Home Marinha do Brasil Marinha envia mais de 250 fuzileiros navais para proteger o Porto de...

Marinha envia mais de 250 fuzileiros navais para proteger o Porto de Santos, SP

12938
95
NDM Bahia
NDM Bahia

Navio Doca Multipropósito Bahia foi deslocado do Rio de Janeiro com sete caminhões, três blindados e dois helicópteros. Ordem do Governo Federal é normalizar as operações no cais

Por José Claudio Pimentel, G1 Santos

O comando das Forças Armadas deslocou, neste domingo (27), o Navio Doca Multipropósito Bahia (G40), com 260 fuzileiros navais, para manter a segurança e garantir as operações no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. O complexo portuário é alvo de protestos de caminhoneiros, que estão em greve há uma semana.

No sábado (26), Navio-Patrulha Macaé (P70) atracou no cais santista com 22 fuzileiros como medida emergencial decorrente do decreto presidencial para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO), estabelecido na sexta-feira (25). O Governo Federal quer que o porto retome as atividades rotineiras o “mais breve possível”.

O Bahia foi deslocado do Rio de Janeiro com sete caminhões para transportar tropas, três blindados e dois helicópteros. Uma das aeronaves foi vista durante a manhã de domingo sobrevoando o complexo portuário para, segundo o Comando do Exército, fazer o reconhecimento de eventuais pontos de protesto no cais.

Ainda durante a manhã, o general Alexandre de Almeida Porto, comandante da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, que coordena as operações das Forças Armadas no litoral paulista, participou de uma videoconferência com o comando em São Paulo e em Brasília. O objetivo foi traçar estratégias para as ações no cais.

O G1 apurou que o Governo Federal também foi informado neste domingo que os caminhoneiros não realizam bloqueios efetivos nos acessos terrestres ao Porto de Santos, o que impediria a passagem de veículos. Entretanto, mantêm pontos de aglomeração e acampamentos nas duas margens, desde o início da paralisação.

O reforço de tropas militares no complexo acontece, ainda segundo o comando do Exército em São Paulo, para manter o “pleno funcionamento das operações” no cais. O deslocamento também ocorre para fazer a segurança da área do Porto Organizado e, portanto, os fuzileiros não deverão seguir para as estradas da região.

O Bahia atracou no Porto de Santos às 14h, conforme previsto inicialmente. No início tarde, militares do Exército também circularam armados pelas vias do porto utilizando motos. Não houve qualquer tipo de intervenção ou ação para retirar os caminhoneiros que protestam pacificante e esão instalados às margens das pistas.

Paralisação

O Porto de Santos não registra movimentação de caminhões nas duas margens desde segunda-feira (21), segundo a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), a autoridade portuária. O modal rodoviário representa 70% das operações, que foram diretamente impactadas com a paralisação da categoria.

A Codesp informou ao longo da semana e, reafirmou neste domingo ao G1, que mantém todas as operações no costado, com o embarque e desembarque de cargas nos navios que fazem escalas. A movimentação de mercadorias a partir de ferrovia, que representa 26% do total, e de dutovia (4%), também não foram interrompidas.

FONTE: G1

95 COMMENTS

  1. Os caminhoneiros estão, a toda evidência, galvanizando – e sendo bem sucedidos nisso – uma insatisfação nacional latente na sociedade com o status quo político e econômico.

    E não se escude o governo federal com uma resistência militar à tal insatisfação, pois essa não é só geral mas generalizada . . .

  2. Os caminhoneiros protestam contra o preço do combustível. O restante adere em protesto contra os políticos.
    Assim foi no governo passado. Estudante queriam ônibus de graça. O restante aderiu em protesto contra os políticos.

    • É mais o menos isso.
      Uma coisa leva a outra, o problema é achar que o preço da gasolina tem algo haver com a corrupção ou que algum politico, fez isso de maldade para se enriquecer a custa dos outros, o que é pura mentira, o preço tem haver com o mercado.

      • Negativo, Augusto L. Grande parte do preço dos combustíveis está associado a impostos. Evidentemente que, se o preço do petróleo sobe, os preços da gasolina e do diesel também subirão. No entanto, isso não exime o governo brasileiro de sua culpa ao cobrar impostos tão esmagadores ao seu povo. Nesse contexto, é sim possível dizer que o preço dos combustíveis está associado a corrupção, já que boa parte desses impostos é desviada para fins ilícitos.

