Home Marinhas de Guerra Modelista constrói 484 navios de guerra em 70 anos

Modelista constrói 484 navios de guerra em 70 anos

13045
24
Phillip Waren e sua frota de navios feitos de palitos de fósforo
Phillip Waren e sua frota de navios feitos de palitos de fósforo e suas caixas de madeira

Phillip Waren, um senhor de 87 anos de idade, passou 70 anos de sua vida criando incríveis miniaturas de navios de guerra feitas de palitos de fósforo e suas caixas de madeira.

Publicamos posts sobre ele em 2010 e 2012 e agora em 2018, o Daily Mail publicou novas fotos dos modelos de Waren.

Nesse tempo transcorrido ele construiu a maquete do HMS Queen Elizabeth e dos novos OPV da classe River Batch 2.

Ele começou a fazer as miniaturas quando tinha 17 anos, usando as coisas que haviam ao seu redor e como os palitos de fósforo eram muito comuns, encontrar grandes quantidades foi fácil.

O mestre modelador de Brandford, Dorset, modelou cada navio construído para a Royal Navy desde 1945, bem como 60 outros navios da US Navy e outras fortalezas flutuantes de outras 18 nações. Um dos maiores navios na coleção é o USS Nimitz, um dos maiores navios-aeródromo do mundo.

Waren gastou mais 1 milhão de palitos de fósforo para fazer seus modelos de navios e aeronaves na escala 1/300.

24 COMMENTS

  1. Podíamos contratar esse senhor para construir uma bela frota de superfície para a nossa agonizante Marinha. Só assim teríamos uma frota de superfície que, embora feita de palitos de fósforo, seria uma frota de respeito e admirada.
    Há braços

  2. Que incrível, até as aeronaves……mas os únicos insumos forma os palitos e suas caixas? Sensacional. Acho que na 1a foto, na frente de sua mão esquerda, é o ex-HMS Ocean

  3. Incrível!!! Meus parabéns a este cidadão e seu acervo que merece ter um lugar de preservação em um museu no futuro.

  4. Queria poder escrever um palavrão aqui, mas, INCRÍVEL!!!! Parabéns à ele, detalhista ao extremo.

    Em Off: Pergunto aos demais, qual foi o fim do NAe São Paulo, ainda tá no RJ ou já mandaram pro desmanche?

  5. Arrisco escrever que essa desmobilização do “São Paulo” tão longa de 3 anos até 2020 deve-se ao fato de estar sendo feita aos poucos por falta de recursos assim como foi longa a construção da corveta “Barroso” para que entre coisas o navio possa ser devidamente preparado para o desmanche no exterior.
    .
    Lembro que o irmão do “Foch”, o “Clemenceau” que estava sendo rebocado para a Índia para
    desmanche teve que retornar pois não estava adequadamente preparado para ser desmantelado pelos indianos que não dispondo de técnicas adequadas estariam sujeitos
    a materiais tóxicos e o casco acabou sendo desmantelado na Inglaterra.
    .
    Não que o “São Paulo” apresente os mesmos riscos que o “Clemenceau” apresentava à saúde e meio ambiente, mas, há necessidade de se preparar um navio adequadamente para o desmanche ou quando é transformado em recife artificial.

    • Verdade, seria mais digno que o Brasil o afundasse e o transformasse em recife artificial, mas eu lembro do Clemenceau que as paredes eram revestidas de amianto e tal, isso seria trágico a natureza se esses materiais fossem liberados de qualquer jeito.

  6. Aqui em Santos temos o Marcelo Rezara que com caixas de bombons fez toda a frota da MB desde o Império.

  7. Incrível…. um senhor de 87 anos construiu toda uma frota naval, com os melhores navios do mundo replicados em 70 anos apenas com palitos de fósforos e outros itens simples. Tem que se parabenizar esse senhor pelo feito!!!!!!

  8. Eu fazia isso quando era moleque, mas era bem mais rústico. MiG-25, Mirage III e F-5 com papel triplex, massa epóxi e palito de dente/fósforo.

    Certa vez esculpi um B-17, um Pe-2 e um MiG-17 em isopor de geladeira – aquele com grânulos pequenos. Tudo no cortador elétrico e na lixa, com o acabamento fino sendo feito com lixa de unha. Usando como base os desenhos em 3 vistas das Top Guns.

    O MiG-17 até planava, mas colocando um pequeno peso no nariz, porque sem isso ele cabrava e fazia looping…

    Mas o B-17 planava flat… era bonito de se ver.

    Acho que vou voltar a essa atividade. Não deve ser difícil arrumar as plantas dos navios na internet.

  9. Modelista raiz = caixa de fosforo, cola, jornal, cano de pvc etc…
    Modelista nutela = trumpeter, revell, tamiya e italeri…

    eu sou nutela infelizmente…

  10. Obstinação, parabéns.

    Alessandro Marco de Noronha Galvão,

    Peça ao Artista mandar fotos aos Editores com dados completos para matéria aqui no PN.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here