarino invade competição de iatismo na Argentina” Subscribe

  1. Leonardo Pessoa Dias 12 de fevereiro de 2014 at 12:30 #

    A parte mais interessante da notícia foi saber que os subs dos hermanos ainda navegam. E se participassem da regatinha, a chance de perder para os optmists não seria pequena…

  2. MO 12 de fevereiro de 2014 at 12:56 #

    Isso ta parecendo o noticias populares G1 .. um submarino ? qual ?? e do mesmo jeito, ‘I” ?????

  3. phacsantos 12 de fevereiro de 2014 at 13:15 #

    MO
    12 de fevereiro de 2014 at 12:56

    MO, era o ARA Salta (S 31)!

    Taí…vivi pra dar uma informação que o MO não sabia!kkkkk

  4. MO 12 de fevereiro de 2014 at 13:17 #

    heheheh, tks, to ficando veio … cego praticamente ja estou … muito obrigado !!!

  5. Marcelo Andrade 12 de fevereiro de 2014 at 15:32 #

    Interessante,

    Tomei um susto quando vi a “vela” preta com o código em vermelho igual aos nossos Tupis. Pensei que era uma montagem com o “Tamoio”, mas depois, olhando com calma, vi que não é um IKL-209-1400, e sim um 209-1200, o Salta.

  6. Observador 12 de fevereiro de 2014 at 16:16 #

    Eu imagino o que estava rolando dentro do submarino na hora do incidente:

    - Mi comandante! Mi comandante!

    - ¿Si?

    - Creo que finalmente encontramos la “Task Force”
    inglesa!

    - Mui bien! Entonces, atacamos estos cabrones!

  7. MO 12 de fevereiro de 2014 at 19:04 #

    En tiempo = http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2014/02/mv-arcadia-9hyw6.html
    2 photos

  8. rafael bastos 12 de fevereiro de 2014 at 20:39 #

    OFF – Pequena sugestão aos editores do Blog Forças de Defesa.

    Acredito que seria muito interessante um espaço no Blog junto aos anúncios publicitários dedicado a outros sites que tratem do assunto defesa e afins como geopolítica, ou mesmo aviação/ navegação em geral. Assim por exemplo, o pobre MO não precisaria em todo tópico postar o link do seu blog, pois seu site poderia ficar la fixado e exposto o para todo visitante ver, seria melhor para ele e para os leitores. E assim da mesma maneira outros sítios da net poderiam publicar o endereço das forças de defesa aumentado o fluxo do pessoal nestes sites semelhantes ( como Campo de Batalha por exemplo) e complementando o conhecimento da galera.Sds.

  9. Fernando "Nunão" De Martini 12 de fevereiro de 2014 at 22:18 #

    Rafael,

    A ideia é boa, falta só combinar com os russos, rsrsrsrs (nem todos os “donos” de sites se bicam, apesar de muitos terem nascido a partir de fontes comuns, parte deles a partir da antiquíssima lista naval que deu origem ao Poder Naval, mas boa parte é amigo sim, nos esbarramos frequentemente por aí. Já alguns preferem fazer questão de se fazer de inimigos, sabe-se lá por que).

    Quanto aos links postados pelo “pobre MO”, perceba que são do blog “Santos Ship Lovers / Santos Ship Photos”, que está justamente divulgado onde você sugere, na coluna onde ficam os anunciantes. Pode ser conferido com seu inconfundível brasão com os dizeres “Nubis et pluvia perpetuum est”, que neste verão não tem combinado muito com a realidade da cidade, mas dizem que amanhã finalmente vai chover.

    O MO e o Zé são da velha guarda da Lista Naval e do Poder Naval. Eu, que entrei pra valer na trupe em 2008, me considero um “calouro” ainda.

  10. Guilherme Poggio 13 de fevereiro de 2014 at 6:51 #

    Ué! Não era uma prova de vela? Então, lá estava a vela do Salta no meio das outras.

    Tudo normal. Só essa gente da grande mídia que não entende nada e faz tempestade em copo d’água.

  11. rafael bastos 13 de fevereiro de 2014 at 9:32 #

    Realmente Nunão esta la o brasão me desculpe pela desatenção hehe. Mas reitero minha sugestão de que esta lista de parceiros poderia ser maior e um pouco mais visível (para leitores distraídos como eu).Abraços!

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Navantia começa quarta grande revisão do submarino espanhol Tramontana

Submarino é quarto e último da classe ‘Galerna’ (S 70), baseada na francesa ‘Agosta’, havendo ainda três em serviço na […]

Marinha do Brasil realiza Operação ‘NINFA XXV’ com a Armada Paraguaia

A Marinha do Brasil, por meio de navios subordinados ao Comando da Flotilha de Mato Grosso (ComFlotMT), realizou a Operação […]

Demonstrador laser da Boeing destrói alvos em condições de ambiente marítimo

Vários alvos aéreos foram destruídos em situações de vento e neblina, condições climáticas típicas do ambiente marinho, em demonstrações realizadas […]

Navios-patrulha que Brasil fornecerá a Angola serão de 500 toneladas

Brasil vai apoiar desenvolvimento do Poder Naval de Angola   Brasília, 05/09/2014 – Os ministros da Defesa do Brasil, Celso […]

Conheça a história e o futuro da Força de Submarinos da Marinha do Brasil

Nunca antes neste país publicaram uma série de matérias sobre o tema nesta profundidade! A Força de Submarinos da Marinha […]

‘Modelo exportação’: Brasil deverá construir navios-patrulha para Angola

O ministro Celso Amorim (Defesa) assina hoje com o angolano João Manuel Lourenço termo de cooperação para construção de 7 […]