Home Hidrografia Cerimônia de incorporação do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ à...

Cerimônia de incorporação do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ à Marinha do Brasil

1296
26

 

Vital de Oliveira - 1

Em uma cerimônia de batismo, mostra de armamento e transferência para o setor operativo, o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico Vital de Oliveira foi incorporado, no dia 24 de março, à Marinha do Brasil. O evento, realizado no cais de Keppel Marine, Cingapura, foi presidido pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante-de-Esquadra Wilson Barbosa Guerra, e contou com a participação de autoridades civis e militares.

O Capitão-de-Fragata Aluizio Maciel Oliveira Júnior irá comandar esse meio naval equipado com o que há de mais avançado em termos de tecnologia, podendo receber até 40 cientistas embarcados. A aquisição foi feita por meio de um acordo de cooperação entre o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, a Petrobras S. A., a Vale e a Marinha do Brasil.

Construído pelo estaleiro Hangtong, em Xinhui, na China, o navio será empregado em pesquisas científicas para caracterização física, química, biológica, geológica e ambiental das áreas oceânicas estratégicas do Atlântico Sul.

Vital de Oliveira - 2

FONTE: MB

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
jacubao
jacubao
5 anos atrás

Seja bem vindo Vital de Oliveira. em anos de escasses de recursos públicos causados pela corrupção nas estatais e na política brasileira, qualquer meio okm, é muito bem vindo e esse navio é um belíssimo exemplo disso. Ainda bem que o Vital de Oliveira chegou antes dessa pouca vergonha que está humilhando toda a nossa nação diante do mundo, pois se demorasse mais um pouquinho, duvido que seria entregue esse ano….

Kojak
Kojak
5 anos atrás

Perfeito Jacubão.

Alexandre Galante
Admin
5 anos atrás

A construção do navio começou em 2013!
Encomendem os NPa 500 na China e outros navios também!

wwolf22
wwolf22
5 anos atrás

a popa do navio não parece ser baixa ??
ta quase no nível da agua…
como faz se pegar um mar agitado ??

XO
XO
5 anos atrás

wwolf22, isso, provavelmente, é por causa da movimentação de equipamento para levantamento hidrográfico… nos Navios-balizadores, a popa também é baixa, a fim de possibilitar o recolhimento e transporte de bóias de sinalizaçào náutica…

XO
XO
5 anos atrás

Aliás, parabéns ao Aluizio, colega de Turma, excelente profissional e um cara muito bacana…

José da Silva
5 anos atrás

Galante sinto te decepcionar mais esse prazo de construção para um PSV/OSV/AHTS é dilatado até para padrão Brasil. Se não houver problemas com o financiamento, problemas com o contratante ou algum imprevisto na construção um casco desse por aqui, dependendo do estaleiro vai para agua com 5 a 7 meses. Se quiser pode arredondar a construção para um ano com o acabamento e instalação dos equipamentos específicos. No caso do Vital de Oliveira acho que boa parte deve ser instalada por aqui, já que não tenham duvida, não são de procedência chinesa. Quanto a popa baixa não se pode esquecer… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
5 anos atrás

Se não for mto tarde p/ aproveitar a oportunidade, encomendem mais um.
Qnto aos 500 ton, perdemos a oportunidade qndo o estaleiro alemão que construiu as “Grajaú” que eram do Estaleiro Caneco, foi vendido.

MO
MO
5 anos atrás

orra começou em 2013 e ficou pronto soh agora, isso tudo para um AHTS/PSV recauchutado, o wilson sons no Guarujá se naotiver treta de financiamento teria feito 2,47 deles neste mesmo periodo rssss … (Padrão Engenheiro Ferrerão .. se fosse la fora uns 5 … rssss) Olha ai Pinta de Cinza, poe um 40 mm e 20 20 mm + 2 0.50 ta ai um completo NPaOc/RbAM,NApLog (desde que seja um AHTS … ) PS se for no padrão dos PSV / AHTS deve ter de tudo de mderno mesmo, o passadiço de um destes eh uma verdadeira nave espacial… Read more »

rafael oliveira
rafael oliveira
5 anos atrás

Por que esses bons estaleiros brasileiros não vencem uma concorrência da MB?

Eles participam? Participam e oferecem um preço maior?

