Home Marinha do Brasil Marinha vai desativar mais dois navios: Varredor ‘Abrolhos’ e Aviso ‘Piraim’

Marinha vai desativar mais dois navios: Varredor ‘Abrolhos’ e Aviso ‘Piraim’

795
55

A002-f02

A MB determinou a Baixa do Serviço Ativo da Armada do Navio-Varredor “Abrolhos” e do AvTrFlu “Piraim”.

Seguem abaixo as Portarias do Comandante de Marinha:

COMANDO DA MARINHA
GABINETE DO COMANDANTE

PORTARIA Nº 314/MB, DE 28 DE JULHO DE 2015

Baixa do Serviço Ativo da Armada do Navio-Varredor “Abrolhos” e dá outras providências.

O COMANDANTE DA MARINHA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelos art. 4 e 19 da Lei Complementar nº 97, de 9 de que lhe conferem o art. 4 junho de 1999, alterada pela Lei Complementar nº 136, de 25 de agosto de 2010, e o art. 26, inciso V, do Anexo I, do Decreto nº 5.417, de 13 de abril de 2005, e de acordo com o disposto na Lei n 7.000, de 9 de junho de 1982, resolve:

Art. 1. Dar Baixa, do Serviço Ativo da Armada, do Navio-Varredor “Abrolhos”.

Art. 2. Designar a Empresa Gerencial de Projetos Navais para proceder à alienação do casco do ex-Navio-Varredor “Abrolhos”.

Art. 3. Esta Portaria entra em vigor no dia 20 de agosto de 2015.

EDUARDO BACELLAR LEAL FERREIRA

 

P078-f06

PORTARIA Nº 315/MB, DE 28 DE JULHO DE 2015

Baixa do Serviço Ativo da Armada do AvTrFlu “Piraim” e dá outras providências.

O COMANDANTE DA MARINHA, no uso das atribuições que lhe conferem os art. 4 e 19 da Lei Complementar n 97, de 9 de junho de 1999, alterada pela Lei Complementar nº 136, de 25 de agosto de 2010, e o art. 26, inciso V, do Decreto n 5.417, de 13 de abril de 2005, e de acordo com o disposto na Lei n 7.000, de 9 de junho de 1982, resolve:

Art. 1º Dar Baixa do Serviço Ativo da Armada do Aviso de Transporte Fluvial “Piraim”.

Art. 2 Designar a Empresa Gerencial de Projetos Navais para proceder à alienação do casco do ex-Aviso de Transporte Fluvial “Piraim”.

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor no dia 14 de agosto de 2015.

EDUARDO BACELLAR LEAL FERREIRA

55
Deixe um comentário

avatar
50 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
20 Comment authors
XODaltonjohn paul jonesleigoLuiz Monteiro Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
talharim
Visitante
talharim

Isso ta ficando demais mas que Comandante da Marinha é este ? __________ EDITADO … os navios são meros detalhes ???

2 navios importantíssimos 1 navio varredor e outro patrulha fluvial a espinha dorsal da esquadra navios relativamente simples de se manutenir .

Quinta Coluna de dentro da MB ? É isto que esta acontecendo ?????

MO
Membro

O Piraim não é NPaFlu, nem de perto, mas não deixa de ser uma baixa, com isso a ideia(possibilidade comentada por nos, claro) de NV virar NPa vai pro espaço tbm

Gota
Visitante
Gota

talharim,

A coisa tá feia. Com estes 2, já são 3 os navios desativados este ano: a corveta ‘Imperial Marinheiro’, o varredor ‘Abrolhos’ e aviso ‘Piraim’.

Estou sentindo falta dos comentários do Contra-Almirante Monteiro Junior aqui no Poder Naval. Por onde ele anda? Queria que ele esclarecesse estas desincorporações e se vem mais por aí.

Passei por ele algumas vezes no ‘Barão de Ladário’, mas tive medo de pará-lo e conversar com ele. Não sei se ele é tão acessível quanto demonstra aqui neste site. Sou praça, já viu né!

