Home Perfil Cavour, o novo capitânia da Marina Militare

Cavour, o novo capitânia da Marina Militare

567
27

cavour.jpg

O Cavour [550] é o novo navio-aeródromo italiano, construído pela Fincantieri em 2001 e lançado ao mar pelo estaleiro Riva Trigoso em 20 de julho de 2004. Os testes de mar começaram em dezembro de 2006, o comissionamento ocorreu em 27 de março de 2008 e a entrada em serviço será em 2009.
O navio foi projetado para operar aeronaves STOVL (poderá acomodar até 24 caças F-35B) e helicópteros; tem 27.000t de deslocamento, 244m de comprimento e um hangar de 134m, com 2,500 m², que pode receber aeronaves e veículos (24 carros de combate ou 50 Dardo IFV, 100+ Iveco LMV). Rampas de acesso nas laterais e na popa permitem o embarque de veículos de até 70 toneladas.
O Cavour também pode operar como LPH (Landing Platform Helicopter), acomodando helicópteros EH101 e até 325 marines.
O armamento antiaéreo do navio é composto de 32 mísseis Aster-15, em 4 lançadores verticais A43 SYLVER.

cavour2.jpg

Subscribe
Notify of
guest
27 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
André
André
11 anos atrás

Eu fico tão triste de poder admirar esses navios somente nas outras marinhas do mundo (desabafo!).

Roberto
Roberto
11 anos atrás

Já imaginaram o Brasil com uns destes ???? Seria fenomenal…

Nimitz
Nimitz
11 anos atrás

Um não, 2 pelo menos, idealmente 3. Quem tem um, não tem nenhum.
No meio naval existe a regra de 1/3, ou seja, para 3 navios, um sempre estará em reparos.

Wilson Johann
Wilson Johann
11 anos atrás

É! Tudo isso, e nós aqui, planejando, planejando, planejando, planejando….

Dois ou três desses extavam de bom tamanho, nãp acham?

Até 7 de setembro, quando teremos os nossos!

Abraços!

Roberto
Roberto
11 anos atrás

hahahahaha teremos os nossos ??? hahahahahaha ainda bem que tem gente bem humorada (e esperançosa) por aqui…

Roberto
Roberto
11 anos atrás

eu acho que uns 5 destes seriam o ideal para o Brasil, em épocas de paz serviriam para ajuda humanitária, para exercícios e “politica”, e em conflitos, bem…

Taer
Taer
11 anos atrás

Gente,gente! Quem nasce para Brasil não chega a Itália nunca!
Sds.

König
König
11 anos atrás

Pode chegar e ultrapassar a italia.
Mas o povo não ajuda assim como os politicos…
saudações

Paulo Costa
Paulo Costa
11 anos atrás

Este helicoptero que esta no conves custa uma nota,imagine o
resto,temos que ter verba….

André
André
11 anos atrás

Esse heli é o EH-101?

Roberto
Roberto
11 anos atrás

Alguém saberia o valor deste navio ???

omar fernandes
11 anos atrás

Gente, calma. Em 07 de setembro… …lulinha(água dura) vai realmente anunciar que a FAB vai comprar 24 aviões de caça (ex-FACH), construir 50 barquinhos com .50 e o EB vai finalmente receber 100 tanques M-60 de última linha.

Roberto
Roberto
11 anos atrás
André
André
11 anos atrás

Acabei de ler e parte do texto que mais achei interessante segue abaixo: “O que o senador Simon não sabe é que existem países com políticas de Estado e outros só de Governo. Deixar para depois é uma característica dos governantes brasileiros, que não têm a capacidade de assumir riscos em suas decisões e passam “a bola para os outros”, como foi feito com o programa FX de reaparelhamento da Força Aérea Brasileira. A questão passou de FHC a Lula e até agora não saiu do papel. Estes parlamentares deveriam visitar o presidente brasileiro e cobrar uma posição efetiva sobre… Read more »

Wilson Johann
Wilson Johann
11 anos atrás

É isso aí, se eles pelos menos tivessem a lucudez do autor deste texto. A verdade que com um governo e parlamentares assim, estamos fu£#&%s.

Mas vamos esperar o dia 7, fata pouco.

Abraços!

Roberto
Roberto
11 anos atrás

estava vendo em outro site, o cavour custou, apenas, US$ 900 (ou euros, não lembro bem) milhões, bagatela… hehehehe

Pedro Rocha
Pedro Rocha
11 anos atrás

Olá senhores! Custo completo com sistemas de combate: 1,5 bilhão de euros.
O link abaixo tem várias informações sobre o mesmo:
http://digilander.libero.it/en_mezzi_militari/html/en_cavour.html

FABIO SOUTO.
FABIO SOUTO.
11 anos atrás

amigos alguem sabe quando o porta aviões SP vai ser docado
para colocar o outro eixo?

Paulo Costa
Paulo Costa
11 anos atrás

Ouvi dizer que esta se deslocando para a doca,como é enorme,
tem um logistica propria,tipo estado do mar,maré,etc.
Mas ja está programado…..

FABIO SOUTO.
FABIO SOUTO.
11 anos atrás

amigo paulo programado para quando? agosto?

Paulo Costa
Paulo Costa
11 anos atrás

Fabio,ai não sei,ouvi dizer que fica pronto em agosto.
Não tenho mais dados ,mas ,está no fim da reta para
voltar a ativa.

Paulo Costa
Paulo Costa
11 anos atrás

Se for isto mesmo,900 mi de construção e 600mi de sistemas
militares,digamos que o custo aqui caia para metade devido
a mão de obra bem mais barata,mas os sistemas fiquem mais caros
porque serão vendidos.Sem os 600 mi dos sistemas militares.
Antigo sonho meu,fazer um nae aqui ,nosso,aos poucos,ate o A-12
se for,e usar as escoltas Niteroi e 22 ou outra na epoca,como
defesa,doutrina ja adotada no Minas e SP.Quem sabe?

André
André
11 anos atrás

só que esse valor não contaria com o grupo aéreo embarcado, não é mesmo? (F-35B e EH-101)

Paulo Costa
Paulo Costa
11 anos atrás

Com a verba controlada,SH-60,e uma duzia de Harriers…..

Paulo Costa
Paulo Costa
11 anos atrás

Quem sabe ate la teremos tambem as plataformas militares,
com convoo,hangar,radares,sistema de defesa,alojamento,etc
Os Harriers e SH-60,poderiam se deslocar atraves delas,
fazendo uma patrulha de apoio…

trackback
11 anos atrás

[…] estão recebendo consultoria técnica do estaleiro italiano Fincantieri desde 2004, construtor do Cavour da Marinha […]

Giordani RS
Giordani RS
10 anos atrás

Interessante como a concepção de ski jump vem tomando forma…acredito que seria uma solução para a MB, pois requer um baixo custo de manutenção, ao contrário das catapultas a vapor.