CM a bordo do A12

No dia 25 de março, o Comandante da Marinha, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto, visitou o Navio-Aeródromo “São Paulo” (NAeSPaulo), acompanhado do Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha, Almirante-de-Esquadra Wilson Barbosa Guerra, do Comandante-em-Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Sergio Roberto Fernandes dos Santos, e do Comandante da Força de Superfície, Contra-Almirante José Renato de Oliveira.

Participaram da visita o Diretor de Sistema de Armas da Marinha, Vice-Almirante Alipio Jorge Rodrigues da Silva; o Chefe do Estado-Maior do Comando de Operações Navais (ComOpNav), Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho; o Diretor do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, Contra-Almirante (EN) “Mario Ferreira Botelho; o Subchefe de Logística e Plano Diretor do ComOpNav, Contra-Almirante Renato Batista de Melo; e o Coordenador da Modernização do NAeSPaulo, Contra-Almirante (RM-1) José Moraes Sinval Reis.

Após uma breve apresentação sobre o Período de Modernização de Meio (PMM) a que o navio será submetido, a partir de 2015, foram percorridas algumas das instalações de bordo, destacando-se a Praça de Máquinas de Ré, Praça de Caldeiras de Vante, os Hangares e o Convés de Voo.

Ao final da visita, o Comandante da Marinha dirigiu-se à tripulação, manifestando a sua satisfação em ver a excelente apresentação do navio e ressaltando a essencialidade do NAeSPaulo para o País, motivando todos a superarem os desafios para modernização do meio.

NAe São Paulo A12

FONTE: Marinha do Brasil

Tags: , , , , ,

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

10 Comentários para “Comandante da Marinha visita NAe ‘São Paulo’”

  1. eduardo.pereira1 12 de abril de 2014 at 20:06 #

    Programa de modernização de meio a partir de 2015 ? O bicho vai ficar de molho até lá ??

  2. thomas_dw 13 de abril de 2014 at 9:37 #

    a partir de Maio de 2015, com conclusão daqui a alguns anos.

    O São Paulo vem cumprindo soberbamente a sua função de empregar centenas de Marinheiros e outros tantas centenas no suporte, tudo isto sem sair da Baia de Guanabara ou operar um avião sequer,

    O Sao Paulo consegui destruir a Aviacao Naval embarcada da Marinha do Brasil, quando voltar a ficar operacional, sera um elefante branco, um beco sem saida – pois a Marinha nao tem como comprar um substituto.

  3. daltonl 13 de abril de 2014 at 11:08 #

    Se a idéia agora é manter o NAeSP até 2028 só com muito “PMM” mesmo !

    Mas não significa o fim da aviação embarcada, nossos pilotos continuarão indo aos EUA , aliás, como fazem os pilotos da marinha francesa e farão o restante do treinamento operando a partir de aerodromos terrestres.

    Talvez o substituto do NAeSP nunca saia dos planos,
    mas ainda há tempo, não necessariamente entrando em serviço em 2028, mas, ao menos já batizado em 2028
    e conclusão em 2030 ou pouco depois.

    Não afirmo que irá acontecer assim, mas, parece ser o
    plano atual, que bem pode mudar na próxima gestão,
    algo que já aconteceu outras vezes no passado quando o assunto era reaparelhamento da marinha.

  4. Ozawa 13 de abril de 2014 at 14:13 #

    “daltonl 13 de abril de 2014 at 11:08 #

    Não afirmo que irá acontecer assim, mas, parece ser o
    plano atual, que bem pode mudar na próxima gestão,
    algo que já aconteceu outras vezes no passado quando o assunto era reaparelhamento da Marinha.”

    Prezado Dalton,

    Se é assim, nunca melhora, só piora…

    Nem que as finanças, por milagre, tenha um incremento nas próximas décadas, o reaparelhamento da MB não vai seguir o mesmo curso, a tomar por comparação os anos 2004/2008 em que as commodities e a China catapultavam às alturas a economia brasileira… O Brasil era o “queridinho” do Financial Times (lembram-se da capa com o Cristo Redentor decolando como um foguete sobre o Morro do Corcovado ?), do editorial econômico do NYT, dos relatórios do FMI e por aí vai… Mas o reaparelhamento da MB não saia do livro branco (ou preto, ou roxo ?) de Defesa… E, lembremo-nos, o FX 2 estava (muito) longe de ser decidido…

    O que realmente pode acontecer até 2028, além do NAe São Paulo nunca sair da baía de Guanabara, é uma mente com poder decisório, dentro ou fora da MB, constatar de uma vez por todas que essa história de Porta-Aviões na MB é um delírio insustentável economicamente.

    Já nossos netos em 2028 estarão debatendo por aqui sobre isso, e o Nunão Neto, Galante Jr., Poggio II postando fotos e matérias do Nae São Paulo com o título, será que agora vai ? Pro ferro-velho…

  5. juarezmartinez 13 de abril de 2014 at 20:14 #

    O link acima citao pelo nosso colega Guizmo explica bem porque coisas velhas são mantidas e mais coisas velhas são adquridas pela Mb a peso de ouro. Explico: coisas velhas geram muita manutenção, que gera muita receita extra caixa a quem contrata ou define, segue o baile enós pagamso a conta.

    Grande abraço

  6. Mayuan 14 de abril de 2014 at 0:49 #

    Mais uma vez o oceano se esquiva de nos prestar um imenso favor! Engolindo o SP nos livraria do elefante branco e seu domador, o Moura Neto.

    A anterior foi aquele vôo para o enterro do Mandela FHC, Collor, Lula, Sarney e Dilma a bordo…

  7. Vader 15 de abril de 2014 at 20:49 #

    Ozawa
    13 de abril de 2014 at 14:13 #

    “Nunão Neto” vc sacaneou com o nosso editor, rsrsrs…

  8. Vader 15 de abril de 2014 at 20:53 #

    No mais falar o que? O bagulho está docado há trocentos anos e agora a gente descobre que, em 2015, começa a sua modernização…

    Depois querem que a gente acredite que este é um país sério…

    PAREM DE GASTAR MEU DINHEIRO COM ESTA B.!!!!

    Seus biltres…

  9. juarezmartinez 16 de abril de 2014 at 8:06 #

    Vader, bosta velha da dinheiro, muito dinheiro….

    grande abraço

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Portugal também interessado no navio-doca ‘Siroco’

corymbe-le-bpc-tonnerre-releve-le-tcd-siroco-2

Na hipótese de o Brasil considerar inviável a aquisição do navio de assalto anfíbio Siroco , o navio, que será […]

Compre seu livro ‘Monitor Parnaíba – 75 anos’

Livro Monitor Parnaíba - 75 anos -  Capas - WEB

A editora Aeronaval Comunicação, que produz a revista Forças de Defesa, está lançando a primeira edição do livro “Monitor Parnaíba […]

Base chinesa em Walvis Bay põe em xeque trabalho da Missão Naval do Brasil na Namíbia

Namibia

Uma delegação da República Popular da China desembarcará proximamente em Windhoek, capital da Namíbia, para negociar a instalação, ainda este […]

Vídeo: Navio-Patrulha Classe ‘Macaé’

Navio-Patrulha Macaé

O Navio-Patrulha classe “Macaé”, construído no Brasil sob gerenciamento da EMGEPRON, é um navio versátil, apropriado para missões de vigilância […]

Compre sua revista Forças de Defesa 12ª edição

Forças de Defesa 12 - capa e miolo 2 - destaque

Saiu a Revista Forças de Defesa 12ª edição, com 120 páginas! a versão impressa está disponível para compra pela Internet e […]