R ecebi do velejador e fotógrafo especializado em esportes náuticos, Fred Hoffmann, as fotos abaixo que mostram que os canhões do Forte da Ilha da Laje estão sendo retirados.

O Forte Tamandaré da Laje tem importância histórica. Localizada na boca da barra da Baía de Guanabara, entre o Pão de Açúcar e a Fortaleza de Santa Cruz da Barra, em Niterói, foi construído como parte do sistema de proteção militar da entrada do porto da Baía de Guanabara.

Conheça a história do Forte Tamandaré, na Ilha da Laje.

Um dos cartões postais do Rio de Janeiro, as instalações do forte na ilha estão abandonadas há muitos anos e lamentavelmente em ruínas.

Correm notícias que o Forte, que é administrado pelo Exército, estaria para ser arrendado para algum tipo de uso turístico, para festas ou algo semelhante.

Se a Ilha da Laje perdeu a importância estratégica para fins militares que teve no passado, hoje tem grande valor turístico pela sua presença imponente na paisagem é será o mais privilegiado ponto de observação das regatas olímpicas que serão realizadas na Baía de Guanabara em 2016.

Pode-se dizer que 99% das regatas realizadas na chamada Raia da Escola Naval posiciona a boia de contravento nas proximidades da Ilha da Laje. O mesmo, invariavelmente, acontecerá nas provas olímpicas.

Mesmo sem utilidade, a retirada dos canhões descaracterizará aquele sítio histórico. Esperamos que o problema seja esclarecido e o Forte Tamadaré da Laje seja enfim devidamente valorizado.

Veja as fotos a seguir:

forte1

Laje 1-c

Laje 2-c

FONTE: Blog do AXEL GRAEL

NOTA DE ESCLARECIMENTO VIA FACEBOOK: Esclarecimento do General Décio Brasil Sou o Gen Brasil, atual Chefe do Centro de Capacitação Física do Exército e Comandante da Fortaleza de São João, responsável pelo imóvel da União Ilha da Laje.

Sobre a matéria divulgada no Blog de Axel Grael, esclareço que no final do ano 2012 foi concluído o processo licitatório de permissão de uso do Forte Tamandaré da Laje. venceu o certame a empresa Plancton Comércio e Representações Ltda, que tem o Sr Rodolfo Simões como representante. O contrato de arrendamento, caso concretizado, será por 20 anos. A licitação passou por todo e complexo processo autorizativo, da Força e da Superintendência do Patrimônio da União. O arrendatário poderá explorar economicamente a Fortaleza e na finalidade do Termo de Entrega do imóvel da União prevê a revitalização, adequação e modernização da Ilha da Laje, com a implantação e funcionamento de um restaurante.

Como medida inicial, estava previsto a retirada e transporte para a Fortaleza das peças e materiais que poderiam, posteriormente, integrar o Sítio Histórico da Fortaleza de São João. Isso está ocorrendo no momento.

Toda a movimentação na Ilha da Laje está autorizada por este Comando, de acordo como contrato estabelecido.

Foram as providências necessárias para suprir a deficiência de recursos para a manutenção daquele importante sítio histórico e acabar com a depredação de visitantes indesejados que praticamente arruinaram o vasto acervo que lá existia.
Espero que com esta rápida explanação tenha sanado qualquer dúvida sobre o assunto.
Estou à disposição para outros esclarecimentos

Tags: , ,

Jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

9 Responses to “Velejadores denunciam que canhões do Forte da Laje, na entrada da Baía de Guanabara, estariam sendo retirados” Subscribe

  1. João Filho 26 de fevereiro de 2014 at 15:12 #

    Essas tristes fotos, principalmente a foto do meio apresentam um retrato perfeito da atual situacao militar do Brasil. Tudo delapidado e jogado fora, soldados das 3 forcas passando necessidade, ate falta de comida para a tropa nos quarteis, blindados de segunda mao e obsoletos, oficialato em fuga massiva para o setor privado ou para o exterior, uma marinha que de guerra so tem o nome, uma FAB minuscula e obsoleta…

  2. aldoghisolfi 26 de fevereiro de 2014 at 18:17 #

    O país não tem vontade nenhuma de manter viva a sua memória, e o Exército, nesta linha, parece que tem vergonha do seu passado, heróico até o aparelhamento.