        • Estava certo até a última frase. A corrupção aqui é grande, mas o é porque o orçamento é grande. Perto do orçamento total o percentual desviado é ínfimo.

          Para conseguir reduzir impostos, muito mais produtivo que tentar tapar ralo de dinheiro é cortar o mal pela raiz, secar a fonte. Diminuir esse montante atual em que todos os entes da Federação juntos gastam quase R$2,5 Trilhões por ano.

          Ficar tentando brigar contra os atos de corrupção praticados enquanto a fonte do dinheiro continua intacta é como matar uma ou outra barata enquanto o ninho continua intacto e aumentando.

        • Se o imposto esta lá é pq ele é necessário, infelizmente o estado brasileiro é grande e o brasileiro nao quer menos benefícios, quer almoço gratis.
          O Temer tinha que ser curto e grosso com os caminhoneiros e brasileiros comuns, se querem menos impostos vão ter q aceitar menos privilégios por parte do estado.

      • Pois é, como se navio de desembarque anfíbio só servisse para operações de ataque a outros países etc.
        E olha que esse é só um dos tipos de emprego possíveis.
        É o mesmo pessoal que vive defendendo que a Marinha vire apenas uma guarda-costeira, no máximo, com submarinos. Mas se não tivesse como fazer esse serviço de outro jeito, reclamariam que não tem um navio capaz de fazer isso.
        Se bem que o Macaé, que seria da “guarda-costeira”, também transportou fuzileiros… Oh, mundo cruel…

  3. Se o governo resistir em ceder visando tornar o desabastecimento insuportável para jogar a população contra os caminhoneiros, o tiro pode sair pela culatra. A maioria sabe que a culpa pela situação de aumentos diários dos combustíveis é do governo tentando cobrir os rombos da Petrobras para agradar os credores (também chamados de investidores para ficar mais bonitinho).

    • Não pague os credores e mantenha a Petrobrás deficitária. Daqui dois anos você terá uma PDVSA.
      A primeira coisa que fazem quando a realidade se impõe e a coisa aperta é dizerem: “Não paguem”.
      Tá explicado porque o país tá nessa situação.

  4. Eu vejo uma tendência do Governo Federal e do Governo do Rio terem engrossado o discurso com os caminhoneiros e estarem tendo menos resultados do que o Governador de São Paulo, que com um discurso mais moderado e uma negociação mais inteligente conseguiu mais resultados em termos de liberação de faixas e conseguir algum abastecimento.

    • Exatamente. Esses políticos aí não tem mais jeito, cadeia em todos, são crias de uma geração acostumada à vida de privilégios dos marajás nas costas do povo. Nada de baixar impostos. Até criaram uma lei bem conveniente nesse sentido, para usar de desculpa sempre, aquela lei que diz que se perder receita aqui tem que compensar em outro lugar. Que maravilha não? Ou seja, no Brasil socialista, por lei, é proibido diminuir o inchaço do Estado.

  5. Esse governo dá os últimos estamos
    Não só ele, mas toda classe política brasileira.

    Sobre o envio do Bahia, me espanta não haver uma OM dos fuzileiros em Santos, já que é o maior porto do país

  6. O governo tem que sanear a Petrobras – sanear mesmo, ainda há muito o que cortar, incluindo pessoal… basta fazer um benchmark com outras ooleiras, como Equinor, Shell, BP, etc, aumentando sua liquidez e valor de mercado e privatiza-lá… a concorrência e benéfica para o país… e fazer da ANP uma agência para valer, independente do governo federal, seja ele qual for…

  7. O pessoal anda tão focado em discutir política esses dias, ou o que fazer ou não com a Petrobras, com o Temer, uns com raiva até do garoto-propaganda do Posto Ipiranga, outros destilando ódio da ex-estocadora de vento, que está deixando passar informações bem interessantes para debater num site como este, dedicado a temas de defesa, especificamente Poder Naval.

    Um exemplo de informação muito interessante que está passando batida pra vocês, e que está já no segundo parágrafo da matéria (sinal que a maioria nem está lendo antes de comentar):

    “No sábado (26), Navio-Patrulha Macaé (P70) atracou no cais santista com 22 fuzileiros como medida emergencial decorrente do decreto presidencial para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO), estabelecido na sexta-feira (25).”

