5 de Outubro – dia da criação da Força Naval do Nordeste

c6-camaqua.jpg

“A missão da Marinha do Brasil na Segunda Guerra Mundial foi patrulhar o Atlântico Sul e proteger os comboios de navios mercantes que trafegavam entre o Mar do Caribe e o litoral Sul brasileiro contra a ação dos submarinos e navios corsários germânicos e italianos. Luta constante, silenciosa e pouco conhecida pelos brasileiros.”

“A criação da Força Naval do Nordeste (FNNE), pelo Aviso nº 1.661 de 5 de outubro de 1942, foi parte do rápido e intenso processo de reorganização das forças navais para adequar-se à situação de conflito. Sob o comando do então Capitão-de-Mar-e-Guerra Alfredo Carlos Soares Dutra, a recém-criada força foi, inicialmente, composta pelos seguintes navios: Cruzadores Bahia e Rio Grande do Sul, Navios-Mineiros Carioca, Caravelas, Camaquã e Cabedelo (posteriormente reclassificados como corvetas) e os Caça-Submarinos Guaporé e Gurupi.”

“O combate à ação submarina do Eixo foi intenso e exigiu sacrifícios dos que dele participaram. Foram 66 ataques de navios brasileiros a submarinos, registrados pelos próprios alemães. A ação prioritária para a Marinha do Brasil era a escolta dos comboios de navios mercantes, e nesta missão cada navio mercante que chegava ao seu porto de destino em segurança era uma vitória alcançada. ”

Fonte: o texto integral a respeito do aniversário da criação da Força Naval do Nordeste, do qual selecionamos os trechos acima, pode ser acessado neste link para o site da MB

Foto: Serviço de Relações Públicas da Marinha, Via NGB - Cv Camaquã C- 6, que afundou ao largo de Recife em 21 de julho de 1944, com perda de 33 vidas. Até essa data, havia escoltado em serviço de guerra mais de 600 navios mercantes.

Lançamento do livro ‘Monitor Parnaíba – 75 anos’, no dia 19 de dezembro, em São Paulo

Livro Monitor Parnaíba - 75 anos -  Capas - WEB

A editora Aeronaval Comunicação, que produz a revista Forças de Defesa, está lançando a primeira edição do livro “Monitor Parnaíba […]

Mensagem do Comandante da Marinha insiste no Prosuper mas é discreta sobre meios navais

Esquadra A12

Roberto Lopes Autor do livro “As Garras do Cisne” Exclusivo para o Poder Naval Os 38 minutos da Mensagem de […]

Amazul assina contrato com a Mectron para projeto do IPMS do submarino de propulsão nuclear

Submarino com propulsão nuclear Álvaro Alberto

No mês de dezembro, a Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. (Amazul) assinou um contrato com a Mectron para o […]

Poder Naval visita navios da MB em Santos-SP, no Dia do Marinheiro

PN no Dia do Marinheiro - Aderex II-2014 - 2

Para comemorar o Dia do Marinheiro no sábado (13 de Dezembro), o Poder Naval visitou os navios que compõem a […]

Inaugurado o prédio principal do Estaleiro de Construção de Submarinos em Itaguaí

Inauguração prédio principal estaleiro submarinos - foto via Blog do Planalto

Nesta sexta-feira, 12 de dezembro, foi inaugurado pela presidente da República, Dilma Rousseff, o prédio principal do Estaleiro de Construção […]