Navantia - LCM para a RAN

Estas embarcações são parte de um programa de construção de 12 LCM (EDVM no Brasil) para os porta-helicópteros de assalto anfíbio ALHD Canberra e Adelaide

10 de março de 2014 – As quatro primeiras embarcações de desembarque de viaturas e material para a Marinha Real Australiana embarcaram em um navio de carga (na foto acima, as embarcações a bordo do cargueiro) no estaleiro da Navantia, em Puerto Real. Espera-se que o cargueiro chegue ao seu destino em meados de abril. As oito unidades restantes estão sendo construídas em diferentes fases e serão trasladadas em grupos de quatro, nos próximos meses.

As características principais das LCM (EDVM) são:

  • Comprimento total: 23,30 m.
  • Comprimento na linha d’água: 21,27 m.
  • Boca moldada: 6,40 m.
  • Calado: 2,80 m.
  • Propulsão: dois motores diesel de 809 kW, que acionam propulsores de jato d’água (waterjets) através de duas caixas de câmbio.
  • Velocidade na condição de lastro: mais de 20 nós
  • Autonomía: 190 milhas a plena carga

O contrato de construção das embarcações foi firmado em setembro de 2011. O destino dessas unidades será os navios anfíbios ALHD Adelaide e Canberra que a Navantia e a BAE Systems estão construindo para a Marinha Real Australiana, com uma distribuição percentual de trabalho aproximada de 80% e 20%, respectivamente.

VEJA TAMBÉM:

Tags: , ,

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

6 Comentários para “Navantia entregou as primeiras quatro embarcações de desembarque à Austrália”

  1. eduardo.pereira1 11 de março de 2014 at 13:34 #

    Pessoal nao seriam 123,30 m de comprimento nao hein??

  2. daltonl 11 de março de 2014 at 13:52 #

    Não…a nãoser que voce esteja confundindo com o navio que as está transportando e que podem ser vistas no convés…seria isso ?

  3. MO 11 de março de 2014 at 15:05 #

    ummm pela Spliethoff … não tenho o Dijksgracht e acho que nenhum desta classe

    Edu, não meu, ja pensou uma EDVM de 123 m , ai seria um NDCC ?-), vc deve ter se confundido com o angulo

  4. eduardo.pereira1 11 de março de 2014 at 16:24 #

    MO e daltonl, me desculpem a falta de atençao (e de conhecimento mínimo naval como se nota pelo vacilo), me confundi com o navio que esta transportando as crianças e pensei em um NDCC.

    Obs.; e olha que sou 4 olhos hein,rs!!

    Sds, Eduardo o observador(quatrolho),aprendiz.

  5. MO 11 de março de 2014 at 17:31 #

    ih nem esquenta dias atras nao enxerguei o diacho de um navio russilico no meu nariz e ainda me achei que tinha dois, quando havia 3

  6. juarezmartinez 11 de março de 2014 at 21:46 #

    Eu também vi a mesma coisa…..ahh também sou quatro olhos..

    grande abraço

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

RbAM ‘Almirante Guillobel’ (R 25) – o ‘Hulk dos Mares’ em Santos

almirante-guillobel-R25-PWGL-ml-01-03-15-22 copy

Imagens do RbAM ‘Almirante Guillobel’ (R 25) demandando o cais da Mortona, no pier da CPSP, no final da tarde […]

Petrobras deve cortar até R$ 30 bi em investimentos previstos para este ano

Plataforma de Piranema - Petrobras

Atropelado pelo rebaixamento de rating pela classificadora Moody’s, o novo comando da Petrobras trabalha numa “reconstrução” da imagem da companhia […]

Marinha argentina planeja ter navio de assalto anfíbio de 15.000 toneladas

Type 071 YUZHAO Jinggang Shan井冈 999 Kunlun Shan昆仑山 998 Amphibious Transport Dock LPD amphibious warfare ships of the People's Republic of China's People's Liberation Army Navy chinese (2)

  O Estado-Maior da Armada argentina tem prontas, para serem apresentadas em 2016 ao governo que sucederá o de Cristina […]

Novidades na Marinha Portuguesa

Submarino U-209PN classe Arpão

  Por Pedro Monteiro O responsável da pasta de Defesa português já discutiu com o seu homônimo francês a aquisição […]

Força de superfície da Marinha Indiana começará, este ano, a receber mísseis Barak-8

kolkata-04

  O destróier porta-mísseis INS Kolkata, navio de 7.500 toneladas construído pela indústria naval indiana com tecnologia stealth (furtiva), sob […]