99111

ClippingNEWS-PAKIEV – Um dia após o governo da Rússia formalizar a anexação da Península da Crimeia, o quartel-general da Marinha da Ucrânia foi tomado por milicianos pró-Rússia e civis. Não houve resistência por parte dos militares ucranianos.

Cerca de 200 pessoas derrubaram o portão da sede militar e, em seguida, hastearam a bandeira da Federação Russa no local. Esse foi o sinal mais claro até agora de que soldados russos, e as chamada unidades de “autodefesa” formadas na maioria por voluntários desarmados que apoiam os russos, começaram a tomar o controle de instalações militares ucranianas na península do mar Negro.

Os comandantes da base ainda permanecem em seu interior, onde está sendo realizado um comício com centenas de pessoas, moradores da Crimeia que invadiram a base, hastearam a bandeira da Rússia e cantam o hino deste país.

Segundo a imprensa, os manifestantes propuseram aos soldados ucranianos que se rendessem e se unissem a eles ou abandonassem a base, a cidade de Sebastopol e a Crimeia. O vice-almirante Aleksandr Vitko, comandante da Frota russa do Mar Negro, que se apresentou na base para negociar com seus comandantes, já deixou o lugar.

Tensão. Pouco após o incidente, o ministro interino da Defesa da Ucrânia, Ihor Tenyukh, disse em Kiev que as forças do país não vão se retirar da Crimeia apesar de o presidente russo, Vladimir Putin, ter assinado um tratado anexando a região à Rússia.

“Os oficiais tentam conter a multidão. Há gente mascarada e outros não, mas não há homens armados”, disse Vladislav Selezniov, porta-voz do Ministério da Defesa ucraniano na Crimeia. O funcionário acrescentou que os invasores derrubaram uma cerca para entrar na área do quartel-general.

Selezniov disse que durante a noite não foram registrados incidentes em outras unidades militares ucranianas na Crimeia. “Em todas as partes tentam convencer nossos militares a integrarem a Frota Russa do Mar Negro ou que se mudem para a parte continental da Ucrânia”, acrescentou.

A Ucrânia denunciou ontem que um suboficial de suas forças armadas morreu baleado por supostos soldados russos em uma base em Simferopol, um incidente no qual também ficou ferido um capitão ucraniano. Um dos suspeitos pela morte do militar ucraniano foi preso.

Segundo as autoridades da Crimeia, um membro das milícias russas de autodefesa morreu e outros dois foram feridos por disparos de francoatiradores perto da mesma base militar ucraniana.

FONTE: Estadão

Tags: , , , , ,

6 Comentários para “Forças pró-Rússia invadem principal base da Marinha ucraniana na Crimeia”

  1. Ivan 20 de março de 2014 at 17:31 #

    Homens armados atacam navio de guerra ucraniano na Crimeia

    Divulgação foi feita pelo ministério da Defesa ucraniano na Crimeia.
    Corveta estava ancorada em Sebastopol.

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/homens-armados-atacam-navio-de-guerra-ucraniano-na-crimeia.html

  2. Ivan 20 de março de 2014 at 17:44 #

    Grupos pró-Rússia tomam dois navios de guerra na Crimeia

    Segundo agência, apesar de tiros terem sido disparados, não houve feridos.
    Ucrânia acusa forças russas de ameaçarem militares na Crimeia.

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/russos-tomam-dois-navios-de-guerra-na-crimeia.html

  3. Wagner 21 de março de 2014 at 12:06 #

    QUE CORVETAS SÃO ESSAS ???

    Qual classe ???

  4. daltonl 21 de março de 2014 at 12:53 #

    A Kmelnitski pertence a classe Pauk a Pridmiprovja é da classe Tarantul e a Lutsk é uma Grisha, transferidas
    da antiga marinha sovietica.

  5. MO 21 de março de 2014 at 15:02 #

    Em tempo = mini porta buneco … mas quwe eh 5 estrelas .. Chupa MSC e Costa … kkkkk =
    http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2014/03/mv-sea-explorer-v7wd8-turnaround-da.html

    13 photos

    M/V Sea Explorer / V7WD8, maiden call santos (as Sea Explorer … )

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Comandante da Marinha pede apoio de Eduardo Cunha para projetos da Marinha

Almirante Leal Ferreira visita o deputado Eduardo Cunha

O comandante da Marinha, almirante-de-esquadra Leal Ferreira, reuniu-se nesta terça-feira (5) com o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, para […]

O confortável navio-patrulha Projeto 22100 da Guarda Costeira Russa

Project 22100 - Oceano - 2

Os tempos de rusticidade estão acabando, até na Rússia. O novo navio patrulha “Oceano” Projeto 22100 da Rússia que está […]

Damen apresenta quatro tipos de OPV com ‘arco reto’ rebatedor de ondas

Newly-designed-2nd-generation-Damen-OPV-2

Depois de passar a metade inicial desta década centrando esforços na oferta de sua linha de lanchas de patrulha costeira, […]

Marinha encomenda o NaPaCos 500-BR, nova classe de patrulheiros nacionais

p1484799

Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa A Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON) contratou o Centro […]

Zentech avalia condições do casco do ‘São Paulo’

sao-paulo-ml-18-11-11-9 copy

 Análise indicará necessidade ou  não de substituição de parte do aço do casco do navio – A empresa de engenharia […]