    Ou seja, um dia depois do decreto, foi possível que um navio-patrulha baseado no Rio, e que não é um meio de transporte de tropas, chegasse a um ponto estratégico para intervenção, após cobrir 220 milhas náuticas, desembarcando duas dúzias de fuzileiros prontos para intervir, em antecipação a um outro navio dedicado a essa tarefa, que foi aprontado, embarcou centenas de tropas e chegou no dia seguinte (tema do primeiro parágrafo da matéria).

    Numa situação em que pode haver problemas para transporte por terra, ou mesmo dificuldades pelo ar, percebe-se o uso de um navio-patrulha de 500 toneladas na velha tradição da “política das canhoneiras” do século XIX, mostrando que em pleno século XXI ela tem a sua utilidade em navios de pequeno porte – e o curioso é que mais de um comentarista tem o costume de chamar os NPa de 500t, jocosamente, de canhoneiras…

    Enfim, só um dos inúmeros exemplos de temas mais interessantes a colocar nos comentários além da indignação de cada um e o ramerrão do fla-flu político de sempre.

    • Valeu a bronca. E discordo. A maioria comenta com profundidade. Um dos melhores blogs na internet. Alguns comentários são rasos. Mas nem o colega Osawa é soberano.

      • Maioria em dias bons. Em dias como esses últimos, tá quase empatando.
        Você diz isso porque não tem ideia da quantidade de comentários que nem são publicados, porque o filtro eletrônico já pega e segura. Xingamentos, propaganda política, briga de ideologias. A gente, editando o site, vê essa porcaria toda e é de ficar com o cabelo em pé.
        Dá trabalho manter a discussão em bom nível, porque o filtro ainda deixa passar muita coisa, e toca editar, apagar, advertir etc, pra tentar manter o foco e o nível.
        De qualquer forma, agradecemos o elogio de “um dos melhores blogs na internet”.

          • Eliminar o filtro ou o usuário que ficar sabendo do segredo?
            Talvez seja uma rede neural… Palavras-chave (não vou nem tentar digitar as palavras se não já bloqueia o post. Rs.), associado a usuários, histórico de discussões, usuários ligados a brigas anteriores entre si. Rs.

      • Prezado Esteves, a baixa assinatura visual e eletrônica do Macaé, possivelmente numa incursão noturna, o fez atravessar incólume ao radar da minha Nau-Crítica e aos vigias do próprio PN, vez que a reportagem é do G1 . . .

  8. Aumentar os preços via impostos é perverso. Também é miopia economica. Se o governo quer que as fontes geradoras de impostos se ampliem, não pode aumentar as aliquotas. Tem que incentivar a economia para aumentar a massa pagadora de impostos. O aumento dos impostos tem um limite e esse limite nós já ultrapassamos. Um cientista economico ganhou um Nobel de economia demonstrando essa lei. Nós queremos ser mais espertos e nos afundamos na ignorancia e na incompetencia. Os politicos, na sua soberba de tudo poderem, chegaram no seu limite, tambám. Usarem as nossas forças armadas, como os anigos Capitães do Mato, para oprimir e manterem os senhores politicos e seus previlégios é degradante. Os nossos soldados não vão permitir que suas fardas sirvam de escudo para essa massa abjeta que polula nos palacios de Brasilia.

  9. Achei que a mobilização do efetivo precursor viria pelo HU-2 em uma ou duas aeronaves, um deslocamento seria mais rápido e barato (imagino que o custo de três horas de voo seja mais baixo que do deslocamento de um navio)
    De qualquer forma, o aprestamento do Bahia e do efetivo do CFN do RJ para SSZ foi bem rápido.
    Em 92 participei de uma movimentação assim como treinamento pra uma greve no Porto. O deslocamento foi feito de aeronave até a Mortona do Esq Prec, o segundo efetivo foi de Hércules para a BAST e o grosso da tropa apenas montou o trem logístico e ficou de sobre aviso para possível embarque no Rio de Janeiro.
    Foi um exercício bem válido e acho que essa situação nos mostra que as forças precisam treinar ações de CDC e GLO.
    O Bahia veio em boa hora para essas movimentações de tropa, seja pra essa ação, seja pra suporte em ações de calamidade.
    Só tenho dúvidas se o Bahia transporta Diesel em algum dos seus tanques.

