CM a bordo da Cv Júlio de Noronha

No dia 25 de março, o Comandante da Marinha, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto, visitou a Corveta “Júlio de Noronha”, primeiro navio da Classe em processo de modernização, a fim de conhecer as principais obras em andamento.

Após uma breve palestra na Praça D’Armas, ministrada pelo Comandante do Navio, Capitão-de-Fragata André Luiz de Andrade Felix, foram visitados os principais compartimentos modernizados: Passadiço; Centro de Controle de Máquinas (CCM), já com os novos Sistemas de Controle de Avarias (SisCav) e de Controle de Monitoração (SCM) instalados, ambos desenvolvidos pelo IPqM; as cobertas da Guarnição; e a coberta de rancho, bem como a cozinha e a padaria.

Após a visita às instalações, o Comandante da Marinha dirigiu-se aos tripulantes e elogiou o empenho e a dedicação de todos, visando à prontificação do navio em 2015.

V32

FONTE: Marinha do Brasil

Tags: ,

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

3 Comentários para “Visita do Comandante da Marinha à corveta ‘Julio de Noronha’”

  1. juarezmartinez 13 de abril de 2014 at 20:10 #

    ele ceve ter ido explicar como é que com umsaário de R$ 15.000.000,00 conseguque comprar um apartamento de dois milhões de reais na orla do RJ sem ter ganho na loteria.
    Enquanto to isto a esquadra apodrece no porto.

    Um dia depois do outro, e o tempo vem sempre mostrando ser senhor de todas as verdades.

    Grande abraço

  2. Luiz Monteiro 14 de abril de 2014 at 15:41 #

    Prezado amigo Juarez,

    Segue abaixo a Nota Oficial da MB sobre a reportagem do jornal O DIA:

    “Em relação à matéria intitulada “Luxo e viagem dão indício de improbidade”, que acompanhou a matéria de capa com o título “Compra de imóvel de luxo leva MP a investigar Comandante da Marinha”, publicada no jornal “O Dia”, em 13 de abril de 2014, a Marinha do Brasil (MB) repudia, veementemente, as falsas, levianas e malignas notícias veiculadas, bem como qualquer ilação contida na reportagem que faça referência a aquisições imobiliárias do Comandante da Marinha vinculadas à compra de submarinos franceses pelo Brasil, não aceitando acusações de prática de corrupção, improbidade, desvio de caráter e de ética, decorrente de uma denúncia anônima, que não apresenta qualquer elemento de prova.

    Reforça-se, conforme trecho da nota já encaminhada no dia 11 de abril à repórter HILKA TELLES e não publicada por esse jornal, que: “Em face da citada denúncia, o Comandante da Marinha enviou, oficialmente, um relatório pormenorizado ao [Ministério da Defesa] MD sobre a compra do imóvel, abordando detalhadamente: a sua situação legal à época; os compradores; o seu valor; os impostos e taxas; e a origem dos recursos financeiros. Finalmente, o MD, após analisá-lo, expediu ofício à CGU informando que considerava o assunto encerrado e que arquivaria o referido processo naquele Ministério”. Essas informações são coerentes com a Declaração de Ajuste Anual de Imposto de Renda do Comandante da Marinha.

    Em relação às suas viagens ao exterior, reitera-se que “elas foram realizadas visando a participação em seminários, conferências e reuniões com outras Forças Navais, além de compor comitiva do MD, cabendo ressaltar que as mesmas foram oficiais, tendo sido realizadas a serviço, devidamente autorizadas pelo Ministro da Defesa através de Portarias publicadas no Diário Oficial da União”.

    Em referência à designação de Oficiais para servir no exterior, cumpre mais uma vez esclarecer que “compete ao Comandante da Marinha, por delegação do Presidente da República, previsto em diploma legal, a nomeação e exoneração de militares para cargos e comissões no exterior”.

    Cabe aqui destacar, que a informação apresentada relativa ao parentesco do Capitão-de-Mar-e-Guerra FERNANDO AUGUSTO TEIXEIRA DE PINHO, como primo da esposa do Comandante da Marinha, é falsa, pois o oficial não tem nenhum grau de parentesco com ela ou com o próprio Comandante da Marinha.

    Ressalta-se, ainda, que a Marinha do Brasil não recebeu, até a presente data, qualquer documento do Ministério Público Federal (MPF) que trate de investigação sobre o tema, tendo tomado conhecimento do assunto por meio de demanda de imprensa, contendo cópia de uma Portaria do citado órgão. Outrossim, caso seja oficialmente instado a se manifestar, o Comandante da Marinha prestará todas as informações necessárias à confirmação da legalidade e legitimidade dos atos praticados.

    Por fim, a Marinha do Brasil julga importante que as fundamentações supracitadas sejam divulgadas aos leitores desse jornal, de forma a dirimir qualquer margem de interpretação dúbia ou errônea que, porventura, possa ser originada por tais omissões.

    Atenciosamente,

    JOSÉ ROBERTO BUENO JUNIOR
    Contra-Almirante”

  3. juarezmartinez 14 de abril de 2014 at 20:56 #

    Prezado amigo comandante LM:

    Seguramente ele deve ter ganho na loteria e esqueceu, e a figura citada, como o senhor bem sabe por ser contemporãneo do cidadão, é uma figura notória dentro da MB, infelizmente.

    Grande abraço

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Precisamos, para já, de 4 (bons) navios usados

maestrale

  Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa e autor do livro “As Garras do Cisne” Parece […]

Navio-veleiro Cisne Branco aberto à visitação em Santos neste final de semana

Cisne Branco (2)

A Capitania dos Portos de São Paulo informou em nota à imprensa que o navio-veleiro Cisne Branco da Marinha do […]

Marinha peruana estuda três opções para renovar sua força de superfície

DE_LA_PENNE__5____a

  Não é só a Esquadra brasileira que necessita equacionar a renovação de sua força de superfície em um cenário […]

Cerimônia de incorporação do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ à Marinha do Brasil

Vital de Oliveira - 1

  Em uma cerimônia de batismo, mostra de armamento e transferência para o setor operativo, o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico […]

Ministério da Defesa menos otimista com as chances do Prosuper em 2015

FREMM 523b

Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa e autor do livro “As Garras do Cisne” Passam os […]