  3. Carlos Alberto Soares 26 de fevereiro de 2014 at 19:36 #

    “Foram as providências necessárias para suprir a deficiência de recursos para a manutenção daquele importante sítio histórico e acabar com a depredação de visitantes….”

    E querem caças 4.5, Astros 2020, Nae 12 doutrina de cabotagem, SubNuc e por ai vai …..

    Transformaram nossas FA’s numa zona nos últimos 12 anos.

    Antes estava difícil, muito difícil.

    Mas agora é terra de ninguém, depois do corte(mais um) no MD e melhor transformar a MB em GC definitivamente e a FAB e o EB em GN como na Costa Rica.

  4. Carlos Alberto Soares 26 de fevereiro de 2014 at 19:38 #

    Não contexto nossas necessidades, mas os métodos em andamento são para extinguir nossas FA’s, fora o aparelhamento e infiltração dos vermelhos sindicalistas.

  5. ernaniborges 26 de fevereiro de 2014 at 21:41 #

    Como um país que não consegue prover a própria segurança, pretende ser membro permanente do Conselho de Segurança da ONU ?

  6. cristiano.gr 27 de fevereiro de 2014 at 10:03 #

    O lula la (u) só queria o Brasil como membro do Conselho de Segurança para ocupar a cadeira depois que saísse da presidência.

    Os contínuos cortes das FA’s são obra da picaretagem da digníssima e ilustre classe de burros ladrões políticos brasileiros. Quando servi no governo FH o rancho do quartel não tinha como alimentar todos os soldados diariamente e boa parte dos dias só almoçava no quartel quem estivesse detido ou de serviço. Com os sargentos e oficiais era diferente, sobrava comida, o que já provava um pouco de culpa também dos militares na má gestão.

    Senhores sobra muito dinheiro para ser investido nas FA’s, porém precisamos de políticos que representem a área, é preciso uma bancada. Lembre-se disso nas eleições, influenciem os votos de familiares, vizinhos, amigos e colegas.

    O dinheiro no Brasil está sendo muito mal empregado pelo governo corrupto do PT. Existem programas do governo para dar casas a população de baixa renda, porém pessoas do PT que cuidariam da distribuição delas só as dão a quem tem condição de pagar uns R$ 5.000,00 para o pessoal que decide. É um dos exemplos de como eles enchem os bolsos com nosso dinheiro.

    Presidiários têm direito a salário aos filhos por estarem presos, viciados em drogas vão receber pensão. Tudo errado. Isso mais parece ligado a ações satanistas, um culto diabólico. O bom pagando para o mal e esse sendo recompensado pelos seus atos errados.

  7. Wagner 28 de fevereiro de 2014 at 14:29 #

    Essa não !!

    Nossas defesas de linha de frente estão inutilizadas !!!

    ESTAMOS INDEFESOS !!

    Como deteremos uma invasão chinesa agora ?????

  8. MO 28 de fevereiro de 2014 at 14:33 #

    simples, deixando de ir na 25th of march, seara e ao inves de comermos no china in de box no tiozinho da barraquinha da esquina …

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Navios da Marinha do Brasil visitam o porto de Santos-SP neste final de semana

Está prevista a chegada e atracação no período da manhã de sexta-feira (29.08 – 7h) de um GT (Grupo-Tarefa) composto pelos […]

Futuros tripulantes indianos de Scorpene treinam em equipamentos fabricados na Índia

Sessões de treinamento da DCNS, referentes ao console dos sistemas de gerenciamento da plataforma e de manobras do submarino, foram […]

Marinha do Brasil e Armada da República Argentina concluem a Operação ‘Fraterno-XXXII’

De 15 a 25 de agosto, a Fragata “Greenhalgh” participou da Operação bilateral “Fraterno-XXXII”, que se realiza há 32 anos, […]

Visita da comitiva do Ministério da Defesa da Suécia ao NAe ‘São Paulo’

  Na primeira quinzena de agosto de 2014, uma delegação do Ministério da Defesa da Suécia esteve no Brasil, em […]

98 anos da Aviação Naval

Todo dia 23 de agosto, comemora-se o Aniversário da Aviação Naval, em referência à data de assinatura, pelo Presidente Wenceslau […]

Custo planejado dos reparos do NAe São Paulo, de 2006 a 2012

A imagem acima, tirada de uma apresentação da Marinha do Brasil, mostra os gastos programados dos reparos no NAe São […]