  10. Mazzeo,
    Hoje, aqui em São Paulo, o que não tem faltado no céu é helicóptero militar pra lá e pra cá. Incluindo H225M.

    • Estava de sobreaviso e acompanhei a movimentação Nunão, ainda bem que estão abastecendo os carros de policiais, pois moro a 70km da minha OPM.

  11. Seja qual for o resultado de toda esta situação, parece- me que o Brasil não permanecerá mais o mesmo país que os brasileiros conhecem até hoje…..Tudo deverá ser muito diferente para todos daqui para a frente.

  12. O Espaço para comentários é interessante, mas eu pessoalmente gosto mais do site do tipo fechado como um fórum com cadastro e login para o usuário. Comentários abertos assim atraem comentários de todo tipo, vide os comentários de alguns sites de notícias em que se lê cada coisa. E este formato aberto também impede que informações mais relevantes de aspecto técnico, venham a tona porque todos podem ver os comentários.

  13. Mas comentando a matéria, realmente uma demonstração de prontidão excelente. Espero que esta crise se resolva e que no feriado o navio possa estar em visitação pública com tudo calmo, estes são os meus votos. E ressalto que já faz décadas que fuzileiros navais não vinham aqui no porto para missões deste tipo e a velocidade e eficácia da ação realmente são contundentes. Espero que não seja necessário a sua ação.

  14. E o governo cedeu às reivindicações. Ainda bem, a histeria já estava insuportável e o único resultado da continuidade dessa situação seria mais sofrimento a doentes, idosos e crianças. É incompreensível como uma população votou por 12 anos consecutivos em pessoas reconhecidamente desonestas agora se acha no direito de reclamar honestidade.

    • Essa é a mesma população que acha que os caminhoneiros estão lá, negociando o preço da gasolina, junto com o diesel…

      • Mesmo não negociando o preço da gasolina, o preço diesel baixo, faz com que os fretes sejam baixos e consequentemente os produtos sejam mais baratos.

        • Meu caro, você não deve estar acompanhando o que está acontecendo no Brasil. Ou não quer enxergar a magnitude da ___________
          .
          Existe caminhão demais na praça. Isso baixou o custo do frete, por conta da grande competição. O combustível subiu o que tinha que subir, sem interferência da politicagem do Governo. Isso matou o lucro de muito caminhoneiro que não consegue mais competir.
          O que os caminhoneiros, que não conseguem competir entre si fizeram?
          Partiram atrás de subsidio no diesel.
          Ganharam desconto no diesel as custas da população e de quebra, estão pra ganhar uma MP para regular o preço mínimo do frete.
          .
          Resultado: O povo é burro o suficiente para abraçar mais essa conta e a competição no preço do frete vai ir para o espaço.
          Não vai ter “frete mais barato”.

          COMENTÁRIO EDITADO. MODERE O LINGUAJAR.

          • Você parece não entender a situação, o cara trabalha um mês direto, dirigindo quase que o dia todo, paga um absurdo por combustíveis, peças, impostos, custo de alimentação, pedágio e ainda cobram por eixo erguido, como se estivesse carregado. Por conseguinte, todo esse custo é repassado no valor final dos produtos, todo esse custo não some do nada. Não existe almoço grátis.

          • Blablabla de vida sofrida…
            .
            O frete não é regulado. Se o combustível sobe, o frete deve subir. Pq não sobe? Pq tem caminhoneiro que continua fazendo frete barato e matando a margem de lucro de quem não consegue acompanhar…
            Pq tem caminhoneiro que faz frete barato? Pq tem caminhoneiro demais.
            É difícil entender?
            .
            É… é difícil entender isso. Por isso vamos fomentar a criação de mais privilégios, exceções e proteções especiais somente para a classe caminhoneira.
            Quem vai pagar a conta?
            O povo revoltadinho que não pensa.
            .
            Corte de gasto público que é bom, óh: zero.
            Manda mais Estado que tá pouco!

          • Muito bom Bardini.
            Eu concordo com você.
            Tem muita choradeira e terrorismo praticados contra o povo, por alguns que se dizem a favor do povo mas fizeram o povo de refém de sua causa. Quem tranca rodovias é terrorista.