Marcelo
Visitante
Marcelo

Os 6 navios varredores da MB foram fabricados em 1972 -1975 e todos já deveriam ter sido substituídos na década de 90, por unidades mais modernas.

A marinha da Alemanha tinha 30 unidades de produção inicial em 1958 e foram todos desativados até 1995.

Com mais de 40 anos de idade, estes navios que sobraram, devem estar em uma condição “pouco” operacional atualmente…

Gayneth
Visitante
Gayneth

Sucatas! Nada mais que sucatas.

Oganza
Visitante
Member
Oganza

MO,

a entrega das Aspirinas pode ficar comprometida… Já pensou se chegar a esse ponto?

Grande Abraço.

MO
Membro

Mas ai que esta, literalmente esta assim, sinceramente como podem falar em Escoltas, daquiapouco aparece um abobado aqui falando que temos tecnologiade fazer um NAe ‘nucrear’ aqui … como, tudo esta furando em qqr área, quero ver se o pais entrar em colapso ….

Não que eu concorde, mas to vendo coisa ou eh isso que taacontecendo …

Delfim
Visitante
Delfim

Já deram o que tinham que dar, isto não é problema.

Problema é chegar no fim sem substituto.

john paul jones
Visitante
john paul jones

Não tem jeito, tinha que começar em algum momento …. Os Varredores já estavam cansados de guerra e quase nenhum valor militar, talvez como navios patrulha … A muitos anos esses navios não faziam mais as varreduras magnéticas (seja pelo HFG ou pela cauda magnética) desde que o MGV (Motor gerador de Varredura) ficou obsoleto, além de também não fazerem mais as varreduras acusticas. Ou seja, faziam apenas as varreduras mecânicas que são da época da 1GM !!!. E para a minha surpresa começou pelo Abrolhos, o penultimo da classe e considerado sempre o melhor varredor da força. A Marinha… Read more »

MO
Membro

JPG: algum motivo especifico para o Abrolhos ser o primeiro ?. Haveria alguma condição para ir parauma flotilha fluvial como NPa, pelando ele dos equipamentos de varredura ? (digo os outros, pos pelo jeito o Abrolhos ja eh sacramentado)

Juarez
Visitante
Juarez

É o comandante Leal está fazendo escola, estou gostando demais até o presente momento das atitudes dele.
MO, o os viajantes do mundo Hellmanns continuam acreditando em Duendes, Gnomos e Fadas, e nem eu e nem tu vamos coseguir mudar isto, pois eles foram doutrinados pelo” admiral fracasso”, mas MO, o tempo é senhor de todas as verdades e nós dois sabemos bem disto.
Oganza anote aí e me cobre depois:

Oferecimentos a serem feitos pelo Tio Sam;

OHPs, e USS Pelileu.

Grande abraço

MO
Membro

Sabe Juares, eh triste, imagine um exemplo o proprio Pelileu completo, grupo aereo e sobressalentes por 10 anso, fariamos oque com ele, como operar, como manter … triste, mas infelizmente viramos uma sucursal de noticiasinternaciosis apenas e co associada do Brasil Urgente … To doido ?? ah tah, então lançem noticias … e haja saco paraaturar os encantadinhos …

Em tempo =

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/07/ms-allegoria-a8ix5-classe-csbc-5500-da.html

8 photos

Dalton
Visitante
Dalton

Juarez… bom le-lo de novo por aqui…mas..o ex-USS Peleliu nem mesmo foi colocado na lista de FMS ou vendas militares para o exterior ao contrários das OHPs. O velho Peleliu deverá permanecer na reserva por alguns anos ainda no caso pouco provável de voltar a ser recomissionado , provavelmente no lugar do ex-USS Tarawa que agora deverá passar para outro grau dentro da chamada “reserva” aguardando seu destino final, desmanche, sinkex, etc. Independente disso é o que o MO escreveu, é muito custoso de manter e nenhum outro país jamais operou um “monstrengo” como o Peleliu na faixa de navios… Read more »

Oganza
Visitante
Member
Oganza

Juarez,

hahaha aguardo sim, principalmente por notícias de cunho realmente prático.

john paul jones,

sensacional isso que vc colocou: A MB terá que ficar menor tb em terra… eu nunca havia pensado por esse lado.

