macae-gustavo-casto-29-06-13.2
Navio-patrulha Macaé – Foto: Gustavo Castro

Prosseguem hoje as buscas ao piloto do caça AF-1B Skyhawk (A-4KU modernizado pela Embraer) que se acidentou ontem após o choque em voo com outro avião do mesmo tipo durante exercícios de ataque à superfície com a fragata Liberal.

Hoje estão participando das buscas as fragatas União, Constituição. Rademaker, Liberal e Greenhalgh, os navios-patrulha Apa e Macaé e o aviso oceanográfico Vital de Oliveira.

Pelo site Marinetraffic é possível acompanhar os navios que estão participando da operação de busca e salvamento.

Helicópteros da Marinha, do Exército e um C-130 Hercules também estão dando cobertura à operação.

 

15 COMMENTS

  1. O que precisamos agora é continuar orando (os que tem fé) e procurando incessantemente pelo nosso piloto.

    Quanto ao resto, espero a transparência da MB sobre o processo de buscas. Independente do que aconteceu após a colisão com o outro avião, é importante saber em quanto tempo e com quais meios o pessoal de busca chegou ao local da suposta ejeção. O tempo estava bom, era dia, não era local muito remoto em relação a bases e com embarcação da MB nas proximidades. Ou seja, havendo meios disponíveis e prontamente operacionais, o tempo de reação deveria ser o menor possível para a situação, uma vez que no mar cada minuto é essencial, devido ao efeito das marés dificultar uma localização tardia.

    Precisamos saber se nossos pilotos estão seguros quanto à disponibilidade de equipamento de segurança individual e de meios de salvamento sem restrição. Sinceramente, acho que um helicóptero, como dito no post anterior, é pouco. Mas quantos haviam disponíveis na área? O Rio de Janeiro está bem servido de bases das 3 forças. Indiretamente, a restrição orçamentária, gerada com a quebra dos cofres públicos nos últimos anos, pode estar, através da baixa disponibilidade operacional dos meios, gerando uma vítima fatal entre nossos soldados.

  2. Olha… eu infelizmente acho que concordo com os senhores, hj acompanhei o trab do C-130 pelo Flight Radar e como a Marinha emitiu uma segunda nota informando “provável ejeção” isso nos leva a crer que eles não tem certeza que o piloto ejetou.

  3. Todo o apoio à família do piloto. E orações. Entretanto, fica no ar, sem trocadilho, uma impressão meio esquisita sobre esse acidente. Como ficou a outra aeronave? Qual o procedimento que estavam fazendo para ficarem tão próximos? Ou foi falha mecânica?

  4. Alguém poderia me confirmar se o traje do voo eh preparada para acidentes exalto mar ???
    se no bolco do uniforme ele carrega uma espécie de bote inflavel ????
    O macacão eh a prova d’agua ??? mantém o calor corporal ??? o piloto carrega um ração de emergencia ??? pra quantos dias ??? tem algum localizador no colete ???
    a nossa MB esta preparada ???
    ou tudo isso que eu mencionei não eh levado em conta ??

  5. Quando eu vi a matéria no G1 com o áudio do canoísta, que disse que algo bateu com força na água (achou que era uma baleia jubarte), e ele não viu mais nada, passado um tempo viu um navio no exato lugar do ocorrido, percebi que nada puderam fazer as equipes que estavam no local, pois se ele tivesse ejetado teriam o encontrado em no máximo 30 minutos, o navio em si que o canoísta viu deve ser a própria fragata Liberal, que chegou imediatamente no lugar do impacto, meus pêsames a amigos e familiares.

    Segue link: http://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/noticia/2016/07/imagens-mostram-caca-caido-no-mar-do-rj-e-buscas-por-piloto-que-sumiu.html

    Segundo vídeo da matéria.

  6. Os relatos da imprensa muitas vezes não são claros. Mas acho difícil, apesar da situação complicada de controlar a aeronave após uma colisão aérea, que o piloto do outro A4 tenha visto algo parecido com uma ejeção que não fosse a própria. Talvez um pedaço do avião em queda se desprendendo? Assim, salvo não ter sido essa a declaração do piloto sobrevivente, acho que houve a ejeção, bem ou mal sucedida. Por isso que as buscam se estendem, e rezo para que haja uma vida que será salva.

  7. E qual o motivo especifico da pergunta da participação dele , ie = pq dele participar ? Qual a diferenca p os outros ?

LEAVE A REPLY