Home Indústria Naval China lança o 13º destróier Type 052D

China lança o 13º destróier Type 052D

2657
11
Lançamento do 13º destróier Type 052D

O estaleiro chinês da Dalian lançou mais um destróier de mísseis guiados classe “Luyang III” (Type 052D) para a Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLAN).

O navio, batizado “Qiqihar”, foi lançado em 26 de junho. O destróier é o 13º Type 052D da China. A PLAN recebeu seu primeiro da classe, Kunming, indicativo visual número 172, em março de 2014.

A classe Type 052D tem um comprimento total de 157 m, boca de 17 m, calado de 6 m e um deslocamento de carga total de 7.500 toneladas. O navio pode atingir uma velocidade máxima de 30 nós e autonomia de 4.500 milhas náuticas a 15 nós.

Type 052D de perfil

O armamento consiste de dois sistemas de lançamento vertical (VLS), cada um contendo 32 células: um na proa à frente da superestrutura e outro atrás do hangar. O VLS suporta o míssil superfície de ar de longo alcance HHQ-9A, dando ao navio uma capacidade de defesa aérea da área. O VLS também tem capacidade de disparar mísseis de ataque terrestre e mísseis de cruzeiro antinavio.

Os Type 052Ds também são equipados com o radar phased array Type 346A multifuncional (conhecido como Dragon Eye).

Eles também estão equipados com sonares de profundidade variável, o que lhes confere capacidades de combate antissubmarino (ASW) consideravelmente maiores do que as classes anteriores de destróieres da PLAN. O VLS também pode ser equipado com um míssil antissubmarino (ASW) com torpedo, semelhante ao ASROC VL americano.

Os hangares gêmeos dos navios podem embarcar helicópteros antissubmarinos Harbin Z-9 ou Kamov Ka-28 e helicópteros AEW Kamov Ka-31.

11 COMMENTS

  1. Da mais ou menos para entender o que eles estão pensando
    .
    tenho 1,4 bilhão de pessoas, se faltar alimento ….@@$@@%¨¨&¨.
    tenho um oceano grande a minha frente…Países pequenos
    TRAIDORES SUBORNÁVEIS…
    Medrosos e/ou hesitantes…
    .
    .
    Vou tentar controlar isso..
    .
    que reações ocorrerão ?
    Como diminui-las ? o que fazer?
    .
    vou construir ilhas que declararei território chinês e por causa dos hesitantes, medrosos e traidores, no futuro poderão se tornar do nada, só havia oceano, zonas exclusivas onde era aguas internacionais.
    .
    vou dividir politicamente os países da região
    vou intimida-los
    .
    mas se alguém de fora intervir?
    Se houver guerra?
    .
    .
    Preciso fazer o custo da solução militar muito caro, tanto economicamente como politicamente…
    Vou me armar até os dentes.
    .
    .
    Alguém discorda ou acrescenta alguma coisa?

  2. Esse desenho é lindo, o Brasil poderia negociar alguns cascos, talvez uns 4, e fazer um recheio personalizado do tipo: motores Alemão, Radar Ingles, e misseis dos EUA. Não custa nada sonhar e substituiria com folga as niterois.

  3. Obs 2: Quem dizer que seria um Barco Frankstein tudo bem, más quem viu o projeto tamandaré sabe que não será o unico.

  4. Diego,
    Esse conceito modular (Frankstein) é universalmente aceito nas marinhas ocidentais. Em geral apenas o canhão principal e os lançadores verticais de mísseis é que têm penetração no convés.

  5. Tudo muito impressionante e os chineses estão de parabéns. Resta saber se todos os mísseis estão mesmo operacionais ou se tem uma alta carga de otimismo. Não que duvide que num curto espaço de tempo tudo possa estar operacional, mas tenho dúvidas se tudo que é divulgado já está pronto.

  6. Kfir os Chineses podem estar pensando outras coisas.
    Tivemos no passado uma elite de traidoras, que permitiu que potencias estrangeiras viciassem novo povo, tomassem nossas maiores cidades, dividessem nosso povo, por isso nao devemos deixar o mesmo se repetir. Aprender com o passado e uma prova de inteligencia.

  7. Lá a produção é nível Ambev, sai algo novo em quantidades toda, parabéns aos chineses pela seriedade com seus interesses soberanos.

  8. Caio. Com esse grupelho de espertalhões que sustentamos na classe política, não precisamos de inimigos externos.

  9. Sub urbano, eu me centro mais no caso chines, que primariamente parece apenas expansionismo, mas a China tem um historico mais de invasoes externas do que avancos sobre outras terras, como mostra a Historia registrada.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here