  15. Colapso nos transportes terrestres. Aeroportos sem combustível. Suape? Salvador? Tubarão? Foz do Amazonas?

    Dezenas de postagens sobre as Tamandarés e quando a coisa acontece de verdade descobrimos que o Patrulha de 500 ton Macae com 22 fuzileiros chegou na frente. Depois o Bahia.

    Marinha de guerra, marinha de águas azuis, marinha oceânica. Sei.

    • Esteves,

      Concordo com você.

      Realmente é muito estranho como um navio patrulha de 500t, levando 22 fuzileiros pode chegar em Santos na frente do NDM Bahia, um navio muito maior, de operação muito mais complexa, levando quase 300 fuzileiros e carregado com equipamentos dos Fuzileiros Navais tenha chegado depois em Santos, mesmo considerando a hipótese que os dois desatracaram juntos, o que acho muito improvável.

      Muito estranho mesmo.

      • Sinceramente, está um pouco difícil entender o estranhamento de ambos os comentários, se estão falando sério ou se é ironia. Como nos últimos tempos tenho lido algumas barbaridades em comentários, de deixar o cabelo em pé, fiquei na dúvida.

        • Tamandarés, Prosub, meios, Atlantico, contigenciamentos e…quando menos se espera o Macae chega em Santos. Depois o Bahia.

          Não importa qual meio chegou antes ou depois. Importa que a MB ocupou Santos. Mas não ocupou os outros portos. Porque quem pensou em tudo isso queria tomar Santos. Depois os outros.

          Meios oceânicos. A MB quer meios oceânicos. E deve ter. Enquanto a MB planeja a renovação, a missão, a vida mostra que não é só no futebol que vem bola nas costas.

          No próximo planejamento eu incluiria mais Patrulhas. E mais Bahias. Nunca se sabe o que vem. E de onde vem.

    • Ninguém escolhe em quem votar. Votamos naqueles que os partidos políticos indicam para eleição. Portanto eles já foram escolhidos, nós apenas referendamos.

  16. Fernando “Nunão” De Martini 27 de Maio de 2018 at 21:15

    Já encheu o saco, os editores toda hora tendo que repreender foristas.

    O FORTE é o Forum adequado para tal, dentro das regras.

    Fui ….

    • No tsunami de 2011, o distrito naval de Yokosuka, onde está baseada a “força de escolta de frota”, a principal da JMSDF, saiu do porto em 1h, toda a frota !, para escapar do tsunami. Os chinas devem ter ficado de cabelo em pé.

      Quanto ao brasil ter um NPc pronto imediatamente e um transporte naval em 24h é suficiente, parabéns à MB.

      • Sim…mas…saíram com tripulação incompleta e os paióis vazios…é o normal para
        todas as marinhas do mundo… navios atracados normalmente se encontram em várias etapas de prontidão e certificação e precisam ser reabastecidos de víveres, munição e
        combustível para missões longas o que não aconteceu, então os “chinas” não deram a menor pelota.

      • A Marinha? o país! e como reconstruíram e o tornaram potência! Doutrina, cultura, respeito e amor para com sua pátria! abraços st4

      • A Royal Navy não foi “aniquilada” e mesmo assim é uma sombra do que foi na guerra fria, pior ainda quando comparada ao que foi durante a Segunda Guerra.
        .
        O mesmo se pode dizer da marinha japonesa de hoje em dia …é uma sombra do que foi…nem o Japão pode bancar uma marinha que sequer se aproxime apenas da Frota do Pacífico dos EUA hoje em dia…e seria ainda pior, se o Japão contasse com submarinos de propulsão nuclear ou mesmo armamento nuclear ,que teriam um grande impacto no orçamento.
        .
        A Royal Navy por exemplo se abdicasse de seus submarinos de propulsão nuclear
        poderia ter uma maior quantidade de outros meios, como submarinos de propulsão convencional, muito mais baratos.
        .
        No mais, concordo, o Japão e sua cultura são admiráveis e essa parceria com os
        EUA tem funcionado muito bem…inclusive o Japão fornecendo para à aliança submarinos de propulsão convencional de excelente qualidade, coisa que os EUA
        desaprenderam a fazer .

  17. Nosso sistema ainda não permite um cidadão sem vínculo com facções concorrer a cargos eletivos. Somos todos massa de manobra.