Grande Abraço a Todos.

Juarez
Visitante
Juarez

The Fisrt Admiral Dalton, o privilégio de ler o que este mestre todos os mestres escreve é meu.
Tchê, o Pelileu poderá ser ofertado a marinhas amigas segundo Mr. Fuentes, evidenmente como disse MO, a Bananrnia Navy nem, pensar, as OHPs com refit e o lançador de volta com SM 2 ao invés do 1 até vai, do jeito que estamos…..

Grande abraço

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Prezado Gota,

Poderia ter vindo conversar, certamente o atenderia. Sou o mesmo em qualquer lugar que esteja.

Quanto ao seu questionamento, os 3 navios foram retirados do serviço ativo pois são navios antigos, cuja manutenção vem se tornando cada vez mais dispendiosa para a MB.

Dessa forma, a relação custo – benefício fez com que a MB decidisse por sua retirada.

Abraços

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Amigo MO,

Os varredores estão cansados e não sei se aguentariam muito tempo como NPaFlu. Careceria de um estudo mais detalhado.

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Prezado Gota,

Não respondi seu segundo questionamento.

Sim, outros meios poderão ser retirados do serviço ativo.

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Juarez, meu amigo!

É bom te-lo de volta ao PN.

Abraços

Juarez
Visitante
Juarez

Caro Alm LM, leve meus cumprimentos ao Alm Leal, são totalmente merecidos e sinceros, coragem, determinação e principlmente pés no chão.
Comandante LM, o tempo é senhor de todas as verdades….

Grande abraço

X.O.
Visitante
X.O.

Prezados, os NV jah fizeram patrulha no passado, mas como servi tanto no M20 quanto no P51, digo de carteirinha… sem chance NV ser NPa… fiz 2 dias de mar, de SSA para Aracaju e chguei com 800 litros de aguada… so por ai jah se ve o drama… quando faziam canal varrido na Dragao, tinham de ir pra Vitoria toda hora… quando rolava aquela comissao para o Uruguai, era um tal de quicar de porto em porto… enfim, nao da mesmo…

Anderson Petronio
Visitante
Anderson Petronio

Humildemente me dirijo aos colegas bravos da lida do mar…Alguma chance de as marinhas do Reino Unido ou França, ou até mesmo Italia e Alemanha, fazerem venda de ocasião? Ou todo mundo com medo do “Urso”, escaldados vão operar até os meios pedirem misericórdia?

Aí me corrijam se estiver errado, prato cheio pros ching lings e coreanos ciscarem por aqui?

A chance de montar aqui no Brasil, mesmo comprando um projeto estrangeiro, para levantar a indústria naval, seria factível, ou estou comendo pastel estragado e vendo duendes?

john paul jones
Visitante
john paul jones

Prezado MO, acho que o Abrolhos foi o primeiro por azar, ele seria o próximo a iniciar um PMG e como o LM comentou acima ficaria muito caro e anti econômico.

Eu concordo com o XO, os Varredores teriam que ser adaptados para serem NPa e principalmente na questão de aguada, quem serviu lá se lembra dos banhos tomados com agua de degelo de Arcond que era recolhida num tonel no convés rs …..

Era um nojo da porr…., mas era a unica agua depois de um dia inteiro no sol do convés depois de uma varredura rs ….

Dalton
Visitante
Dalton

Anderson…

não se trata de “medo do Urso” e sim que as marinhas que você citou possuem seus navios de guerra de minas mais
novos ou sendo modernizados atualmente e que deverão cumprir o tempo planejado para eles ou seja algo em torno de 30/35 anos.

Quanto a construir aqui um projeto estrangeiro, já houve nos anos 80 uma tentativa com os alemães responsáveis
pela classe Aratu e que tinha uma meta ambiciosa de para cada navio varredor construído aqui um seria exportado, mas, não foi para frente.

