O MOD das corvetas classe ‘Inhaúma’

v33-1-navios-em-rio-grande

O PMG da Julio de Noronha teve início em outubro de 2008 e está previsto para durar 15 meses, a um custo de R$ 13,8 milhões (por navio da classe).

O navio não irá sofrer uma grande modernização. Na verdade o que se pretende é revitalizar os navios da classe “Inhaúma”, principalmente as máquinas e substituir alguns sistemas e sensores. O sistema tático de comando, controle e combate será substituído, bem como alguns sensores. Não há previsão de substituição de armamentos. Caso a MB fosse substituir o canhão principal (114,3mm) e os canhões de 40mm por um novo canhão de 76mm e pelo Trinity, o custo superaria em muito o valor total previsto para esse programa.

A modernização compreenderá as seguintes instalações:

  • Sistema SICONTA Mk.4;
  • Radar de busca combinada Selex Sistemi RAN-20S bidimensional;
  • Radar de DT Selex Sistemi RTN-30X;
  • Radar de navegação Furuno FR 8252.
  • MAGE – DEFENSOR;
  • Sistema de Navegação Inercial – SIGMA 40 INS (SAGEM);
  • Sistema de Controle e Monitoração SCM;
  • Manutenção geral das máquinas;
  • Revisão dos sistemas hidráulicos e elétricos;
  • Revitalização e melhoria das áreas habitáveis.

Com relação às fragatas da classe “Greenhalgh”, o seu programa de modernização será semelhante ao das “Inhaúma”, contudo os mísseis Exocet MM-38 serão substituídos pelo MM-40. O custo total desse programa será de R$ 70 milhões, cerca de R$ 23,3 milhões por navio.

Os testes de mar da corveta Barroso, foram bastante satisfatórios, o novo desenho da proa reduziu muito o embarque de água. A Barroso conseguiu atingir e manter uma velocidade de 29+ nós (contra 27 nós das “Inhauma”). Estão se realizando períodos de verificação e ajustagem dos sistemas eletrônicos e sensores, até sua prontificação total e incorporação à Armada, com a posterior transferência para o Setor Operativo, em maio/junho de 2009, já com o Sistema de Combate comissionado.

TEXTO: Luiz Monteiro (LM)/FOTO: Navios em Rio Grande

Navantia começa quarta grande revisão do submarino espanhol Tramontana

Submarino é quarto e último da classe ‘Galerna’ (S 70), baseada na francesa ‘Agosta’, havendo ainda três em serviço na […]

Marinha do Brasil realiza Operação ‘NINFA XXV’ com a Armada Paraguaia

A Marinha do Brasil, por meio de navios subordinados ao Comando da Flotilha de Mato Grosso (ComFlotMT), realizou a Operação […]

Demonstrador laser da Boeing destrói alvos em condições de ambiente marítimo

Vários alvos aéreos foram destruídos em situações de vento e neblina, condições climáticas típicas do ambiente marinho, em demonstrações realizadas […]

Navios-patrulha que Brasil fornecerá a Angola serão de 500 toneladas

Brasil vai apoiar desenvolvimento do Poder Naval de Angola   Brasília, 05/09/2014 – Os ministros da Defesa do Brasil, Celso […]

Conheça a história e o futuro da Força de Submarinos da Marinha do Brasil

Nunca antes neste país publicaram uma série de matérias sobre o tema nesta profundidade! A Força de Submarinos da Marinha […]

‘Modelo exportação’: Brasil deverá construir navios-patrulha para Angola

O ministro Celso Amorim (Defesa) assina hoje com o angolano João Manuel Lourenço termo de cooperação para construção de 7 […]