Kojak
Kojak
5 anos atrás

“Alexandre Galante 26 de março de 2015 at 9:56 #” Interessante sua posição. Mais interessante sendo militar. Está safando a onça ? Há outras soluções bem interessantes. Planejamento correto, “business plan” faz parte, integração e colaboração tecnológica com poucos, mas países sérios. De Marinha eu conheço o que é proa e popa, bombordo e estibordo eu costumo errar. Mas com pensamento e ação I, II e III, curto, médio e longo prazo Integrados, Marinha de Guerra, FAB e Exército. Cercando-se de pessoas com virtudes, civis e militares, 1.- Engenhosas; 2.- Peritas e 3.- Argutas. E creia-me que temos muitas com… Read more »

MO
MO
Reply to  Kojak
5 anos atrás

Risos, Estibordo ??? então errou mesmo Kojak …. kkkkkkkkkkkkkk

MO
MO
Reply to  MO
5 anos atrás

ofi topica, mas eh topica

a quem possa interessar – NVe Cisne Branco em SSZ =

O Navio abrirá a visitação pública 28 e 29 – 1400 – 1800 h

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/03/nve-cisne-branco-u-20-pwcb-fundeado-no.html

3 photos @ Leguth Edson​ + Janelastv.com.br

Alexandre Galante
Admin
5 anos atrás

Kojak, depois de assistir a tantas tentativas de “nacionalização” de equipamentos ao longo de quase 40 anos acompanhando o tema e servindo à Marinha por 4 anos, posso lhe dizer que conheço um pouco mais esse assunto do que você.

Aprendi a ser pragmático e a não confiar em soluções mirabolantes e bem intencionadas que acabam gastando dinheiro do contribuinte sem atingirem os objetivos.

Precisamos de navios para ontem e não adianta ter pessoas Engenhosas, Peritas e Argutas como você diz, se o nosso Estado atrapalha e prejudica a iniciativa privada.

Kojak
Kojak
5 anos atrás

Galante,

eu mencionei o que tu afirmastes aqui dezenas de vezes.

Eu e vários foristas fizemos criticas contundentes aos Pro isso, Pro aquilo, livro vermelho, end e mais um monte de baboseiras.

Fomos advertidos e até suspensos.

Agora a China é a solução ?

MO

Eu não preciso conhecer os detalhes nenhum, basta saber onde eu quero ir, como, com segurança e saber onde foca o N, S, L e O.

Aproveitem e comemorem:

https://www.facebook.com/marinhaoficial/photos/a.121850657885914.19469.120666061337707/802338079837165/?type=1&theater

Shabat Shalom

Kojak
Kojak
5 anos atrás

*foca , FICA !

Alexandre Galante
Admin
5 anos atrás

As advertências foram feitas a comentários desrespeitosos contra autoridades e as suspensões foram a feitas a membros que não respeitaram as regras mesmo depois de advertidos.

Nunca censuramos manifestações de pensamentos e opiniões divergentes, porque a razão da existência do blog é fomentar o debate e a reflexão, mas dentro das regras.

Alexandre Galante
Admin
5 anos atrás

A China pode ser a solução para muitas coisas, tanto é assim que o navio em questão foi feito lá.

Kojak
Kojak
5 anos atrás

Ok, Galante.

“…. se o nosso Estado atrapalha e prejudica a iniciativa privada.”

Política certo ?

Temos pontos de vista divergentes.

As consequências eu não vou ver provavelmente.

Mas nossos filhos com certeza.

Segue a fila.

Luiz Monteiro
Luiz Monteiro
5 anos atrás

Prezados, Estive em Cingapura para esta cerimônia. A tecnologia embarcada impressiona. Quanto a proposta do Galante, acho que pode ser uma solução. A pesar de eu preferir os sul coreanos para este tipo de parceria. O navio foi contratado a estaleiro chinês pois os estaleiros nacionais encontravam-se com suas carteiras de pedidos repleta em razão da indústria petrolífera. Por falar nisso, alguns pedidos podem ser cancelados ou adiados pela PETROBRAS. Assim, os estaleiros brasileiros poderiam se engajar mais em programas da MB. Porém, vejo dois problemas. O primeiro é a falta de recursos orçamentários para a MB levar à diante… Read more »

GUPPY
GUPPY
5 anos atrás

Por que o navio foi construído na China e sua incorporação à Marinha, mostra de armamento, etc, deu-se em Cingapura?

daltonl
daltonl
5 anos atrás

Guppy…

aconteceu a mesma coisa por exemplo com as fragatas classe Niterói construidas na Inglaterra e foi lá que a tripulação, brasileira, deu “vida” ao navio, ao menos é
assim que penso.

abraços

daltonl
daltonl
5 anos atrás

Só complementando…o navio foi construído na China, mas,
finalizado em Singapura.

GUPPY
GUPPY
5 anos atrás

Grato pelos esclarecimentos, Admiral.

Abraços

Ed "árabe" lima
Ed "árabe" lima
4 anos atrás

Boa tarde a todos! Sr galante,parabéns pela trilogia,um conteúdo digno de primeiro mundo !
Aqui no rio o governo do estado comprou alguns trens de origem chinesa…r já chegaram ao porto do rio enferrujados! Tiveram q ser submetidos a banho químico…me chama a atenção ,como leigo e civil,humilde servidor a ferrugem escorrendo de certas partes dessa embarcação novinha…abraços!!!