Leigo
Visitante
Leigo

Alguém aí poderia falar um pouco sobre estratégias e meios militares navais? Uma mini aula? Vejam bem, na época do “descobrimento” do Brasil, vieram, se não me engano, umas treze caravelas. Totalmente dependentes do vento, com dificuldades de víveres, imagino. A principal arma de que dispunham eram canhões. Naquela época imagino que a munição era limitada, mas também talvez, não houvesse tantos inimigos. Para chegar em terra ocupada por índios sem armas modernas os canhões eram uma arma poderosa. Na segunda Guerra, acredito que, também, os canhões eram a arma principal. Hoje, são os mísseis. Algumas perguntas, como se daria… Read more »

Oganza
Visitante
Member
Oganza

Leigo,

vc pode começar por todos os artigos que estão no Menu no topo da página aki no PA.

Tem os Destaques, Reportagens, Sistemas de Armas, História e um especial sobre as Falklands… todos com Menus, sub menus e alguns com sub-sub menus… 🙂

Material de leitura para uma semana inteira… uma verdadeira viagem. Boa Leitura.

Grande Abraço.

Anderson petronio
Visitante
Anderson petronio

Bom dia professores.

Estamos com escoltas reduzidas, patrulhas reduzidas, Nae docado. Viramos marinha de “‘águas marrons”?

Qual a opinião de quem já visitou vários navios estrangeiros sobre as fragatas Chinesas e Coreanas, seria uma boa adquirir estes meios?

Há realmente problemas de qualidade? Ou preconceito mesmo?

Dalton
Visitante
Dalton

Leigo… não há “perguntas elementares demais” até porque ninguém é obrigado a gostar com paixão de navios de guerra a ponto de perder tempo pesquisando e embora algumas perguntas que você fez não tenham uma resposta fácil, algumas tentarei responder. “E como fica a situação, um navio dá a volta ao mundo com um número limitado de mísseis e dispara todos seus 20, 30 mísseis. E aí? Viagem longa para nada?” Excelente pergunta e a resposta é que o navio terá que procurar a base mais próxima, as vezes em território estrangeiro para receber mais mísseis. A US Navy costumava… Read more »

JagderVband#44
Visitante
JagderVband#44

Tchê

A marinha tem que diminuir em terra e na pensão das filhas dos oficiais.

Por que a marinha deve ter escola de oficiais da mercante? Ora, se eles são formados para a mercante (privada), não seria interessante que a própria iniciativa privada promovesse tal formação? O estado tem que diminuir de tamanho.

A USN jamais vai passar para a marinha da mandioca alguma Tarawa class ou Wasp.

abs

Otto Lima
Visitante
Otto Lima

john paul jones
29 de julho de 2015 at 19:29

Para sua informação, a MB tem hoje um efetivo de 60 mil homens, sendo 15 mil do CFM.

Otto Lima
Visitante
Otto Lima

Digo, CFN.

Beto
Visitante
Beto

O Almirante Leal Ferreira está fazendo um excelente comando. Não há necessidade de ficar gastando recursos nesses meios obsoletos. A permanência desse navios navios na ativa só trariam dois resultados:
1 – dispêndios de recuros, que poderiam ser destinados para outros navios; e
2 – risco de acidentes para o pessoal de bordo.
Não adiantar possuir meios que não podem ser utilizados. Precisamso dar baixa em outros meios da Esqudra. É sempre difícil dar essa destinação para nossos navios, entretanto não há outra saída.

Dalton
Visitante
Dalton

OI JPJ sabe o efetivo da marinha brasileira, na verdade, ele deu apenas uma ênfase ao fato de acreditar que a marinha deveria ter seu efetivo reduzido.

Quanto à marinha francesa penso que ele exagerou um pouco ao mencionar pouco mais de 50000 quando na verdade é pouco menos de 40000 ou pouco mais se adicionada à Guarda Costeira.

