Mais fotos do PKX – Patrol Killer eXperimental, da Marinha da Coreia do Sul

pkx-1

O navio da foto é o ROKS Yun Yeong-Ha, primeiro navio-patrulha PKX (Patrol Killer eXperimental) de 450 toneladas, da Marinha da Coreia do Sul.

O PKX é armado com um canhão de 76mm, um canhão de 40mm e mísseis antinavio SSM-700K Haesung, com 150km de alcance. A suíte eletrônica é sofisticada, com um radar 3D que pode detectar e rastrear mais de 100 alvos simultâneamente.
O comprimento do navio é de 63m, a boca de 9m e a tripulação de 40 homens.

O sistema propulsor é CODOG com waterjets, desenvolvendo a velocidade máxima de 41,5 nós, com turbina a gás LM2500, e velocidades de cruzeiro, com dois motores diesel MTU. A autonomia é de 2.000 milhas a 15 nós.

O  sistema de waterjets, que substitui os hélices e os lemes convencionais, possibilita ao navio transitar tranquilamente nas áreas infestadas de pesqueiros, sem o perigo de enroscar-se nas redes de pesca.

pkx-2

pkx-3

pkx-4

NOTA do BLOG: Clique nos nomes das classes para conhecer navios-patrulha lança-mísseis (FPB – Fast Patrol Boats/FAC – Fast Attack Crafts) de outras marinhas, que já foram abordados pelo BlogNAVAL: Type 143 Gepard (Alemanha), Victory (Singapura), Hamina (Finlândia), Super Vita (Grécia), Hayabusa (Japão), Houbei (China) e Visby (Suécia), PKX (Coreia do Sul), Kilic (Turquia) e Helsinki (Finlândia/Croácia).

Navantia começa quarta grande revisão do submarino espanhol Tramontana

Submarino é quarto e último da classe ‘Galerna’ (S 70), baseada na francesa ‘Agosta’, havendo ainda três em serviço na […]

Marinha do Brasil realiza Operação ‘NINFA XXV’ com a Armada Paraguaia

A Marinha do Brasil, por meio de navios subordinados ao Comando da Flotilha de Mato Grosso (ComFlotMT), realizou a Operação […]

Demonstrador laser da Boeing destrói alvos em condições de ambiente marítimo

Vários alvos aéreos foram destruídos em situações de vento e neblina, condições climáticas típicas do ambiente marinho, em demonstrações realizadas […]

Navios-patrulha que Brasil fornecerá a Angola serão de 500 toneladas

Brasil vai apoiar desenvolvimento do Poder Naval de Angola   Brasília, 05/09/2014 – Os ministros da Defesa do Brasil, Celso […]

Conheça a história e o futuro da Força de Submarinos da Marinha do Brasil

Nunca antes neste país publicaram uma série de matérias sobre o tema nesta profundidade! A Força de Submarinos da Marinha […]

‘Modelo exportação’: Brasil deverá construir navios-patrulha para Angola

O ministro Celso Amorim (Defesa) assina hoje com o angolano João Manuel Lourenço termo de cooperação para construção de 7 […]