Milgem, o LCS turco

a400m_milgem_rendering.jpg

O Milgem, nome formado pelas palavras turcas Milli Gemi (Navio Nacional), é o “Projeto Corveta” da Turquia, que tem como propósito construir modernos navios de guerra litorânea pela indústria turca, usando extensivamente tecnologias stealth (furtivas).
A construção do primeiro navio da classe, a TCG Heybeliada, começou em 26 de julho de 2005, com o lançamento ao mar previsto para 27 de setembro de 2008. O término da construção está programado para 25 de outubro de 2010, com a entrada em serviço em 2011.
Planeja-se construir 12 navios para a Marinha Turca e outras unidades para exportação. A Marinha do Paquistão negocia desde abril de 2007 com a Turquia, a compra de pelo menos 4 Milgem, sendo 3 construídas localmente.
Quando o projeto Milgem foi lançado oficialmente em 1996, a idéia inicial era construir localmente as corvetas MEKO A-100 de design alemão, mas no ano 2000, a parceria com a Alemanha foi rompida, dando lugar a um projeto totalmente turco.
O conceito e o perfil operacional da Milgem tem similaridades com o LCS (Littoral Combat Ship) desenvolvido pela Lockheed Martin americana, para compor a próxima geração de navios de guerra da US Navy. Curiosamente, também tem semelhanças com a corveta Barroso, da Marinha do Brasil. Abaixo, a ficha técnica da Milgem:

Deslocamento: 2.000t
Comprimento: 99m
Boca: 14,4m
Calado: 3,75m
Propulsão: CODOG (1 turbina a gás e dois motores diesel)
Velocidade: econômica 15 nós; máxima de 29 nós.
Raio de ação: 3.500 milhas náuticas a 15 nós.
Autonomia: 21 dias
Tripulação: 93
Armamento: 1 canhão de 76mm, 2 metralhadoras 12.7 mm Aselsan STAMP, 8 mísseis Harpoon (ou RBS15 Mk.3), um lançador de mísseis antiaéreos de defesa de ponto RAM, dois lançadores triplos de torpedos anti-submarino Mk.46, 1 helicóptero S-70 Seahawk e vários UAVs.

milgem02.gif

milgem_3.jpg

Fase de testes avança no Prosub

Odebrecht - Prosub, fase de testes - 1

Seção de Qualificação é transportada para Prédio Principal do Estaleiro de Construção Rio de Janeiro, 25 de novembro de 2014 […]

Brasil cria núcleo de missão naval em São Tomé e Príncipe

NPa Grauna

Objetivo é levantar necessidades da guarda costeira do local e elaborar proposta de acordo de cooperação entre os dois países […]

China planeja construir 18 bases navais no exterior, inclusive na Namíbia

PLA Navy

Segundo o jornal The Namibian, estão em curso discussões nos “mais altos níveis” os planos da Marinha do Exército de Libertação […]

Taiwan inicia provas de mar do seu novo navio de apoio logístico

AOE532_Panshi_01

A Marinha da República da China (Taiwan), ROC Navy, iniciou os testes de mar do navio de apoio logístico de […]

Mísseis JL-2 lançados de submarinos chineses poderão alcançar os EUA

JL-2

Os mísseis intercontinentais de segunda geração JL-2, lançados de submarinos, que têm a capacidade de atingir os EUA, já se […]