Verdade que a marinha francesa não tem um componente terrestre tão elevado quanto o da marinha brasileira na forma do CFN nem tantas atribuições ribeirinhas o que justifica em parte um número tão elevado de pessoal quando comparado ao número de navios.

XO
Membro
XO

Na boa, fico batendo nessa tecla, vamos parar com esse papo das pensões das filhas… a atual LRM, MP de 2001, já mudou a regra… desde então, quem quiser pensão para as filhas, tem de ser descontado a mais, além da pensão militar… eu, por exemplo, na época, era solteiro e optei por não descontar… chorei, hoje tenho3 filhas e pago previdência privada…

XO
Membro
XO

Complementando, a pensão militar é destinada apenas à um dependente, sendo o conjuge o que tem prioridade…

Marcelo
Visitante
Marcelo

Falando em efetivos militares:

Sabemos que a MB tem hoje cerca de 60.000 militares para uma força naval que conhecemos.

A Royal Navy hoje possui 45.000 miliares com uma força naval muito mais “potente”.

Fica a pergunta:

Não possuímos hoje uma Marinha inchada de gente e sem nenhuma força bélica no mar ???

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

XO,

Eu não gosto dessa discussão de pensões, mas, se não me falha a memória, a contribuição do militar para que a filha tenha direito à pensão é de 1% do soldo, por mês.

Convenhamos que é um baita investimento para o militar e insustentável para o Estado, pois esse valor, descontado por décadas, paga pouquíssimos meses. Supondo 40 anos de contribuição, 40 x 12 x 1% = 480%, que é menos de 5 meses pensão para filha.

Nem vou entrar na questão moral. O ponto principal é esse: o benefício é insustentável financeiramente.

XO
Visitante
XO

O desconto é de 1,5% do soldo, sendo opcional, assim o direito só vale para as filhas de quem descontou… se é o suficiente, não sei, mas o fato é que a regra mudou… penso que o pessoal abomina e discute aquelas pensões nos moldes antigos…

XO
Visitante
XO

Não sei como a DFM operacionaliza essa questão do pagamento, mas existe um ordenamento e regra específica para o dependente receber a pensão… assim, o pagamento não é “eterno” como antes…

XO
Visitante
XO

Só prá finalizar o não ser “eterno” refere-se à eligibilidade do dependente…

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Entendi, XO.

Mas, 40x12x1,5% =720%, ou seja menos de 8 meses.

Acho que a crítica maior é a própria existência desse direito fundada, principalmente, na inexistência dele para as pessoas da iniciativa privada e da maior parte do servidores públicos. Talvez, se isso vale-se para todos, não fosse criticado.

De qualquer forma não gosto de discutir esse tema então, com sua licença, prefiro encerrá-la.

X.O.
Visitante
X.O.

Concordo, Rafael, vamos entao falar de boas noticias… estamos agindo aqui na CNBW o embarque das 2 ultimas aeronaves Seahawk… elas devem chegar em breve na Macega…

MO
Membro

Boa XO !!! excelente Noticia, seria bom vir no paccote uma ou duas OHP ára embarcar eles !!! (meu gosto pessoal, claro)

Em tempo = 108.000 t. …

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/07/ms-alianca-charrua-a8sz8-8814.html

3 photos

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Aeeeee!

Isso sim é que é uma boa notícia, XO!!!

JP
Visitante
JP

Será que os NPa’s em construção sofrerão cortes? O contrato foi assinado em 2009 e pelo andar da carruagem a entrega deverá ser somente ano que vem (quando terá mais de 5 anos de construção), pois ainda não há nenhuma notícia do lançamento dele na água para os acabamentos. Sobre o pessoal de terra, creio que já há algo em andamento. Em 2014 tiveram 738 vagas no concurso do Corpo Auxiliar de Praças (CAP), este ano abriram apenas 165 vagas. Arrisco a dizer também que a taxa de marinheiros e cabos que deixam o corpo da armada oriundos das EAM’s… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

MO, pode apostar nas OHPs revitalizadas em estaleiros americanos.

