O MOD das corvetas classe ‘Inhaúma’

v33-1-navios-em-rio-grande

O PMG da Julio de Noronha teve início em outubro de 2008 e está previsto para durar 15 meses, a um custo de R$ 13,8 milhões (por navio da classe).

O navio não irá sofrer uma grande modernização. Na verdade o que se pretende é revitalizar os navios da classe “Inhaúma”, principalmente as máquinas e substituir alguns sistemas e sensores. O sistema tático de comando, controle e combate será substituído, bem como alguns sensores. Não há previsão de substituição de armamentos. Caso a MB fosse substituir o canhão principal (114,3mm) e os canhões de 40mm por um novo canhão de 76mm e pelo Trinity, o custo superaria em muito o valor total previsto para esse programa.

A modernização compreenderá as seguintes instalações:

  • Sistema SICONTA Mk.4;
  • Radar de busca combinada Selex Sistemi RAN-20S bidimensional;
  • Radar de DT Selex Sistemi RTN-30X;
  • Radar de navegação Furuno FR 8252.
  • MAGE – DEFENSOR;
  • Sistema de Navegação Inercial – SIGMA 40 INS (SAGEM);
  • Sistema de Controle e Monitoração SCM;
  • Manutenção geral das máquinas;
  • Revisão dos sistemas hidráulicos e elétricos;
  • Revitalização e melhoria das áreas habitáveis.

Com relação às fragatas da classe “Greenhalgh”, o seu programa de modernização será semelhante ao das “Inhaúma”, contudo os mísseis Exocet MM-38 serão substituídos pelo MM-40. O custo total desse programa será de R$ 70 milhões, cerca de R$ 23,3 milhões por navio.

Os testes de mar da corveta Barroso, foram bastante satisfatórios, o novo desenho da proa reduziu muito o embarque de água. A Barroso conseguiu atingir e manter uma velocidade de 29+ nós (contra 27 nós das “Inhauma”). Estão se realizando períodos de verificação e ajustagem dos sistemas eletrônicos e sensores, até sua prontificação total e incorporação à Armada, com a posterior transferência para o Setor Operativo, em maio/junho de 2009, já com o Sistema de Combate comissionado.

TEXTO: Luiz Monteiro (LM)/FOTO: Navios em Rio Grande

Ministro Jaques Wagner visita instalações do Programa de Desenvolvimento de Submarinos em Itaguaí (RJ)

Visita do ministro da Defesa Jaques Wagner ao Estaleiro e Base Naval de Itaguaí - RJ - 1

  Itaguaí (RJ), 24/02/2015 – O ministro da Defesa, Jaques Wagner, e o comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal […]

Pirataria no Golfo da Guiné mantém marinhas africanas atreladas ao apoio do Brasil

STP_Light_Line_NaPaOc_Amazonas

Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa Os casos registrados de pirataria marítima ao redor do mundo […]

Nota de Falecimento – CLC Carlos Eugênio Dufriche

dudriche

  A Marinha Mercante Brasileira e a Aviação nacional perdeu um ícone. Faleceu no domingo, 22 de fevereiro de 2015, o […]

Novo contrato com governo britânico garante Programa Type 26 no Reino Unido

IMAGE 3: Type 26 Global Combat Ship exterior

Glasgow, Reino Unido: O primeiro ministro britânico, David Cameron, reafirmou o compromisso de seu governo com a sustentação da capacidade […]

Empresas brasileiras também estão na IDEX 2015, nos Emirados Árabes Unidos

Corveta Al Dhafra P173, da classe Baynunah dos EAU

A empresa brasileira LOGSUB e outras que compõem a ABIMDE – Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa, estão […]