99111

ClippingNEWS-PAKIEV – Um dia após o governo da Rússia formalizar a anexação da Península da Crimeia, o quartel-general da Marinha da Ucrânia foi tomado por milicianos pró-Rússia e civis. Não houve resistência por parte dos militares ucranianos.

Cerca de 200 pessoas derrubaram o portão da sede militar e, em seguida, hastearam a bandeira da Federação Russa no local. Esse foi o sinal mais claro até agora de que soldados russos, e as chamada unidades de “autodefesa” formadas na maioria por voluntários desarmados que apoiam os russos, começaram a tomar o controle de instalações militares ucranianas na península do mar Negro.

Os comandantes da base ainda permanecem em seu interior, onde está sendo realizado um comício com centenas de pessoas, moradores da Crimeia que invadiram a base, hastearam a bandeira da Rússia e cantam o hino deste país.

Segundo a imprensa, os manifestantes propuseram aos soldados ucranianos que se rendessem e se unissem a eles ou abandonassem a base, a cidade de Sebastopol e a Crimeia. O vice-almirante Aleksandr Vitko, comandante da Frota russa do Mar Negro, que se apresentou na base para negociar com seus comandantes, já deixou o lugar.

Tensão. Pouco após o incidente, o ministro interino da Defesa da Ucrânia, Ihor Tenyukh, disse em Kiev que as forças do país não vão se retirar da Crimeia apesar de o presidente russo, Vladimir Putin, ter assinado um tratado anexando a região à Rússia.

“Os oficiais tentam conter a multidão. Há gente mascarada e outros não, mas não há homens armados”, disse Vladislav Selezniov, porta-voz do Ministério da Defesa ucraniano na Crimeia. O funcionário acrescentou que os invasores derrubaram uma cerca para entrar na área do quartel-general.

Selezniov disse que durante a noite não foram registrados incidentes em outras unidades militares ucranianas na Crimeia. “Em todas as partes tentam convencer nossos militares a integrarem a Frota Russa do Mar Negro ou que se mudem para a parte continental da Ucrânia”, acrescentou.

A Ucrânia denunciou ontem que um suboficial de suas forças armadas morreu baleado por supostos soldados russos em uma base em Simferopol, um incidente no qual também ficou ferido um capitão ucraniano. Um dos suspeitos pela morte do militar ucraniano foi preso.

Segundo as autoridades da Crimeia, um membro das milícias russas de autodefesa morreu e outros dois foram feridos por disparos de francoatiradores perto da mesma base militar ucraniana.

FONTE: Estadão

Tags: , , , , ,

6 Responses to “Forças pró-Rússia invadem principal base da Marinha ucraniana na Crimeia” Subscribe

  1. Ivan 20 de março de 2014 at 17:31 #

    Homens armados atacam navio de guerra ucraniano na Crimeia

    Divulgação foi feita pelo ministério da Defesa ucraniano na Crimeia.
    Corveta estava ancorada em Sebastopol.

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/homens-armados-atacam-navio-de-guerra-ucraniano-na-crimeia.html

  2. Ivan 20 de março de 2014 at 17:44 #

    Grupos pró-Rússia tomam dois navios de guerra na Crimeia

    Segundo agência, apesar de tiros terem sido disparados, não houve feridos.
    Ucrânia acusa forças russas de ameaçarem militares na Crimeia.

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/russos-tomam-dois-navios-de-guerra-na-crimeia.html

  3. Wagner 21 de março de 2014 at 12:06 #

    QUE CORVETAS SÃO ESSAS ???

    Qual classe ???

  4. daltonl 21 de março de 2014 at 12:53 #

    A Kmelnitski pertence a classe Pauk a Pridmiprovja é da classe Tarantul e a Lutsk é uma Grisha, transferidas
    da antiga marinha sovietica.

  5. MO 21 de março de 2014 at 15:02 #

    Em tempo = mini porta buneco … mas quwe eh 5 estrelas .. Chupa MSC e Costa … kkkkk =
    http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2014/03/mv-sea-explorer-v7wd8-turnaround-da.html

    13 photos

    M/V Sea Explorer / V7WD8, maiden call santos (as Sea Explorer … )

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

ICN realiza usinagem das subseções cônicas do primeiro submarino

ICN realiza usinagem das subseções cônicas do primeiro submarino

Trabalho prepara para soldagem das cavernas com o chapeamento do casco Rio de Janeiro, 22 de dezembro de 2014 – […]

Fornecedores nacionais do Prosub

Scorpène - Tunku Abdul Rahman

Respondendo à questão do leitor Oganza, segue anexa a lista de itens que a Marinha do Brasil pretende nacionalizar no […]

Mensagem do Comandante da Marinha insiste no Prosuper mas é discreta sobre meios navais

Esquadra A12

Roberto Lopes Autor do livro “As Garras do Cisne” Exclusivo para o Poder Naval Os 38 minutos da Mensagem de […]

Lançamento do livro ‘Monitor Parnaíba – 75 anos’, no dia 19 de dezembro, em São Paulo

Livro Monitor Parnaíba - 75 anos -  Capas - WEB

A editora Aeronaval Comunicação, que produz a revista Forças de Defesa, está lançando a primeira edição do livro “Monitor Parnaíba […]

Amazul assina contrato com a Mectron para projeto do IPMS do submarino de propulsão nuclear

Submarino com propulsão nuclear Álvaro Alberto

No mês de dezembro, a Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. (Amazul) assinou um contrato com a Mectron para o […]