Grande abraço

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Prezado XO,

Em abril, o Poder Naval informou com exclusividade sobre a chegada dos 2 últimos SH-16. Serão muito bem vindos.

Obrigado. Grande abraço

http://www.naval.com.br/blog/2015/04/17/enfim-uma-boa-noticia-marinha-renegocia-pagamentos-nos-eua-e-garante-mais-2-mh-16/

leigo
Visitante
leigo

Dalton, muito obrigado pela sua atenção. Oganza me sugeriiu ler artigos. Mas eu sempre leio as matérias aqui… Minhas dúvidas estã relacionadas a algumas questões básicas que quem é do ramo já conhece. Como eu falei, alguns importantes combates da segunda guerra, foram travados de forma feroz e com muita dificuldade, tais como o afundamento do bismarck, a batalha de midway (aquela na qual foram afundados quatro porta aviões japoneses, não é?). E hj? O que é importante? Acredito que não são canhões, muito menos aqueles que vemos nos navios, que mais parecem um rifle (rs). Nem helicópteros, que podem… Read more »

john paul jones
Visitante
john paul jones

Obrigado Dalton !!!, na verdade acho que já temos mais de 60 mil militares rs ….

Com relação ao CFN não vou mexer nesta polemica porque os Navais ficam estressados rs …., além disso como foi bem lembrado acima temos duas zonas ribeirinhas muito extensas e carentes de patrulhamento, por isso que os navais estão sediados na Ilha do Governador !!! ha ha ha ha (eu não consigo ficar calado).

XO
Visitante
XO

Prezado Chefe, lembro do post que o senhor citou, acontece que agora estamos finalizando o embarque das aeronaves, voam em C-17, chegam logo, logo…

MO, OHP era meu sonho de consumo tempos atrás, mas depois de ver umas 10 enferrujando lá pelas bandas da Philadelphia, acho que esse sonho não vai se concretizar…

Dalton
Visitante
Dalton

XO…

talvez as OHPs que você viu não tivessem sido selecionadas para venda ou tivessem dado baixa tempos antes, mas, só de OHPs que deram ou darão baixa ainda em 2015, um total de 9 delas foram selecionadas para venda:

Outras que foram descomissionadas em 2014 também foram selecionadas para venda e estavam em média com 30 anos de uso na ocasião.

Certamente não é o ideal, mas, são navios em melhor estado do que aqueles que você viu.

abraços

Dalton
Visitante
Dalton

Leigo… quanto a canhões, só recordando, no caso daqueles que já sabem, o maior canhão naval hoje em dia é o de 155 mm, 2 dos quais equiparão os 3 destroyers classe Zumwalt, o primeiro dos quais será comissionado em 2016…e serão utilizados para atingir alvos em terra e não navais !! Por aí você pode ter uma ideia de como o canhão não é tão importante como já foi até porque não espera-se batalhas nos moldes da II Guerra nem a necessidade do massivo apoio de fogo para um desembarque. Mas, canhões de tamanho médio, 127mm, 76mm , continuam… Read more »

XO
Visitante
XO

Prezado Dalton, obrigado pelas informações… o negócio é saber como elas estão… de qq forma, ainda acho que a propulsão com TG é ponto desfavorável… enfim, o CM vem prá cá, mas não sei se aquisição de meios faz parte da agenda… abc…

Juarez
Visitante
Juarez

XO, se, e tão somente se, o Tio Sam acordar, recoloca quatro delas em condições operacionais num estalar de de dos, recolocando os lançadores Harpoon e quem sabe o lançador Mk13(Bosco, se ue errei o nome do lançador me corrige por favor) com SM 2 ao invés do um. A propulsão com duas LM 2500 é cara, dado ao consumo, mas mais simples em termos transmissão e reduções, sem contar que MB conhece e bem estas TGs. O mais importante ao meu ver nestes navios é capacidade se poder operar full os MH 16, que dará outra dimensão ao combate… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Ahh XO, sem contar o principal, a escala de produção e o acesso ao spare parts farto e variado da US Navy.

Grande abraço