  18. O Brasil esta vindo a tona. Ainda nao viram isso, nao? Aqui ficam reclamando de que albums querem opinar na politica, e outros querem o blog fechado, para so ler as opinioes que os agradem. Isso e tapar o sol com uma peneira minuscula. Acordem, amigos. Ja passou da hora. Esconder a cabeça no buraco Como o avestruz nao vai ajudar em nada.

  19. Meu caro João, não é fechado, um Fórum qualquer um pode entrar, postar e ver as postagens, desde que se cadastre com dados que sejam checados e receba a sua senha, o que ocorre é que o público não cadastrado não tem acesso, não pode ler o conteúdo. O nível é outro, focado no assunto que interessa. Agora este formato dá uma carga de trabalho maior para os editores que tem que ficar bloqueando e editando um monte de comentários, que não são pertinentes etc.

    Este formato aberto também inibe que informações interessantes sobre algum sistema bélico ou situação sejam postadas. Só ganha quem quer ficar escrevendo sobre política, sobre preferências geopolíticas ou tratando navios e aviões como super trunfos.

    E com as eleições se aproximando a tendência é piorar muito, existe uma febre de se aliviar através dos teclados. Fica a minha sugestão para os editores, criar um forum anexo aos blogs da trilogia, quem quiser participar vai ter que se cadastrar com todos os dados e fazer login para entrar. Assim o nível vai melhorar e aí fica valendo o que esta na constituição liberdade de expressão desde que com autoria.

  20. O emprego das forças armadas contra grevistas infringe gravemente os direitos humanos e vai contra os acordos assinados pelo Brasil. A anistia internacional já se posicionou!

  21. Então o povo brasileiro que está indo às ruas são todos criminosos né não ???
    Parece que se parou na tal greve devido a preço de diesel e não se vê que agora se luta por um país melhor.

  22. Capt Jack Aubrey, privatizar? Então pagaremos R$10,00 pelo litro de gasolina.
    Ai sim, só os milionários poderão andar de carro.
    No Brasil não existe concorrência entre as empresas, elas fazem acordos entre si, para manter os preços no espaço.

  23. So uma meditação. Como não se pode abrir mão de receitas sem contrapartida (aumento de impostos ou corte orçamentário) e como aumentar imposto não é uma boa em ano eleitoral adivinhem so qual será o orçamento com prioridade de cortes para cobrir o subsídio do diesel……

    • Corte de gastos!…nas forças armadas não dá! pois estamos usando receita extraordinária para cobrir os gastos da intervenção ( já estamos extrapolando os gastos previstos para o ano) e não há margem para corte…vão imprimir e jogar a bomba para o próximo governo!

      • Voce tem dúvida de qual setor será atingido com primazia? não se abre mão de receita sem cobertura de aumento de arrecadação ou diminuição de orçamento. Isto está na LRF. Dentre as rubricas, a defesa será a prioridade de cortes para se atingir o valor subsidiado no “vale diesel” que será arcado pelo erário, ainda mais em ano eleitoral.

  24. Autônomos representam pouco mais de 30% do sistema de transporte rodoviário. O restante são empresas de transporte.

    Não é o caminhoneiro quem estabelece o valor do frete. Fosse assim, bastava parar.

    Os autônomos comparecem aos locais de entrepostos aonde são feitos leilões dos roteiros. Tem quem leva e tem quem não leva. Quem leva não come. O frente paga o diesel, o pedágio e uma melancia.

    Frete. Quem determina ou quem compete pelo frete são as transportadoras que representam 70% do transporte de carga.

    Quando a transportadora faz o leilão significa que ela tem a carga mas não quer entregar. Fica com uma parte e leiloa a outra entre os autônomos.

    Quem quiser ver como funciona a gritaria basta comparecer a um entreposto de carga.

    Peso e dimensões. Valor da NF. Destino. Categoria ou conteúdo. Risco. Prazo de entrega. Pedágio. Taxas. Reenvio. Impostos. Essa é a composição do frete no Brasil.

    A bronca dos autônomos deveria ser contra as transportadoras. Mas, claro, foram usados para parar o país. E foram engordados por movimentos e partidos políticos.

    As concessionárias que administram as rodovias desobedecem a lei federal 13.103 de 2015 que estabelece a não cobrança do ou dos eixos suspensos. Em SP a lei não pegou. E tome cobrança. Nas rodovias não privatizadas a Artesp manda cobrar. Porque a Artesp manda na legislação federal. Em São Paulo.

