K-329-Severodvinsk

ClippingNEWS-PAAté o ano de 2020 a Frota russa do Norte vai receber mais de 40 navios de combate e de apoio, incluindo seis submarinos multimissão de propulsão atômica e diesel, declarou o almirante Vladimir Korolev, comandante da esquadra.

Acrescentou que até o fim do ano em curso na Frota do Norte vai incorporar-se o terceiro submarino estratégico atômico da quarta geração Vladimir Monomakh. Os dois primeiros submarinos deste projeto – Yuri Dolgoruki e Alexander Nevski – já chegaram aos pontos do seu baseamento na Frota do Norte.

FONTE: Voz da Rússia

Tags: , ,

5 Responses to “Frota do Norte da Rússia vai receber mais 40 navios” Subscribe

  1. Wagner 10 de abril de 2014 at 23:21 #

    Mais um exemplo da recuperação russa . ;)

  2. Mauricio R. 11 de abril de 2014 at 0:52 #

    Alugando alguns estaleiros chineses e pagando bem, quem sabe…

  3. daltonl 11 de abril de 2014 at 9:05 #

    Normalmente as informações fornecidas pelos russos são confusas e muitas vezes acabam não materializando-se em grande parte e também pouco se sabe do estado operacional dos navios nem quantos serão retirados até 2020.

    Mas dos tais 40 navios novos para a Frota do Norte- as outras Frotas também receberão novos navios e modernizados – o que se diz hoje é que serão:

    1 Destroyer de uma nova classe de 6 navios ainda na fase de projeto;

    6 submarinos entre nucleares e convencionais;

    5 fragatas;

    2 “grandes” navios de desembarque classe Ivan Gren, de cerca de 6000 toneladas mas os russos os chamam de “grandes” mesmo assim;

    21 navios logisticos entre pequenos e grandes;

    5 traineiras.

  4. Wagner 12 de abril de 2014 at 11:53 #

    e o Brasil, vai bem né ???

  5. daltonl 12 de abril de 2014 at 13:04 #

    O Brasil encontra-se em uma liga diferente, mesmo assim, tem a segunda maior marinha do continente americano, depois da US Navy.

    O Canadá possui 15 combatentes de superficie até melhores que os nossos, mas seus 4 submarinos viraram
    motivo de piada nos últimos anos.

    O Canadá não possui navios anfibios nem uma força de fuzileiros e um de seus dois navios de apoio logistico simplesmente “quebrou” mês passado e foi socorrido pela US Navy, tendo já 45 anos, não deverá ser reparado e o outro dará baixa antes dos substitutos chegarem deixando o Canadá sem capacidade para reabastecimento no mar por pelo menos dois anos.

    O Chile conta com 8 bons combatentes de superficie, mas são apenas 8 e dois dos 4 submarinos, embora modernizados são mais antigos que os nossos Tupis.

    A tradicional “rival” Argentina está em estado lamentável.

    “Em terra de cego quem tem um olho é rei !”

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

China pretende estreitar laços militares com Irã, diz mídia chinesa

PEQUIM (Reuters) – A China quer ter laços militares mais estreitos com o Irã, disse o ministro da Defesa chinês […]

Submarino alemão é encontrado afundado na costa dos EUA

  Pesquisadores informaram nesta terça-feira (21) a descoberta de um submarino alemão e de um cargueiro nicaraguense que afundaram na […]

Fotos do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ em construção na China

Confira as fotos do lançamento ao mar do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico “Vital de Oliveira” em Xinhui, na China. O […]

Baixe 7 edições da revista Forças de Defesa e doe quanto quiser

Agora você poderá baixar para o seu computador, tablet ou smartphone as melhores reportagens da nossa revista impressa Forças de […]

Em fórum na Fiesp, Estado-Maior da Armada destaca a importância da indústria em projetos da Marinha

Por Dulce Moraes e Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp Representantes do órgão apresentam projetos em desenvolvimento e formas de financiamento. […]

Navios-patrulha do Brasil e da França em operação contra pesca ilegal

Segundo nota divulgada pelo Ministério da Defesa da França nesta segunda-feira, 20 de outubro, o navio-patrulha La Capricieuse da Marinha Francesa […]