    Não faz o menor sentido um monopólio e uma estatal estar sendo administrada por preços internacionais como o Brent e pela variação cambial. Quem arrebentou as contas da Petrobras foi a Constituição de 1988. E os políticos, recentemente. Quando o Brent bateu 140 dólares a Petrobras se arrebentou ao contrário das notícias que a mídia nacional publicava. O endividamento quase chegou a 5 vezes as receitas. Tecnicamente falida.

    Tudo na vida precisa de equilíbrio. Passamos por vários choques e crises do petróleo desde os anos 1970 e não aprendemos como lidar com isso.

    Expresso Nepomuceno, HU e Transpanorama movimentam mais de 6 mil caminhões. O problema não é a quantidade de caminhões. O problema é a queda da atividade econômica desde 2007. Se não há carga sobra caminhão. Se sobra caminhão cai o frete.

    Nosso óleo não tem rótulo. Não tem marca. Não tem valor. É somente óleo. E trocamos por gasolina. E o que chamamos de royalties alimenta prefeitos e governadores antes da Petrobras apurar seus resultados. Assim manda a lei. E a MB leva seu quinhao. Que será contigenciado.

    Sobre o Patrulha Macae o que eu escrevi foi que depois de dezenas de publicações sobre as Tamandarés e sobre os meios da MB, quando a MB foi requerida para GLO chega 1 Patrulha em Santos. Quando apareceu o apuro chegou o Macae. Depois o Bahia.

    Outros portos? Do que a MB dispõe para essas crises? Claro que os sindicatos querem parar Santos. Mas enquanto a MB olha para o Atlântico (tanto o oceano quanto o porta helicópteros), para os inimigos oceânicos, para as escoltas sem ponto, para a costa da África, para o Libano, sorte nossa que o Macae chegou. Depois o Bahia.

    Parece que o perigo maior está dentro. Ou nas costas. Ou nos portos.

    Acho que não consegui explicar quase nada. Eu tento.

  25. Penso que deu tempo pra procurar, ler e entender o impacto do diesel no frete rodoviário. Tem site super, ultra, hiper didatico que desenha 10, 13 ou mais itens que formam o valor do frete. É um cálculo fino e técnico. Coisa de Excel.

    E o diesel não está entre os 10 ou 13. Porque o diesel entra no custo estrutural do negócio de transportes. Assim como a CLT faz parte do custo de qualquer empresa ou negócio. E se a empresa falir como faliram os estaleiros mostrados no Poder Naval, será por motivos técnicos como falta de capital de giro. E de vendas.

    Quem reclama que o frete não paga o diesel quer que o frete suba. Mas quem oferece o frete é a transportadora. Então o autônomo deveria reclamar com quem o contrata dizendo que o frete não compensa. Quem reclama do diesel é a transportadora porque o diesel entra no custo direto do negócio que ainda tem risco, imposto, pedágio e gente.

    E tem o sujeito oculto. Sindicatos.

    Logo, os dois (transportador e autônomo) reclamam unidos. Mas a transportadora é 70%. No Porto de Santos o transportador é 80%. Ou mais. Depende do momento e do movimento.

    Uma das “lideranças” entrevistadas disse que agora o “movimento” quer a saída do presidente e a queda de todos os preços. Eu também.

    Cada vez mais a importância de meios como o Bahia, o Atlântico e os Patrulhas. Cada vez mais a urgência desse país reformar suas estruturas.

    Salve Shiva. O destruidor de mundos.

  26. Na realidade e muito importante essa capacidade anfíbia do Brasil,que será mais poderosa com a vinda do ocean,e a vinda dos 26 cobras,sendo que a marinha ficará com13 para compor o ocean.Só gostaria que o Brasil compra-se o albion.O Brasil terá em breve maior capacidade anfíbia, é submarina da américa latina,mesmo com falta de dindin.Quanto a greve dos caminhoneiros apesar de legitima,já está se tornando politizada, é seria bom terminar para que o Brasil volte a normalidade, é que não se torne generalizada mobilizando outras classes.Essa greve de certa forma mostrou a fragilidade da abin,que aõ meu ver deveria ser ampliada em pelo menos 3 a 4 vezes em efetivos e se tornar a Agência de Inteligência Brasileira (cIB) operando igual a CIA americana.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here